almofadas pedagógicas - traplev |

almofadas pedagógicas - traplev

programa de re-alfabetização política urgente, ferramenta didática para formação crítica e estética com referências históricas de movimentos de justiça social.

Projeto por: roberto moreira junior
R$ 2.650,00
arrecadado
meta R$ 17.000,00

9 benfeitores
apoiaram essa campanha

Não foi dessa vez :/

A meta de arrecadação não foi atingida e todas as colaborações foram estornadas. Obrigado pelo apoio ainda assim!

POR

roberto moreira junior

roberto moreira junior

sou mestre em artes visuais pela UDESC, Fpolis e artista visual, resido em Recife, PE desde 2011, atuo no campo de artes visuais, expondo regularmente desde 1999 em várias regiões do Brasil. Atualmente desenvolvo a pesquisa sobre o processo político e democrático do Brasil a partir dos anos de 1960.

R$ 10
Adesivo
Seja o primeiro a apoiar!
adesivo "Crise é Lucro"
R$ 30
Catalogo
1 benfeitor apoiando
Catálogo da exposição de Traplev na galeria Fayga Ostrower Funarte Brasília, 2017

49 disponíveis.
R$ 40
Catálogo + Adesivo
Seja o primeiro a apoiar!

50 disponíveis.
R$ 80
01 Almofada Aleatória
2 benfeitores apoiando
Temos um conjunto de mais de 50 almofadas, e será escolhida alguma aleatória para o envio.
R$ 100
1 Almofada à sua escolha
4 benfeitores apoiando
Do conjunto a pessoa poderá escolher a almofada
R$ 110
1 Almofada à sua escolha + Adesivos
1 benfeitor apoiando
Do conjunto a pessoa poderá escolher a almofada, o adesivo é do "Crise é Lucro".
R$ 190
2 Almofadas à sua escolha
2 benfeitores apoiando
Do conjunto a pessoa poderá escolher duas almofadas.
R$ 500
5 Almofadas à sua escolha
Seja o primeiro a apoiar!
Do conjunto a pessoa poderá escolher as 5 almofadas.
R$ 1.000
10 Almofadas à sua escolha
Seja o primeiro a apoiar!
Do conjunto a pessoa poderá escolher as 10 almofadas
R$ 4.000
Coleção de 30 à sua escolha
Seja o primeiro a apoiar!
Coleção de 30 almofadas à sua escolha + Catalogo + Adesivo
R$ 10.000
Financie uma Ação
Seja o primeiro a apoiar!
Nesta opção a pessoa poderá financiar a ação inteira (50 almofadas + ação educativa) e poder participar do processo, se for de sua escolha, da formação educativa.

Almofada pedagógica é uma ferramenta didática de difusão de conhecimento e funciona como um índice de referências históricas e contemporâneas de movimentos, causas, fatos históricos e personagens de lutas por justiça social e cultura popular no Brasil.

Conjunto de almofadas pedagógicas com o mobiliário para anti-monumento à Anísio Teixeira na exposição Arte, Democracia e Utopia, no Museu de Arte do Rio, setembro de 2018 à maio de 2019.

A proposta é financiar 4 ações de formação educativa.

Como isso funciona, o que são essas ações?
Cada ação é composta por um conjunto de 50 almofadas, e um workshop com dois profissionais (o artista e um(a) convidado(a)), que apresentarão o programa de re-alfabetização política das almofadas pedagógicas. 

As ações junto com as 4 coleções de almofadas serão doadas à centros de formação social e popular que o artista vêm fazendo contato no último ano e assim qe o projeto alcance suas metas, serão divulgadas os locais para receber as ações.

Como surgiram essas almofadas e por que?
As almofadas surgiram através da pesquisa de Traplev, como reação à quebra institucional que ocorreu no país com o Impeachment em 2016, e com referência direta ao método Paulo Freire de alfabetização de adultos de 1961 e foi exposta pela primeira vez a primeira coleção com 17 almofadas, na exposição individual do artista na Galeria Sé em São Paulo em 2017, desde então vêm participando de diversas exposições de arte pelo país e outras ações educativas também, hoje já soma-se mais de 50 almofadas/conteúdos que não param de ser produzidas.

