Negras Potências |

apresentam

Negras Potências

O maior fundo de Matchfunding do Brasil impulsionou projetos
que criam ferramentas de empoderamento feminino negro!

Projeto : Revista Arquitetas Negras vol. 1 Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 98.869 - 103% atingido

Projeto : Doula a quem quiser Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 35.640 - 109% atingido

Projeto : VII  Encontro Cores Femininas Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 14.405 - 100% atingido

Projeto : AFRORICAS

AFRORICAS

Neggata
Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 41.775 - 101% atingido

Projeto : Circuladô de Oyá

Circuladô de Oyá

Associação Popular
Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 45.333 - 101% atingido

Projeto : Mais que brinquedos, representatividade! Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 27.082 - 102% atingido

Projeto : Costurando Sonhos p/ Protagonizar Amanhã Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 12.685 - 101% atingido

Projeto : Investiga Menina!

Investiga Menina!

Grupo Cerrado
Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 12.436 - 109% atingido

Projeto : AFREEKTECH, Mulheres Negras no centro Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 27.805 - 102% atingido

Projeto : Corpos Invisíveis

Corpos Invisíveis

Quézia Lopes
Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 46.334 - 100% atingido

Projeto : Casa das Pretas

Casa das Pretas

Centro Mulher
Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 63.133 - 137% atingido

Projeto : Afrolab para Elas

Afrolab para Elas

Instituto Preta
Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 87.577 - 114% atingido

Projeto : Flores Fortes: espetáculo de circo Canal Negras Potências

FINANCIADO

R$ 20.455 - 101% atingido

Projeto : Sou Negra e Quero falar! Canal Negras Potências

NÃO FINANCIADO

R$ 9.930 - 41% atingido

Projeto : Costurando Redes e Bordando o Futuro Canal Negras Potências

NÃO FINANCIADO

R$ 5.595 - 6% atingido

Matchfunding

Negras Potências é
 
em relação às meninas
e mulheres negras no país.

Um fundo de R$ 500 mil para turbinar campanhas
de financiamento coletivo sobre empoderamento
de meninas e mulheres negras, através de MATCHFUNDING.

Matchfunding?  Para cada 1 real recebido mais 2 reais serão automaticamente acrescidos na arrecadação.

 

Matchfunding

Seleção

 

10 a 25 iniciativas com
orçamentos de campanha
entre R$10.000,00
e R$100.000,00

Matchfunding

Temas

 

Empoderamento econômico

Vida livre de violência

Educação, cultura e difusão
de informação.

Matchfunding

Banca de avaliação

 

Benfeitoria
e Fundo Baobá
com aprovação do
Movimento Coletivo

 

Matchfunding

Critérios


• Coordenação e liderança da iniciativa por Mulheres Negras
• Contemplar um dos temas desta chamada
• Possuir CNPJ
• Qualidade e alcance de impacto
• Inovação
• Sustentabilidade e potencial de continuidade
• Potencial de arrecadação via financiamento coletivo


 

 

O Fundo


O Movimento Coletivo disponibilizará um total de até
R$ 500 mil a serem distribuídos entre as iniciativas selecionadas. Todas receberão R$ 5.000 de verba inicial, retiradas do fundo de matchfunding, para estruturar a campanha de financiamento coletivo. O restante do valor, será repassado para o match das colaborações.
Exemplo:
20 projetos selecionados =
R$ 100k para preparação da campanha e R$ 400k para o fundo de match.

 

Matchfunding

 

Como funciona o Matchfunding?​


Durante a campanha de financiamento coletivo, o/a realizador/a divulga
sua proposta a fim de trazer apoiadores financeiros para a iniciativa.

 

E é a cada colaboração que o match acontece. Por exemplo:

1.
Um/a colaborador/a apoia
seu projeto com R$ 100

 

2.
Na mesma hora, o Movimento Coletivo dá match e acrescenta o dobro do valor do seu apoio. Ou seja, os R$ 100 investidos no seu projeto viram R$ 300. O impacto da colaboração é triplicado! ;)
Matchfunding

 

 

Caso o projeto seja bem sucedido, ou seja, atinja 100% ou mais da meta estipulada na campanha,
o/a realizador/a recebe o dinheiro arrecadado e (3) entrega as recompensas aos colaboradores.
Caso a campanha não atinja a meta, o dinheiro é devolvido aos colaboradores.

 

1.1 Apresentação Geral e Objetivos

A Benfeitoria junto com o Fundo Baobá e com o apoio do Movimento Coletivo, lança o Canal Negras Potências que tem como objetivo principal financiar e viabilizar iniciativas que atuem no âmbito da redução da desigualdade em relação às meninas e mulheres negras no país.

O desenvolvimento desse programa tem como foco atuar no centro gravitacional dos nossos grandes problemas atuais: a desigualdade social. Dentro dela, os impactos das diferenças econômicas e sociais são mais brutais e profundas quando relacionadas a gênero e raça, sendo as mulheres negras um dos segmentos mais afetados pelo acúmulo de fatores estruturantes dessas desigualdades, principalmente diante do racismo e o machismo.

Com o desejo de incidir positivamente nessa realidade, as iniciativas selecionadas receberão todo suporte e orientação da Benfeitoria para lançarem suas respectivas campanhas de financiamento coletivo. Para cada R$ 1 arrecadado através de apoiadores/as individuais, o Movimento Coletivo contribui com mais R$ 2, até que a meta do projeto seja atingida. Caso o projeto atinja a meta, o/a realizador/a recebe todo o recurso e entrega as recompensas às pessoas que colaboraram. Caso não atinja sua meta, todo valor é estornado.

