Mestre Dema em Cumuru |

Mestre Dema em Cumuru

Trazer o mestre Dema para Cumuruxatiba/BA viabilizando a continuidade das aulas de iniciação musical através de instrumentos de sopro e a formação de uma banda.

Projeto por: Associação Comunidade de Aprendizes Projeto de Gente
R$ 13.908,00
arrecadado
meta R$ 13.000,00

48 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Associação Comunidade de Aprendizes Projeto de Gente

Associação Comunidade de Aprendizes Projeto de Gente

R$ 24
Como se fosse R$2,00/mês
1 benfeitor apoiando
Agradecimento pelo Facebook ou e-mail. Obs: A contribuição é única e pontual. Não é mensal.
R$ 60
Como se fosse R$5,00/mês
15 benfeitores apoiando
Cartão postal ilustrado por um artista local + agradecimento pelo Facebook ou e-mail.
R$ 120
Como se fosse R$10,00/mês
14 benfeitores apoiando
Um vídeo com o mestre tocando uma música que ele escolheu para você + cartão postal ilustrado por um artista local + agradecimento pelo Facebook ou e-mail.
R$ 300
Como se fosse R$25,00/mês
12 benfeitores apoiando
Hospedagem em suíte privativa por 2 dias em Cumuruxatiba (válida até 15 de dezembro) + um vídeo com o mestre tocando uma música que ele escolheu para você + cartão postal ilustrado por um artista local + agradecimento pelo Facebook ou e-mail.
R$ 600
Como se fosse R$50,00/mês
6 benfeitores apoiando
Hospedagem em suíte privativa por 4 dias em Cumuruxatiba (válida até 15 de dezembro) + um vídeo com o mestre tocando uma música que ele escolheu para você + cartão postal ilustrado por um artista local + agradecimento pelo Facebook ou e-mail.
R$ 1.000
Você está realizando um mês do projeto
3 benfeitores apoiando
Hospedagem em suíte privativa por 7 dias em Cumuruxatiba (válida até 15 de dezembro) + um vídeo com o mestre tocando uma música que ele escolheu para você + cartão postal ilustrado por um artista local + agradecimento pelo Facebook ou e-mail.

Essa campanha tem o propósito de viabilizar aulas de iniciação musical e a formação de uma banda de música na vila de Cumuruxatiba (BA) com o músico, maestro e mestre Ademar Rodrigues de Souza (Dema).

Natural e residente de Carlos Chagas (MG), mestre Dema emerge e é imerso dentro da cultura popular. Professor de música e maestro, formou bandas de música em Carlos Chagas (MG) e Prado (BA), além de ter ensinado os mais variados instrumentos para inúmeras pessoas. Vem desenvolvendo há mais de dezessete anos um trabalho de ensino musical com flautas doces e violão em Teixeira de Freitas (BA), no projeto social Espaço Cultural da Paz.

Em Cumuruxatiba, desenvolveu de 2010 até o fim de 2016 um trabalho de musicalização com crianças na Vila-Escola Projeto de Gente, outro projeto social. Em 2016 começou o trabalho de iniciação musical para a formação de uma banda de música com a comunidade local, através de flauta doce e instrumentos de metais (sax, clarinete, trompete, etc.). Vale ressaltar que esses dois trabalhos em Cumuruxatiba sempre foram financiados por amigos, sem nenhum incentivo público ou empresarial. Em 2017 tivemos severas dificuldades para angariar a quantia necessária para dar continuidade ao trabalho de formação da banda, que hoje está temporariamente suspenso e tem futuro incerto. Por isso resolvemos lançar essa campanha de financiamento coletivo. O propósito desta é angariar e garantir um montante para a continuidade desse lindo trabalho por mais um ano. São dois os custos para isso: passagem de ônibus de Carlos Chagas/Cumuruxatiba (ida e volta) e o salário do mestre.

Colocando isso na ponta do lápis

Por mês:

- 4 passagens de ônibus Carlos Chagas/Cumuruxatiba: R$ 400,00

- Salário do mestre: R$ 600,00

- Total: R$ 1.000,00

Caso a campanha seja bem sucedida, pretendemos voltar às atividades do projeto assim que o dinheiro entrar e mantê-la por doze meses. Para isso precisamos angariar R$ 12.000,00.

Além disso, há os custos de campanha: taxa de transação financeira, Correios, recompensas, que avaliamos em torno de R$ 1.000,00. Portanto o valor final que precisamos arrecadar é R$ 13.000,00 (treze mil reais).

