ATÉ QUE ENFIM ALEGRIA |

ATÉ QUE ENFIM ALEGRIA

O Alegria da Zona Sul é uma Associação cultural que processa e organiza as relações sociais, econômicas e políticas em Cantagalo e Pavão-Pavão

Projeto por: Sidney Tartaruga
R$ 150,00
arrecadado
meta R$ 29.789,00

2
benfeitores

0%
arrecadado

37
horas restantes

PARCELE SEU PAGAMENTO EM ATÉ 6 VEZES

Ajude-nos a bater nossa meta até 01/03/2021 - 23:59

POR

Sidney Tartaruga

Sidney Tartaruga
R$ 100
Manutenção Conservação Palácio do Samba
1 benfeitor apoiando
Camiseta G.R.E.S Alegria da Zona Sul Enredo: Até que enfim - Aroldo Santos
R$ 150
Fábrica de Samba Alegria sa Zona Sul
Seja o primeiro a apoiar!
Fantasia + Desfile na agremiação no Carnaval 2021
R$ 200
Máquina Vacuum Forming
Seja o primeiro a apoiar!
Camarote + 1 Caipirinha em dias de eventos Camiseta Carnaval 2021

Não encontrou o que queria?

Outro valor


 

 

 

O Alegria da Zona Sul é uma organização da sociedade civil em caráter associativo, comunitário, carnavalesco e cultural. Fundado em 1992 por lideranças culturais moradoras das favelas Pavão, Pavãozinho e Cantagalo. Constituindo-se como o grande proponente das ações que aqui se desenvolvem. O território sobre as encostas íngremes do Maciço do Cantagalo, entre os bairros Ipanema, Copacabana e Lagoa, na zona sul da Cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Possui 12 hectares de área e um rico acervo de cultura e modos de vida. Tem um patrimônio construido de mais de 5300 imóveis conectados por um impressionante labirinto de becos e escadarias. Seu patrimônio natural reúne Mata Atlântica e vistas panorâmicas notáveis dentre as mais exuberantes paisagens da Cidade Maravilhosa.

A diretória é composta por mestres do samba, que exercem governança sobre um genuíno conhecimento das matrizes do carnaval carioca, pretende, perpetuar essa memória formando um grupo, entre artistas, músicos, lideranças comunitárias reconhecidas, radialistas, jornalistas, artesãos, fotógrafos e tias quituteiras na comunidade. Assumem o compromisso de longo prazo de trabalhar pela valorização da memória cultural coletiva e pela criação de uma visão de futuro transformadora das condições de vida na favela.

O Alegria da Zona Sul é a fusão de antigos blocos de enredo do carnaval do Rio de Janeiro, foi o pioneiro nos desfiles de Banho de Mar a Fantasia, no recreativismo de Albino Pinheiro na banda de Ipanema, possui grandes mestre Internacionalmente conhecidos como Bezerra da Silva, Aroldo Santos, Alcebides Fernandes, Manoel Dionisio, Carlinhos Dionisío, Patrick Carvalho e Nilson Visual, além de muitas participações em movimentos artísticos e da cultura. Participa também, de Redes relacionadas ao Samba, que tem como objetivo promover a conexão e a troca de experiências entre comunidades populares, movimentos sociais e instituições que atuam no campo da memória, patrimônio e cultura.

 

 

 

O GRES ALEGRIA DA ZONA SUL, tem por objetivo preservar a Identidade do samba em Cantagalo e Pavão-Pavãozinho, promovendo a conexão entre os moradores e a tradições do samba. Dissolvendo as fronteiras da cidade para eventos e em nossas oficinas, desejamos transformar essa comunidade num polo turístico e da cultura, a partir do Resgate da memória, valorização das tradições do Samba em comunidades; das origens culturais do Samba; da Cultura do Migrante Nordestino; da Cultura Negra; das Artes Visuais.

A proposta consiste na confecção de várias peças: fantasias, chapéus, adereços, cenografia, etc..que serão expostas e usadas em desfiles carnavalescos oficiais, eventos carnavalescos como: Blocos, concursos, festas a fantasia, eventos teatrais e espetáculos. A formação garantirá aos jovens e adultos a possibilidade de atuação em diferentes segmentos da indústria cultural, como confecção de cenários e figurinos para TV e teatro e produção de espetáculos. A inserção no mercado do carnaval, bem como inclinação para aperfeiçoamento das vocações. A participação na oficina de samba-enredo ainda ajuda no desempenho curricular do aluno em Lingua Portuguesa, Redação e Literatura; matérias do conteúdo escolar: A proposta é dar aos jovens o suporte necessário para o ingresso em um mercado promissor. Eles atuam nas fábricas do samba e formam uma nova categoria no mercado de trabalho

Emprego e Renda

Os recursos oriundos da venda das peças, será revertido para os próprios alunos, como forma de geração de emprego e renda. Trata-se de um projeto de economia criativa, já que o mesmo é realizado também com sustentabilidade, tendo em vista a reciclagem de fantasias e insumos. A expectativa é que com o decorrer dos trabalhos sejam implantados novos cursos ainda dentro do nicho carnavalesco: laminação e modelagem em fibra, vácuo forming e moldes (escultura), logística de barracão, maquiagem e bateria mirim.

