Abissais |

Abissais

Abissais é um livro concebido pela necessidade de abordar o puerpério através de uma linguagem metafórica, sensível e poética.

Projeto por: PauLa Salvatore Condini
R$ 19.981,00
arrecadado
meta R$ 19.148,00

176 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

PauLa Salvatore Condini

PauLa Salvatore Condini

R$ 20
Agradecimento Abissal
10 benfeitores apoiando
Agradecimento sincero e público em página que acompanha o Livro + agradecimento em redes sociais.

9 disponíveis.
R$ 40
Agradecimento Abissal Selado
32 benfeitores apoiando
Agradecimento sincero e público em página que acompanha o Livro + agradecimento em redes sociais + Conjunto de 8 selos* auto-adesivos com desenhos abissais. * Tamanho aproximado 3 x 4 cm. **Se você reside em São Paulo pode optar por retirar sua recompensa no dia do lançamento do livro.

8 disponíveis.
R$ 65
Recompensa Entre Marés
58 benfeitores apoiando
Agradecimento sincero e público em página que acompanha o Livro + agradecimento em redes sociais + Conjunto de 8 selos* auto-adesivos com desenhos abissais + 1 exemplar do livro. * Tamanho aproximado 3 x 4 cm. ** Se você reside em São Paulo pode optar por retirar sua recompensa no dia do lançamento do livro.

indisponível.
R$ 95
Recompensa Nerítica
28 benfeitores apoiando
Agradecimento sincero e público em página que acompanha o Livro + agradecimento em redes sociais + 1 Print tamanho A5* com desenho abissal + 1 exemplar do livro. * Tamanho aproximado 10 x 15 cm. ** Se você reside em São Paulo pode optar por retirar sua recompensa no dia do lançamento do livro.

indisponível.
R$ 150
Recompensa Oceânica Batial
35 benfeitores apoiando
Agradecimento sincero e público em página que acompanha o Livro + agradecimento em redes sociais + 1 Print tamanho A4* com desenho abissal + 1 exemplar do livro. * Tamanho aproximado 21 x 29 cm, podendo haver variações. **Se você reside em São Paulo pode optar por retirar sua recompensa no dia do lançamento do livro.

15 disponíveis.
R$ 250
Recompensa Abissal
9 benfeitores apoiando
Agradecimento sincero e público em página que acompanha o Livro + agradecimento em redes sociais + 1 desenho abissal versão original* (Nanquim e Aquarela s/ papel manteiga) tamanho A4** + 1 exemplar do livro. * Versão original que não compoe o livro. ** Tamanho aproximado 21 x 29 cm, podendo haver variações. *** Se você reside em São Paulo pode optar por retirar sua recompensa no dia do lançamento do livro.

6 disponíveis.
R$ 320
Recompensa Abissal (Ida e Volta)
4 benfeitores apoiando
Agradecimento sincero e público em página que acompanha o Livro + agradecimento em redes sociais + Conjunto de 8 selos* auto-adesivos com desenhos abissais + 1 desenho abissal original** (Nanquim e Aquarela s/ papel manteiga) tamanho A4*** + 1 exemplar do livro. * Tamanho aproximado 3 x 4 cm. ** Original que compoe o livro. *** Tamanho aproximado 21 x 29 cm, podendo haver variações. **** Se você reside em São Paulo pode optar por retirar sua recompensa no dia do lançamento do livro.

10 disponíveis.
R$ 500
Generosidade Abissal
5 benfeitores apoiando
Agradecimento sincero e público em página que acompanha o Livro + agradecimento em redes sociais + Conjunto de 8 selos* auto-adesivos com desenhos abissais + 1 desenho abissal original** (Nanquim e Aquarela s/ papel manteiga) tamanho A4*** + Moldura de Madeira Padrão Tamanho A4+ Oficina de Artes Abissal com Paula e Roni**** + 1 exemplar do livro. * Tamanho aproximado 3 x 4 cm. ** Original que compoe o livro. *** Tamanho aproximado 21 x 29 cm, podendo haver variações. **** Válido para 2 pessoas em dia e horário a confirmar. Incluso lanchinho. Local: Estúdio do Morro. São Paulo. *****Se você reside em São Paulo pode optar por retirar sua recompensa no dia do lançamento do livro.

indisponível.

Abissais é um projeto realizado com a colaboração de mulheres-mães, artistas e poetas. Por meio do financiamento pretende-se angariar recursos para a impressão de 200 exemplares de um livro de artista primando por sua concepção estética, composto por 22 desenhos e textos. É através destas linguagens e iluminando experiências pessoais que este trabalho deseja propor uma reflexão coletiva, sobre esse evento da maternidade que se apresenta de maneira tão particular para cada mulher.

Em 2014 Abissais foi concebido e passou a ser gestado em um ritmo muito próprio ou aquele que era possível. [Um ritmo de Salamandra Alpina]*. Foi a partir dos desenhos (52 no total) que surgiram os convites para que outras mulheres-mães escrevessem de forma testemunhal sobre as experiências que vinham atravessando: Adelita Ahmad, Tania Possani e Tatiana Heid emprestam as palavras para essas imagens.                                                         

Nesse percurso entendi que o projeto extrapolava a dimensão pessoal, e incentivada por esse coletivo de pessoas, e principalmente por esse grupo de mulheres-mães que buscavam uma reorganização existencial, abracei o modelo de financiamento colaborativo para fazer Abissais nascer. Temos um projeto de livro pronto, queremos que ele venha para o mundo.

                                                                             

O financiamento será integralmente revertido para a execução desse trabalho que está organizado e foi realizado pelo desejo de ritualizar um processo determinante em nossas vidas, minha e de tantas parceiras de jornada, que participaram dividindo, refletindo, apoiando, escrevendo e organizando esses conteúdos.

