[BA] Abraço quilombola |

[BA] Abraço quilombola

Ajude a comprar cestas básicas para 520 famílias de 08 Quilombos da Microregião do Tabuleiro da Vitória/ Cachoeira / Bahia!

Projeto por: Associação de Mulheres do Quilombo Tabuleiro da Vitória e Adjacências
R$ 20.745,00
arrecadado
meta R$ 29.870,00

48 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Associação de Mulheres do Quilombo Tabuleiro da Vitória e Adjacências

Associação de Mulheres do Quilombo Tabuleiro da Vitória e Adjacências
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
3 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
2 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
2 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
5 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
2 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

Com o valor arrecadado, após 3 orçamentos compraremos 520(quinhentos e vinte) Kits Cestas Básicas com gêneros alimentícios, produtos de limpeza e higiene, bem como pagaremos o traslado das cestas do mercado para a sede da Associação e desta para as residências das famílias. Esse recurso vai tornar possível alimentar 520 famílias quilombolas da Microregiaão

do Tabuleiro da Vitória/ Cachoeira/ Bahia, que são definidas de maneira participativa pelos próprios beneficiários, através reunião online por critérios de vulnerabilidade e de maior risco social frente à pandemia da COVID – 19. Priorizando-se o público de mulheres chefes de família, pessoas idosas não aposentadas e juventude com ênfase nas mães menor de idade que não receberam o auxilio emergencial do Governo.

A execução deste projeto justifica-se em face da elevação da vulnerabilidade em saúde alimentar das populações beneficiárias, em face da pandemia da COVID 19. Vivendo tradicionalmente da extração de marisco, da pesca e também da mandiocultura, com a restrição de acesso à cidade de Cachoeira e as demais da região para o escoamento de seus produtos nas feiras livres, encontram-se impossibilitados da aquisição de alimentos e de outros bens de consumo, sobretudo para fins de higiene pessoal e limpeza, os quais são indispensáveis neste momento. Importante destacar que, por força de decretos municipais e estadual, o acesso a rodovias, centros urbanos e a determinados locais para fins de atividade produtiva coletiva estão impedidos. Assim, encontram-se prejudicadas as atividades vinculadas às culturas produtivas tradicionais da região colocando em risco de extinção os quilombolas.

Importante destacar que os cuidados necessários para evitar o coronavirus serão adotados, desde a retirada do mercado, vez que, faremos a higiene dos kits com água sanitária ou álcool com gel, bem como repetimos a operação no ato da entrega ás famílias e orientaremos os cuidados de higiene que elas devem ter com os pacotes ao abri o kit cesta para se proteger da ACOVID-19. Ainda como forma de prevenção, evitaremos aglomeração na sede da AMQTV, faremos as entregas nas residências das famílias com apenas 3 membros da entidade usando mascaras.   

Associação de Mulheres do Quilombo do Tabuleiro da Vitória e Adjacências (AMQTVA) é uma associação civil sem fins lucrativos, devidamente constituída nos termos da legislação em vigor, que tem como objetivo comum, superior e nobre a inclusão social a eliminação da pobreza das comunidades quilombolas da Microrregião do Tabuleiro da Vitória/Cachoeira/Bahia, por meio da construção e concretas implementação de parcerias, ao acesso as políticas públicas e/ou privadas, ao trabalho e renda, aos serviços de educação, saúde, segurança alimentar e nutricional, água de qualidade e assistência social. Ainda, como finalidade precípua de assegurar a valorização, a garantia e a defesa dos direitos das mulheres da região; visando a redução das desigualdades que historicamente lhes acometem. Destina-se, ainda, a promoção e a busca por direitos das referidas comunidades tradicionais negras rurais (marisqueiras, pescadores e quilombolas) da mencionada localidade.