Na difícil missão de buscar iniciativas que otimizem os impactos e a quantidade de projetos beneficiados com recursos institucionais, idealizamos o matchfunding como uma solução colaborativa e transparente. Mais que uma ferramenta de alocação de recursos a iniciativas de impacto, o matchfunding é um experimento inovador que permite ampliar os recursos a projetos facilitando a sua viabilização; garantir a legitimidade do uso de recursos a iniciativas que tenham interesse coletivo, ampliar a quantidade de iniciativas atendidas; aprofundar a relação da sociedade civil com os projetos e, ainda, empoderar e instrumentalizar instituições a buscarem alternativas de financiamento para a ampliação e sustentabilidade de seus resultados.

O programa disponibilizará no total até R$ 500 mil para as iniciativas selecionadas. Dessa forma, visamos:

  • - Identificar e mapear iniciativas no âmbito da redução da desigualdade em relação às meninas e mulheres negras nas áreas de empoderamento econômico, direito a uma vida livre de violência, educação, cultura, e difusão de informações.

  • - Impulsionar e potencializar até 25 iniciativas de impacto inovadoras e colaborativas nessas áreas.

  • - Criar uma estrutura de captação que fortaleça a sustentabilidade de todas as Organizações da Sociedade Civil selecionadas para lançarem suas campanhas de financiamento coletivos, independente das mesmas alcançarem a meta mínima de captação na plataforma da Benfeitoria.

 

1.2 Contexto e Motivação

A desigualdade de gênero e raça é um problema estrutural e dos mais cruéis que vivemos em nosso país. O Brasil está na lista das dez maiores economias e, ao mesmo tempo, entre os dez países mais desiguais do mundo. As variáveis de gênero e raça aprofundam o abismo dessa realidade e tornam as mulheres negras um dos grupos mais suscetíveis à violação de direitos e desigualdade de oportunidades.

Em se tratando de distribuição de renda, segundo dados do IBGE divulgados em 2015, dentre os 10% mais pobres no Brasil, 76% são negros. Isso significa que de cada quatro pessoas que se encontram nesta categoria econômica, três delas são negras. Por outro lado, na faixa dos 1% mais ricos, 79% são brancos.

Ao voltar o olhar para o mercado de trabalho, os dados demonstram que as mulheres negras recebem menos de 40% da renda média, em comparação com a do grupo dos homens brancos, que acumulam os maiores rendimentos. As trabalhadoras negras são maioria no mercado de trabalho informal, atuando em atividades reconhecidas como autônomas, além de corresponderem a 39% da força de trabalho empregada na execução de atividades laborais consideradas precárias.

Dados do Ministério da Saúde (2014) revelam que em cada 10 casos de mortalidade materna, 6 são mulheres negras. Enquanto o atendimento pré-natal alcança 74,5% para mulheres brancas, para as mulheres negras o percentual é de apenas 55,7% no SUS.

Mulheres negras são as maiores vítimas da violência doméstica. Segundo os dados apresentados no Mapa da Violência 2015, houve um aumento de 54% em dez anos no número de assassinatos de mulheres negras, passando de 1.864, em 2003, para 2.875, em 2013.

Um desenvolvimento sustentável, baseado na garantia de direitos sociais e econômicos, com oportunidades iguais para todas e todos promove uma sociedade mais justa e um país que cresce de maneira mais uniforme. Esta deveria, portanto, ser uma preocupação de todas as pessoas e setores da sociedade. Cada pessoa, atuando dentro do seu campo, pode contribuir para a promoção de mudanças: organizações da sociedade civil, empresas, agências de fomento e organismos multilaterais.

E esta chamada pública é um exemplo disso ao inaugurar uma parceria tripartite que reúne um Fundo para equidade racial, uma plataforma de mobilização de recursos e uma empresa privada com o intuito de identificar e apoiar propostas de promovam o empoderamento das mulheres e meninas negras como forma de mudança dessa realidade. Visa potencializar talentos e olhar quem pode ser visto como número de estatística negativa como agente da mudança. Em outras palavras, incluí-las como protagonistas e não reforçar a marginalização delas.

Mulheres e meninas negras empoderadas são referências para outras mulheres, são líderes políticas, agentes de transformação, são emblemáticas no desenvolvimento de suas comunidades, na defesa de direitos, na manutenção das tradições culturais e religiosas e se tornam mulheres e meninas negras fortes, engajadas, preparadas para levantar questões, apontar problemas, propor alternativas, liderar processos e se empenhar nas mudanças que são urgentes para alterar os alarmantes dados que assolam a população negra diretamente e indiretamente toda a sociedade.

Criar novos modelos de projetos colaborativos e participativos, possibilitar a movimentação na estrutura social e econômica em contextos locais, explorar as possibilidades de parceria com as demais organizações, facilitar a mobilização política de mais mulheres, intervir na negociação de interesses e engajar uma articulação coletiva são apenas alguns dos passos que mulheres negras podem dar ao se empoderarem e adquirirem consciência das suas potencialidades. Quando falamos de mulheres negras e, principalmente de meninas negras, não estamos falando de algo no campo individual, estamos falando de mudanças na coletividade e consequentemente na sociedade.

 

1.3 Perfil dos projetos

Serão contempladas iniciativas que atuem no campo da equidade racial e de gênero que contribuam para o empoderamento de meninas e mulheres negras no Brasil.

Dessa forma, serão selecionadas até 25 iniciativas, com valores de orçamento entre R$ 10 mil a R$ 100 mil, ficando sob responsabilidade do Fundo Baobá, Benfeitoria e Movimento Coletivo o número de iniciativas selecionadas.

Podem participar:

  • - Organizações da Sociedade Civil (OSC) – associações, fundações e instituições em geral.
  • - Negócios de impacto, startups, cooperativas e empreendimentos sociais em geral
  • - Coletivos, redes e movimentos.