Custos e Recompensas

Em nossa meta financeira o valor mais expressivo está destinado ao custo da gráfica. O projeto gráfico é bastante cuidadoso, utilizando suportes distintos para sustentar o conceito do trabalho. Serão confeccionados 200 exemplares do livro. O orçamento está pronto e a gráfica aguardando o sinal positivo para começar a trabalhar. Nossa segunda meta é pagar o projeto gráfico e a organização do livro que foi realizado pela designer Maria Carolina Sampaio, também mulher-mãe e parceira dessa história. Neste valor ainda está incluído custos de produção e entrega de recompensas destinadas aos nossos benfeitores. Se tudo sair como planejado e alcançarmos a quantia almejada, teremos uma pequena celebração de nascimento/lançamento desse filho tão desejado. Por fim, os custos da plataforma que hospeda esse projeto.

                                                                  

                                         

As imagens que ilustram nossa página são de desenhos não selecionados para a edição final do livro. Foi difícil abrir mão deles, ao mesmo tempo que está sendo incrível dar vida a esses trabalhos criando a identidade do projeto online. Nossas recompensas também serão produzidas com esses desenhos, além daqueles que estão no projeto finalizado.

                                                                                                                                   

Desejo que Abissais toque seu coração não só como materialização de nossa jornada, mas acima de tudo como resultado de um bom trabalho. Se você quer colaborar para que ele venha a luz, apoie nossa campanha e compartilhe nossa página com sua rede de amigos e com aqueles que você acredita, possam se interessar por essa história. A quem chegou até aqui saibam, estou muito agradecida.

 

[*Conheça a história da Salamandra Alpina na nossa página do facebook.]

Mantenha-se Informadx:

www.benfeitoria.com.br/abissais

www.facebook.com/umlivroquernascer/

http://polee33.wixsite.com/paulacondini

 

 

 

Prestação de Contas

Em: 20/02/2018 18:17

Valor da Meta de Campanha: R$ 19.148,00

Orçamento inicial:

• Gráfica: R$ 11.185,00

• Projeto Gráfico: R$ 3.000,00

• Recompensas: R$ 1.200,00

• Lançamento: R$ 1.000,00

• Plataforma e Taxas Administrativas: 11% • Margem de segurança: 5%

 

Valor total arrecadado: R$ 19.981,00

Valores ajustados:

• Gráfica: R$ 11.310,00

• Projeto Gráfico: R$ 5.000,00

• Recompensas: R$ 1.703,32

• Lançamento: R$ 346,54 *

(Alguns custos não computados neste valor foram oferecidos por Roni Hirsch <3)

• Tarifas Bancárias: R$ 86,50

• Plataforma e Taxas administrativas: R$ 11% • Margem de segurança R$ 5%


Lançamento

Em: 20/02/2018 17:40

 

No dia 16 de dezembro de 2017 Abissais foi entregue e apresentado ao público, em um pequeno grandioso evento, realizado a convite da artista e ilustradora Juliana Russo, na Sala Aberta em São Paulo.

Agradeço mais uma vez a presença e a energia de todxs amigues presentes. <3. Foi muito emocionante e importante concluir esse ciclo cercada de tanto bem querer.


Agradecimento Sincero e Público*

Em: 16/12/2017 01:03

Promover um financiamento coletivo é também constituir um mapeamento afetivo de uma ação.

Isso porque a cada contribuição efetuada, um pequeno apanhado de imagens mentais surge, criando uma película que resgata a história, a construção de cada relação estabelecida, com cada pessoa representada por aquele nome que surge na tela..

Me remeteu muito a Galeano e seu adorável Livro dos Abraços: “Recordar, Do Latim,  Re-Cordis, tornar a passar pelo coração.”

E assim pude com esse movimento, com seu gesto, e com essa trajetória, reconstituir o encadeamento de fatos que nos costura, resgatando emocionalmente nossa experiência conjunta.

Evidentemente pude materializar um projeto que habitou meu imaginário e minha vida, pelos últimos anos, permitindo lança-lo ao mundo, e me libertando agora, para novas percepções, voos, desejos e construções.

Agradeço imensamente pela presença de vocês, e por aquilo que o levou a realizar esse apoio.

Como bem disse um artista, professor e amigo, “é preciso pontuar que aqui contém resistência: as pessoas precisam acreditar que existem outras formas de relações de trabalho. É possível viver de uma forma diferente.”

Agradeço também pela paciência. Pela vibração e tudo de bom que se originou disso.

Sem vocês Abissais não estaria na superfície..

Esse livro foi impresso com a graça da colaboração de 180 benfeitores, aqui relacionados por ordem de aparição:

 

 

  1. Pila Zucca
  1. Roberto Rozenberg
  1. Savia Emrich
  1. Tania Possani
  1. Roni Hirsch
  1. Roberta Massaglia
  1. Tatiana Buitoni
  1. Joana Figueiredo
  1. Sergio Wajsros
  1.  Marimile Leite Neuhaus
  1.  Vilu de O. Salvatore
  1.  Alice Coutinho
  1.  Carla Scala Otta
  1.  Leticia Balducci Borges
  1.  Marina Reis
  1.  Renata Druck
  1.  Eduardo Duprat
  1.  Eduardo Wexler
  1.  Patricia Liberman
  1.  Letícia M. Schulze
  1.  Carolina T. Meirelles
 
