Projeto Noke Kuin |

Projeto Noke Kuin

Financiamento dos projetos de construção da Kupichawa (espaço sagrado) e tanque de peixes.

Projeto por: Mauro André Katikuna
R$ 12.720,00
arrecadado
meta R$ 10.000,00

97 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Mauro André Katikuna

Mauro André Katikuna
R$ 10
Mensagem de agradecimento
30 benfeitores apoiando
R$ 20
Mensagem de agradecimento
31 benfeitores apoiando
R$ 50
Foto e mensagem de agradecimento
15 benfeitores apoiando
R$ 100
Patricipação em uma cerimônia online de
8 benfeitores apoiando
R$ 300 + FRETE
Pulseira Noke Kuin
5 benfeitores apoiando
Pulseira feita artesanalmente pela tribo Noke Kuin.
R$ 500 + FRETE
Colar Noke Kuin
3 benfeitores apoiando
Colar produzido artesanalmente pela tribo Noke Kuin.
R$ 1.000
Um convite para uma cerimônia Noke Kuin
2 benfeitores apoiando

7 disponíveis.

Haux Haux, irmãos!

 

Há vários anos, o povo indígena Noke Kuin, do município de Cruzeiro do Sul, no Acre, vem enfrentando muitas dificuldades para preservar o seu modo de viver e tradições ancestrais. Por conta da caça, do desmatamento e do garimpo ilegais na Floresta Amazônica, os animais nativos que antes serviam de alimento ao povo da aldeia estão cada vez mais escassos. O rio que banhava a região secou, e a falta de água é um problema constante.

Sem receber nenhum tipo de auxílio do Estado, o povo Noke Kuin, que hoje reúne mais de 3 mil pessoas, luta para sobreviver, e a pandemia do coronavírus tornou o desafio ainda maior. Suas necessidades atuais são muitas, como alimentos, roupas, material escolar, remédios, combustível, comunicação, e várias outras.

Por isso, para ajudar a fortalecer a alimentação da aldeia e para contribuir na geração de renda para a população, o povo Noke Kuin está planejando construir um tanque de peixes, seis casas pequenas e uma casa sagrada (Kupichawa), para que possam receber visitantes e compartilhar suas cerimônias e medicinas, cujo objetivo maior é a cura física, mental e espiritual do ser humano.

Ao doar para este projeto, você estará ajudando a garantir a sobrevivência e a preservar a cultura e as tradições de um povo ancestral do nosso país, que tem como missão de vida proteger a Floresta Amazônica e todo o bem que ela oferece à humanidade. Vamos construir isso juntos?

Estão todos convidados a visitar a aldeia Noke Kuin, e aqueles que contribuírem com valores mais altos terão descontos nas festividades, dietas e cerimônias sagradas, para as quais será feito um calendário a ser divulgado.

Aqui estão os custos iniciais das obras:

Custos do madeiramento: R$2.500,00

Custo do telhado: R$3.000,00

Custos de ferragens: R$2.000,00

Custos da mão de obra: R$3.500,00

Custos do tanque de peixes: R$4.000,00

Total inicial: R$15.000,00

 

Gratidão a todos!

----------------------

HAUX: palavra sagrada dita pelos TXAI (índios), principalmente para iniciar e fechar os seus rituais medicinais; tem como significado primário "que venha a cura".

TXAI: significa, na língua do povo Noke Kuin, “mais que amigo, mais que irmão, a metade de mim que habita em você, a metade de você que habita em mim".

Mauro André Katikuna ainda não publicou nenhuma notícia.

Haux Haux, irmãos!

 

Há vários anos, o povo indígena Noke Kuin, do município de Cruzeiro do Sul, no Acre, vem enfrentando muitas dificuldades para preservar o seu modo de viver e tradições ancestrais. Por conta da caça, do desmatamento e do garimpo ilegais na Floresta Amazônica, os animais nativos que antes serviam de alimento ao povo da aldeia estão cada vez mais escassos. O rio que banhava a região secou, e a falta de água é um problema constante.

Sem receber nenhum tipo de auxílio do Estado, o povo Noke Kuin, que hoje reúne mais de 3 mil pessoas, luta para sobreviver, e a pandemia do coronavírus tornou o desafio ainda maior. Suas necessidades atuais são muitas, como alimentos, roupas, material escolar, remédios, combustível, comunicação, e várias outras.

Por isso, para ajudar a fortalecer a alimentação da aldeia e para contribuir na geração de renda para a população, o povo Noke Kuin está planejando construir um tanque de peixes, seis casas pequenas e uma casa sagrada (Kupichawa), para que possam receber visitantes e compartilhar suas cerimônias e medicinas, cujo objetivo maior é a cura física, mental e espiritual do ser humano.

Ao doar para este projeto, você estará ajudando a garantir a sobrevivência e a preservar a cultura e as tradições de um povo ancestral do nosso país, que tem como missão de vida proteger a Floresta Amazônica e todo o bem que ela oferece à humanidade. Vamos construir isso juntos?

Estão todos convidados a visitar a aldeia Noke Kuin, e aqueles que contribuírem com valores mais altos terão descontos nas festividades, dietas e cerimônias sagradas, para as quais será feito um calendário a ser divulgado.

Aqui estão os custos iniciais das obras:

Custos do madeiramento: R$2.500,00

Custo do telhado: R$3.000,00

Custos de ferragens: R$2.000,00

Custos da mão de obra: R$3.500,00

Custos do tanque de peixes: R$4.000,00

Total inicial: R$15.000,00

 

Gratidão a todos!

----------------------

HAUX: palavra sagrada dita pelos TXAI (índios), principalmente para iniciar e fechar os seus rituais medicinais; tem como significado primário "que venha a cura".

TXAI: significa, na língua do povo Noke Kuin, “mais que amigo, mais que irmão, a metade de mim que habita em você, a metade de você que habita em mim".

Mauro André Katikuna ainda não publicou nenhuma notícia.