Mulheres de Moçambique precisam de nós |

Mulheres de Moçambique precisam de nós

Essa campanha é realizada em solidariedade à luta pela recuperação da vida de mulheres e crianças de Moçambique que vivem as consequências do ciclone Ida

Projeto por: Instituto de Estudos de Gênero
R$ 5.995,00
arrecadado
meta R$ 8.000,00

70
benfeitores

74%
arrecadado

12
dias restantes

A primeira meta foi batida! O projeto será realizado, mas a arrecadação continua até 04/06/2019 - 23:59

POR

Instituto de Estudos de Gênero

Instituto de Estudos de Gênero

UFSC

R$ 20
Somos todas/os/es Moçambique!
10 benfeitores apoiando
Para quem não pode contribuir com valor maior, mas tem muito amor e vontade de ajudar! O nome das/os apoiadoras/os constará em nossas redes sociais com agradecimento.
R$ 50
Fortalecer a rede de apoio moçambicana
15 benfeitores apoiando
Além do nome das/os apoiadoras/os em nossas redes sociais, também ganhará o cartão do projeto "Mamãs, Bebês e Capulanas", com fotografias de Mateus Almeida, através de envio digital (por e-mail ou drive).
R$ 100
Transformar a realidade das moçambicanas
13 benfeitores apoiando
Além do nome das/os apoiadoras/os em nossas redes sociais, ganhará Cartão do projeto "Mamãs, Bebês e Capulanas", com de fotografias Mateus Almeida (envio digital, por e-mail ou drive), também receberá (por e-mail ou drive) as principais obras digitais de estudos e pesquisas sobre Gênero e Feminismos, produzidos pelo grupo de pesquisadoras da área de gênero do Instituto de Estudos de Gênero (IEG/UFSC, Florianópolis).
R$ 150
Empoderar a vida das moçambicanas
13 benfeitores apoiando
Além do nome das/os apoiadoras/os em nossas redes sociais, ganhará Cartão do projeto "Mamãs, Bebês e Capulanas", com fotografias de Mateus Almeida (envio digital, por e-mail ou drive), também receberá (por e-mail ou drive) as principais obras digitais e mais 3 livros impressos de estudos e pesquisas sobre Gênero e Feminismos, produzidos pelo grupo de pesquisadoras da área de gênero do Instituto de Estudos de Gênero (IEG/UFSC, Florianópolis).

Essa campanha é de solidariedade às mulheres e crianças afetadas por um desastre ambiental, que atingiu o centro do país destruindo suas casas e machambas (roças). Nós, professoras e alunas/os da Universidade Federal de Santa Catarina, através do Instituto de Estudos de Gênero (IEG), a organização do Fazendo Gênero 12, a comissão brasileira Pró Moçambique Mundos de Mulheres 2020 e estudantes moçambicanos/as em Florianópolis, estamos à frente dessa iniciativa para arrecadar recursos para que essas mulheres possar reconstruir suas vidas.

Sua colaboração é muito importante!

COMPARTILHE NOSSA CAMPANHA NAS REDES SOCIAIS PARA MOTIVAR MAIS PESSOAS A CONTRIBUIREM!

Leia abaixo para saber mais e faça sua contribuição escolhendo uma recompensa ao lado! --->

 

>> ENTENDA O CONTEXTO >>

A região centro de Moçambique (províncias de Sofala, Manica, Tete e Quelimane) foi alvo recente do ciclone Idai, cujo epicentro foi em Beira, a quarta maior cidade do país (cerca de 500 mil habitantes) que ficou 90% destruída. O ciclone atingiu também os países vizinhos Malauí e Zimbábue, sendo um dos maiores desastres naturais do hemisfério Sul. Este fenômeno causou muitas mortes, feridos e destruição de infraestruturas diversas: casas, hospitais, escolas, machambas (roças). Nessas situações as mulheres e crianças são as mais afetadas, aumentando a sua condição de vulnerabilidade e precariedade, além de expostas às inúmeras doenças como lepra e malária. As condições são precárias e cada etapa da recuperação do cotidiano precisa do nosso apoio financeiro.

Imagem: Arquivo GMPIS

Foto: Arquivo GMPIS

>> SOBRE A SUA CONTRIBUIÇÃO >>

A arrecadação financeira será destinada à recuperação da vida de mulheres e crianças moçambicanas, que precisam de ajuda para a reconstrução de suas casas, compra de sementes e alimentos básicos, além de remédios e material escolar. O valor arrecadado será entregue ao "Grupo de Mulheres de Partilha de Ideias de Sofala" (GMPIS) , que é uma rede de mulheres que estão unidas no projeto “Mexeu com uma, mexeu com todas” através das associações nos locais atingidos que irão canalizar os recursos de forma justa e solidária conforme as demandas levantadas coletivamente. Essa organização se articula com  a rede Fórum Mulher e é ligada à Marcha Mundial das Mulheres. 

Foto: Arquivo GMPIS

Foto: Arquivo GMPIS

 

>> METAS>>

META 1: 4MIL - COLABORAÇÃO EMERGENCIAL ÀS MULHERES E CRIANÇAS MOÇAMBICANAS

Essa meta é tudo ou nada, ou seja, se ao final a meta de 4 mil reais não for atingida a gente, o seu dinheiro é devolvido. Mas, atingindo esse valor, vamos poder contribuir para a compra de sementes, alimentos e outros suprimentos básicos para serem entregues às organizações de mulheres moçambicanas. O recurso também será importante para investir na reconstrução das casas que foram totalmente destruídas.