  1.  Luciana Gobbo
  1.  Paulo Ernesto Condini
  1.  Mariana Bernd
  1.  Apoena Gurgel
  1.  Barbara Soalheiro
  1.  Lia Marques
  1.  Nana Kondo
  1.  Camila Michelin
  1.  Juliana Russo
  1.  Renato Lima
  1.  Telma Saukas Dos Reis
  1.  Sylvia N. F. Fortes
  1.  Jeronymo Carvalho
  1. Franco De Godoy Sciarra
  1.  Tatiana Filinto
  1.  Cristina Rocha Dias
  1.  Juliana Cristina Leandro
  1.  Juliana Cordaro
  1.  Lela Beltrão
  1.  Clara Azevedo
  1.  Didiana Prata
  1.  Flavia Blay Levisky
  1.  Maria Augusta B. Barata
  1.  Darci Regina Assenço
  1.  Julieta Bacchin
  1.  Christiane Teixeira
  1.  Mariana Fresnot
  1.  Nelson Hirata
  1.  Tarsila M. S. Tronca
  1.  Valentina Fraiz
  1.  Andrea Borges
  1.  Alessandra Nunes
  1.  Vladimir B. Dietrichkeit
  1.  Stefania Dzwigalska
  1.  Ana Paula Dugaich
  1.  Bia Toledo
  1.  Emiliano Xavier
  1.  Paula Dib
  1.  Leticia Oliveira Mello
  1.  Guta Albers
  1.  Joana Elkis
  1.  Nadia Naomi Oshima
  1.  Paula Bessa
  1.  Marina Sapienza
  1.  Camila Masiero e Edwartt    Lopes
  1.  Davi Lima
  1.  Paula V. Gartenkraut
  1.  Fabiana Lara
  1.  Ligia Rocha Rodrigues
  1.  Juliana Ayres Taioli
  1.  Fernanda Galinski Lion
  1.  Tatiana Tardioli
  1.  Christina Zeppini
  1.  Carolina Lacreta
  1.  Lígia Nogueira
  1.  Irene Quintáns
  1.  Talita Pryngler Trunkl
 
  1.  Fabio Guedes
  1.  Arthur Hirsch
  1.  Marko Brajovic
  1.  Carla Tennenbaum
  1.  Vera Haddad Grazinoli
  1.  Tiago B. Vasconcellos
  1.  Cynthia Gyuru
  1.  Denise Guilherme
  1.  Rita Monte
  1.  Renato de Almeida Lins
  1.  Renata Udler Cromberg
  1.  Carol Pasquali
  1.  Giovana Grigolin
  1.  Mariana F. Machado
  1.  Anna Christina Castilho
  1.  Fernanda C Salvatore
  1.  Vanessa G Sekula
  1.  Ana Paula M Fernandes
  1.  Angela Xu Barbarulo
  1.  Vitor Araújo
  1.  Ana Maria Alvarez Melo
  1. Alceu C. Nunes
  1. Ana Luísa Rodrigues
  1. Cássia Janeiro
  1. David Michelsohn
  1. Isabel Nabuco
  1. Micheline Alves
  1. Mariana Telles Silveira
  1. Luanda Vannuchi
  1. Annamaria da Fonseca
  1. Patricia Zucca
  1. Juliana O. Breschigliari
  1. Bruno Vaks
  1. Anahí Asa
  1. Carla de Oliveira. Azzi
  1. Clara Izabela
  1. Fernando Amiky Assad
  1. Amanda R. Alves
  1. Renata Mendes
  1. DaniEla Ela
  1. Fabiana T. Zurita
  1. Marcio Valle
 
  1. Renata Atilano
  1. Ana Beatriz Coutinho
  1. Cynthia Falabella
  1. Adriana Chamma
  1. Ricardo Martins Valle
  1. Viviane O. B. Malta
  1. Julia Young
  1. Renata da C. V. Rödel
  1. Ligia Bruni Queiroz
  1. Maria Julieta Nogueira
  1. Wolfgang W. Schulze
  1. Luciana Rodrigues
  1. Lynn Plambeck
  1. Rubens Schubsky
  1. Juliana Piñero Labraña
  1. Julia Leonforte
  1. Ines Mindlin Lafer
  1. Oscar Hirsch
  1. Darci Regina Assenço
  1. Ana Beatriz Vianna
  1. Silke Bell
 
  1. Elizabeth Slamek
  1. Laura Brasileiro
  1. Camila Andrietta
  1. Flavia Morizono
  1. Tom Butcher Cury
  1. Daniela Almeida Prado
  1. Carolina Lopes
  1. Paula Carvalho
  1. Letícia L. Lemos
  1. Fe Lopes
  1. Aagua Audiovisual
 
  1. Maria Mazzucchelli
  1. Maíra Acayaba
  1. Elisa Friedmann
  1. Paula Mouzinho
  1. Sofia B. de Almeida
  1. Maria Silvia Zeppini
  1. Ilana Tzirulnik
  1. Moira Toledo
  1. Adriana Galindo
  1. Myriam G. Kahan
  1. Graziella Mattar
  1. Marcelo Maia
  2. Zé Spaniol
  1. Camila Condini
  1. Maria Hermana Veloso
  1. Julia Alves
  1. Flora Bitancourt
 
  1. Kinha Del Mar
 
  1. Andrea Magnanelli
  1. Helena Martins-Costa
 
  1. João Queiroz
  1. Mariana Castro
  1. Sandra Jeha
  1. Juan Pablo Rosenberg
  1. Mariane Montana
     
  1. Lila Flores Seixas
  2. Celeste Araki
  3. Maria Alice Zeppini

 

       

 

 

 

 

* Este pequeno texto compõe o conjunto de recompensas da campanha de financiamento coletivo de Abissais.

 

 

 


Cartografia

Em: 16/12/2017 00:58



Um Convite

Em: 11/12/2017 19:05

 


Salve Esta Data!

