Coletivo Madalena-Anastácia em Berlim |

Coletivo Madalena-Anastácia em Berlim

Ida do Coletivo Madalena-Anastácia ao II Festival Ma(g)dalena Internacional de Teatro das Oprimidas em Berlim. Por mais coletivos de mulheres negras em rede.


Anastácia: R$ 5.000

Participação do Coletivo Madalena – Anastácia, de mulheres negras, no II Festival Madalena Internacional de Teatro das Oprimidas, de 13 a 17 de setembro de 2017, em Berlim.

Ocupa Anastácia: R$ 10.000

O Coletivo Madalena – Anastácia, formado por mulheres Negras, pretende participar do II Festival Madalena Internacional, de 11 a 20 de setembro de 2017 em Berlim, Alemanha com duas açõ

Ocupa Madalenas Anastácia: R$ 15.000

O Coletivo Madalena – Anastácia, formado por mulheres Negras, pretende participar do II Festival Madalena Internacional, de 11 a 20 de setembro de 2017 em Berlim, Alemanha com duas açõ

                                                                       

No intuito de criar articulaçao e fortalecer a criaçao de outros coletivos negros de Teatro das Oprimidas, o Coletivo Madalena-Anastacia se organiza para ida ao II Festival Madalenas Internacional de Teatro das Oprimidas.

Entendemos a arte enquanto ferramenta politica de trasnformaçao social. Posto isso o Teatro do Oprimido se revela uma metodologia eficaz no sentido de evidenciar as situaçoes opressivas vivenciadas inclusive por mulheres negras, bem como em pensar, formular e colocar em prática açoes sociais reais, concretas e continuadas.

Atingindo o valor mínimo, conseguiremos subsidiar a ida de pelo menos uma mulher ao festival. Pretendemos ultrapassar esse valor e levar o máximo possível de mulheres. Caso o valor mínimo não seja atingido, o dinheiro será devolvido aos colaboradores.

Precisamos da sua ajuda para fazer nossa ida ao festival acontecer!

                                             

Coletivo de Teatro das Oprimidas Madalena-Anastácia:

O Coletivo Madalena–Anastácia, criado em 2015, é formado por mulheres negras, se propõe a revelar as articulações entre opressão de gênero e raça e como as afeta, quebrando a falsa ideia de homogeneização entre as mulheres, revelando na diversidade formas de potencializar a cooperação e transformação. O coletivo apresentará no Festival a peça de Teatro-Fórum “Consciência do Cabelo aos Pés”, investigação sobre a estética da mulher negra enquanto estratégia de luta em contraposição ao racismo e machismo que impõem sobre os seus corpos padrões eurocêntricos que reforçam a branquitude e o genocídio do povo negro e fazem parte do racismo estrutural.

Com esta obra o coletivo já realizou apresentações no I Festival Madalena Internacional, Puerto Madryn, Argentina(2015); no Centro de Teatro do Oprimido (CTO) Rio de Janeiro; no evento “Encrespando: 1º Seminário Internacional refletindo a Década Internacional dos Afrodescendentes (ONU -2015-2024)”, na PUC-RJ; e no IV Encontro Latinoamericano de Teatro do Oprimido em Matagalpa, Nicaragua(2016).

                                                        

A segunda peça do coletivo intitulada "Nega ou Negra?" trata do racismo, machismo e cultura do estupro veiculados por diversos discursos, inclusive pela MPB, naturalizados nas práticas cotidinas e institucionalizados, esta já foi apresentada no "Multicidade - 1º festival  Internacional de Mulheres nas Artes Cênicas "; no Piscinão de Ramos, no Museu de Artes da Maré, no Largo da Carioca (Todos na cidade do Rio de Janeiro) e no assentamento do MST Roseli Nunes em Piraí-RJ. 


Ficha Técnica: 
Concepção/Direção:   Bárbara Santos
Produção:  Claudia Simone
Elenco: Bárbara Santos; Carolina Netto; Claudia Simone; Danielle Anatólio; Eloanah Gentil; Fernanda Dias; Flávia Souza; Isabel Freitas; Jucieni Oliveira; Juliana Gomes; Lumena Aleluia; Maiara Carvalho; Mariama Bah; Cyda Moreira; Priscilla Pinto Ferreira; Rachel Nascimento.

                                                                                

Qualquer duvida, entre em contato conosco:
E-mail: coletivomadalenaanastacia@gmail.com

Pagina no Facebook: https://www.facebook.com/coletivomadalenaanastaciario/

Tel/whatsapp:
Rachel Nascimento: +55 21 980365686

Carol Netto: +55 21 972549198

 

 

The Madalena-Anastácia Collective Goes to Berlin

 

Help send the Madalena-Anastásia Collective to the II International Ma(g)dalena’s Theater of the Oppressed Festival in Berlin, Germany. Let’s promote more black women’s collectives in the TO network!

Anastácia: R$ 5.000

To endorse the Madalena-Anastásia Collective’s participation in the II International Ma(g)dalena’s Theater of the Oppressed Festival, from September  13-17, 2017 in Berlin, Germany.

 

In order to join forces with and strengthen the creation of other black groups in the Women’s Theater of the Oppressed Network, the Madalena-Anastacia Collective is organizing to attend the II International Ma(g) dalena’s Theater of the Oppressed Festival.

We believe art is a political tool of social transformation. As such, the Theater of the Oppressed method is extremely useful in revealing and highlighting oppressive situations experienced by black women, in addition to thinking, formulating and putting into practice real, concrete and continuous social actions.

