[SP] Famílias chefiadas por mulheres |

[SP] Famílias chefiadas por mulheres

Colabore para a ajuda financeira a 71 mulheres chefes de família moradoras da periferia de São Paulo.

Projeto por: Bianca Pereira dos Santos
R$ 31.831,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

132 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Bianca Pereira dos Santos

Bianca Pereira dos Santos
R$ 10
Apoie com 10 reais
11 benfeitores apoiando
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
4 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 30
Apoie nossa campanha com 30 reais
10 benfeitores apoiando
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
11 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
10 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
2 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
2 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

Nossa campanha tem o objetivo de apoiar financeiramente 71 chefes de família moradoras da periferia de São Paulo. Para isso, realizaremos o mapeamento das mulheres em situação de vulnerabilidade. Serão verificadas as condições socioeconômicas, como renda, ocupação, presença de crianças, idosos, participação em programas do governo e moradia.

Após o mapeamento e triagem iremos fazer o repasse de R$300 reais diretamente nas contas das chefes de famílias. Esse processo tem o objetivo de:

  • apoio rápido e sem burocracias.

  • evitar o deslocamento das mulheres no território, assim protegemos suas famílias e toda comunidade.

  • a mulher decide onde utilizar o recurso, que em sua maioria é para compra de alimentos, pagamentos de contas como de água e luz e compra de medicamentos.

  • propiciar a circulação financeira no território, movimentando a economia local.

Enviaremos via whatsapp informações de boas práticas de combate ao novo coronavírus e literaturas e poesia para auxiliar na saúde física e emocional das chefes de família.

Nossa campanha também pretende arrecadar apoio financeiro para duas profissionais da biblioteca comunitária, também chefes de famílias e periféricas com 1 mil reais durante 3 meses. Estas profissionais estão na linha de frente no auxílio a nossa comunidade e desta campanha. Seu apoio será fundamental para continuidade deste trabalho.

Entre março e abril conseguimos com ajuda de parceiros do território arrecadar 300 cestas básicas e apoiar financeiramente 350 famílias, porém, sabemos que esta ajuda é escassa e as chefes de famílias já estão no “sufoco” novamente. Por isso, sua ajuda será muito importante. 

A Biblioteca Comunitária Djeanne Firmino, existe desde 2009, possui a co-gestão da comunidade e da coletiva Achadouras de Histórias, sendo espaço de referência no território e na democratização do acesso ao livro e à leitura, como também um lugar de acolhida e convivência comunitária, difusão artística e cultural e, principalmente, como espaço de ampliação de leitura de mundo, de trocas e, cada vez mais, como um espaço que vem se envolvendo ativamente nas lutas comunitárias do Jd. Olinda, distrito do Campo Limpo, zona sul de São Paulo.

A coletiva Achadouras de Histórias é composta por seis mulheres que são de origem periférica e residem e atuam nas periferias de Campo Limpo, Taboão da Serra e Grajaú, desenvolvem ações na promoção de bens culturais na Zona Sul. Nestes 10 anos estabelecemos uma relação íntima com o contexto do território onde está localizada a BC Djeanne Firmino, estendendo nossa atuação para além da arte e da cultura, tendo também como objetivo a promoção dos direitos humanos.

Conheça nosso trabalho:

Facebook: https://www.facebook.com/bcdjeannefirmino

Instagram: https://www.instagram.com/bcdjeannefirmino/?hl=pt-br

Site: https://bcdjeannefirmino.wixsite.com/site

Segundo a pesquisa realizada pelo Data Favela e pelo Instituto Locomotiva no final de março de 2020, apontam que “as favelas do Brasil têm 5,2 milhões de mães. Destas, 72% afirmam que a alimentação de sua família ficará prejudicada pela ausência de renda, durante o isolamento social. 73% dizem que não têm nenhuma poupança que permita manter os gastos sem trabalhar por um dia que seja. 92% dizem que terão dificuldade para comprar comida após um mês sem renda. Oito a cada dez dizem que a renda já caiu por causa do Coronavírus, e 76% relatam que, com os filhos em casa sem ir para a escola, os gastos em casa já aumentaram”.

Assim, com a sua ajuda pretendemos amenizar um pouco a vida das mulheres moradoras da periferia sul de São Paulo.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

COLABORAÇÕES EXTERNAS

R$1.000,00

colaborador

A campanha [SP] Famílias chefiadas por mulheres captou os valores acima através de ações de arrecadação independentes, ou seja, fora da plataforma Benfeitoria. Ficou com dúvidas? Clique aqui

Conseguimos ampliar o número de beneficiadas!!