Em: 04/12/2017 14:42



Atualizando

Em: 21/11/2017 23:21

Mensagem aos colaboradores de Abissais: hoje finalizamos o arquivo que segue para a gráfica, com os ajustes realizados após a primeira prova de cores. Acredito e desejo que até o final dessa semana teremos uma nova prova e se tudo ok, um arquivo aprovado para impressão. Falta pouco.



Atualização 30 de Outubro.

Em: 30/10/2017 23:29

Gostaria de informar aos colaboradores que estamos aguardando a transferência de valores para dar início a impressão do livro e parte das recompensas.

Enquanto isso, alguns arquivos estão sendo preparados e outros finalizados para entrar na gráfica. Algumas partes das recompensas estão adiantadas e já sendo preparadas.

Atualizarei posteriormente a página do facebook e aqui em novas notícias com registros fotográficos.

Estamos chegando! *** Um livro vai nascer *** Obrigada!


Agradecimento em Pílulas.

Em: 17/10/2017 20:14

Se você está lendo esse arquivo é porque Abissais alcançou 100% da Meta]
 


 

Já fiz mil ensaios mentais para organizar esse agradecimento.

Mas não só para agradecer. Compartilhar essa experiência com vocês.

Me sinto bastante a vontade para falar de forma honesta e sincera uma vez que 95% dos apoiadores dessa história toda são meus amigos e familiares. Os outros 5% são amigos dos amigos, ou mulheres que estão unidas a mim por essa experiência da qual se origina Abissais.

Existe uma preparação para lançar-se a uma campanha como essa. Pesquisa, estudo, orientações da Yasmin, a tutora do Benfeitoria que acompanhou Abissais desde que submeti ele a plataforma. Dicas de amigos que já haviam passado por essa experiência também foram importantes. Eu sabia que precisaria ser aplicada para que a coisa desse certo. “Coisa de 4 horas por dia”, me disse alguém.  “Você não está pedindo nada”, outra pessoa falou.. ‘Não é doação’.. “Todos ganham”...

A verdade é que no início, no primeiro dia que a campanha estava no ar, quase tive uma crise de ansiedade. Era um misto de alegria e medo, ansiedade cavalar, adrenalina e pânico. Mas finalmente tinha ido até o fim...

Quando você espera 3 anos para realizar um projeto parece tempo demais. Um projeto que estava reformado para caber na categoria de algo possível. Porque mesmo com todos esses ajustes eu sabia que estava pleiteando bastante dinheiro em um comparativo com outros projetos, de pessoas solenemente desconhecidas como eu. 

Também havia dúvidas se esse assunto era de interesse coletivo, que fosse além da grande rede de mulheres que chegaram na minha vida por obra e graça do nascimento dos meus filhos.

Pois muito bem: para além de viabilizar um projeto delicado e importante, eu aprendi um bocado sobre outras coisas.

Eu passei por cima do meu pudor e constrangimento para lembrar as pessoas que eu estava nessa batalha. E foi um momento glorioso quando internalizei que não estava pedindo nada.. Mas como na vida tudo passa, esse momento também passou e então comecei a sentir que estava obrigando as pessoas a comprarem algo que eu não sabia se elas queriam realmente (estou sorrindo).. Já no final da campanha estava me sentindo insuportável, mas superei quando senti que tinha um bando de amigues vibrando comigo com cada % a mais.

Enfim, são muito poucas as pessoas que sabem o quanto é difícil para mim pedir ajuda..  Sempre tive dificuldade de pedir ajuda porque historicamente ela não chegava, assim deixei de correr o risco de esperar por algo que nunca viria. Essa experiência me fez pedir ajuda quase todos os dias por 60 dias seguidos. E olha só.. Ela está aqui.

Eu trabalhei até mais do que 4 horas na campanha. A verdade é que foi muito difícil manter o foco em outros projetos e outros assuntos.. Eu me senti exausta no final.  Eu já vinha de um lugar de muito desgaste físico e emocional, assim sendo, eu me senti esgotada a ponto de ficar tudo muito confuso na minha cabeça complexa.

Yasmin, dizia que a equipe precisava dividir metas e o trabalho. Mas a equipe era eu, e um punhadinho de gente que gastou energia junto comigo na tentativa de engajar possíveis colaboradores.

Havia uma rede muito grande de mulheres mães que eu imaginava que abraçariam esse projeto como se fosse um filho parido por cada uma delas. Mas eu entendi que a rede muito grande são de pessoas que torcem por mim, mulheres, mães ou não, e homens, pais ou não. Esse filho é de todos vocês, e já não consigo escrever isso sem encher os olhos d’água... A rede não é divisível em categorias.  A única categoria que consegui observar nesse movimento é mesmo a do bem querer.. Menos ‘ciência’ e mais coração mesmo. Menos militância e mais alegria de ver alguém de quem se gosta pular no mundo e abraçar um objetivo.

Pode entrar nessa conta o tempo que demorei para abandonar os monstros de quando se é jovenzita e nunca boa o suficiente. Apanhei deveras na minha faculdade de artes e demorei um bocado de tempo para retomar o exercício de desenhar.. Só voltei a produzir em 2005, cinco após me formar. E desde 2014 eu venho nesse processo de desengavetar meu trabalho. Olhaí mundo, é assim que eu desenho agora, porque já foi de outro jeito e sabe-se lá como será daqui em diante... Ufa.

Só isso já seria uma coisa muito gigantesca. Mas não. Eu consegui fazer com que 171 pessoas se unissem a mim nesse movimento e financiassem esse projeto. Sim. Por hora, 171 pessoas. É um bocado de gente. Quem poderia imaginar?

