Fundo solidário de emergência da AMESOL |

Fundo solidário de emergência da AMESOL

As mulheres da AMESOL vivem do que produzem e garantem a vida da família. Hoje, com a pandemia, elas não podem trabalhar, mas precisam de renda.

Projeto por: Helena Z
R$ 33.100,00
arrecadado
meta R$ 5.000,00

210 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Helena Z

Helena Z

Nós somos a AMESOL, a Associação de Mulheres na Economia Solidária do estado de São Paulo. Somos artesãs, cozinheiras, costureiras, produtoras de alimentos orgânicos. Existimos há sete anos, reunidas principalmente nas diferentes regiões da Grande São Paulo. Você já deve ter visto a gente: quase todo mês, fazemos nossa Feira de Economia Feminista e Solidária, e também participamos de inúmeras outras feiras, mostras, eventos. O cenário em que nos encontramos atualmente nos desmobilizou e nos tirou de nossa rotina, sem aviso prévio. Estamos na incerteza de como serão nossos próximos dias, semanas, meses.

Sabemos que o isolamento social é uma estratégia importante para conter o contágio do novo coronavírus. Nós estamos comprometidas com a nossa saúde, a das nossas famílias e a da população das nossas cidades. Estamos fazendo quarentena. Por nós e por vocês, por todas as profissionais da saúde, da limpeza e da segurança pública.

Em meio a essa pandemia, estamos sem poder executar nosso trabalho e praticar nossos eventos e feiras, onde nosso sustento é gerado. Muitas mulheres são a principal fonte de renda da casa e, a partir de agora, não terão como pagar o aluguel, contas, e nem garantir a alimentação de seus filhos e filhas. O momento é muito grave.

Mais uma vez o lema "ninguém solta a mão de ninguém" se faz presente. Estamos lançando uma campanha de arrecadação virtual para contribuir com as companheiras em maior estado de vulnerabilidade. Há sete anos, a AMESOL vem mostrando que é possível movimentar a economia de outra forma, mais justa e solidária. Agora, contamos com vocês. Precisamos da ajuda de todo mundo. Contribua!

Não estamos oferecendo várias recompensas, como é usual por aqui, porque estamos agora em situação de emergência. Mas, quando esse momento de quarentena passar e a saúde coletiva estiver garantida, faremos uma grande festa durante a nossa próxima Feira de Economia Feminista e Solidária! Nela, agradeceremos nominalmente a cada um e cada uma que colaborou conosco neste momento difícil.

Helena Z ainda não publicou nenhuma notícia.

Nós somos a AMESOL, a Associação de Mulheres na Economia Solidária do estado de São Paulo. Somos artesãs, cozinheiras, costureiras, produtoras de alimentos orgânicos. Existimos há sete anos, reunidas principalmente nas diferentes regiões da Grande São Paulo. Você já deve ter visto a gente: quase todo mês, fazemos nossa Feira de Economia Feminista e Solidária, e também participamos de inúmeras outras feiras, mostras, eventos. O cenário em que nos encontramos atualmente nos desmobilizou e nos tirou de nossa rotina, sem aviso prévio. Estamos na incerteza de como serão nossos próximos dias, semanas, meses.

Sabemos que o isolamento social é uma estratégia importante para conter o contágio do novo coronavírus. Nós estamos comprometidas com a nossa saúde, a das nossas famílias e a da população das nossas cidades. Estamos fazendo quarentena. Por nós e por vocês, por todas as profissionais da saúde, da limpeza e da segurança pública.

Em meio a essa pandemia, estamos sem poder executar nosso trabalho e praticar nossos eventos e feiras, onde nosso sustento é gerado. Muitas mulheres são a principal fonte de renda da casa e, a partir de agora, não terão como pagar o aluguel, contas, e nem garantir a alimentação de seus filhos e filhas. O momento é muito grave.

Mais uma vez o lema "ninguém solta a mão de ninguém" se faz presente. Estamos lançando uma campanha de arrecadação virtual para contribuir com as companheiras em maior estado de vulnerabilidade. Há sete anos, a AMESOL vem mostrando que é possível movimentar a economia de outra forma, mais justa e solidária. Agora, contamos com vocês. Precisamos da ajuda de todo mundo. Contribua!

Não estamos oferecendo várias recompensas, como é usual por aqui, porque estamos agora em situação de emergência. Mas, quando esse momento de quarentena passar e a saúde coletiva estiver garantida, faremos uma grande festa durante a nossa próxima Feira de Economia Feminista e Solidária! Nela, agradeceremos nominalmente a cada um e cada uma que colaborou conosco neste momento difícil.

Helena Z ainda não publicou nenhuma notícia.