FÁBRICA DE SAMBA
O projeto Fabrica do Samba do Alegria da Zona Sul, estrutura-se em três pilares de atuação: Oficinas de capacitação de Jovens e Adultos, Redes Eventos e Desfile, devendo alcançar, toda a extensão de seu território-sede. Foram mapeados 10 sub territórios de setores do samba e de suas vertentes, que se distinguem pelas suas memórias e cultura de povoamento. São muitas as responsabilidades até o alcance do Desfile e da missão de transformar nossa comunidade num monumento cultural carioca sobre os diversos setores do Carnaval, com geração de trabalho e renda. O Alegria da Zona Sul busca dispor de recursos para implementação dessa estrutura, mas ela já orienta a governança exercida pela atual diretoria.

Sustentabilidaade Alegria da Zona Sul

Em busca de uma carnaval sustentável o G.R.E.S Alegria da Zona Sul vem atraves desta benfeitoria afim de captar o maquinário Vacuum Forming, uma importante ferramenta para confecção de um desfile é a ferramenta. Além de otimizar  a produção de alegorias, fantasias e adereços, permite o atendimento para possíveis demandas e encomendas para o setor do carnaval.

Vacuum forming (formação a vácuo) ou ainda vacum forming e vacuforming, como também é conhecido, consiste num processo industrial de moldagem de plástico baseado no que se denomina termoforming. Neste processo uma folha de plástico é aquecida até ficar mole e com isso é puxada sobre um molde por um sistema de vácuo, tomando a sua forma desse, conforme mostra a figura 1. Nela, mostramos o aquecimento da folhade plástico (1), a sua colocação da folha de plástico sobre o molde (2) e a formação da peça com o formato do molde, pela ação do vácuo (3). Esta tecnologia é usada para a fabricação de pequenos objetos de plástico, assim como de embalagens, cones de alto-falantes e até grandes objetos como consoles, pára-choques e painéis. O plástico mais usado é o polistireno de alto impacto e os moldes tanto podem ser de madeira como de alumínio, podendo tomar os mais diversos formatos. Acrílico e outros materiais transparentes também podem ser usados em aplicações automotivas, nos casos de janelas de veículos e em aplicações militares.

 

 


http://www.gresalegriadazonasul.com.br/

www.facebook.com/gresalegriadazonasul

 

 

 

 

 
 

 

 

Sidney Tartaruga ainda não publicou nenhuma notícia.


 

 

 

O Alegria da Zona Sul é uma organização da sociedade civil em caráter associativo, comunitário, carnavalesco e cultural. Fundado em 1992 por lideranças culturais moradoras das favelas Pavão, Pavãozinho e Cantagalo. Constituindo-se como o grande proponente das ações que aqui se desenvolvem. O território sobre as encostas íngremes do Maciço do Cantagalo, entre os bairros Ipanema, Copacabana e Lagoa, na zona sul da Cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Possui 12 hectares de área e um rico acervo de cultura e modos de vida. Tem um patrimônio construido de mais de 5300 imóveis conectados por um impressionante labirinto de becos e escadarias. Seu patrimônio natural reúne Mata Atlântica e vistas panorâmicas notáveis dentre as mais exuberantes paisagens da Cidade Maravilhosa.

A diretória é composta por mestres do samba, que exercem governança sobre um genuíno conhecimento das matrizes do carnaval carioca, pretende, perpetuar essa memória formando um grupo, entre artistas, músicos, lideranças comunitárias reconhecidas, radialistas, jornalistas, artesãos, fotógrafos e tias quituteiras na comunidade. Assumem o compromisso de longo prazo de trabalhar pela valorização da memória cultural coletiva e pela criação de uma visão de futuro transformadora das condições de vida na favela.

O Alegria da Zona Sul é a fusão de antigos blocos de enredo do carnaval do Rio de Janeiro, foi o pioneiro nos desfiles de Banho de Mar a Fantasia, no recreativismo de Albino Pinheiro na banda de Ipanema, possui grandes mestre Internacionalmente conhecidos como Bezerra da Silva, Aroldo Santos, Alcebides Fernandes, Manoel Dionisio, Carlinhos Dionisío, Patrick Carvalho e Nilson Visual, além de muitas participações em movimentos artísticos e da cultura. Participa também, de Redes relacionadas ao Samba, que tem como objetivo promover a conexão e a troca de experiências entre comunidades populares, movimentos sociais e instituições que atuam no campo da memória, patrimônio e cultura.