Eu gostaria de agradecer minha rede primária, aquela que nos primeiros dias contribuíram para esse projeto. Para que a rede secundária chegasse como disse minha tutora: num restaurante cheio. Eu intimei: ‘precisa ser agora’. E foi.. Sem palavras.

Eu gostaria muito de agradecer aquelas pessoas que não puderam contribuir financeiramente, mas que compartilharam a página do projeto várias vezes, além daquele incentivo emocional..

Eu gostaria de agradecer aquelas pessoas que colaboraram financeiramente e que ainda trouxeram outros colaboradores.

Eu gostaria de agradecer aquelas pessoas que me mandaram mensagens privadas para pensar junto, para dizer algo positivo, para contar junto comigo e vibrar e torcer.

Eu gostaria de agradecer cada texto incrível que foi escrito por ocasião de compartilhar a campanha de Abissais ou por ocasião de classificar a página de Abissais no facebook. Eu só consigo pensar que esse projeto é ainda muito maior do que essas 64 páginas que o compõe.

Eu gostaria de agradecer cada colaboração simbólica, no sentido de que sei o quanto esse momento está difícil e que qualquer numerinho nessa hora faz diferença no orçamento. No meu e no seu.

Eu gostaria por fim de agradecer cada pessoa que eu não conheço e que de alguma forma chegou aqui.. São 5% de valor inestimável nessa história toda.

Eu gostaria agora de agradecer cada pessoa que contribuiu para esse projeto existir no mundo material. Abissais além de superar a Salamandra Alpina em tempo de gestação, é ainda um filho de muitos pais e muitas mães.

Eu gostaria de agradecer em particular algumas pessoas que se envolveram intimamente nesse processo. Estou aqui pensando em vocês.

Eu gostaria de agradecer ao cosmos por ter construído essas relações. Isso tem um valor inestimável, é um 100% infinito e incalculável.

Abissais vai nascer. Abissais já nasceu. E foi partejado por um bocado de gente e vai ser recebido por muitas mãos.

Eu agradeço imensamente a cada indivíduo envolvido nisso. E ao mesmo tempo me celebro por ter sustentado desejos e incômodos.

Foi uma linda jornada. <3. Até daqui a pouco.



Abissais é um projeto realizado com a colaboração de mulheres-mães, artistas e poetas. Por meio do financiamento pretende-se angariar recursos para a impressão de 200 exemplares de um livro de artista primando por sua concepção estética, composto por 22 desenhos e textos. É através destas linguagens e iluminando experiências pessoais que este trabalho deseja propor uma reflexão coletiva, sobre esse evento da maternidade que se apresenta de maneira tão particular para cada mulher.

Em 2014 Abissais foi concebido e passou a ser gestado em um ritmo muito próprio ou aquele que era possível. [Um ritmo de Salamandra Alpina]*. Foi a partir dos desenhos (52 no total) que surgiram os convites para que outras mulheres-mães escrevessem de forma testemunhal sobre as experiências que vinham atravessando: Adelita Ahmad, Tania Possani e Tatiana Heid emprestam as palavras para essas imagens.                                                         

Nesse percurso entendi que o projeto extrapolava a dimensão pessoal, e incentivada por esse coletivo de pessoas, e principalmente por esse grupo de mulheres-mães que buscavam uma reorganização existencial, abracei o modelo de financiamento colaborativo para fazer Abissais nascer. Temos um projeto de livro pronto, queremos que ele venha para o mundo.

                                                                             

O financiamento será integralmente revertido para a execução desse trabalho que está organizado e foi realizado pelo desejo de ritualizar um processo determinante em nossas vidas, minha e de tantas parceiras de jornada, que participaram dividindo, refletindo, apoiando, escrevendo e organizando esses conteúdos.

Custos e Recompensas

Em nossa meta financeira o valor mais expressivo está destinado ao custo da gráfica. O projeto gráfico é bastante cuidadoso, utilizando suportes distintos para sustentar o conceito do trabalho. Serão confeccionados 200 exemplares do livro. O orçamento está pronto e a gráfica aguardando o sinal positivo para começar a trabalhar. Nossa segunda meta é pagar o projeto gráfico e a organização do livro que foi realizado pela designer Maria Carolina Sampaio, também mulher-mãe e parceira dessa história. Neste valor ainda está incluído custos de produção e entrega de recompensas destinadas aos nossos benfeitores. Se tudo sair como planejado e alcançarmos a quantia almejada, teremos uma pequena celebração de nascimento/lançamento desse filho tão desejado. Por fim, os custos da plataforma que hospeda esse projeto.

                                                                  

                                         

As imagens que ilustram nossa página são de desenhos não selecionados para a edição final do livro. Foi difícil abrir mão deles, ao mesmo tempo que está sendo incrível dar vida a esses trabalhos criando a identidade do projeto online. Nossas recompensas também serão produzidas com esses desenhos, além daqueles que estão no projeto finalizado.

                                                                                                                                   

Desejo que Abissais toque seu coração não só como materialização de nossa jornada, mas acima de tudo como resultado de um bom trabalho. Se você quer colaborar para que ele venha a luz, apoie nossa campanha e compartilhe nossa página com sua rede de amigos e com aqueles que você acredita, possam se interessar por essa história. A quem chegou até aqui saibam, estou muito agradecida.

 

[*Conheça a história da Salamandra Alpina na nossa página do facebook.]