AMQTVA tem capacidade de executar esta proposta com muita propriedade, vez que já tem experiência em articulações com Políticas Públicas,  privadas e Órgãos de Governo tais como: Companhia de Desenvolvimento e Ação Rural – CAR e Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia com o projeto Bahia Produtiva ainda em execução (Convênio nº 424/2018) para 52 famílias quilombolas; Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado da Bahia (Termo de Colaboração nº 006/2018) Projeto Afrodenscendentes- SEPROMI; Defensoria Pública do Estado da Bahia – Participação de lideranças da AMQTVA em cursos de formação dirigido à membros da carreira defensorial, bem como a usuários dos serviços; Defensoria Pública da União – Apoio e Assistência institucional em processos vinculados a conflitos agrários e outras demandas de interesse da comunidade quilombola; Ministério Público Federal - Apoio e Assistência institucional em processos vinculados a conflitos agrários e outras demandas de interesse da comunidade quilombola; INCRA - Apoio e Assistência institucional em processos vinculados a regularização fundiária rural para povos tradicionais, dentre outros.

A presente proposta beneficiará 520(quinhentos e vinte) famílias de 08(oito) quilombos da Microrregião de Tabuleiro da Vitória/Cachoeira//Bahia, na aquisição de 520(quinhentos e vinte) kits cestas básicas com gêneros alimentícios, material de limpeza e higiene na forma que se segue:

01.  Quilombo Tabuleiro da Vitória- 50;

02. Quilombo Engenho da Guaiba-70;

03. Quilombo Engenho da Vitória-25;

04. Quilombo Alto da Vitória-25;

05. Quilombo Imbiara-100;

06. Quilombo Maria Preta-100;

07. Quilombo Terra Vermelha-50;

08. Quilombo Calolé-100.

Os principais desafios na distribuição desses kits é a logística, vez que as comunidades quilombolas contempladas com o recurso dessa proposta são de difícil acesso para o traslado de carro, sendo que parte do percurso será feito a pé e os kits serão trasladados no lombo de animal de carga até as residências causando atraso na entrega, bem como explicar para as famílias o motivo de não fazer a entrega na sede da AMQTA, em razão do distanciamento para prevenção do COVID-19.  

Vale ressaltar que as comunidades Quilombolas vivem da extração de marisco, da pesca, da feitura da farinha, do azeite de dendê e também da mandiocultura, atividades sempre produzidas coletivamente, com o distanciamento a produção foi impactada, bem como o fechamento da feira livres de Cachoeira e as demais da região para o escoamento de seus produtos, encontram-se impossibilitados da aquisição de alimentos e de outros bens de consumo, sobretudo para fins de higiene pessoal e limpeza, os quais são indispensáveis neste momento. Assim, encontram-se prejudicadas as atividades vinculadas às culturas produtivas tradicionais da região colocando em risco de extinção os quilombolas.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Associação de Mulheres do Quilombo Tabuleiro da Vitória e Adjacências ainda não publicou nenhuma notícia.

Com o valor arrecadado, após 3 orçamentos compraremos 520(quinhentos e vinte) Kits Cestas Básicas com gêneros alimentícios, produtos de limpeza e higiene, bem como pagaremos o traslado das cestas do mercado para a sede da Associação e desta para as residências das famílias. Esse recurso vai tornar possível alimentar 520 famílias quilombolas da Microregiaão

do Tabuleiro da Vitória/ Cachoeira/ Bahia, que são definidas de maneira participativa pelos próprios beneficiários, através reunião online por critérios de vulnerabilidade e de maior risco social frente à pandemia da COVID – 19. Priorizando-se o público de mulheres chefes de família, pessoas idosas não aposentadas e juventude com ênfase nas mães menor de idade que não receberam o auxilio emergencial do Governo.

A execução deste projeto justifica-se em face da elevação da vulnerabilidade em saúde alimentar das populações beneficiárias, em face da pandemia da COVID 19. Vivendo tradicionalmente da extração de marisco, da pesca e também da mandiocultura, com a restrição de acesso à cidade de Cachoeira e as demais da região para o escoamento de seus produtos nas feiras livres, encontram-se impossibilitados da aquisição de alimentos e de outros bens de consumo, sobretudo para fins de higiene pessoal e limpeza, os quais são indispensáveis neste momento. Importante destacar que, por força de decretos municipais e estadual, o acesso a rodovias, centros urbanos e a determinados locais para fins de atividade produtiva coletiva estão impedidos. Assim, encontram-se prejudicadas as atividades vinculadas às culturas produtivas tradicionais da região colocando em risco de extinção os quilombolas.

