[PE] Angola filmes - Digitalizando memórias |

[PE] Angola filmes - Digitalizando memórias

A ANGOLA FILMES precisa da sua ajuda para digitalizar seu acervo de quase duas décadas.

Projeto por: Adriano José da Silva Lima
R$ 15.135,00
arrecadado
meta R$ 15.000,00

33 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Adriano José da Silva Lima

Adriano José da Silva Lima
R$ 25
CRÉDITOS
9 benfeitores apoiando
VOCÊ GARANTE O SEU NOME NO VÍDEO DE AGRADECIMENTO DA CAMPANHA. Previsão de entrega: 90 DIAS, APÓS O FIM DA CAMPANHA.

01 disponível.
R$ 50
ARGUMENTO
9 benfeitores apoiando
NOME NOS CRÉDITOS DOS PRIMEIROS VÍDEOS DIGITALIZADOS E NO VÍDEO DE AGRADECIMENTO DA CAMPANHA. Previsão de entrega: 90 DIAS, APÓS O FIM DA CAMPANHA.

01 disponível.
R$ 100
CLAQUETE
4 benfeitores apoiando
PARTICIPAÇÃO DO VÍDEO DE AGRADECIMENTO DA CAMPANHA. Previsão de entrega: 90 DIAS, APÓS O FIM DA CAMPANHA.

01 disponível.
R$ 300
CAPA
1 benfeitor apoiando
CRIAÇÃO DE UMA ART DIGITAL PARA REDES SOCIAIS, PARTICIPAÇÃO DO VÍDEO DE AGRADECIMENTO DA CAMPANHA. Previsão de entrega: 90 DIAS, APÓS O FIM DA CAMPANHA.

01 disponível.
R$ 700
AÇÃO
1 benfeitor apoiando
REGISTRO FOTOGRÁFICO DE EVENTOS E APRESENTAÇÕES CULTURAIS – 50 FOTOS DIGITAIS. Previsão de entrega: ATÉ 90 DIAS DO FIM DA CAMPANHA.

01 disponível.
R$ 1.750
EXTERNAS
Seja o primeiro a apoiar!
REGISTRO AUDIOVISUAL, DUAS CÂMERA, EDIÇÃO BÁSICA, ATÉ 60 MINUTOS. Previsão de entrega: ATÉ 90 DIAS DO FIM DA CAMPANHA / APENAS EM RECIFE E RMR/ A COMBINAR.

01 disponível.

 

Em meados de 2000, eu Adriano Lima, me encontrei no audiovisual de guerrilha, junto a alguns amigos, criamos a Gambiarra Imagem, que se destacava no cenário da comunicação comunitária dos bairros de chão de estrelas e Campina do Barreto, além de se estender para toda a região metropolitana do Recife.

Durante uma década registramos movimentos sociais, shows, o surgimento de alguns grupos culturais e agremiações. As ações não se estendiam apenas para a captação e edição de imagem, havia oferta de oficinas de fotografia e afins. Com o tempo vi a necessidade de criar outros selos para alcançar outros públicos, o primeiro foi o Caracol de arte e comunicação, fizemos a nossa primeira turnê internacional e agora a Angola Filmes que desde 2017 tem documentado diversos segmentos e expressões da cultura popular, periférica e das religiões afro-indígenas.

Com a pandemia, a ausência do carnaval e do São João, vimos as nossas atividades desaparecerem, mediante a isso nosso computador em uso desde 2009 começou a mostrar problemas gráficos, me deixando na mão algumas vezes reduzindo seu desempenho para 30% da sua capacidade. Nosso ambiente de trabalho passará por adequações para comportar mais pessoas, respeitando o distanciamento, compra de insumos de proteção, como máscaras N92 e álcool em gel.

 

 

Com a sua ajuda faremos um Upgrade em nossos equipamentos para digitalizarmos o nosso acervo analogico, disponibilizando no nosso canal do Youtube esses vídeos que são memórias do surgimento de alguns grupos culturais e agremiações pernambucanas.

O dinheiro arrecadado será destinado também ao pagamento da equipe que trabalhará na digitalização dos vídeos, pagamento dos gastos com manutenção e adequação do espaço de trabalho, e na reforma da câmera Canon Vixia HV30 responsável pela digitalização dos vídeos.

 

 

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$15.000 seja alcançado.

 

 

 

 

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 1.500.000,00 ( um milhão e 500 mil reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo para recuperação de micro e pequenos negócios das periferias afetados pela pandemia. O Fundo Colaborativo segue aberto para novos parceiros que desejam destinar recursos para as periferias urbanas brasileiras.

 

 

 

 

 

 

 

Começamos !!!

Em: 21/10/2021 16:52

Olá pessoal, passando para avisar que ontem tivemos a nossa primeira reunião e já formamos a equipe que vai nos ajudar na digitalização do nosso acervo em mini dvd. 
Trabalharemos focados para a entregar desses vídeos que falam muito sobre Recife e Região Metropolitana. 
As recompensas vão sendo entregues de acordo com nossa demanda, por isso, vamos disponibilizar o nosso email: contato.angolafilmes@gmail.com , para que vocês possam nos contactar, enviando-nos como gostaria de ser citado nos créditos dos primeiros vídeos e no material de divulgação desta fase da campanha. Preparamos cards para as redes sociais e queremos publicar, além de trocarmos mais informações sobre as recompensas prestações de serviço.  
Estamos aguardando. 