Mantenha-se Informadx:

www.benfeitoria.com.br/abissais

www.facebook.com/umlivroquernascer/

http://polee33.wixsite.com/paulacondini

 

 

 

Prestação de Contas

Em: 20/02/2018 18:17

Valor da Meta de Campanha: R$ 19.148,00

Orçamento inicial:

• Gráfica: R$ 11.185,00

• Projeto Gráfico: R$ 3.000,00

• Recompensas: R$ 1.200,00

• Lançamento: R$ 1.000,00

• Plataforma e Taxas Administrativas: 11% • Margem de segurança: 5%

 

Valor total arrecadado: R$ 19.981,00

Valores ajustados:

• Gráfica: R$ 11.310,00

• Projeto Gráfico: R$ 5.000,00

• Recompensas: R$ 1.703,32

• Lançamento: R$ 346,54 *

(Alguns custos não computados neste valor foram oferecidos por Roni Hirsch <3)

• Tarifas Bancárias: R$ 86,50

• Plataforma e Taxas administrativas: R$ 11% • Margem de segurança R$ 5%


Lançamento

Em: 20/02/2018 17:40

 

No dia 16 de dezembro de 2017 Abissais foi entregue e apresentado ao público, em um pequeno grandioso evento, realizado a convite da artista e ilustradora Juliana Russo, na Sala Aberta em São Paulo.

Agradeço mais uma vez a presença e a energia de todxs amigues presentes. <3. Foi muito emocionante e importante concluir esse ciclo cercada de tanto bem querer.


Agradecimento Sincero e Público*

Em: 16/12/2017 01:03

Promover um financiamento coletivo é também constituir um mapeamento afetivo de uma ação.

Isso porque a cada contribuição efetuada, um pequeno apanhado de imagens mentais surge, criando uma película que resgata a história, a construção de cada relação estabelecida, com cada pessoa representada por aquele nome que surge na tela..

Me remeteu muito a Galeano e seu adorável Livro dos Abraços: “Recordar, Do Latim,  Re-Cordis, tornar a passar pelo coração.”

E assim pude com esse movimento, com seu gesto, e com essa trajetória, reconstituir o encadeamento de fatos que nos costura, resgatando emocionalmente nossa experiência conjunta.

Evidentemente pude materializar um projeto que habitou meu imaginário e minha vida, pelos últimos anos, permitindo lança-lo ao mundo, e me libertando agora, para novas percepções, voos, desejos e construções.

Agradeço imensamente pela presença de vocês, e por aquilo que o levou a realizar esse apoio.

Como bem disse um artista, professor e amigo, “é preciso pontuar que aqui contém resistência: as pessoas precisam acreditar que existem outras formas de relações de trabalho. É possível viver de uma forma diferente.”

Agradeço também pela paciência. Pela vibração e tudo de bom que se originou disso.

Sem vocês Abissais não estaria na superfície..

Esse livro foi impresso com a graça da colaboração de 180 benfeitores, aqui relacionados por ordem de aparição:

 

 

  1. Pila Zucca
  1. Roberto Rozenberg
  1. Savia Emrich
  1. Tania Possani
  1. Roni Hirsch
  1. Roberta Massaglia
  1. Tatiana Buitoni
  1. Joana Figueiredo
  1. Sergio Wajsros
  1.  Marimile Leite Neuhaus
  1.  Vilu de O. Salvatore
  1.  Alice Coutinho
  1.  Carla Scala Otta
  1.  Leticia Balducci Borges
  1.  Marina Reis
  1.  Renata Druck
  1.  Eduardo Duprat
  1.  Eduardo Wexler
  1.  Patricia Liberman
  1.  Letícia M. Schulze
  1.  Carolina T. Meirelles
 
  1.  Luciana Gobbo
  1.  Paulo Ernesto Condini
  1.  Mariana Bernd
  1.  Apoena Gurgel
  1.  Barbara Soalheiro
  1.  Lia Marques
  1.  Nana Kondo
  1.  Camila Michelin
  1.  Juliana Russo
  1.  Renato Lima
  1.  Telma Saukas Dos Reis
  1.  Sylvia N. F. Fortes
  1.  Jeronymo Carvalho
  1. Franco De Godoy Sciarra
  1.  Tatiana Filinto
  1.  Cristina Rocha Dias
  1.  Juliana Cristina Leandro
  1.  Juliana Cordaro
  1.  Lela Beltrão
  1.  Clara Azevedo
  1.  Didiana Prata
  1.  Flavia Blay Levisky
  1.  Maria Augusta B. Barata
  1.  Darci Regina Assenço
  1.  Julieta Bacchin
  1.  Christiane Teixeira
  1.  Mariana Fresnot
  1.  Nelson Hirata
  1.  Tarsila M. S. Tronca
  1.  Valentina Fraiz
  1.  Andrea Borges
  1.  Alessandra Nunes
  1.  Vladimir B. Dietrichkeit
  1.  Stefania Dzwigalska
  1.  Ana Paula Dugaich
  1.  Bia Toledo
  1.  Emiliano Xavier
  1.  Paula Dib
  1.  Leticia Oliveira Mello
  1.  Guta Albers
  1.  Joana Elkis
  1.  Nadia Naomi Oshima
  1.  Paula Bessa
  1.  Marina Sapienza
  1.  Camila Masiero e Edwartt    Lopes
  1.  Davi Lima
  1.  Paula V. Gartenkraut
  1.  Fabiana Lara
  1.  Ligia Rocha Rodrigues
  1.  Juliana Ayres Taioli
  1.  Fernanda Galinski Lion
  1.  Tatiana Tardioli
  1.  Christina Zeppini
  1.  Carolina Lacreta
  1.  Lígia Nogueira
  1.  Irene Quintáns
  1.  Talita Pryngler Trunkl
 