Todo recurso extra arrecadado será revertido para a compra de instrumentos e materiais, que possibilitará o aumento do número de participantes na banda.

Vale ressaltar que em 2018 buscaremos patrocinadores e parcerias com empresas para dar continuidade a esse trabalho nos anos seguintes.

Breve apresentação de Cumuruxatiba

Cumuruxatiba é um distrito da cidade do Prado no litoral sul da Bahia. O turismo e a pesca artesanal caracterizam a economia da pequena vila de Cumuru. Sua população, de cerca de 4000 habitantes, é uma mistura de índios pataxós, negros e brancos.  Os projetos culturais que se proliferam em nossa vila se defrontam sempre com as dificuldades financeiras, sendo que o poder público se isenta de qualquer responsabilidade nessa área. A Banda de Música é para nossa comunidade uma porta aberta para que a cultura musical, a arte, se mantenha como elemento caracterizador de nossa vila.

Associação Comunidade de Aprendizes Projeto de Gente ainda não publicou nenhuma notícia.

Essa campanha tem o propósito de viabilizar aulas de iniciação musical e a formação de uma banda de música na vila de Cumuruxatiba (BA) com o músico, maestro e mestre Ademar Rodrigues de Souza (Dema).

Natural e residente de Carlos Chagas (MG), mestre Dema emerge e é imerso dentro da cultura popular. Professor de música e maestro, formou bandas de música em Carlos Chagas (MG) e Prado (BA), além de ter ensinado os mais variados instrumentos para inúmeras pessoas. Vem desenvolvendo há mais de dezessete anos um trabalho de ensino musical com flautas doces e violão em Teixeira de Freitas (BA), no projeto social Espaço Cultural da Paz.

Em Cumuruxatiba, desenvolveu de 2010 até o fim de 2016 um trabalho de musicalização com crianças na Vila-Escola Projeto de Gente, outro projeto social. Em 2016 começou o trabalho de iniciação musical para a formação de uma banda de música com a comunidade local, através de flauta doce e instrumentos de metais (sax, clarinete, trompete, etc.). Vale ressaltar que esses dois trabalhos em Cumuruxatiba sempre foram financiados por amigos, sem nenhum incentivo público ou empresarial. Em 2017 tivemos severas dificuldades para angariar a quantia necessária para dar continuidade ao trabalho de formação da banda, que hoje está temporariamente suspenso e tem futuro incerto. Por isso resolvemos lançar essa campanha de financiamento coletivo. O propósito desta é angariar e garantir um montante para a continuidade desse lindo trabalho por mais um ano. São dois os custos para isso: passagem de ônibus de Carlos Chagas/Cumuruxatiba (ida e volta) e o salário do mestre.

Colocando isso na ponta do lápis

Por mês:

- 4 passagens de ônibus Carlos Chagas/Cumuruxatiba: R$ 400,00

- Salário do mestre: R$ 600,00

- Total: R$ 1.000,00

Caso a campanha seja bem sucedida, pretendemos voltar às atividades do projeto assim que o dinheiro entrar e mantê-la por doze meses. Para isso precisamos angariar R$ 12.000,00.

Além disso, há os custos de campanha: taxa de transação financeira, Correios, recompensas, que avaliamos em torno de R$ 1.000,00. Portanto o valor final que precisamos arrecadar é R$ 13.000,00 (treze mil reais).

Todo recurso extra arrecadado será revertido para a compra de instrumentos e materiais, que possibilitará o aumento do número de participantes na banda.

Vale ressaltar que em 2018 buscaremos patrocinadores e parcerias com empresas para dar continuidade a esse trabalho nos anos seguintes.

Breve apresentação de Cumuruxatiba

Cumuruxatiba é um distrito da cidade do Prado no litoral sul da Bahia. O turismo e a pesca artesanal caracterizam a economia da pequena vila de Cumuru. Sua população, de cerca de 4000 habitantes, é uma mistura de índios pataxós, negros e brancos.  Os projetos culturais que se proliferam em nossa vila se defrontam sempre com as dificuldades financeiras, sendo que o poder público se isenta de qualquer responsabilidade nessa área. A Banda de Música é para nossa comunidade uma porta aberta para que a cultura musical, a arte, se mantenha como elemento caracterizador de nossa vila.

Associação Comunidade de Aprendizes Projeto de Gente ainda não publicou nenhuma notícia.