[SP] #favelafundãocontraocovid19 |

[SP] #favelafundãocontraocovid19

Doe do fundo do coração: A Vila Fundão distribuirá 500 cestas básicas e 500 kits de higiene às famílias em vulnerabilidade.

Projeto por: Camilla Ribeiro de Lima
R$ 32.058,00
arrecadado
meta R$ 29.630,00

121 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Camilla Ribeiro de Lima

Camilla Ribeiro de Lima
R$ 10
Publicidade + agradecimentos
10 benfeitores apoiando
Vídeos de agradecimentos com menções dos doadores.
R$ 30
Publicidade + agradecimentos
7 benfeitores apoiando
Vídeos de agradecimentos com menções dos doadores.
R$ 50
Publicidade + agradecimentos
7 benfeitores apoiando
Vídeos de agradecimentos com menções dos doadores.
R$ 100
Adesivo do Instituto Vila Fundão
7 benfeitores apoiando
Um adesivo pequeno

93 disponíveis.
R$ 200
Adesivo do Instituto Vila Fundão
1 benfeitor apoiando
Um adesivo pequeno

99 disponíveis.
R$ 250
Máscara do Instituto Vila Fundão
1 benfeitor apoiando
Uma máscara preta com o logo do Instituto Vila Fundão

99 disponíveis.
R$ 500
Camiseta básica com o logo do IVF
Seja o primeiro a apoiar!
Uma camiseta básica no tamanho P,M,G ou XG

30 disponíveis.
R$ 1.000
Máscara e camiseta básica do IVF
Seja o primeiro a apoiar!
Uma máscara preta com o logo do Instituto Fundão, mais um adesivo pequeno

20 disponíveis.
R$ 2.000
Máscara + adesivo + camiseta logo IVF
Seja o primeiro a apoiar!
Uma máscara, um adesivo e uma camiseta básica com o logo do Instituto Vila Fundão

5 disponíveis.
R$ 5.000
Máscara + adesivo IVF + camiseta
Seja o primeiro a apoiar!
Máscara preta e um adesivo com o logo do IVF e uma camiseta recente do Time de Várzea da Vila Fundão

3 disponíveis.

Quando começou o isolamento social, juntamos as lideranças do bairro para organizarmos a campanha de doação de alimentos, pois sabíamos que essa situação afetaria muito as famílias em vulnerabilidade do nosso território. Sentimos a necessidade de fazer um cadastro para sabermos quais as famílias teriam prioridade, mesmo sabendo que todas precisam ser atendidas, porém, o número de cestas que recebemos através das doações de diversas redes de apoio, não eram o suficiente para atendermos todas as famílias. Então começamos com as famílias mais numerosas, com crianças e àquelas que perderam totalmente sua renda. Até agora conseguimos atender 250 famílias do bairro da Vila Fundão com cestas básicas, kit de higiene, álcool em gel e máscaras. Temos 300 famílias na fila de espera para serem beneficiadas.

As entregas das cestas estão sendo realizadas todas as semanas conforme o número de cadastros e doações. No dia da entrega, com as máscaras e o álcool em gel, estamos ligando para as pessoas, para ver a possibilidade de retirar as cestas na Sede do Instituto Fundão, em horários diferentes para evitar aglomeração. Caso não tenha essa possibilidade, nós levamos a cesta até a casa da pessoa. Essas ligações são importantes para conscientizar as pessoas sobre os cuidados necessários neste momento. Pedimos o uso das máscaras, para não ir com crianças, idosos ou quem faz parte do grupo de risco. Fazemos as entregas pela Sede, pois não temos o transporte necessário para chegar nos endereços.

Quanto a prestação de contas, quando recebemos dinheiro pela conta bancária estamos tirando fotos e encaminhando o cupom de compras para os doadores junto com as fotos das pessoas que estão sendo beneficiadas, algumas fotos, com a autorização das pessoas, estamos divulgando nas redes socias do Instituto Vila Fundão e da campanha Favela Vera Cruz Fundão. Segue o link das redes @comunidadevilafundao e @favelavcf – Instagram. Facebook: Sede da comunidade vila fundão.

Sou Camilla Lima, moro na Vila Fundão, sou professora da rede pública do Estado de São Paulo, leciono no meu bairro, sou ativista cultura e social, organizo a campanha de doações junto com as lideranças do meu bairro que estão à frente do Instituo da Vila Fundão. Estou nessa campanha porque acredito na luta social por uma sociedade justa, livre dos preconceitos e da fome.

O Instituto Vila Fundão é uma organização de alto nível cultural, dedicada à propagação, efetivação de projetos e solidariedade aos moradores dessa pobre comunidade no chamado “fundão” do Capão Redondo. Há 5 anos, com prática, se tornou liderança comunitária até o fundo do progresso na lacuna deixada pelo poder público e também referência em identidade social pela conquista de consumidores de boas práticas, sem mesmo termos fundos financeiros. Coordenadores atividades desde alimentares, como a distribuição de peixes, artísticas, esportivas e de lazer. Complexidade liderada pela Camilla Lima, Flávia Lopes, Carlos Henrique Pereira, Walter Pereira, Wagner Caetano e contamos, voluntariamente, com atividades de outros coletivos, mas necessitamos de muito mais aporte como um negócio social. Nossas cores, laranja e preto, abraçam sonhos com amor do fundo do coração. Viramos, inclusive, marca: no sentindo de marcar positivamente os jovens e fundar impacto social. Temos torcida que vibra a alma pela evolução em grupo, também movimento impulsionado pelo Futebol e Rap Vila Fundão, agremiação esportiva que joga por um povo; um golaço de quebrada. Prazer, Instituto Vila Fundão.