Nesse contexto social e político do país, o artista começou a reunir uma série de movimentos, fatos históricos, personagens e ações no campo da cultura que evidenciam manifestações e programas em prol do contextos de luta e conscientização de justiça social no Brasil. A proposta é re-potencializar o contexto histórico brasileiro e evidenciar uma narrativa afirmativa da política através dessa ferramenta pedagógica das almofadas.

Á esquerda almofada "projeto popular" de ìcaro Lira, no centro Revista Problemas de cultura política, e a direita parte do símbolo do Quilombismo de Abdias Nascimento.

Com isto a pesquisa foi se aprofundando e se extendendo para um processo de formação crítica trazendo à tona personagens históricos e contemporâneos não só de movimentos políticos, mas de ações artísticas e manifestações estéticas em vários âmbitos de luta e resistência.

Almofada pedagógica que reproduz uma das páginas do caderno de leitura para adultos do programa de alfabetização do Movimento de Cultura Popular do Recife, 1961.

Como se dá essa formação com as almofadas?
O processo de formação com as almofadas pedagógicas é um processo de médio a longo prazo, cada almofada tem duas faces, uma imagem de um lado e um texto didático sobre o conteúdo, do outro. O programa prevê a liberdade de seu uso, además de ser um objeto espontâneo, elas tanto podem estar em espaços de recepção e estar, como também ativadas em ações específicas a partir dos temas registrados, e outras extensões para provocar a discussão e reflexão.

Junto à doação das quatro coleções, o artista junto com uma convidada (o), abordarão processos tanto pedagógicos e de facilitação de uso, como de contextualização histórica dos temas pertinentes.

Oficina de "Formação crítica para re-alfabetização política" com Traplev, do programa da exposição Bandeiras da Revolução, Fundaj, Recife, 2017.

Experimento de formação no Centro Social Marista*, de Caçador, SC, com a educadora Fernanda Carneiro, julho de 2018. (*1º Centro Social a receber um conjunto de almofadas pedagógicas para ativação permanente).

Quem é Traplev?
Traplev (Caçador, SC, 1977) é pai e artista com formação em artes plásticas pelo Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC, bacharel (2003) e mestre em artes visuais (2007). Desde o início dos anos 1999 expõe regularmente por várias regiões do Brasil, é editor e co-fundador da publicação recibo de artes visuais criada em 2002 e até 2015, ano do último recibo editado até então, distribuiu através de 18 números, mais de 74 mil exemplares de distribuição gratuita por todo o país. Dentre suas últimas exposições participa atualmente da exposição Arte, Democracia e Utopia, com curadoria de Moacir dos Anjos no Museu de Arte do Rio até maio de 2019; e MITOMOTIM com curadoria de Júlia Rebouças, de abril a julho de 2018, no galpão do VideoBrasil, em São Paulo entre outras. Traplev mora em Recife desde 2011 e é representado pela Galeria Sé em São Paulo. Maiores informações sobre o artista pode ser encontrado no seu site: https://traplev.hotglue.me/

Traplev em conversa com o público na sua exposição em Brasília na galeria Fayga Ostrower, pelo Prêmio Funarte de Arte Contemporânea, 2017. (A arquibancada fazia parte da instalação, onde era suporte para as próprias almofadas, assim como de várias placas com a inscrição branca sobre fundo preto da palavra "novoprotesto" ao seu redor - detalhes no site do artista).

Almofada que registra o ato de inauguração do CIEP Zumbi dos Palmares em 1986, no Rio de Janeiro qando Brizola foi governador, tendo ao seu lado a esquerda Juruna (o primeiro deputado federal indígena), do lado direito Darcy Ribeiro e Abdias Nascimento, entre outros.

Custos e Recompensas

O projeto se baseia na produção de 4 coleções de almofadas pedagógicas mais 4 ações de formação com dois profissionais para acompanhar cada processo de apresentação e contextualização do projeto. Cada coleção terá um conjunto de 50 almofadas.