Como pré-requisito, as iniciativas precisam:

  • - Ter registro ativo no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).
  • - Ser representadas pela pessoa jurídica de uma de suas integrantes (MEI) ou por organização parceira legalmente constituída, com cadastro no CNPJ - no caso de Coletivos, redes, movimentos e outros grupos não institucionalizados.
  • - Contar com mulheres negras na coordenação e no desenvolvimento das iniciativas.

Temas: As iniciativas deverão contemplar um ou mais dos temas listados abaixo.

• Empoderamento econômico

  • - Promover o desenvolvimento de capacidades para empreender, criar negócios próprios ou gerar renda.
    - Acelerar empreendimentos de empreendedoras negras.
    - Incidir no acesso ao crédito.
    - Estimular a diversidade racial nas empresas.
    - Promover mecanismos para viabilizar a inserção e manutenção das mulheres negras no mercado de trabalho (Desde formação específica para o mercado de trabalho até redes de assistência a famílias).

• Vida livre de violência

  • - Enfrentamento das diferentes formas de violência contra meninas e mulheres negras.

• Educação, Cultura, Difusão de informação

  • - Incidir na Educação formal (Pré escola, níveis Fundamental II, Ensino médio e Ensino Superior), inclusive enfrentamento ao racismo institucional no cotidiano escolar. (Por exemplo, conteúdo pedagógico que valoriza a cultura negra e contribui para desconstrução do racismo)
    - Oferecer cursos Preparatórios para concursos públicos.
    - Promover treinamentos em Desenvolvimento Institucional, áreas diversas de comunicação e tecnologia e outras habilidades específicas.
    - Difundir informações relacionadas e/ou de interesse da população negra através de blogs, aplicativos, mídias sociais e diversos formatos audiovisuais.

Região: Serão aceitas propostas de todos os estados brasileiros.

Orçamento: Iniciativas com meta mínima de arrecadação entre R$10mil e R$100mil. Esta faixa de valor refere-se ao orçamento mínimo do projeto. Reforçamos que do valor da meta a ser alcançada, um terço deverá ser captado via financiamento coletivo e dois terços terão como fonte o fundo do Movimento Coletivo.

Nacionalidade do/a proponente: O/a realizador/a deve ser residente e domiciliado/a no Brasil (independentemente de sua nacionalidade).

Prazo de Execução: O prazo para a implementação da iniciativa proposta ficará a critério do/a candidato/a, dentro de um limite mínimo de 6 meses e máximo de 9 meses, com prazo final de até agosto/2019. Caso haja necessidade de prorrogação do prazo, a decisão caberá exclusivamente aos organizadores dessa chamada.

O que NÃO financiamos

  • - Iniciativas ligadas a partidos políticos ou de formação/ensino religioso. 
    - Compra ou reforma de edifícios, propriedades, escritórios, instalações, sede, etc.;
    - Ações pontuais, ou seja, que não tem recorrência na atuação;
    - Bolsas de estudo;
    - Apoio a indivíduos, eventos ou viagens isoladas que não estejam relacionadas aos projetos selecionados.

Cada pessoa ou organização poderá inscrever uma ou mais iniciativas, sendo que deverá ser preenchido e enviado um formulário de inscrição para cada uma delas em separado. No entanto, cada proponente poderá ter somente uma iniciativa vencedora.

As propostas enviadas que não cumpram estes requisitos não serão consideradas na chamada.

 

1.4  Como funciona

As instituições ou iniciativas interessadas poderão se inscrever através do formulário on line de inscrição do Canal, disponível em www.benfeitoria.com/negraspotencias

As iniciativas recebidas serão curadas pela Benfeitoria, o Fundo Baobá e o Movimento Coletivo a partir dos critérios de seleção descritos no item 3.2.

As iniciativas selecionadas receberão uma consultoria especial da Benfeitoria para a elaboração e acompanhamento de sua campanha de arrecadação via financiamento coletivo (crowdfunding) e terão a verba arrecadada triplicada com apoio do Movimento Coletivo (até atingir 100% da meta mínima), configurando o matchfunding.

Exemplo: se alguém contribuir com R$ 100 para um projeto selecionado, o Movimento Coletivo aporta mais R$200 reais, até que a meta seja atingida.

O prazo de duração da campanha de arrecadação é de 30 a 60 dias corridos.

Caso a meta seja atingida neste período de captação, a iniciativa receberá:

  • - Da Benfeitoria os valores arrecadados via colaboradores/as, descontando as taxas das integradoras financeiras utilizadas pela plataforma (4,5% do valor arrecadado).
    - Do Fundo Baobá, o repasse dos recursos referentes ao apoio do Movimento Coletivo. O  acompanhamento para desenvolvimento das atividades e utilização dos recursos durante a fase de execução será feito pelo Fundo Baobá.

Caso a meta mínima de arrecadação não seja atingida até o fim do prazo de captação (entre 30 e 60 dias corridos) as contribuições serão devolvidas aos colaboradores/as.

Os recursos do fundo do Movimento Coletivo aportados pela Coca-Cola Brasil não serão estornados nem para o Movimento Coletivo nem para a Coca-Cola. A fim de  continuar fortalecendo a causa da equidade racial,  o valor do fundo Movimento Coletivo irá direto para o Fundo Patrimonial do Fundo Baobá que é um fundo independente da organização, no qual os rendimentos serão utilizados e ficarão disponíveis para patrocinar iniciativas relacionadas à causa da equidade racial a médio prazo.

As organizações que não atinjam a meta, depois da finalização da campanha, também participarão junto à Benfeitoria de um processo de diagnóstico e lições aprendidas para compreender o que pode ser melhorado em um futuro processo de arrecadação, a fim de continuar fortalecendo suas capacidades.