If we reach the minimum amount, we will be able to sponsor at least one Collective participant’s trip. We intend to surpass this value and take as many participants as possible. It is possible pay using a credit card or through pay pal. If the minimum value is not reached, the money will be returned to you.

We need your help to make our trip to the festival happen!

 

The Madalena-Anastácia Collective

 

The Madalena–Anastácia Collective, which was created in 2015, is made up of black women, and aims to reveal the intersections between gender and racial oppression and how it affects these women.  The Collective’s goal is to break down the false idea that all women experience sexism in the same way, and show how diversity enhances cooperation and transformation. At the Festival, the Collective will present the Forum Theater piece entitled "Awareness from Hair to Toe", which investigates the aesthetics of black women as a strategy of struggle against racism and sexism. These oppressions impose Eurocentric standards on black women’s bodies that reinforce whiteness and the genocide of black people, and are an integral part of structural racism.

The Collective has presented this piece at the First International Madalena Festival in Puerto Madryn, Argentina (2015); at the Center of the Theater of the Oppressed (CTO) in Rio de Janeiro; at the “‘Encrespando’: 1st International Seminar reflecting on the International Decade of Afro-descendants (UN-2015-2024)” event at PUC-RJ; and at the IV Latin American Theater of the Oppressed Gathering in Matagalpa, Nicaragua (2016)

Cast and Crew: 
Design/Direction:  Bárbara Santos
Production:  Claudia Simone
Cast: Bárbara Santos; Carolina Netto; Claudia Simone; Danielle Anatólio; Eloanah Gentil; Fernanda Dias; Flávia Souza; Isabel Freitas; Jucieni Oliveira; Juliana Gomes; Lumena Aleluia; Maiara Carvalho; Mariama Bah; Cyda Moreira; Priscilla Pinto Ferreira; Rachel Nascimento.

 

If you have any questions, please contact us:


E-mail: coletivomadalenaanastacia@gmail.com

Facebook Page: https://www.facebook.com/coletivomadalenaanastaciario/

Tel/whatsapp:
Rachel Nascimento: +55 21 980365686

Carol Netto: +55 21 972549198

Aguarde, carregando...



Coletivo Madalena-Anastácia ainda não publicou nenhuma notícia.

R$ 5.780,00
arrecadado
meta R$ 5.000
46 benfeitores
apoiaram essa campanha.




Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

Recompensa indisponível no momento
R$25
Agradecimento
12 benfeitores apoiando

Agradeceremos nominalmente aos colaboradores na pagina oficial do Coletivo Madalena-Anastácia no Facebook.


Recompensa indisponível no momento
R$50
Agradecimento 2
17 benfeitores apoiando

Agradeceremos nominalmente aos colaboradores na pagina oficial do Coletivo Madalena-Anastácia no Facebook e enviaremos por email textos sobre Teatro do Oprimido, Gênero e questão racial.


Recompensa indisponível no momento
R$100
Lindos brincos do Anastácia Bazar
10 benfeitores apoiando

Como recompensa, cada colaborador/a receberá um lindo par de brincos do Anastácia Bazar que pode ser retirado conosco, ou enviado pelo correio.


Recompensa indisponível no momento
R$200
Peças e performances Teatro do Oprimido
4 benfeitores apoiando

Colaborando com essa faixa, você garante o seu ingresso e de um acompanhante para 1 performance em um espaço coletivo. Além de garatir a sua vaga na peça, ainda poderá indicar um lugar para receber uma das 3 apresentações oferecidas pelo Coletivo. A escolha dos locais, baseada na indicação dos colaboradores, será feita pela equipe do Coletivo baseada nos valores que nos norteaim.


Recompensa indisponível no momento
R$500
Oficinas, Palestras e Rodas de Conversa
1 benfeitor apoiando

O colaborador poderá escolher, dentre as 4 opções abaixo, uma experiência para oferecer ao seu grupo.

-Oficina de Sensibilização em Teatro do Oprimido (até 30 pessoas);
-Oficina Raízes do Movimento: Teatro do Oprimido e Dança Afro(até 30 pessoas);
-Aula de Dança Afro(até 30 pessoas);
-Palestras e/ou Roda de Conversa com os temas: Teatro do Oprimido/Educação Antirracista/Saúde Mental e Racismo/ Teatro do Oprimido, raça e gênero, etc (à critério do organizador/a /colaborador/a).

*Cada colaborador/a poderá escolher o local e data onde será realizada a oficina/mesa. A oficina deferá acontecer em local previamente acordados entre o Coletivo e o colaborador e nao será permitida a cobrança de ingresso para os participantes.

É uma forma de viabilizar projetos de impacto positivo. Essa não é uma compra. É um ato de confiança.

A Benfeitoria não pode assegurar a execução do projeto nem a entrega das recompensas. Essa é uma responsabilidade direta dos realizadores. Estamos empenhados em fazer uma nova economia acontecer. Vamos juntos?

Saiba mais sobre as responsabilidades

  • Coletivo Madalena-Anastácia
  • Categoria: Cultura e Arte, Inovação, Inclusão Social, Política

Coletivo Madalena-Anastácia

Teresa Cruz
Renata Cilene Martins
Verônica Rocha Bonfim
Rachel Barros
Fabio Sampaio
Li Borges
Messias Braz
Fernanda Dias Dias
Anônimo(a)
Flávia Filgueiras
Fátima Lima
Adam Alfred