Para isso, estaremos disponibilizando várias possibilidades de recompensas, adesivo, catálogo da obra do artista e as almofadas pedagógicas.

Dependendo do valor investido vc poderá levar de uma, duas, cinco, até dez almofadas ou mesmo um conjunto inteiro para algum espaço de formação.

Os custos do projeto nesse sentido irão cobrir a produção das 4 ações de formação + 4 coleções de almofadas, além da produção de todas as recompensas,. Para isso chegamos no cálculo de cerca de mais ou menos 800 almofadas para poder distribuir em recompensas, todas já com os valores inclusos do trasporte.

Para maiores informações e para conhecer todas as almofadas assim como o programa de re-alfabetização política, vc poderá acessar este link: 
https://drive.google.com/open?id=1IXe6G6v-NW-7QG45OLgsT5RNOEuN2YJM

sobre o artista e suas obras e exposições: 
https://traplev.hotglue.me/
https://www.facebook.com/traplev5/


Conjunto da última coleção de almofadas pedagógicas com o mobiliário para anti-monumento à Anísio Teixeira na exposição Arte, Democracia e Utopia, no Museu de Arte do Rio, setembro de 2018 (Fotos Daniel Acosta).

 

Almofada pedagógica é uma ferramenta didática de difusão de conhecimento e funciona como um índice de referências históricas e contemporâneas de movimentos, causas, fatos históricos e personagens de lutas por justiça social e cultura popular no Brasil.

Conjunto de almofadas pedagógicas com o mobiliário para anti-monumento à Anísio Teixeira na exposição Arte, Democracia e Utopia, no Museu de Arte do Rio, setembro de 2018 à maio de 2019.

A proposta é financiar 4 ações de formação educativa.

Como isso funciona, o que são essas ações?
Cada ação é composta por um conjunto de 50 almofadas, e um workshop com dois profissionais (o artista e um(a) convidado(a)), que apresentarão o programa de re-alfabetização política das almofadas pedagógicas. 

As ações junto com as 4 coleções de almofadas serão doadas à centros de formação social e popular que o artista vêm fazendo contato no último ano e assim qe o projeto alcance suas metas, serão divulgadas os locais para receber as ações.

Como surgiram essas almofadas e por que?
As almofadas surgiram através da pesquisa de Traplev, como reação à quebra institucional que ocorreu no país com o Impeachment em 2016, e com referência direta ao método Paulo Freire de alfabetização de adultos de 1961 e foi exposta pela primeira vez a primeira coleção com 17 almofadas, na exposição individual do artista na Galeria Sé em São Paulo em 2017, desde então vêm participando de diversas exposições de arte pelo país e outras ações educativas também, hoje já soma-se mais de 50 almofadas/conteúdos que não param de ser produzidas.

Nesse contexto social e político do país, o artista começou a reunir uma série de movimentos, fatos históricos, personagens e ações no campo da cultura que evidenciam manifestações e programas em prol do contextos de luta e conscientização de justiça social no Brasil. A proposta é re-potencializar o contexto histórico brasileiro e evidenciar uma narrativa afirmativa da política através dessa ferramenta pedagógica das almofadas.

Á esquerda almofada "projeto popular" de ìcaro Lira, no centro Revista Problemas de cultura política, e a direita parte do símbolo do Quilombismo de Abdias Nascimento.

Com isto a pesquisa foi se aprofundando e se extendendo para um processo de formação crítica trazendo à tona personagens históricos e contemporâneos não só de movimentos políticos, mas de ações artísticas e manifestações estéticas em vários âmbitos de luta e resistência.

Almofada pedagógica que reproduz uma das páginas do caderno de leitura para adultos do programa de alfabetização do Movimento de Cultura Popular do Recife, 1961.

Como se dá essa formação com as almofadas?
O processo de formação com as almofadas pedagógicas é um processo de médio a longo prazo, cada almofada tem duas faces, uma imagem de um lado e um texto didático sobre o conteúdo, do outro. O programa prevê a liberdade de seu uso, además de ser um objeto espontâneo, elas tanto podem estar em espaços de recepção e estar, como também ativadas em ações específicas a partir dos temas registrados, e outras extensões para provocar a discussão e reflexão.

