Aos Fatos |

Aos Fatos

Um plataforma para verificação de discurso em busca da verdade na política

Projeto por: Tai Nalon
R$ 32.690,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

301 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Tai Nalon

Tai Nalon

R$ 20
LISTA
85 benfeitores apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores de Aos Fatos.
R$ 50
ADESIVO
81 benfeitores apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores da fundação de Aos Fatos. Um adesivo estilizado de Aos Fatos.
R$ 70
ADESIVO + CARIMBO
18 benfeitores apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores de Aos Fatos. Um adesivo estilizado de Aos Fatos. Um carimbo personalizado com o selo de Aos Fatos.

2 disponíveis.
R$ 100
LIVRO 1
20 benfeitores apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores de Aos Fatos. Um adesivo estilizado de Aos Fatos. Um exemplar do livro 'Bon Bagay', de Alan Marques, sobre a luta do Haiti pós-terremoto.

indisponível.
R$ 100
LIVRO 2
8 benfeitores apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores de Aos Fatos. Um adesivo estilizado de Aos Fatos. Um exemplar do livro 'Os Bens que os Políticos Fazem, de Chico de Gois, sobre a evolução patrimonial de parlamentares.

indisponível.
R$ 100
LIVRO 3
10 benfeitores apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores de Aos Fatos. Um adesivos estilizado de Aos Fatos. Um exemplar do livro 'Cartão Vermelho', de Dimmi Amora, ficção sobre crime e futebol.

indisponível.
R$ 150
FOTOGRAFIA
7 benfeitores apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores de Aos Fatos. Um adesivo estilizado de Aos Fatos. Uma reprodução 15x15, em papel matte, com placa de acabamento em PVC, do Circo Lego.

01 disponível.
R$ 200
ASSINATURA
25 benfeitores apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores da fundação de Aos Fatos. Um adesivo estilizado de Aos Fatos. + Assinatura de Aos Fatos: você terá acesso a conteúdo exclusivo do site antecipadamente, por três meses. + Você saberá antecipadamente de novidades sobre Aos Fatos, como eventos, cursos e consultorias.
R$ 300
ASSINATURA PREMIUM
8 benfeitores apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores da fundação de Aos Fatos. Um adesivo estilizado de Aos Fatos. + Assinatura de Aos Fatos: você terá acesso a conteúdo exclusivo do site antecipadamente, por seis meses. + Você saberá antecipadamente de novidades sobre Aos Fatos, como eventos, cursos e consultorias.
R$ 500
ASSINATURA AINDA MAIS PREMIUM
1 benfeitor apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores da fundação de Aos Fatos. Um adesivo estilizado de Aos Fatos. + Assinatura de Aos Fatos: você terá acesso a conteúdo exclusivo do site antecipadamente, durante doze meses. + Você saberá antecipadamente de novidades sobre Aos Fatos, como eventos, cursos e consultorias.
R$ 1.000
GRANDE ASSINANTE
2 benfeitores apoiando
Seu nome entra na lista de apoiadores da fundação de Aos Fatos. Um adesivo estilizado de Aos Fatos. + Assinatura de Aos Fatos: você terá acesso eterno a conteúdo exclusivo do site. + Você saberá antecipadamente de novidades sobre Aos Fatos, como eventos, cursos e consultorias.
 
 

Aos Fatos é uma plataforma de jornalismo para verificação de discurso que funciona, hoje, em fase de testes. Somos um grupo de jornalistas e programadores que checam o que os políticos dizem e fazem --e contextualizam acontecimentos da política nacional de forma didática e intuitiva.


Acreditamos, entretanto, que podemos fazer mais. Mais do que publicamos no nosso Medium, no nosso Facebook, no nosso Twitter e no LinkedIn. Em parceria com a Benfeitoria, propomos nosso primeiro financiamento coletivo, cujo objetivo é tornar nosso trabalho perene. Com a sua contribuição, poderemos desenvolver nossa plataforma própria de publicação, aumentar a periodicidade do nosso material e investir em inovação. 


Não queremos reinventar a roda. Bebemos na fonte de iniciativas bem sucedidas na Argentina, com o Chequeado, e nos Estados Unidos, com o Politifact—este último, aliás, vencedor do Pulitzer em 2008.

O nosso sucesso, desde 7 de julho de 2015, foi retumbante: tivemos repercussões importantes no mundo do jornalismo e da política, com artigo de Clóvis Rossi na Folha de S.Paulo louvando nosso trabalho de checagem do discurso presidencial, entrevistas com nossa fundadora e diretora executiva, Tai Nalon, parceria firme com o jornal Diário Catarinense, além do feedback de políticos influentes no Congresso, que usam nosso material para aperfeiçoar políticas de governo.


Acreditamos que o jornalismo diário carece de uma abordagem analítica baseada em fatos, e não apenas em opiniões. Percebemos que a cobertura feita pela imprensa tradicional, de quem somos entusiastas, e não inimigos, carece de dados, mas exagera em versões.

Ficou com dúvidas? Veja, abaixo, o quais são os nossos planos.