META 2: 8MIL - RECONSTRUÇÃO DAS VIDAS DE MULHERES E CRIANÇAS MOÇAMBICANAS

Essa meta, se atingida, vai gerar impacto considerável na reabilitação e reconstrução das casas das mulheres e crianças moçambicanas que foram totalmente destruídas pelo ciclone idai.

A prestação de contas do valor arrecadado será feita através das mídias do IEG (Instituto de Estudos de Gênero) e demais apoiadores da campanha, que poderão aderir no decorrer de sua divulgação.

Contamos com a sua contribuição para apoiar as mulheres a reconstruírem suas vidas!

 

Foto: Arquivo GMPIS

 

>> RECOMPENSAS >>

 

 

>> APOIADORES DA CAMPANHA >>

Instituto de Estudos de Gênero - Fazendo Gênero 12 - Pró Moçambique Mundos de Mulheres 2020 - Estudantes moçambicanos/as em Floripa.

Fazendo Gênero 12.

Comissão Pró Moçambique Mundos de Mulheres 2020

 

Caso tenha dúvidas sobre o projeto, fique à vontade para entrar em contato conosco através do e-mail: comissaopromocambique@gmail.com 
 

Foto: Arquivo GMPIS

 

 

 

 

 

 

 

 

Essa campanha é de solidariedade às mulheres e crianças afetadas por um desastre ambiental, que atingiu o centro do país destruindo suas casas e machambas (roças). Nós, professoras e alunas/os da Universidade Federal de Santa Catarina, através do Instituto de Estudos de Gênero (IEG), a organização do Fazendo Gênero 12, a comissão brasileira Pró Moçambique Mundos de Mulheres 2020 e estudantes moçambicanos/as em Florianópolis, estamos à frente dessa iniciativa para arrecadar recursos para que essas mulheres possar reconstruir suas vidas.

Sua colaboração é muito importante!

COMPARTILHE NOSSA CAMPANHA NAS REDES SOCIAIS PARA MOTIVAR MAIS PESSOAS A CONTRIBUIREM!

Leia abaixo para saber mais e faça sua contribuição escolhendo uma recompensa ao lado! --->

 

>> ENTENDA O CONTEXTO >>

A região centro de Moçambique (províncias de Sofala, Manica, Tete e Quelimane) foi alvo recente do ciclone Idai, cujo epicentro foi em Beira, a quarta maior cidade do país (cerca de 500 mil habitantes) que ficou 90% destruída. O ciclone atingiu também os países vizinhos Malauí e Zimbábue, sendo um dos maiores desastres naturais do hemisfério Sul. Este fenômeno causou muitas mortes, feridos e destruição de infraestruturas diversas: casas, hospitais, escolas, machambas (roças). Nessas situações as mulheres e crianças são as mais afetadas, aumentando a sua condição de vulnerabilidade e precariedade, além de expostas às inúmeras doenças como lepra e malária. As condições são precárias e cada etapa da recuperação do cotidiano precisa do nosso apoio financeiro.

Imagem: Arquivo GMPIS

Foto: Arquivo GMPIS

>> SOBRE A SUA CONTRIBUIÇÃO >>

A arrecadação financeira será destinada à recuperação da vida de mulheres e crianças moçambicanas, que precisam de ajuda para a reconstrução de suas casas, compra de sementes e alimentos básicos, além de remédios e material escolar. O valor arrecadado será entregue ao "Grupo de Mulheres de Partilha de Ideias de Sofala" (GMPIS) , que é uma rede de mulheres que estão unidas no projeto “Mexeu com uma, mexeu com todas” através das associações nos locais atingidos que irão canalizar os recursos de forma justa e solidária conforme as demandas levantadas coletivamente. Essa organização se articula com  a rede Fórum Mulher e é ligada à Marcha Mundial das Mulheres. 

Foto: Arquivo GMPIS

Foto: Arquivo GMPIS

 

>> METAS>>

META 1: 4MIL - COLABORAÇÃO EMERGENCIAL ÀS MULHERES E CRIANÇAS MOÇAMBICANAS

Essa meta é tudo ou nada, ou seja, se ao final a meta de 4 mil reais não for atingida a gente, o seu dinheiro é devolvido. Mas, atingindo esse valor, vamos poder contribuir para a compra de sementes, alimentos e outros suprimentos básicos para serem entregues às organizações de mulheres moçambicanas. O recurso também será importante para investir na reconstrução das casas que foram totalmente destruídas.

META 2: 8MIL - RECONSTRUÇÃO DAS VIDAS DE MULHERES E CRIANÇAS MOÇAMBICANAS

Essa meta, se atingida, vai gerar impacto considerável na reabilitação e reconstrução das casas das mulheres e crianças moçambicanas que foram totalmente destruídas pelo ciclone idai.

A prestação de contas do valor arrecadado será feita através das mídias do IEG (Instituto de Estudos de Gênero) e demais apoiadores da campanha, que poderão aderir no decorrer de sua divulgação.

Contamos com a sua contribuição para apoiar as mulheres a reconstruírem suas vidas!

 

Foto: Arquivo GMPIS

 

>> RECOMPENSAS >>

 

 

>> APOIADORES DA CAMPANHA >>

Instituto de Estudos de Gênero - Fazendo Gênero 12 - Pró Moçambique Mundos de Mulheres 2020 - Estudantes moçambicanos/as em Floripa.

Fazendo Gênero 12.

Comissão Pró Moçambique Mundos de Mulheres 2020

 

Caso tenha dúvidas sobre o projeto, fique à vontade para entrar em contato conosco através do e-mail: comissaopromocambique@gmail.com 
 

Foto: Arquivo GMPIS

 

 

 

 

 

 

 

 

Instituto de Estudos de Gênero ainda não publicou nenhuma notícia.