2.1. O fundo de Matchfunding

O Movimento Coletivo disponibilizará um total de até R$ 500 mil a serem distribuídos entre as iniciativas selecionadas.

Serão escolhidas entre 10 e 25 iniciativas e todas receberão R$ 5.000,00 de verba inicial para estruturar a campanha de financiamento coletivo, podendo investir o montante na preparação de materiais, contratação e equipe dedicada e verba para divulgação da campanha.

As iniciativas selecionadas irão realizar campanhas de arrecadação no montante total (já incluindo o valor do matching do Movimento Coletivo) de, no mínimo, R$ 10 mil e, no máximo, R$100 mil.

Dessa forma, a distribuição do recurso irá variar de acordo com a quantidade e tamanho das iniciativas selecionadas para o Canal.


3.1 Etapas do processo seletivo

As propostas serão avaliadas nos aspectos técnico e administrativo:

No período de 06/02/2018 a 13/04/2018, as proponentes deverão enviar, através de formulário disponível em benfeitoria.com/negraspotencias:

• Orientações e cadastro:

  • - Confirmação de ciência sobre os pré-requisitos de participação: possuir CNPJ, ser representante do CNPJ, possuir mulheres negras como parte da coordenação e do desenvolvimento da iniciativa, possuir as documentações exigidas no regulamento.
    - Confirmação de ciência sobre o modelo de financiamento coletivo dessa chamada.
    - Dados de cadastro e contato dos/as realizadores/as.

Resumo do Projeto:

  • - Escolha do tema principal da proposta.
    - Resumo do projeto em uma frase.
    - Vídeo de até 2 minutos, com breve histórico sobre a instituição e descrição da proposta da iniciativa.
    - Estimativa de valor do projeto.

• Detalhamento do Projeto:

  • - Defesa do impacto gerado sobre o empoderamento de mulheres negras; Descrição do impacto explicitando qual será a mudança implementada a partir do investimento deste recurso, bem como os cenários anterior e posterior esperado ao recebimento do apoio financeiro.
    - Estimativa de pessoas impactadas.
    - Cronograma de execução do projeto.

• Planejamento de arrecadação

  • - Rede atual de influência e parceiros.
    - Equipe envolvida e respectiva dedicação.
    - Ideias preliminares de recompensas para os/as potenciais colaboradores/as.
    - Orçamento do projeto: meta mínima e ideal, considerando custos de recompensas.
    - Links sobre o projeto.

• Documentação

  • - Organizações da Sociedade Civil : Ata de Fundação, Ata de eleição da diretoria vigente, Estatuto Social, CNPJ, e Certidão Negativa de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União, CPF e RG do representante legal.

  • - Microempreendedores/as individuais (MEI): Certificado de Condição de Microempreendedor Individual expedido pela Receita Federal, CNPJ e Certidão Negativa de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União, Declaração de representação de grupo ou coletivo (anexo), CPF e RG do representante legal

Os documentos deverão ser enviados junto ao formulário de submissão da proposta.

Em caso de inconsistência ou falta de alguma documentação solicitada o/a proponente poderá ser desclassificado/a.

Atendimento aos/às proponentes
Os/as proponentes poderão entrar em contato para esclarecimento de dúvidas, solicitações ou outras questões através do e-mail negraspotencias@benfeitoria.com.

Todas as dúvidas serão respondidas em até 48h, dentro dos dias úteis (segunda a sexta-feira).

 

3.2 Critérios de Seleção

A seleção das iniciativas caberá unicamente ao Fundo Baobá, Benfeitoria e Movimento Coletivo. Cada pessoa ou organização poderá inscrever uma ou mais iniciativas, sendo que deverá ser preenchido e enviado um formulário de inscrição para cada uma delas em separado. No entanto, cada proponente poderá ter somente uma iniciativa vencedora.

Os critérios eliminatórios de elegibilidade são:

  • - Liderança de mulheres negras na coordenação e no desenvolvimento da iniciativa proposta.
    - Alinhamento com os temas de fomentos descritos no item 1.3.
    - Ser representadas pelo perfil jurídico das organizações, que tenham registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).

 

Os critérios classificatórios de seleção são:

• Qualidade e alcance do impacto da iniciativa

  • a proposta contempla indicativos numéricos de beneficiárias diretas e indiretas e áreas de atuação geográfica, bem como, informações qualitativas acerca dos mecanismos, meios e resultados através dos quais esperam possibilitar a melhoria de vida das meninas e mulheres negras, demonstrando potencial para reduzir barreiras e para desconstruir visões estereotipadas em relação a gênero e raça.

•Inovação

  • a iniciativa introduz novos conceitos, tecnologias, metodologias ou novas formas de gestão, no âmbito local, principalmente com relação à apresentação de tecnologias sociais e comunitárias a fim de potencializar todas ou alguma das três áreas temáticas definidas no edital.

• Sustentabilidade e potencial de continuidade.

  • a iniciativa demonstra potencial e/ou garantias de continuidade após a finalização do investimento do Canal Negras Potências, por meio da reaplicação dos conhecimentos adquiridos no projeto, bem como, o estabelecimento de novas parcerias para executar ações que contribuam para o empoderamento de meninas e mulheres negras.

• Potencial de arrecadação via financiamento coletivo.

  • a iniciativa possui características para ser financiado coletivamente. Será avaliado o potencial de engajamento em rede através da relevância e abrangência do tema; o perfil do proponente em relação a sua afinidade com redes online e seu respectivo engajamento; e o potencial de divulgação de acordo com sua própria rede e de parceiros, assim como a  disponibilidade do proponente para a ativação da campanha.

As iniciativas serão pontuadas e ranqueadas pelos critérios analisados pelo Fundo Baobá e a Benfeitoria. O Conselho externo do Movimento Coletivo aprovará a lista de selecionados.

