Natura |

MATCHFUNDING NATURA CIDADES

Para cada R$ 1 arrecadado, a Natura investe mais R$ 1.
Conheça os projetos abaixo e faça parte!

Ativa Pedaço

Estúdio

"ATIVA PEDAÇO: táticas de ativação urbana" faz intervenção no Porto do Rio, e disponibiliza online guia prático com estratégias adotadas.

R$ 34.555 arrecadado
FINANCIADO

Horta Comunitária da General

Icaro Santos

A Horta Comunitária da General (Laranjeiras, RJ) depende da criação de um sistema de captação de água para crescer e alcançar mais pessoas.

R$ 22.444 arrecadado
FINANCIADO

Ninho de Livro

Satrápia

Queremos democratizar a leitura através da instalação de bibliotecas colaborativas em comunidades cariocas.

R$ 31.520 arrecadado
FINANCIADO

Vaga Viva Ciclo Orgânico

Vaga Viva

Uma Parada Carioca que vai mostrar, na prática, o ciclo de renovação dos recursos naturais

R$ 37.521 arrecadado
FINANCIADO

O Muro

INSTITUTO ARTE-EDUCAÇÃO

O MURO - obra interativa com exposição de fotos a ser instalada de modo definitivo em espaço público no Rio de Janeiro.

R$ 73.107 arrecadado
FINANCIADO

Sepetiba Que Me Encanta

Daniel Linhafina

Exposição Fotográfica Itinerante Sepetiba que me Encanta

R$ 1.622 arrecadado
NÃO FINANCIADO

Bem vindo ao Natura Cidades, canal de matchfunding para quem quer botar na rua intervenções urbanas que deixem o Rio de Janeiro mais belo e acolhedor.

Para cada real arrecadado para os projetos selecionados, a Natura coloca mais R$1. Veja o vídeo ao lado e...

 

CHAME

 

...



Natura

CHAMADA DE PROJETOS

Fase de envio de projetos

CURADORIA DE PROJETOS

Natura e Benfeitoria vão escolher de 3 a 10 projetos para entrar no Canal Natura Cidades

CONSULTORIA PARA PROJETOS

Cada projeto selecionado receberá uma consultoria especial na elaboração e acompanhamento da campanha de arrecadação.

CAMPANHAS DE MATCHFUNDING

Hora de mobilizar a rede para financiar seu projeto. Lembre-se: pra cada R$1,00 arrecadado, a Natura investe outro.

REALIZAÇÃO DOS PROJETOS

Cada projeto tem seu tempo, mas eles precisam ser implementados no 1 semestre de 2016.

Fruto de uma parceria entre Natura e Benfeitoria, o Canal de Matchfunding Natura Cidades é uma nova forma de fomento a projetos.

Mais inovador, colaborativo e ganha-ganha que um edital, o canal busca incentivar projetos de financiamento coletivo (crowdfunding) que ressignifiquem a relação das pessoas com as cidades ao torná-las mais bonitas e acolhedoras.

Com essa parceria, a Natura quer incentivar projetos que promovam a reconexão do indivíduo com a cidade. Ao incentivar projetos que estimulem as pessoas a ocuparem e interagirem com os espaços públicos, acreditamos dar mais um passo para construção de uma sociedade mais humana e para um futuro mais sustentável e harmonioso.

A Natura acredita que as cidades brasileiras têm muito a melhorar, e acreditamos que esta parceria com a Benfeitoria é uma das iniciativas que materializam nosso anseio de gerar impacto positivo. (saiba mais sobre a nossa Visão de sustentabilidade 2050http://www.natura.com.br/www/a-natura/sustentabilidade/).

Qualquer pessoa, coletivo ou instituição (com ou sem fins lucrativos) poderá enviar um projeto através do formulário online de inscrição do canal, disponível em http://www.benfeitoria.com/naturacidades. Os projetos recebidos serão curados pela Benfeitoria a partir dos critérios de seleção descritos no item 8 e aprovados com a Natura.