A Vila Fundão está localizada bem no fundo do bairro Capão Redondo, na Zona Sul de SP, e é caracterizada pela precariedade. Local que não parece ser incluído pelo poder público e ainda sobrevive pela união de instituições, ações sociais e o amor dos moradores que buscam evolução. Aqui, a dificuldade diária prega e o tempo sem emprego e sem renda suficiente martela. Infelizmente, tem horas que essa madeira quebra.

A pandemia apenas escancarou essa realidade, que já era estampada pelo rap, inclusive, do Racionais MC´s. Aqui piorou a fome, a capacidade de entrega e o medo, porque, de fato, é uma comunidade baseada em empreendedorismo natural de pequenos e micros comércios que está super ameaçados pela crise econômica, além do risco grave de saúde. As famílias são numerosas muitas vezes vivem em dois cômodos. Suas rendas dependem do trabalho informal e autônomo. Estão chegando doações de itens básicos, mas, claro, que não atende totalmente essa sofrida e alarmante demanda. De verdade, queremos ser o fundo da verdade e ação, não o fundo do poço. 

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Camilla Ribeiro de Lima ainda não publicou nenhuma notícia.

Quando começou o isolamento social, juntamos as lideranças do bairro para organizarmos a campanha de doação de alimentos, pois sabíamos que essa situação afetaria muito as famílias em vulnerabilidade do nosso território. Sentimos a necessidade de fazer um cadastro para sabermos quais as famílias teriam prioridade, mesmo sabendo que todas precisam ser atendidas, porém, o número de cestas que recebemos através das doações de diversas redes de apoio, não eram o suficiente para atendermos todas as famílias. Então começamos com as famílias mais numerosas, com crianças e àquelas que perderam totalmente sua renda. Até agora conseguimos atender 250 famílias do bairro da Vila Fundão com cestas básicas, kit de higiene, álcool em gel e máscaras. Temos 300 famílias na fila de espera para serem beneficiadas.

As entregas das cestas estão sendo realizadas todas as semanas conforme o número de cadastros e doações. No dia da entrega, com as máscaras e o álcool em gel, estamos ligando para as pessoas, para ver a possibilidade de retirar as cestas na Sede do Instituto Fundão, em horários diferentes para evitar aglomeração. Caso não tenha essa possibilidade, nós levamos a cesta até a casa da pessoa. Essas ligações são importantes para conscientizar as pessoas sobre os cuidados necessários neste momento. Pedimos o uso das máscaras, para não ir com crianças, idosos ou quem faz parte do grupo de risco. Fazemos as entregas pela Sede, pois não temos o transporte necessário para chegar nos endereços.

Quanto a prestação de contas, quando recebemos dinheiro pela conta bancária estamos tirando fotos e encaminhando o cupom de compras para os doadores junto com as fotos das pessoas que estão sendo beneficiadas, algumas fotos, com a autorização das pessoas, estamos divulgando nas redes socias do Instituto Vila Fundão e da campanha Favela Vera Cruz Fundão. Segue o link das redes @comunidadevilafundao e @favelavcf – Instagram. Facebook: Sede da comunidade vila fundão.

Sou Camilla Lima, moro na Vila Fundão, sou professora da rede pública do Estado de São Paulo, leciono no meu bairro, sou ativista cultura e social, organizo a campanha de doações junto com as lideranças do meu bairro que estão à frente do Instituo da Vila Fundão. Estou nessa campanha porque acredito na luta social por uma sociedade justa, livre dos preconceitos e da fome.

O Instituto Vila Fundão é uma organização de alto nível cultural, dedicada à propagação, efetivação de projetos e solidariedade aos moradores dessa pobre comunidade no chamado “fundão” do Capão Redondo. Há 5 anos, com prática, se tornou liderança comunitária até o fundo do progresso na lacuna deixada pelo poder público e também referência em identidade social pela conquista de consumidores de boas práticas, sem mesmo termos fundos financeiros. Coordenadores atividades desde alimentares, como a distribuição de peixes, artísticas, esportivas e de lazer. Complexidade liderada pela Camilla Lima, Flávia Lopes, Carlos Henrique Pereira, Walter Pereira, Wagner Caetano e contamos, voluntariamente, com atividades de outros coletivos, mas necessitamos de muito mais aporte como um negócio social. Nossas cores, laranja e preto, abraçam sonhos com amor do fundo do coração. Viramos, inclusive, marca: no sentindo de marcar positivamente os jovens e fundar impacto social. Temos torcida que vibra a alma pela evolução em grupo, também movimento impulsionado pelo Futebol e Rap Vila Fundão, agremiação esportiva que joga por um povo; um golaço de quebrada. Prazer, Instituto Vila Fundão.

A Vila Fundão está localizada bem no fundo do bairro Capão Redondo, na Zona Sul de SP, e é caracterizada pela precariedade. Local que não parece ser incluído pelo poder público e ainda sobrevive pela união de instituições, ações sociais e o amor dos moradores que buscam evolução. Aqui, a dificuldade diária prega e o tempo sem emprego e sem renda suficiente martela. Infelizmente, tem horas que essa madeira quebra.

A pandemia apenas escancarou essa realidade, que já era estampada pelo rap, inclusive, do Racionais MC´s. Aqui piorou a fome, a capacidade de entrega e o medo, porque, de fato, é uma comunidade baseada em empreendedorismo natural de pequenos e micros comércios que está super ameaçados pela crise econômica, além do risco grave de saúde. As famílias são numerosas muitas vezes vivem em dois cômodos. Suas rendas dependem do trabalho informal e autônomo. Estão chegando doações de itens básicos, mas, claro, que não atende totalmente essa sofrida e alarmante demanda. De verdade, queremos ser o fundo da verdade e ação, não o fundo do poço. 

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Camilla Ribeiro de Lima ainda não publicou nenhuma notícia.