 

3.3 Resultados da Seleção

As organizações selecionadas nesta chamada serão contatadas por e-mail ou telefone e seus nomes serão divulgados nas mídias sociais dos parceiros desta iniciativa: Canal Benfeitoria e Fundo Baobá em Maio de 2018.

Os demais projetos serão notificados por e-mail.

 

4.1. Preparação dos projetos para as campanhas de financiamento coletivo

Uma vez que as iniciativas são selecionadas, os projetos eleitos que aceitarem e assinarem os termos de compromisso do Canal Negras Potências irão receber uma consultoria especial para elaboração e acompanhamento da sua campanha de arrecadação, no qual a Benfeitoria irá:

  • (1) esclarecer as dúvidas sobre a dinâmica de financiamento coletivo e as respectivas demandas para o lançamento de cada projeto.
  • (2) alinhar o entendimento da mecânica de matchfunding dessa chamada bem como orientar sobre os pilares de sucesso de um projeto;
  • (3) conhecer melhor os/as realizadores/as em questão, ajudando a pensar na apresentação da proposta focando nas narrativas, na elaboração do mix das recompensas oferecidas, na sua estratégia de alcance de rede, na definição de metas e nos demais detalhamentos da proposta para aumentar as chances de sucesso de arrecadação e realização do projeto;
  • (4) orientar na elaboração dos materiais de campanha (vídeo, texto, imagens) e sobre os processos de comunicação com os/as colaboradores/as e de resgate financeiro;
  • (5) publicar as campanhas no período de 2/06/2018 à 16/07/2018, conforme os materiais de campanha e o planejamento de divulgação ficarem prontos;
  • (6) auxiliar na construção de estratégias de mobilização, entendendo a diferença no perfil de colaboradores/as e suas respectivas abordagens para  a captação;
  • (7) orientar a escolha dos meios de comunicação da campanha e a linguagem usada para cada perfil de colaborador/a;
  • (8) acompanhar o processo de arrecadação e orientar a revisão de estratégias de comunicação.

Qualquer realizador/a poderá também buscar instruções e orientações através do guia conteúdos da Benfeitoria disponível online em ufc.benfeitoria.com.

Nessa etapa os/as proponentes receberão toda a orientação descrita acima, mas serão responsáveis diretamente por:

  • (1)  Realizar o planejamento de acordo com as orientações passadas pela Benfeitoria, como, a elaboração da narrativa do projeto, mapeamento de redes de interesse, estratégias de divulgação, etc.
  • (2)  Definir as informações específicas da campanha, como meta financeira, objetivo, prazo, ideias de recompensa, etc.
  • (3)  Produzir os materiais necessários como vídeo, texto e imagens do projeto.

 

4.2. Campanha de arrecadação

Nesta fase, as iniciativas selecionadas terão suas campanhas de arrecadação publicadas na Benfeitoria, no Canal Negras Potências, através do qual as pessoas poderão conhecer, apoiar, comentar e divulgar cada um dos projetos. Os/as realizadores/as das iniciativas deverão divulgar as campanhas a fim de engajar os/as colaboradores/as a contribuir financeiramente para a proposta, usando as estratégias desenhadas no treinamento oferecido pela Benfeitoria.

A Benfeitoria também poderá dar suporte na estratégia de captação, auxiliar na divulgação usando as próprias redes, além do suporte a todos os/as colaboradores/as, mas o/a proponente será responsável direto/a pela ativação da sua campanha e captação de colaboradores/as.

Prazo: As campanhas de arrecadação terão o prazo mínimo de 30 dias e no máximo 60 dias para atingir a meta proposta.

Formas de pagamento: As contribuições poderão ser feitas via plataforma, através de cartão de crédito nacional, cartão de crédito internacional ou boleto bancário.

Recompensas: As iniciativas definirão recompensas para cada nível de contribuição de colaboradores/as. (Ex: contribuindo com R$ 25 - o/a colaborador/a receberá um ebook com a documentação e metodologia do projeto; contribuindo com R$ 50 - o/a colaborador/a receberá uma arte digital do projeto; etc). Os/asrealizadores/as dos projetos serão responsáveis pela produção e entrega das recompensas aos colaboradores. O Fundo Baobá, a Benfeitoria e o Movimento Coletivo são isentos da responsabilidade sobre as recompensas.

Matchfunding - financiamento coletivo turbinado: O valor mínimo de colaboração na plataforma é de R$10. Para cada valor arrecadado pela plataforma, a iniciativa receberá o dobro do Movimento Coletivo e o status do projeto mostrará o valor triplicado, até atingir os 100% da meta mínima solicitada – deixando claro que um terço da verba vem do apoio de colaboradores/as e dois terços do Movimento Coletivo.

O benefício do matchfunding só ocorre até o projeto fechar sua meta mínima. Caso contrário, os valores são estornados aos/as colaboradores/as.

Tudo ou Nada: A arrecadação é tudo ou nada. Toda campanha define uma meta mínima de arrecadação necessária para viabilizar o projeto. Caso a meta seja atingida, os recursos captados, assim como a contrapartida do fundo serão repassados para viabilização do projeto e entrega das recompensas.

Meta não atingida: Caso a meta não seja atingida, todas as contribuições dos/as colaboradores/as serão estornadas. O estorno é realizado através de reembolso na fatura do cartão de crédito ou transferência em conta online do/a colaborador/a, dependendo da forma de pagamento da colaboração.

O valor do fundo Movimento Coletivo será revertido para o Fundo Patrimonial do Fundo Baobá e ficará disponível para patrocinar iniciativas relacionadas à causa de fomento da equidade racial no meio prazo. Nesse caso, não sendo estornado ao fundo do Movimento Coletivo nem para a Coca-Cola.   