 
 

Veja, cremos que a perenidade do nosso trabalho é essencial para o aperfeiçoamento do tipo de jornalismo que praticamos e do qual a sociedade precisa. O financiamento coletivo é uma solução que encontramos para manter a independência e aproximar o leitor da nossa técnica.

 

Não se convenceu? 


Conheça, então, nossos fundadores.

 
 
 
 

Tai Nalon, 29 anos, é jornalista e carioca, mas passou os últimos sete anos entre São Paulo e Brasília. Cobre política desde 2009, com passagens pelas redações da Folha de S.Paulo, da Veja e do G1. Colabora para a revista piauí. Cobriu o cotidiano da presidente Dilma Rousseff por quase três anos. Participou de coberturas importantes, como as das eleições de 2010 e de 2014, do julgamento do mensalão, das manifestações de junho de 2013, do escândalo de espionagem da NSA.

Rômulo Collopy, 31 anos, trabalhou como relações públicas de 2009 a 2013, quando enveredou para a área da programação. Saiu do escritório do Funbio (Fundo Brasileiro para a Biodiversidade) para a área de desenvolvimento de sistemas. Hoje é especialista em Python e Django e tem obsessão por plataformas de storytelling e abertura de dados.

Se ainda não é suficiente, veja ali do lado todas as recompensas que preparamos para você. Mas, atenção: se não conseguirmos atingir a meta da Benfeitoria, não conseguiremos resgatar nada.

Ficou ainda com alguma dúvida? Escreva para ouvidoria@aosfatos.org.

Vamos lá?


Um abraço,
Equipe Aos Fatos

 
 
 
 
 
 

Aos Fatos é uma plataforma de jornalismo para verificação de discurso que funciona, hoje, em fase de testes. Somos um grupo de jornalistas e programadores que checam o que os políticos dizem e fazem --e contextualizam acontecimentos da política nacional de forma didática e intuitiva.


Acreditamos, entretanto, que podemos fazer mais. Mais do que publicamos no nosso Medium, no nosso Facebook, no nosso Twitter e no LinkedIn. Em parceria com a Benfeitoria, propomos nosso primeiro financiamento coletivo, cujo objetivo é tornar nosso trabalho perene. Com a sua contribuição, poderemos desenvolver nossa plataforma própria de publicação, aumentar a periodicidade do nosso material e investir em inovação. 


Não queremos reinventar a roda. Bebemos na fonte de iniciativas bem sucedidas na Argentina, com o Chequeado, e nos Estados Unidos, com o Politifact—este último, aliás, vencedor do Pulitzer em 2008.

O nosso sucesso, desde 7 de julho de 2015, foi retumbante: tivemos repercussões importantes no mundo do jornalismo e da política, com artigo de Clóvis Rossi na Folha de S.Paulo louvando nosso trabalho de checagem do discurso presidencial, entrevistas com nossa fundadora e diretora executiva, Tai Nalon, parceria firme com o jornal Diário Catarinense, além do feedback de políticos influentes no Congresso, que usam nosso material para aperfeiçoar políticas de governo.


Acreditamos que o jornalismo diário carece de uma abordagem analítica baseada em fatos, e não apenas em opiniões. Percebemos que a cobertura feita pela imprensa tradicional, de quem somos entusiastas, e não inimigos, carece de dados, mas exagera em versões.

Ficou com dúvidas? Veja, abaixo, o quais são os nossos planos.

 
 

Veja, cremos que a perenidade do nosso trabalho é essencial para o aperfeiçoamento do tipo de jornalismo que praticamos e do qual a sociedade precisa. O financiamento coletivo é uma solução que encontramos para manter a independência e aproximar o leitor da nossa técnica.

 

Não se convenceu? 


Conheça, então, nossos fundadores.

 
 
 
 

Tai Nalon, 29 anos, é jornalista e carioca, mas passou os últimos sete anos entre São Paulo e Brasília. Cobre política desde 2009, com passagens pelas redações da Folha de S.Paulo, da Veja e do G1. Colabora para a revista piauí. Cobriu o cotidiano da presidente Dilma Rousseff por quase três anos. Participou de coberturas importantes, como as das eleições de 2010 e de 2014, do julgamento do mensalão, das manifestações de junho de 2013, do escândalo de espionagem da NSA.

Rômulo Collopy, 31 anos, trabalhou como relações públicas de 2009 a 2013, quando enveredou para a área da programação. Saiu do escritório do Funbio (Fundo Brasileiro para a Biodiversidade) para a área de desenvolvimento de sistemas. Hoje é especialista em Python e Django e tem obsessão por plataformas de storytelling e abertura de dados.

Se ainda não é suficiente, veja ali do lado todas as recompensas que preparamos para você. Mas, atenção: se não conseguirmos atingir a meta da Benfeitoria, não conseguiremos resgatar nada.

Ficou ainda com alguma dúvida? Escreva para ouvidoria@aosfatos.org.

Vamos lá?


Um abraço,
Equipe Aos Fatos

 
 
 
 

Tai Nalon ainda não publicou nenhuma notícia.