Os selecionados receberão uma consultoria especial da Benfeitoria para a elaboração e acompanhamento de sua campanha de arrecadação via financiamento coletivo (crowdfunding) e terão a verba arrecada (até 100% da sua meta) dobrada pela Natura, configurando o matchfunding.

Exemplo: se alguém contribuir com 100 reais para um projeto selecionado através do canal, a Natura coloca mais 100 reais e o apoiador do projeto ainda ganha a recompensa dobrada.

Nesta chamada estamos em busca de projetos de intervenção urbana que:

  1. Sejam implementados na cidade do Rio de Janeiro;
  2. Estimulem o uso e ocupação dos espaços públicos;
  3. Tornem a cidade mais bonita e acolhedora;
  4. Sejam viáveis e custem entre R$10mil a R$100mil* para implementar;
  5. Possam ser replicáveis, escaláveis e/ou outra forma de multiplicação futura do seu impacto, como, por exemplo, na disseminação do seu resultado através de um vídeo online viralizável;
  6. Sejam realizados por pessoas/grupos que tenham disponibilidade para preparar e mobilizar a campanha durante o período previsto (outubro a dezembro) e capacidade para implementar os projetos até o 1º semestre de 2016.

O custo do projeto mencionado no item 4 inclui as despesas de produção da campanha de arrecadação (recompensas, taxas financeiras e impostos, produção e divulgação do material de comunicação, mão de obra, etc).

A Natura disponibilizará no total R$100mil reais a serem distribuídos entre os projetos selecionados. Serão selecionados entre 3 a 10 projetos que desejem realizar campanhas de arrecadação no montante total (já incluindo o valor da Natura) de, no mínimo, R$10mil e, no máximo, R$100mil.

Ou seja: cada projeto poderá receber no máximo R$50mil e, no mínimo, R$5mil da Natura, como investimento que irá duplicar o montante arrecadado pelo coletivo. Como resultado, a distribuição do recurso irá variar de acordo com os tamanhos dos projetos inscritos e selecionados no canal.

Exemplo: poderão ser destinados R$10mil para 10 projetos que precisem de R$20mil no total (e arrecadem os outros R$10mil via crowdfunding) ou R$50mil para um de 100mil + R$10mil para 4 de R$20mil + R$5mil para 2 de R$10mil.

De 9/setembro – 12/outubro: envio de projetos 
De 11/outubro – 18/outubro: seleção dos projetos 
Dia 20/ outubro: divulgação dos selecionados na chamada primeira etapa 
Dia 20/ outubro – 10/novembro: preparação campanha de arrecadação dos projetos selecionados 
Dia 15/nov – 15/dez: campanha de arrecadação (matchfunding) 
Janeiro: assinatura contratos e repasse financeiro para os projetos 
Janeiro-Julho: realização dos projetos 

Alguns projetos podem, excepcionalmente, ter uma data de publicação e/ou período arrecadação diferente, desde que comecem a arrecadação ainda em dezembro.

Os projetos poderão ser enviados entre os dias 09/setembro e 12/outubro pelo formulário de inscrição disponível na URL do canal (www.benfeitoria.com/naturacidades), através do botão ENVIE SEU PROJETO.

Cada pessoa, coletivo ou instituição poderá enviar quantos projetos desejar, porém poderá ser contemplado somente em um deles.

No formulário de inscrição, há campos a serem preenchidos sobre o projeto (descrição, meta de arrecadação, orçamento resumido), sobre o proponente (histórico que mostre capacidade de realização) e sobre a campanha de arrecadação que se pretende fazer, caso sejam selecionados (ideais para recomensa e de ativação de rede). Há também a opção de envio de vídeo ou apresentações de suporte, mas não serão obrigatórios nesta fase.

Os proponentes poderão entrar em contato para esclarecimento de dúvidas, solicitações ou outras questões por meio e-mailnaturacidades@benfeitoria.com

Todas as dúvidas serão respondidas em até 48h úteis, exceto na última semana de envio de projetos, quando as respostas serão dadas em até 24h úteis.