 

 

 

O GRES ALEGRIA DA ZONA SUL, tem por objetivo preservar a Identidade do samba em Cantagalo e Pavão-Pavãozinho, promovendo a conexão entre os moradores e a tradições do samba. Dissolvendo as fronteiras da cidade para eventos e em nossas oficinas, desejamos transformar essa comunidade num polo turístico e da cultura, a partir do Resgate da memória, valorização das tradições do Samba em comunidades; das origens culturais do Samba; da Cultura do Migrante Nordestino; da Cultura Negra; das Artes Visuais.

A proposta consiste na confecção de várias peças: fantasias, chapéus, adereços, cenografia, etc..que serão expostas e usadas em desfiles carnavalescos oficiais, eventos carnavalescos como: Blocos, concursos, festas a fantasia, eventos teatrais e espetáculos. A formação garantirá aos jovens e adultos a possibilidade de atuação em diferentes segmentos da indústria cultural, como confecção de cenários e figurinos para TV e teatro e produção de espetáculos. A inserção no mercado do carnaval, bem como inclinação para aperfeiçoamento das vocações. A participação na oficina de samba-enredo ainda ajuda no desempenho curricular do aluno em Lingua Portuguesa, Redação e Literatura; matérias do conteúdo escolar: A proposta é dar aos jovens o suporte necessário para o ingresso em um mercado promissor. Eles atuam nas fábricas do samba e formam uma nova categoria no mercado de trabalho

Emprego e Renda

Os recursos oriundos da venda das peças, será revertido para os próprios alunos, como forma de geração de emprego e renda. Trata-se de um projeto de economia criativa, já que o mesmo é realizado também com sustentabilidade, tendo em vista a reciclagem de fantasias e insumos. A expectativa é que com o decorrer dos trabalhos sejam implantados novos cursos ainda dentro do nicho carnavalesco: laminação e modelagem em fibra, vácuo forming e moldes (escultura), logística de barracão, maquiagem e bateria mirim.

FÁBRICA DE SAMBA
O projeto Fabrica do Samba do Alegria da Zona Sul, estrutura-se em três pilares de atuação: Oficinas de capacitação de Jovens e Adultos, Redes Eventos e Desfile, devendo alcançar, toda a extensão de seu território-sede. Foram mapeados 10 sub territórios de setores do samba e de suas vertentes, que se distinguem pelas suas memórias e cultura de povoamento. São muitas as responsabilidades até o alcance do Desfile e da missão de transformar nossa comunidade num monumento cultural carioca sobre os diversos setores do Carnaval, com geração de trabalho e renda. O Alegria da Zona Sul busca dispor de recursos para implementação dessa estrutura, mas ela já orienta a governança exercida pela atual diretoria.

Sustentabilidaade Alegria da Zona Sul

Em busca de uma carnaval sustentável o G.R.E.S Alegria da Zona Sul vem atraves desta benfeitoria afim de captar o maquinário Vacuum Forming, uma importante ferramenta para confecção de um desfile é a ferramenta. Além de otimizar  a produção de alegorias, fantasias e adereços, permite o atendimento para possíveis demandas e encomendas para o setor do carnaval.

Vacuum forming (formação a vácuo) ou ainda vacum forming e vacuforming, como também é conhecido, consiste num processo industrial de moldagem de plástico baseado no que se denomina termoforming. Neste processo uma folha de plástico é aquecida até ficar mole e com isso é puxada sobre um molde por um sistema de vácuo, tomando a sua forma desse, conforme mostra a figura 1. Nela, mostramos o aquecimento da folhade plástico (1), a sua colocação da folha de plástico sobre o molde (2) e a formação da peça com o formato do molde, pela ação do vácuo (3). Esta tecnologia é usada para a fabricação de pequenos objetos de plástico, assim como de embalagens, cones de alto-falantes e até grandes objetos como consoles, pára-choques e painéis. O plástico mais usado é o polistireno de alto impacto e os moldes tanto podem ser de madeira como de alumínio, podendo tomar os mais diversos formatos. Acrílico e outros materiais transparentes também podem ser usados em aplicações automotivas, nos casos de janelas de veículos e em aplicações militares.

 

 


http://www.gresalegriadazonasul.com.br/

www.facebook.com/gresalegriadazonasul

 

 

 

 

 
 

 

 

Sidney Tartaruga ainda não publicou nenhuma notícia.