  1.  Fabio Guedes
  1.  Arthur Hirsch
  1.  Marko Brajovic
  1.  Carla Tennenbaum
  1.  Vera Haddad Grazinoli
  1.  Tiago B. Vasconcellos
  1.  Cynthia Gyuru
  1.  Denise Guilherme
  1.  Rita Monte
  1.  Renato de Almeida Lins
  1.  Renata Udler Cromberg
  1.  Carol Pasquali
  1.  Giovana Grigolin
  1.  Mariana F. Machado
  1.  Anna Christina Castilho
  1.  Fernanda C Salvatore
  1.  Vanessa G Sekula
  1.  Ana Paula M Fernandes
  1.  Angela Xu Barbarulo
  1.  Vitor Araújo
  1.  Ana Maria Alvarez Melo
  1. Alceu C. Nunes
  1. Ana Luísa Rodrigues
  1. Cássia Janeiro
  1. David Michelsohn
  1. Isabel Nabuco
  1. Micheline Alves
  1. Mariana Telles Silveira
  1. Luanda Vannuchi
  1. Annamaria da Fonseca
  1. Patricia Zucca
  1. Juliana O. Breschigliari
  1. Bruno Vaks
  1. Anahí Asa
  1. Carla de Oliveira. Azzi
  1. Clara Izabela
  1. Fernando Amiky Assad
  1. Amanda R. Alves
  1. Renata Mendes
  1. DaniEla Ela
  1. Fabiana T. Zurita
  1. Marcio Valle
 
  1. Renata Atilano
  1. Ana Beatriz Coutinho
  1. Cynthia Falabella
  1. Adriana Chamma
  1. Ricardo Martins Valle
  1. Viviane O. B. Malta
  1. Julia Young
  1. Renata da C. V. Rödel
  1. Ligia Bruni Queiroz
  1. Maria Julieta Nogueira
  1. Wolfgang W. Schulze
  1. Luciana Rodrigues
  1. Lynn Plambeck
  1. Rubens Schubsky
  1. Juliana Piñero Labraña
  1. Julia Leonforte
  1. Ines Mindlin Lafer
  1. Oscar Hirsch
  1. Darci Regina Assenço
  1. Ana Beatriz Vianna
  1. Silke Bell
 
  1. Elizabeth Slamek
  1. Laura Brasileiro
  1. Camila Andrietta
  1. Flavia Morizono
  1. Tom Butcher Cury
  1. Daniela Almeida Prado
  1. Carolina Lopes
  1. Paula Carvalho
  1. Letícia L. Lemos
  1. Fe Lopes
  1. Aagua Audiovisual
 
  1. Maria Mazzucchelli
  1. Maíra Acayaba
  1. Elisa Friedmann
  1. Paula Mouzinho
  1. Sofia B. de Almeida
  1. Maria Silvia Zeppini
  1. Ilana Tzirulnik
  1. Moira Toledo
  1. Adriana Galindo
  1. Myriam G. Kahan
  1. Graziella Mattar
  1. Marcelo Maia
  2. Zé Spaniol
  1. Camila Condini
  1. Maria Hermana Veloso
  1. Julia Alves
  1. Flora Bitancourt
 
  1. Kinha Del Mar
 
  1. Andrea Magnanelli
  1. Helena Martins-Costa
 
  1. João Queiroz
  1. Mariana Castro
  1. Sandra Jeha
  1. Juan Pablo Rosenberg
  1. Mariane Montana
     
  1. Lila Flores Seixas
  2. Celeste Araki
  3. Maria Alice Zeppini

 

       

 

 

 

 

* Este pequeno texto compõe o conjunto de recompensas da campanha de financiamento coletivo de Abissais.

 

 

 


Cartografia

Em: 16/12/2017 00:58



Um Convite

Em: 11/12/2017 19:05

 


Salve Esta Data!

Em: 04/12/2017 14:42



Atualizando

Em: 21/11/2017 23:21

Mensagem aos colaboradores de Abissais: hoje finalizamos o arquivo que segue para a gráfica, com os ajustes realizados após a primeira prova de cores. Acredito e desejo que até o final dessa semana teremos uma nova prova e se tudo ok, um arquivo aprovado para impressão. Falta pouco.



Atualização 30 de Outubro.

Em: 30/10/2017 23:29

Gostaria de informar aos colaboradores que estamos aguardando a transferência de valores para dar início a impressão do livro e parte das recompensas.

Enquanto isso, alguns arquivos estão sendo preparados e outros finalizados para entrar na gráfica. Algumas partes das recompensas estão adiantadas e já sendo preparadas.

Atualizarei posteriormente a página do facebook e aqui em novas notícias com registros fotográficos.

Estamos chegando! *** Um livro vai nascer *** Obrigada!


Agradecimento em Pílulas.

Em: 17/10/2017 20:14

Se você está lendo esse arquivo é porque Abissais alcançou 100% da Meta]
 


 

Já fiz mil ensaios mentais para organizar esse agradecimento.

Mas não só para agradecer. Compartilhar essa experiência com vocês.

Me sinto bastante a vontade para falar de forma honesta e sincera uma vez que 95% dos apoiadores dessa história toda são meus amigos e familiares. Os outros 5% são amigos dos amigos, ou mulheres que estão unidas a mim por essa experiência da qual se origina Abissais.

Existe uma preparação para lançar-se a uma campanha como essa. Pesquisa, estudo, orientações da Yasmin, a tutora do Benfeitoria que acompanhou Abissais desde que submeti ele a plataforma. Dicas de amigos que já haviam passado por essa experiência também foram importantes. Eu sabia que precisaria ser aplicada para que a coisa desse certo. “Coisa de 4 horas por dia”, me disse alguém.  “Você não está pedindo nada”, outra pessoa falou.. ‘Não é doação’.. “Todos ganham”...

A verdade é que no início, no primeiro dia que a campanha estava no ar, quase tive uma crise de ansiedade. Era um misto de alegria e medo, ansiedade cavalar, adrenalina e pânico. Mas finalmente tinha ido até o fim...