As campanhas só receberão o matchfunding até o atingimento da meta mínima. Porém todo o valor arrecadado além da meta será repassado ao/à realizador/a. Os projetos poderão definir até 5 metas de arrecadação, porém o “tudo ou nada” vale apenas para a 1a meta

Apoiadores/as mínimos: Para garantir a característica de interesse coletivo da iniciativa, só serão consideradas viabilizadas campanhas com no mínimo 15 colaboradores/as. Caso um projeto atinja a meta de arrecadação, mas não ultrapasse o mínimo de 15 apoiadores/as, o projeto será considerado não viabilizado e as contribuições serão automaticamente estornadas.

Apoio de outras empresas: As campanhas poderão receber apoio de outras empresas e instituições através da plataforma, mas eventuais imagens de outras empresas ou marcas deverão ser previamente aprovadas com a Benfeitoria, o Fundo Baobá, e o Movimento Coletivo.

 

5.1. Repasse Financeiro

A verba para preparação das campanhas de financiamento coletivo (R$5000,00) será repassada a cada projeto selecionado, de acordo com o planejamento apresentado e tempo de preparação da campanha e será feito através do Fundo Baobá.

Após 15 dias do final da campanha, a Benfeitoria fará o repasse de todo valor arrecadado através de colaboradores/as pelos projetos bem-sucedidos (que alcancem a meta de arrecadação) descontando apenas o valor das taxas cobradas pela integradora financeira (4,5% do valor arrecadado). Essa transferência é feita diretamente aos/às realizadores/as das campanhas através de contas online.

O repasse do valor do Movimento Coletivo referente ao matchfunding das campanhas bem-sucedidas será feito pelo Fundo Baobá.

O repasse dos valores arrecadados - tanto via Benfeitoria quanto via Fundo Baobá ocorrerá em duas parcelas: a primeira parcela (com o valor líquido arrecadado via colaboradores/as acrescido da metade do valor do match) na assinatura do contrato e a segunda parcela (segunda metade do valor do match) após a aprovação do primeiro relatório narrativo e da prestação de contas parcial.

Ambos repasses serão feitos mediante a assinatura do termo de compromisso para a execução do projeto, que além de registrar as obrigações de todas as partes envolvidas, irá contemplar também os acordos de uso de imagem entre o Movimento Coletivo, Benfeitoria, Fundo Baobá e realizador/a do projeto.

O Fundo Baobá e a Benfeitoria participarão de todos contratos como intervenientes, garantindo o repasse arrecadado na plataforma e do matchfunding do Movimento Coletivo.

 

5.2. Responsabilidade na realização

Depois do repasse financeiro, a implementação da iniciativa, a comunicação com os colaboradores/as e a entrega das recompensas são de responsabilidade exclusiva do/a realizador/a, que assinará um termo de compromisso referente a todas suas obrigações.

Com o termo de compromisso, Benfeitoria, Fundo Baobá e Movimento Coletivo ficam isentos de qualquer responsabilidade sobre a execução do projeto, cabendo apenas a parte do repasse financeiro. O termo também irá assegurar ao/à realizador/a do projeto todos e quaisquer direitos sobre seu projeto, cabendo à Benfeitoria, Fundo Baobá e Movimento Coletivo apenas as contrapartidas de cessão de imagem e visibilidade da marca nos projetos, entre outras parcerias e/ou condições a serem acordadas diretamente com os projetos.

As iniciativas deverão ser executadas no prazo mínimo de 6 meses e no máximo de 9 meses. O prazo limite para a conclusão da execução dos projetos é de agosto de 2019.

As organizações se comprometem a entregar ao Fundo Baobá dois relatórios narrativos e dois financeiros: o primeiro durante a execução e o segundo ao final da implementação do projeto. Além das informações em forma de textos, os relatórios devem conter registros fotográficos ou em vídeo sobre o desenvolvimento do projeto bem como apresentar orçamento com detalhe das despesas realizadas.

É de total responsabilidade das organizações selecionadas o pagamento de impostos sobre serviços contratados. Estes valores podem e devem ser levados em consideração quando da elaboração do orçamento.

As organizações apoiadas se comprometem a fornecer informações atualizadas sobre o cumprimento do objeto e sobre as atividades realizadas no projeto ao Fundo Baobá, caso ele entre em contato solicitando tais atualizações.

O recurso financeiro aportado terá que ser devolvido caso seja identificada qualquer irregularidade no cumprimento dos objetivos explicitados na iniciativa, tais como: uso inadequado dos recursos, falta de transparência na prestação de contas, descumprimento deste regulamento e/ou de qualquer cláusula do Contrato que deverá ser assinado entre a organização selecionada e o Fundo Baobá.

Em nenhuma hipótese será permitida a transferência do projeto ou dos recursos a outra organização, sem a expressa autorização por escrito do Fundo Baobá.

Caso qualquer organização selecionada se dissolva ou opte por mudanças que afetem a execução do projeto, antes de tê-lo executado totalmente, deve informar imediatamente ao Fundo Baobá para que sejam tomadas as providências necessárias

 

5.3. Acompanhamento dos Projetos

A partir da seleção, as organizações podem contatar o Fundo Baobá sempre que surgir uma dúvida ou dificuldade e devem solicitar previamente autorização para realizar mudanças nas atividades, no orçamento e/ou no cronograma do projeto aprovado. Mudanças na coordenação do projeto também devem ser comunicadas ao Fundo Baobá.

As iniciativas serão acompanhados através dos relatórios narrativos e financeiros enviados pelas organizações selecionadas ao Fundo Baobá (vide item “Responsabilidade das entidades apoiadas”).