Nos últimos 2 dias, disponibilizaremos também um número de whatsapp para respostas mais ágeis, por texto ou voz. Este número só será divulgado na ocasião.

O Atendimento aos projetos selecionados será feito pessoalmente e por telefone, conforme necessidade.

Todos os projetos recebidos serão analisados pela equipe da Benfeitoria, considerando os critérios abaixo. Os 20 melhores serão apresentados para a Natura, que elegerá, a seu livre critério, de 3 a 10 projetos a serem contemplados pelo programa.

Pré requisito eliminatório: adequação ao perfil de projetos do canal. 

Critérios Peso 3:

- Potencial de influenciar mudança de comportamento: projetos que, além de gerar impacto pontual, promovam mudanças mais perenes na forma como as pessoas se relacionam com os espaços públicos.

- Viabilidade de execução: projetos cuja implementação seja viável no primeiro semestre de 2016, ainda que em uma versão de teste/protótipo. É fundamental que o proponente se assegure que sua proposta é viável tanto do ponto de vista técnico, como financeiro e legal.

Critérios Peso 2:

- Número de pessoas impactadas pelo projeto: projetos que possam impactar um número relevante de pessoas, seja diretamente, através da interação física com o projeto na cidade, ou indiretamente, através da reverberação da sua proposta online ou outra forma de disseminação. Importante deixar claro no formulário se o impacto estimado é direto e/ou indireto.

- Inovação da proposta: projetos que proponham qualquer tipo de inovação, tecnológica e/ou social. O importante é que se apresente algo novo, original, criativo e/ou diferente do comum, e que traga impacto efetivo na mudança da relação das pessoas com o espaço público.

Critérios Peso 1:

- Atributos de inclusão/acessibilidade: Projetos que facilitem acesso à sua experiência e/ou conteúdo por meio de preço, localização e/ou outra forma de inclusão dos diferentes públicos.

- Sustentabilidade proposta: projetos que possam ser sustentáveis financeiramente e ambientalmente ao longo do tempo.

- Relação custo-beneficio: Avaliação do desempenho nos demais critérios e escopo da proposta em relação ao valor apresentado.

No time da Benfeitoria, a equipe responsável pela curadoria dos projetos é composta pelos cofundadores Tatiana Leite e Murilo Farah; pelo gestor de redes e coordenador do projeto Rio+, Téo Benjamin e pela consultora de projetos de crowdfunding, Larissa Novais.

A Natura selecionará os projetos mais alinhados com o propósito do Natura Cidades a partir da pré-seleção dos curadores, que respeitará os critérios descritos acima.

Nesta fase, os projetos eleitos que aceitarem e assinarem os termos de compromisso do canal irão receber uma consultoria especial para elaboração e acompanhamento da sua campanha de arrecadação, no qual a Benfeitoria irá: (1) esclarecer as dúvidas sobre a dinâmica de crowdfunding e o funcionamento da Benfeitoria, (2) alinhar a expectativa sobre as reais demandas para a realização de um projeto de crowdfunding, dado os pilares de sucesso de um projeto, (3) conhecer melhor os realizadores em questão, os ajudando a pensar no envelopamento conceitual da proposta, na elaboração do mix das recompensas oferecidas, na sua estratégia de alcance de rede, na definição de metas e nos demais detalhamentos da proposta para aumentar as chances de sucesso de arrecadação e realização do projeto (4) orientar projetistas na elaboração dos materiais de campanha (vídeo, texto, imagens) e sobre os processos de comunicação com os colaboradores e de resgate financeiro e (5) publicar os projetos na plataforma no dia 15 de novembro – salvo exceções pré acordadas entre realizadores de projeto e Natura.

Nesta fase, os projetos selecionados terão suas campanhas de arrecadação publicadas no Canal de matchfunding Natura Cidades, através do qual as pessoas poderão conhecer, colaborar, comentar e divulgar a proposta.