Quando você espera 3 anos para realizar um projeto parece tempo demais. Um projeto que estava reformado para caber na categoria de algo possível. Porque mesmo com todos esses ajustes eu sabia que estava pleiteando bastante dinheiro em um comparativo com outros projetos, de pessoas solenemente desconhecidas como eu. 

Também havia dúvidas se esse assunto era de interesse coletivo, que fosse além da grande rede de mulheres que chegaram na minha vida por obra e graça do nascimento dos meus filhos.

Pois muito bem: para além de viabilizar um projeto delicado e importante, eu aprendi um bocado sobre outras coisas.

Eu passei por cima do meu pudor e constrangimento para lembrar as pessoas que eu estava nessa batalha. E foi um momento glorioso quando internalizei que não estava pedindo nada.. Mas como na vida tudo passa, esse momento também passou e então comecei a sentir que estava obrigando as pessoas a comprarem algo que eu não sabia se elas queriam realmente (estou sorrindo).. Já no final da campanha estava me sentindo insuportável, mas superei quando senti que tinha um bando de amigues vibrando comigo com cada % a mais.

Enfim, são muito poucas as pessoas que sabem o quanto é difícil para mim pedir ajuda..  Sempre tive dificuldade de pedir ajuda porque historicamente ela não chegava, assim deixei de correr o risco de esperar por algo que nunca viria. Essa experiência me fez pedir ajuda quase todos os dias por 60 dias seguidos. E olha só.. Ela está aqui.

Eu trabalhei até mais do que 4 horas na campanha. A verdade é que foi muito difícil manter o foco em outros projetos e outros assuntos.. Eu me senti exausta no final.  Eu já vinha de um lugar de muito desgaste físico e emocional, assim sendo, eu me senti esgotada a ponto de ficar tudo muito confuso na minha cabeça complexa.

Yasmin, dizia que a equipe precisava dividir metas e o trabalho. Mas a equipe era eu, e um punhadinho de gente que gastou energia junto comigo na tentativa de engajar possíveis colaboradores.

Havia uma rede muito grande de mulheres mães que eu imaginava que abraçariam esse projeto como se fosse um filho parido por cada uma delas. Mas eu entendi que a rede muito grande são de pessoas que torcem por mim, mulheres, mães ou não, e homens, pais ou não. Esse filho é de todos vocês, e já não consigo escrever isso sem encher os olhos d’água... A rede não é divisível em categorias.  A única categoria que consegui observar nesse movimento é mesmo a do bem querer.. Menos ‘ciência’ e mais coração mesmo. Menos militância e mais alegria de ver alguém de quem se gosta pular no mundo e abraçar um objetivo.

Pode entrar nessa conta o tempo que demorei para abandonar os monstros de quando se é jovenzita e nunca boa o suficiente. Apanhei deveras na minha faculdade de artes e demorei um bocado de tempo para retomar o exercício de desenhar.. Só voltei a produzir em 2005, cinco após me formar. E desde 2014 eu venho nesse processo de desengavetar meu trabalho. Olhaí mundo, é assim que eu desenho agora, porque já foi de outro jeito e sabe-se lá como será daqui em diante... Ufa.

Só isso já seria uma coisa muito gigantesca. Mas não. Eu consegui fazer com que 171 pessoas se unissem a mim nesse movimento e financiassem esse projeto. Sim. Por hora, 171 pessoas. É um bocado de gente. Quem poderia imaginar?

Eu gostaria de agradecer minha rede primária, aquela que nos primeiros dias contribuíram para esse projeto. Para que a rede secundária chegasse como disse minha tutora: num restaurante cheio. Eu intimei: ‘precisa ser agora’. E foi.. Sem palavras.

Eu gostaria muito de agradecer aquelas pessoas que não puderam contribuir financeiramente, mas que compartilharam a página do projeto várias vezes, além daquele incentivo emocional..

Eu gostaria de agradecer aquelas pessoas que colaboraram financeiramente e que ainda trouxeram outros colaboradores.

Eu gostaria de agradecer aquelas pessoas que me mandaram mensagens privadas para pensar junto, para dizer algo positivo, para contar junto comigo e vibrar e torcer.

Eu gostaria de agradecer cada texto incrível que foi escrito por ocasião de compartilhar a campanha de Abissais ou por ocasião de classificar a página de Abissais no facebook. Eu só consigo pensar que esse projeto é ainda muito maior do que essas 64 páginas que o compõe.

Eu gostaria de agradecer cada colaboração simbólica, no sentido de que sei o quanto esse momento está difícil e que qualquer numerinho nessa hora faz diferença no orçamento. No meu e no seu.

Eu gostaria por fim de agradecer cada pessoa que eu não conheço e que de alguma forma chegou aqui.. São 5% de valor inestimável nessa história toda.

Eu gostaria agora de agradecer cada pessoa que contribuiu para esse projeto existir no mundo material. Abissais além de superar a Salamandra Alpina em tempo de gestação, é ainda um filho de muitos pais e muitas mães.

Eu gostaria de agradecer em particular algumas pessoas que se envolveram intimamente nesse processo. Estou aqui pensando em vocês.

Eu gostaria de agradecer ao cosmos por ter construído essas relações. Isso tem um valor inestimável, é um 100% infinito e incalculável.

Abissais vai nascer. Abissais já nasceu. E foi partejado por um bocado de gente e vai ser recebido por muitas mãos.

Eu agradeço imensamente a cada indivíduo envolvido nisso. E ao mesmo tempo me celebro por ter sustentado desejos e incômodos.

Foi uma linda jornada. <3. Até daqui a pouco.