[BA] Ajude a agricultura familiar |

[BA] Ajude a agricultura familiar

Colabore para doação de álcool em gel e máscaras no combate ao Coronavirus na zona rural do interior da Bahia. Junte-se a nossa luta!

Projeto por: COOPERATIVA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL
R$ 3.150,00
arrecadado
meta R$ 29.988,00

2
benfeitores

10%
arrecadado

6
dias restantes

PARCELE SEU PAGAMENTO EM ATÉ 6 VEZES

Ajude-nos a bater nossa meta até 06/06/2020 - 23:59


POR

COOPERATIVA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

COOPERATIVA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

Não encontrou o que queria?

Outro valor

De acordo com levantamento social realizado pela Cooperast, em média, existem 4 pessoas por família. Assim, serão contempladas 162 famílias de baixa renda que vivem na zona rural do município. Nesse sentido, a perspectiva é atingir cerca de 648 pessoas diretas, além de mais 1000 pessoas indiretamente. O perfil destas pessoas são ex-trabalhadores de fazendas de cacau demitidos após a crise na lavoura, com pouco nível de escolaridade e sem acesso as politicas de saúde do município.

Com o valor arrecadado, a Cooperativa irá captar recursos para fornecimento de álcool em gel 70%, além de máscaras de proteção em tecido reutilizável para famílias de comunidades rurais do município de Buerarema, no interior da Bahia. Diante de pandemia, emerge a necessidade de produção de máscaras caseiras a fim de atender este publico rural, que ainda é pouco assistido por politicas públicas do município, para auxiliar na prevenção do vírus.  Essa estratégia de atuação caminha em consonância às orientações de pesquisadores e médicos que defendem o uso de máscaras por toda a população para evitar a disseminação do novo coronavírus. Assim, a Cooperativa pretende entregar aos pequenos agricultores da zona rural de Buerarema, os quais já são beneficiados pela Cooperativa com assistência técnica rural.

O álcool em gel será adquirido no comércio local como alternava para incentivar o pequeno comerciante. Além disso, as máscaras também serão produzidas em comunidades carentes, e distribuídas por técnicos da Cooperast (Cooperativa de Desenvolvimento Territorial), seguindo todas as orientações de segurança da OMS (Organização Mundial de Saúde).

A Cooperativa de Desenvolvimento Territorial – COOPERAST, fundada em 2005, é uma instituição presente no Território Litoral Sul da Bahia, atuante no cenário da Agricultura e Sustentabilidade. Contribui para o desenvolvimento socioeconômico sustentado por meio do desenvolvimento e implementação de soluções integradas e inovadoras. Trabalha com Assistência Técnica e Extensão Rural tomando como foco o desenvolvimento rural sustentável, a superação da pobreza rural, sustentabilidade sócio ambiental com enfoque agroecológico por meio de uma proposta de transição agroecológica, a partir do planejamento, organização e estruturação das Unidades Produtivas Familiares, auxiliando na melhoria dos processos de diversificação da produção, aumento da produtividade e segurança alimentar e nutricional.

A cooperativa atende comunidades rurais através da chamada pública de serviços de assistência técnica e extensão rural para a promoção da agroecologia nas unidades produtivas familiares do estado da Bahia, convênios com o Governo do Estado da Bahia, através da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (BAHIATER), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), através da Chamada Pública de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), Agroecologia SDR/BAHIATER, para atender os Serviços Territoriais de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF), Serviços Municipais de Apoio à Agricultura Familiar (SEMAF) que trabalha de forma articulada com os Colegiados Territoriais, Consórcios Públicos, Conselhos Municipais de Desenvolvimento Sustentável (CMDS) e Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS).

De forma geral, os agricultores familiares necessitam de políticas públicas para serem auxiliados. Com os moradores da zona rural do município de Buerarema- Ba não é diferente, este público, em especial, em meio a uma pandemia torna-se ainda mais vulnerável. Outro fator que tem exposto esses sujeitos é a proximidade com as cidades de Itabuna e Ilhéus, as quais estão com alto índice de contaminação na Bahia.