1,2,3 e já!!!

Em: 06/10/2021 14:07

Boa tarde Benfeitores, estamos passando para comunicar a finalização dos repasses e o início dos trabalhos pós campanha. 
Estamos repassando nosso cronograma de atividades em outubro:
 20/10 iniciaremos a catalogação dos minidvs 
 27/10 divulgaremos os títulos/temas/ vídeos que serão digitalizados, disponibilizando uma consulta prévia, para que vocês participem desse processo conosco. 
29/10 inicio da digitalização. 

Até breve. 

#digitalizandomemorias

Angola Filmes. 


Agradecimento!

Em: 10/09/2021 09:18


Bom dia benfeitores, estamos muito gratos com a sua colaboração,  é muito importante para mim Adriano Lima e para a Angola Filmes, saber que há pessoas que acreditam e valorizam o trabalho audiovisual que venho desenvolvendo ao longo desses anos. 


Estamos separando as recompensas e aos poucos iremos contactando vocês. 


Angola Filmes 


 

Em meados de 2000, eu Adriano Lima, me encontrei no audiovisual de guerrilha, junto a alguns amigos, criamos a Gambiarra Imagem, que se destacava no cenário da comunicação comunitária dos bairros de chão de estrelas e Campina do Barreto, além de se estender para toda a região metropolitana do Recife.

Durante uma década registramos movimentos sociais, shows, o surgimento de alguns grupos culturais e agremiações. As ações não se estendiam apenas para a captação e edição de imagem, havia oferta de oficinas de fotografia e afins. Com o tempo vi a necessidade de criar outros selos para alcançar outros públicos, o primeiro foi o Caracol de arte e comunicação, fizemos a nossa primeira turnê internacional e agora a Angola Filmes que desde 2017 tem documentado diversos segmentos e expressões da cultura popular, periférica e das religiões afro-indígenas.

Com a pandemia, a ausência do carnaval e do São João, vimos as nossas atividades desaparecerem, mediante a isso nosso computador em uso desde 2009 começou a mostrar problemas gráficos, me deixando na mão algumas vezes reduzindo seu desempenho para 30% da sua capacidade. Nosso ambiente de trabalho passará por adequações para comportar mais pessoas, respeitando o distanciamento, compra de insumos de proteção, como máscaras N92 e álcool em gel.

 

 

Com a sua ajuda faremos um Upgrade em nossos equipamentos para digitalizarmos o nosso acervo analogico, disponibilizando no nosso canal do Youtube esses vídeos que são memórias do surgimento de alguns grupos culturais e agremiações pernambucanas.

O dinheiro arrecadado será destinado também ao pagamento da equipe que trabalhará na digitalização dos vídeos, pagamento dos gastos com manutenção e adequação do espaço de trabalho, e na reforma da câmera Canon Vixia HV30 responsável pela digitalização dos vídeos.

 

 

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$15.000 seja alcançado.

 

 

 

 

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 1.500.000,00 ( um milhão e 500 mil reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo para recuperação de micro e pequenos negócios das periferias afetados pela pandemia. O Fundo Colaborativo segue aberto para novos parceiros que desejam destinar recursos para as periferias urbanas brasileiras.

 

 

 

 

 

 

 

Começamos !!!

Em: 21/10/2021 16:52

Olá pessoal, passando para avisar que ontem tivemos a nossa primeira reunião e já formamos a equipe que vai nos ajudar na digitalização do nosso acervo em mini dvd. 
Trabalharemos focados para a entregar desses vídeos que falam muito sobre Recife e Região Metropolitana. 
As recompensas vão sendo entregues de acordo com nossa demanda, por isso, vamos disponibilizar o nosso email: contato.angolafilmes@gmail.com , para que vocês possam nos contactar, enviando-nos como gostaria de ser citado nos créditos dos primeiros vídeos e no material de divulgação desta fase da campanha. Preparamos cards para as redes sociais e queremos publicar, além de trocarmos mais informações sobre as recompensas prestações de serviço.  
Estamos aguardando. 


1,2,3 e já!!!

Em: 06/10/2021 14:07

Boa tarde Benfeitores, estamos passando para comunicar a finalização dos repasses e o início dos trabalhos pós campanha. 
Estamos repassando nosso cronograma de atividades em outubro:
 20/10 iniciaremos a catalogação dos minidvs 
 27/10 divulgaremos os títulos/temas/ vídeos que serão digitalizados, disponibilizando uma consulta prévia, para que vocês participem desse processo conosco. 
29/10 inicio da digitalização. 

Até breve. 

#digitalizandomemorias

Angola Filmes. 


Agradecimento!

Em: 10/09/2021 09:18


Bom dia benfeitores, estamos muito gratos com a sua colaboração,  é muito importante para mim Adriano Lima e para a Angola Filmes, saber que há pessoas que acreditam e valorizam o trabalho audiovisual que venho desenvolvendo ao longo desses anos. 


Estamos separando as recompensas e aos poucos iremos contactando vocês. 


Angola Filmes