Ocorrerão também visitas, previamente agendadas, de membros da equipe do Fundo Baobá ou consultoras(es) indicadas pelo Fundo. As visitas podem acontecer mesmo após o encerramento da iniciativa.

 

• Envio de Inscrições: De 06/02/18 a 13/04/18

• Divulgação dos resultados das iniciativas selecionadas: junho de 2018

• Assinatura dos contratos e início da preparação campanhas dos projetos selecionados: Duas semanas após a divulgação do resultado.

• Prazo de lançamento das campanhas de financiamento coletivo: Até dois meses após o início da preparação das campanhas.

• Prazo máximo de cada campanha de arrecadação: 60 dias.

• Prazo máximo para início da implementação dos projetos: Até dois meses após o fim da campanha de arrecadação.

• Prazo de realização dos projetos viabilizados: De seis a nove meses de execução, com data limite de conclusão até setembro de 2019.

 

*Alguns prazos poderão ser alterados exclusivamente a critério dos organizadores da chamada.

**Os projetos selecionados podem ter data de publicação e/ou período arrecadação diferentes, desde que que previamente acordado com dos organizadores da chamada.

Esse é um experimento colaborativo para promover novas formas de financiamento de iniciativas sociais. Dessa forma, tanto Benfeitoria, Fundo Baobá como o Movimento Coletivo se reservam ao direito de fazer modificações em qualquer etapa do programa, comunicando tais alterações imediatamente aos participantes eventualmente impactados.

Integrantes do Comitê de Seleção do Movimento Coletivo e dos órgãos diretivos da Coca-Cola Brasil, do Instituto Coca-Cola Brasil, da Benfeitoria e do Fundo Baobá (Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal etc.), assim como toda a equipe do Fundo, não podem apresentar projeto nesta Chamada.

As opiniões e posições expressas nas iniciativas serão de responsabilidade de seus autores/as proponentes e seus conteúdos não representam, necessariamente, as posições do Fundo Baobá, a Benfeitoria, a Coca-Cola Brasil, do Movimento Coletivo, do Conselho Curador e demais parceiros.

 

8.1 Sobre a Benfeitoria

A Benfeitoria (www.benfeitoria.com) é uma plataforma de mobilização de recursos para projetos de impacto cultural, social, econômico ou ambiental. Desde seu lançamento, há 6 anos, tem a maior taxa de sucesso do Brasil (hoje 75% dos projetos publicados atingem sua meta) - e foi a primeira do mundo a oferecer os serviços de crowdfunding sem cobrar comissão obrigatória dos produtores de projeto e a primeira do Brasil a oferecer crowdfunding recorrente e o matchfunding. A plataforma traz sua expertise em consultoria de financiamento coletivo para auxiliar os projetos na preparação e planejamento das campanhas de arrecadação.

 

8.2 Sobre o Fundo Baobá

O Baobá - Fundo para Equidade Racial é uma organização sem fins lucrativos de atuação nacional cuja visão é “Posicionar a questão da equidade racial como essencial para a democracia brasileira”. Para tanto, baseia-se nos valores da “ética, da transparência e da gestão”.

Quando da sua criação em 2011, a Fundação Kellogg fez um generoso desafio ao Boabá: para cada real captado para projetos, a Fundação depositaria mais 1 real no Fundo Patrimonial e para cada 1 real captado diretamente para o Fundo Patrimonial, a Fundação Kellogg depositará 2 reais também no Fundo Patrimonial até um limite de 25 milhões de dólares, que a médio prazo, terá seus rendimentos investidos na causa da equidade racial. Em outras palavras, o Fundo Patrimonial funciona como uma poupança para financiar projetos pró equidade racial por muitos anos.

A partir de 2014, passou a lançar editais de apoio a pequenos projetos. Foram lançadas duas chamadas públicas em 2014, uma em 2015 e duas em 2016. Em 2017 completou seis anos e apresenta um histórico de ações inovadoras em sua proposta de mobilizar pessoas e recursos, no Brasil e no exterior, para apoiar projetos pró-equidade racial de organizações da sociedade civil (OSCs) afro-brasileiras.

 

8.3  Sobre o Movimento Coletivo

O Movimento Coletivo é a nova plataforma de investimento social da Coca-Cola Brasil. Ela nasce com o propósito de potencializar iniciativas de impacto social de forma colaborativa, estimulando o diálogo com a sociedade civil e com agentes de transformação socioambiental em temas relevantes para o país e em consonância com os pilares de atuação da Coca-Cola Brasil, como acesso a água, educação nutricional, equidade de gênero e raça.

Para baixar a Declaração de representação de grupo ou coletivo, clique aqui!

É fácil. Basta preencher o formulário que está nesse link.

Antes de começar:

  • Leia o documento de dicas de preenchimento;
  • Planeje e grave seu vídeo;
  • Separe a documentação necessária;
  • Separe 60 minutos para enviar seu formulário;
  • Grave suas respostas em um documento, caso você tenha algum problema de conexão antes do término do formulário.

Só serão aceitas incrições enviadas através desse link.

Para participar da chamada, sua iniciativa precisa:

- Liderança de mulheres negras na coordenação e no desenvolvimento da  proposta.
- Ser representadas pelo perfil jurídico de organizações, que tenham registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).
- Estar alinhada com os temas dessa chamada: empoderamento econômico; vida livre de violência; educação, cultura, difusão de informação.

Sim. Cada pessoa ou organização poderá inscrever uma ou mais iniciativas, sendo que deverá ser preenchido e enviado um formulário de inscrição para cada uma delas em separado. No entanto, cada proponente poderá ter somente uma iniciativa vencedora.