Neste cenário, encontram-se, sem renda, devido a dificuldade de locomoção, uma vez que todos os transportes estão suspensos e, tantas vezes não contemplados com o auxílio disponibilizado pelo Governo Federal. Em meio a essa situação, emerge a necessidade de serem assistidos.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

COOPERATIVA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL ainda não publicou nenhuma notícia.

De acordo com levantamento social realizado pela Cooperast, em média, existem 4 pessoas por família. Assim, serão contempladas 162 famílias de baixa renda que vivem na zona rural do município. Nesse sentido, a perspectiva é atingir cerca de 648 pessoas diretas, além de mais 1000 pessoas indiretamente. O perfil destas pessoas são ex-trabalhadores de fazendas de cacau demitidos após a crise na lavoura, com pouco nível de escolaridade e sem acesso as politicas de saúde do município.

Com o valor arrecadado, a Cooperativa irá captar recursos para fornecimento de álcool em gel 70%, além de máscaras de proteção em tecido reutilizável para famílias de comunidades rurais do município de Buerarema, no interior da Bahia. Diante de pandemia, emerge a necessidade de produção de máscaras caseiras a fim de atender este publico rural, que ainda é pouco assistido por politicas públicas do município, para auxiliar na prevenção do vírus.  Essa estratégia de atuação caminha em consonância às orientações de pesquisadores e médicos que defendem o uso de máscaras por toda a população para evitar a disseminação do novo coronavírus. Assim, a Cooperativa pretende entregar aos pequenos agricultores da zona rural de Buerarema, os quais já são beneficiados pela Cooperativa com assistência técnica rural.

O álcool em gel será adquirido no comércio local como alternava para incentivar o pequeno comerciante. Além disso, as máscaras também serão produzidas em comunidades carentes, e distribuídas por técnicos da Cooperast (Cooperativa de Desenvolvimento Territorial), seguindo todas as orientações de segurança da OMS (Organização Mundial de Saúde).

A Cooperativa de Desenvolvimento Territorial – COOPERAST, fundada em 2005, é uma instituição presente no Território Litoral Sul da Bahia, atuante no cenário da Agricultura e Sustentabilidade. Contribui para o desenvolvimento socioeconômico sustentado por meio do desenvolvimento e implementação de soluções integradas e inovadoras. Trabalha com Assistência Técnica e Extensão Rural tomando como foco o desenvolvimento rural sustentável, a superação da pobreza rural, sustentabilidade sócio ambiental com enfoque agroecológico por meio de uma proposta de transição agroecológica, a partir do planejamento, organização e estruturação das Unidades Produtivas Familiares, auxiliando na melhoria dos processos de diversificação da produção, aumento da produtividade e segurança alimentar e nutricional.

A cooperativa atende comunidades rurais através da chamada pública de serviços de assistência técnica e extensão rural para a promoção da agroecologia nas unidades produtivas familiares do estado da Bahia, convênios com o Governo do Estado da Bahia, através da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (BAHIATER), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), através da Chamada Pública de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), Agroecologia SDR/BAHIATER, para atender os Serviços Territoriais de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF), Serviços Municipais de Apoio à Agricultura Familiar (SEMAF) que trabalha de forma articulada com os Colegiados Territoriais, Consórcios Públicos, Conselhos Municipais de Desenvolvimento Sustentável (CMDS) e Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS).

De forma geral, os agricultores familiares necessitam de políticas públicas para serem auxiliados. Com os moradores da zona rural do município de Buerarema- Ba não é diferente, este público, em especial, em meio a uma pandemia torna-se ainda mais vulnerável. Outro fator que tem exposto esses sujeitos é a proximidade com as cidades de Itabuna e Ilhéus, as quais estão com alto índice de contaminação na Bahia.

Neste cenário, encontram-se, sem renda, devido a dificuldade de locomoção, uma vez que todos os transportes estão suspensos e, tantas vezes não contemplados com o auxílio disponibilizado pelo Governo Federal. Em meio a essa situação, emerge a necessidade de serem assistidos.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

COOPERATIVA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL ainda não publicou nenhuma notícia.