As contribuições poderão ser feitas via cartão de crédito nacional e internacional, boleto bancário ou débito em conta. Todos colaboradores terão direito a uma recompensa especial, que varia de acordo com o valor do apoio. Não haverá nenhuma divulgação ou publicidade das contribuições realizadas por Pessoas Jurídicas.

O valor mínimo de colaboração na plataforma é de R$10. Para cada R$1 arrecadado pela plataforma até os 100% da meta solicitada, o status do projeto mostrará R$2 captados – deixando claro que metade da verba vem da Natura e metade do coletivo. Os benfeitores também são beneficiados nesse processo, pois ao colaborarem com um valor, ganham 2x sua recompensa (ou a recompensa do valor dobrado).

O benefício do matchfunding e da recompensa dobrada para o colaborador só ocorre até o projeto alcançar sua meta. Colaborações que extrapolem a meta funcionarão como uma campanha de crowdfunding normal, sem nenhuma contrapartida da Natura ao projeto e sem dobrar a recompensa do colaborador – o que é mais um estímulo para colaborações antecipadas.

Caso a meta de algum projeto publicado não seja alcançada, a Benfeitoria fará o estorno de todas as colaborações feitas através da plataforma e a Natura poderá usar a verba que seria do matchfunding desse(s) projeto(s) para financiar uma nova leva de projetos de matchfunding ou para potencializar/premiar um ou mais projetos que tiveram sucesso, a seu livre critério.

Nesta fase, a Benfeitoria fará o repasse de todo valor arrecadado através da plataforma pelos projetos bem sucedidos (que alcancem a meta de arrecadação) para CADA proponente do projeto, descontando o valor das taxas cobradas pela integradora financeira (aproximadamente 5%, dependendo das formas de pagamento usadas).

O repasse será feito mediante a assinatura de contrato de patrocínio entre o proponente do projeto e a Natura, em que serão estabelecidas responsabilidades sobre a execução do projeto e contrapartidas de marca para a natura. A Natura disponibilizará um pré-contrato para assinar com os projetos como termo de compromisso antes da campanha de arrecadação.

O benfeitoria participará de todos contratos como interveniente, garantindo o repasse arrecadado na plataforma. o repasse do valor do matchfunding será feito diretamente pela Natura para o realizador do projeto.

Depois do repasse financeiro, a implementação do projeto, a comunicação com os colaboradores e a entrega das recompensas são de responsabilidade exclusiva do realizador, que assinará um CONTRATO referente a todas suas obrigações com Natura.

Os contratos isentarão Benfeitoria e Natura de qualquer responsabilidade sobre a execução do projeto, cabendo apenas a parte do repasse financeiro. O termo também irá assegurar ao realizador do projeto todos e quaisquer direitos sobre seu projeto, cabendo à Benfeitoria e Natura apenas as contrapartidas de sessão de imagem e visibilidade da marca nos projeto, entre outras parceiras e/ou condições a serem acordadas diretamente com os projetos.

A prestação de contas do realizador poderá ser feita através de fotos, vídeos ou outras formas de registro que comprovem a realização do projeto.

Nem Benfeitoria nem Natura se responsabilizam pelo modo de utilização dos recursos, pela efetivação do projeto e pela entrega das recompensas, por sua veracidade ou por sua qualidade. ESTAS SÃO DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS PROPONENTES.

O Canal de matchfunding em questão é uma iniciativa de fomento ao empreendedorismo urbano e à economia colaborativa, que tem como valor base a confiança e a transparência.

Não haverá nenhuma auditoria formal, apenas a cobrança de status digitais da implementação do projeto e dos demais termos contratuais. Ainda assim, como a realização do projeto é um compromisso assumido pelo realizador do projeto com o coletivo e com a Natura, através de contrato, em caso de não realização por motivos de força maior, o valor arrecadado deverá ser devolvido para a Natura e todos os apoiadores do projeto.