As iniciativas selecionadas receberão:

  • - R$ 5.000 de verba inicial para estruturar a campanha de financiamento coletivo, podendo investir o montante na preparação de materiais, contratação e equipe dedicada e verba para divulgação da campanha.
  • - Uma consultoria especial da Benfeitoria para elaboração dos materiais da campanha de crowdfunding, desenho de estratégias de divulgação e acompanhamento da arrecadação. 
  • - Um incentivo do Movimento Coletivo que triplicará as colaborações feitas pelos colaboradores da campanha.

Os projetos poderão receber no mínimo R$ 5.000 para auxiliar nas despesas da sua campanha, caso a meta do financiamento coletivo não seja alcançada, e no máximo R$ 71 mil (R$5.000 de apoio para as despesas, mais R$66.000 de match) do fundo em caso de projetos com meta mínima de R$ 100 mil.

O matchfunding é uma modalidade de financiamento coletivo com incentivo adicional de uma organização que acompanha, amplia ou multiplica o investimento feito pelo coletivo – uma espécie de financiamento coletivo turbinado. Nesse caso, para cada R$ 1 em contribuições feita por apoiadores individuais, mais R$ 2 serão alocados automaticamente ao projeto.

O financiamento coletivo é uma forma de arrecadar fundos para a realização de um projeto, como uma vaquinha online. As iniciativas publicadas na plataforma possuem uma meta financeira e um prazo para arrecadação. Cada pessoa colabora financeiramente para o projeto acontecer e recebem recompensas em troca. Se a meta financeira mínima for atingida, o projeto acontece e os colaboradores recebem suas recompensas. Caso a meta não seja atingida, o valor é estornado aos colaboradores. 

Essa chamada visa garantir a legitimidade do uso de recursos a projetos que tenham interesse coletivo, ampliar a quantidade de projetos atendidos; aprofundar a relação da sociedade civil com os projetos e, ainda, empoderar e instrumentalizar instituições a buscarem alternativas de financiamento para a ampliação e sustentabilidade de seus resultados.

Não. As realizadoras das iniciativas selecionadas receberão um treinamento da Benfeitoria para a formatação dos materiais de campanha, bem como para o desenho de estratégias de mobilização de colaboradores.

A realizadora é responsável pela inscrição da iniciativa, divulgação da campanha, entrega das recompensas aos colaboradores, realização do projeto e prestação de contas em caso de sucesso de arrecadação.

As campanhas de arrecadação podem ter duração de 30 a 60 dias.

Uma campanha de financiamento coletivo demanda trabalho e dedicação constante. É importante que a realizadora da campanha, ou a equipe de apoio do projeto, esteja empenhada na campanha de arrecadação. Para evitar que esse trabalho tire energia da organização na sua atividade fim durante o processo de captação, as iniciativas selecionadas receberão R$ 5.000,00 para contratação de pessoal para suporte e/ou para produção de materiais e divulgação da campanha.

O Movimento Coletivo disponibilizará um total de até R$ 500 mil a serem distribuídos entre as iniciativas selecionadas. As iniciativas selecionadas receberão R$5.000 de apoio inicial, além de receberem o valor do match do financiamento coletivo (os apoios podem ir de R$6.600 a R$66.000). Dessa forma, a distribuição do recurso irá variar de acordo com a quantidade e tamanho das iniciativas selecionadas para o Canal.

 

Caso a meta seja atingida neste período de captação, a iniciativa receberá:

  • - Da Benfeitoria os valores arrecadados via colaboradores/as, descontando as taxas das integradoras financeiras utilizadas pela plataforma (4,5% do valor arrecadado).
  • - Do Fundo Baobá, o repasse dos recursos referentes ao apoio do Movimento Coletivo. O  acompanhamento para desenvolvimento das atividades e utilização dos recursos durante a fase de execução será feito pelo Fundo Baobá

O repasse dos valores arrecadados ocorrerá em duas parcelas iguais: a primeira parcela (com o valor líquido arrecadado via colaboradores/as acrescido da metade do valor do match) na assinatura do contrato e a segunda parcela (segunda metade do valor do match) após a aprovação do primeiro relatório narrativo e da prestação de contas parcial.

O estorno dos/as colaboradores/as  é realizado através de reembolso na fatura do cartão de crédito ou transferência em conta online do/a colaborador/a, dependendo da forma de pagamento da colaboração.

O valor do fundo Movimento Coletivo será revertido para o Fundo Patrimonial do Fundo Baobá e ficará disponível para patrocinar iniciativas relacionadas à causa de fomento da equidade racial no meio prazo. 

As iniciativas que não forem selecionadas para essa chamada de matchfunding poderão, caso seja do desejo das realizadoras, realizar campanhas de financiamento coletivo na plataforma da Benfeitoria. Essas campanhas não se beneficiarão dos apoios do Movimento Coletivo e do Fundo Baobá, mas receberão consultoria online da Benfeitoria.

 

 

CRONOGRAMA

 

 

CHAMADA 
CRIATIVA

Hora de juntar suas ideias, fazer umas contas e preencher o formulário. Essa é a fase de envio
das iniciativas.

seleção 
DE iniciativas

Fundo Baobá, Benfeitoria e Movimento Coletivo vão avaliar e escolher de 10 a 25 iniciativas para entrar no Canal Negras Potências.

resultado 

e CONSULTORIA 

Cada iniciativa selecionada 
receberá uma consultoria especial da Benfeitoria e acompanhamento da campanha de arrecadação.

CAMPANHAS NO AR! MATCHFUNDING

Hora de mobilizar a rede para financiar seu projeto. Lembre-se: pra cada R$1 arrecadado, o Movimento Coletivo investe mais R$2.

REALIZAÇÃO 
DOS PROJETOS

Entendemos que cada projeto tem seu ritmo,
mas todos precisam ser iniciados, pelo menos, até novembro de 2018.