Importante destacar que os cuidados necessários para evitar o coronavirus serão adotados, desde a retirada do mercado, vez que, faremos a higiene dos kits com água sanitária ou álcool com gel, bem como repetimos a operação no ato da entrega ás famílias e orientaremos os cuidados de higiene que elas devem ter com os pacotes ao abri o kit cesta para se proteger da ACOVID-19. Ainda como forma de prevenção, evitaremos aglomeração na sede da AMQTV, faremos as entregas nas residências das famílias com apenas 3 membros da entidade usando mascaras.   

Associação de Mulheres do Quilombo do Tabuleiro da Vitória e Adjacências (AMQTVA) é uma associação civil sem fins lucrativos, devidamente constituída nos termos da legislação em vigor, que tem como objetivo comum, superior e nobre a inclusão social a eliminação da pobreza das comunidades quilombolas da Microrregião do Tabuleiro da Vitória/Cachoeira/Bahia, por meio da construção e concretas implementação de parcerias, ao acesso as políticas públicas e/ou privadas, ao trabalho e renda, aos serviços de educação, saúde, segurança alimentar e nutricional, água de qualidade e assistência social. Ainda, como finalidade precípua de assegurar a valorização, a garantia e a defesa dos direitos das mulheres da região; visando a redução das desigualdades que historicamente lhes acometem. Destina-se, ainda, a promoção e a busca por direitos das referidas comunidades tradicionais negras rurais (marisqueiras, pescadores e quilombolas) da mencionada localidade.

AMQTVA tem capacidade de executar esta proposta com muita propriedade, vez que já tem experiência em articulações com Políticas Públicas,  privadas e Órgãos de Governo tais como: Companhia de Desenvolvimento e Ação Rural – CAR e Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia com o projeto Bahia Produtiva ainda em execução (Convênio nº 424/2018) para 52 famílias quilombolas; Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado da Bahia (Termo de Colaboração nº 006/2018) Projeto Afrodenscendentes- SEPROMI; Defensoria Pública do Estado da Bahia – Participação de lideranças da AMQTVA em cursos de formação dirigido à membros da carreira defensorial, bem como a usuários dos serviços; Defensoria Pública da União – Apoio e Assistência institucional em processos vinculados a conflitos agrários e outras demandas de interesse da comunidade quilombola; Ministério Público Federal - Apoio e Assistência institucional em processos vinculados a conflitos agrários e outras demandas de interesse da comunidade quilombola; INCRA - Apoio e Assistência institucional em processos vinculados a regularização fundiária rural para povos tradicionais, dentre outros.

A presente proposta beneficiará 520(quinhentos e vinte) famílias de 08(oito) quilombos da Microrregião de Tabuleiro da Vitória/Cachoeira//Bahia, na aquisição de 520(quinhentos e vinte) kits cestas básicas com gêneros alimentícios, material de limpeza e higiene na forma que se segue:

01.  Quilombo Tabuleiro da Vitória- 50;

02. Quilombo Engenho da Guaiba-70;

03. Quilombo Engenho da Vitória-25;

04. Quilombo Alto da Vitória-25;

05. Quilombo Imbiara-100;

06. Quilombo Maria Preta-100;

07. Quilombo Terra Vermelha-50;

08. Quilombo Calolé-100.

Os principais desafios na distribuição desses kits é a logística, vez que as comunidades quilombolas contempladas com o recurso dessa proposta são de difícil acesso para o traslado de carro, sendo que parte do percurso será feito a pé e os kits serão trasladados no lombo de animal de carga até as residências causando atraso na entrega, bem como explicar para as famílias o motivo de não fazer a entrega na sede da AMQTA, em razão do distanciamento para prevenção do COVID-19.  

Vale ressaltar que as comunidades Quilombolas vivem da extração de marisco, da pesca, da feitura da farinha, do azeite de dendê e também da mandiocultura, atividades sempre produzidas coletivamente, com o distanciamento a produção foi impactada, bem como o fechamento da feira livres de Cachoeira e as demais da região para o escoamento de seus produtos, encontram-se impossibilitados da aquisição de alimentos e de outros bens de consumo, sobretudo para fins de higiene pessoal e limpeza, os quais são indispensáveis neste momento. Assim, encontram-se prejudicadas as atividades vinculadas às culturas produtivas tradicionais da região colocando em risco de extinção os quilombolas.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Associação de Mulheres do Quilombo Tabuleiro da Vitória e Adjacências ainda não publicou nenhuma notícia.