Junto à doação das quatro coleções, o artista junto com uma convidada (o), abordarão processos tanto pedagógicos e de facilitação de uso, como de contextualização histórica dos temas pertinentes.

Oficina de "Formação crítica para re-alfabetização política" com Traplev, do programa da exposição Bandeiras da Revolução, Fundaj, Recife, 2017.

Experimento de formação no Centro Social Marista*, de Caçador, SC, com a educadora Fernanda Carneiro, julho de 2018. (*1º Centro Social a receber um conjunto de almofadas pedagógicas para ativação permanente).

Quem é Traplev?
Traplev (Caçador, SC, 1977) é pai e artista com formação em artes plásticas pelo Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC, bacharel (2003) e mestre em artes visuais (2007). Desde o início dos anos 1999 expõe regularmente por várias regiões do Brasil, é editor e co-fundador da publicação recibo de artes visuais criada em 2002 e até 2015, ano do último recibo editado até então, distribuiu através de 18 números, mais de 74 mil exemplares de distribuição gratuita por todo o país. Dentre suas últimas exposições participa atualmente da exposição Arte, Democracia e Utopia, com curadoria de Moacir dos Anjos no Museu de Arte do Rio até maio de 2019; e MITOMOTIM com curadoria de Júlia Rebouças, de abril a julho de 2018, no galpão do VideoBrasil, em São Paulo entre outras. Traplev mora em Recife desde 2011 e é representado pela Galeria Sé em São Paulo. Maiores informações sobre o artista pode ser encontrado no seu site: https://traplev.hotglue.me/

Traplev em conversa com o público na sua exposição em Brasília na galeria Fayga Ostrower, pelo Prêmio Funarte de Arte Contemporânea, 2017. (A arquibancada fazia parte da instalação, onde era suporte para as próprias almofadas, assim como de várias placas com a inscrição branca sobre fundo preto da palavra "novoprotesto" ao seu redor - detalhes no site do artista).

Almofada que registra o ato de inauguração do CIEP Zumbi dos Palmares em 1986, no Rio de Janeiro qando Brizola foi governador, tendo ao seu lado a esquerda Juruna (o primeiro deputado federal indígena), do lado direito Darcy Ribeiro e Abdias Nascimento, entre outros.

Custos e Recompensas

O projeto se baseia na produção de 4 coleções de almofadas pedagógicas mais 4 ações de formação com dois profissionais para acompanhar cada processo de apresentação e contextualização do projeto. Cada coleção terá um conjunto de 50 almofadas.

Para isso, estaremos disponibilizando várias possibilidades de recompensas, adesivo, catálogo da obra do artista e as almofadas pedagógicas.

Dependendo do valor investido vc poderá levar de uma, duas, cinco, até dez almofadas ou mesmo um conjunto inteiro para algum espaço de formação.

Os custos do projeto nesse sentido irão cobrir a produção das 4 ações de formação + 4 coleções de almofadas, além da produção de todas as recompensas,. Para isso chegamos no cálculo de cerca de mais ou menos 800 almofadas para poder distribuir em recompensas, todas já com os valores inclusos do trasporte.

Para maiores informações e para conhecer todas as almofadas assim como o programa de re-alfabetização política, vc poderá acessar este link: 
https://drive.google.com/open?id=1IXe6G6v-NW-7QG45OLgsT5RNOEuN2YJM

sobre o artista e suas obras e exposições: 
https://traplev.hotglue.me/
https://www.facebook.com/traplev5/


Conjunto da última coleção de almofadas pedagógicas com o mobiliário para anti-monumento à Anísio Teixeira na exposição Arte, Democracia e Utopia, no Museu de Arte do Rio, setembro de 2018 (Fotos Daniel Acosta).

 

Atualização da página web do artista com as almofadas pedagógicas

Em: 01/11/2018 18:01

A página web do artista está atualizada e ali vc conseguirá ver tb algumas das almofadas pedagógicas que já estáo circulando por aí!

https://traplev.hotglue.me/

a página do facebook tb funciona para atualizações de suas atividades

https://www.facebook.com/traplev5/