Em: 28/07/2020 12:09

Olá Pessoal, 

Passando aqui para contar para vocês que através de seu apoio conseguimos ampliar o número de chefes de famílias que serão apoiadas, de 71 para 84 chefes de famílias de nossa periferia, 11 mulheres a mais. Muito obrigada!!

Aproveito para contar que deste o inicío de junho estamos na fase de triagem destas chefes de famílias, temos mapeadas mais 450 famílias e nosso cronograma é finalizar essa triagem até o final do mês, e em agosto iniciar os repasses.

Seguimos juntes!! 


Nossa campanha tem o objetivo de apoiar financeiramente 71 chefes de família moradoras da periferia de São Paulo. Para isso, realizaremos o mapeamento das mulheres em situação de vulnerabilidade. Serão verificadas as condições socioeconômicas, como renda, ocupação, presença de crianças, idosos, participação em programas do governo e moradia.

Após o mapeamento e triagem iremos fazer o repasse de R$300 reais diretamente nas contas das chefes de famílias. Esse processo tem o objetivo de:

  • apoio rápido e sem burocracias.

  • evitar o deslocamento das mulheres no território, assim protegemos suas famílias e toda comunidade.

  • a mulher decide onde utilizar o recurso, que em sua maioria é para compra de alimentos, pagamentos de contas como de água e luz e compra de medicamentos.

  • propiciar a circulação financeira no território, movimentando a economia local.

Enviaremos via whatsapp informações de boas práticas de combate ao novo coronavírus e literaturas e poesia para auxiliar na saúde física e emocional das chefes de família.

Nossa campanha também pretende arrecadar apoio financeiro para duas profissionais da biblioteca comunitária, também chefes de famílias e periféricas com 1 mil reais durante 3 meses. Estas profissionais estão na linha de frente no auxílio a nossa comunidade e desta campanha. Seu apoio será fundamental para continuidade deste trabalho.

Entre março e abril conseguimos com ajuda de parceiros do território arrecadar 300 cestas básicas e apoiar financeiramente 350 famílias, porém, sabemos que esta ajuda é escassa e as chefes de famílias já estão no “sufoco” novamente. Por isso, sua ajuda será muito importante. 

A Biblioteca Comunitária Djeanne Firmino, existe desde 2009, possui a co-gestão da comunidade e da coletiva Achadouras de Histórias, sendo espaço de referência no território e na democratização do acesso ao livro e à leitura, como também um lugar de acolhida e convivência comunitária, difusão artística e cultural e, principalmente, como espaço de ampliação de leitura de mundo, de trocas e, cada vez mais, como um espaço que vem se envolvendo ativamente nas lutas comunitárias do Jd. Olinda, distrito do Campo Limpo, zona sul de São Paulo.

A coletiva Achadouras de Histórias é composta por seis mulheres que são de origem periférica e residem e atuam nas periferias de Campo Limpo, Taboão da Serra e Grajaú, desenvolvem ações na promoção de bens culturais na Zona Sul. Nestes 10 anos estabelecemos uma relação íntima com o contexto do território onde está localizada a BC Djeanne Firmino, estendendo nossa atuação para além da arte e da cultura, tendo também como objetivo a promoção dos direitos humanos.

Conheça nosso trabalho:

Facebook: https://www.facebook.com/bcdjeannefirmino

Instagram: https://www.instagram.com/bcdjeannefirmino/?hl=pt-br

Site: https://bcdjeannefirmino.wixsite.com/site

Segundo a pesquisa realizada pelo Data Favela e pelo Instituto Locomotiva no final de março de 2020, apontam que “as favelas do Brasil têm 5,2 milhões de mães. Destas, 72% afirmam que a alimentação de sua família ficará prejudicada pela ausência de renda, durante o isolamento social. 73% dizem que não têm nenhuma poupança que permita manter os gastos sem trabalhar por um dia que seja. 92% dizem que terão dificuldade para comprar comida após um mês sem renda. Oito a cada dez dizem que a renda já caiu por causa do Coronavírus, e 76% relatam que, com os filhos em casa sem ir para a escola, os gastos em casa já aumentaram”.

Assim, com a sua ajuda pretendemos amenizar um pouco a vida das mulheres moradoras da periferia sul de São Paulo.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Conseguimos ampliar o número de beneficiadas!!

Em: 28/07/2020 12:09

Olá Pessoal, 

Passando aqui para contar para vocês que através de seu apoio conseguimos ampliar o número de chefes de famílias que serão apoiadas, de 71 para 84 chefes de famílias de nossa periferia, 11 mulheres a mais. Muito obrigada!!

Aproveito para contar que deste o inicío de junho estamos na fase de triagem destas chefes de famílias, temos mapeadas mais 450 famílias e nosso cronograma é finalizar essa triagem até o final do mês, e em agosto iniciar os repasses.

Seguimos juntes!!