[SP] Minas pretas na tecnologia e UX |

[SP] Minas pretas na tecnologia e UX

Apoie a iniciativa UX para Minas Pretas para inserir mulheres negras no mercado de tecnologia com foco em UX (experiência do usuário).

Projeto por: Ux para Minas Pretas
R$ 44.562,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

375 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Ux para Minas Pretas

Ux para Minas Pretas
R$ 10
Obrigada!
38 benfeitores apoiando
Agradecemos a sua colaboração

62 disponíveis.
R$ 30
Tamo Junto!
57 benfeitores apoiando
Agradecemos a sua colaboração

43 disponíveis.
R$ 50
A união faz a força
45 benfeitores apoiando
Agradecemos a sua colaboração

55 disponíveis.
R$ 100
Cem palavras
33 benfeitores apoiando
Agradecemos a sua colaboração

67 disponíveis.
R$ 250
Atitude que inspira!
5 benfeitores apoiando
Agradecemos a sua colaboração

95 disponíveis.
R$ 500
Transformadores
1 benfeitor apoiando
Agradecemos a sua colaboração

99 disponíveis.
R$ 1.000
Eu torço muito por essa iniciativa
Seja o primeiro a apoiar!
Integrantes da iniciativa farão um bate-papo privado com funcionários da sua empresa ou projeto sobre equidade e diversidade no mercado de trabalho. São designers e comunicadoras que abordam o tema com dinâmicas e falas para promover um ambiente de trabalho mais saudável.

3 disponíveis.
R$ 2.000
Acredito demais no impacto dessa iniciat
2 benfeitores apoiando
Integrantes da iniciativa farão um bate-papo privado com funcionários da sua empresa ou projeto sobre equidade e diversidade no mercado de trabalho. São designers e comunicadoras que abordam o tema com dinâmicas e falas para promover um ambiente de trabalho mais saudável.

01 disponível.
R$ 5.000
Quero ser um grande parceiro
Seja o primeiro a apoiar!
Integrantes da iniciativa farão um bate-papo privado com funcionários da sua empresa ou projeto sobre equidade e diversidade no mercado de trabalho. São designers e comunicadoras que abordam o tema com dinâmicas e falas para promover um ambiente de trabalho mais saudável.

3 disponíveis.

Segundo a pesquisa Panorama UX 2020 feita pela Zoly, 15% das pessoas são pardas e 5% são negras na área de user experience (experiência do usuário). Isso mostra como apesar de sermos mais 50% da população brasileira, poucas pessoas negras conseguem uma boa capacitação, vagas e frequentam espaços que promovem eventos da área. A UX para Minas Pretas tem a proposta de promover a equidade em UX, sobretudo abrindo portas para que mulheres negras estejam dentro de grandes empresas, sejam capacitadas e sejam talentos antes não vistos pelos contratantes.

A chegada da COVID-19 fez com que muitas meninas da nossa comunidade perdessem a motivação, empresas reduzissem as contratações de UXs Jr., outras demitissem e baixassem salários, além da diminuição d as parcerias com a UXMP. O impacto disso é que atualmente temos poucos produtos e serviços democráticos, criados por equipes mais diversas e para o máximo de pessoas possíveis, ou seja, eles não são criados a partir de outros olhares.

Por isso, pedimos sua ajuda para arcar e construir o melhor cenário durante a pandemia e posteriormente, principalmente focando no auxílio para mulheres periféricas. Com o valor arrecadado, você ajudará na: realização de eventos online, contratação de ferramentas digitais, bolsas de estudo, materiais para estudo, ajuda de custo para equipe, compra de equipamentos para eventos presenciais, pagamento e manutenção jurídica financeira da iniciativa, entre outros custos.

A UX para Minas Pretas é uma iniciativa de São Paulo por e para mulheres negras com foco em UX. Promovemos a equidade de mulheres negras no mercado de tecnologia com foco em UX, por meio de ações de formação, empoderamento, compartilhamento de conhecimento e articulação em rede.

Existe uma lacuna entre as mulheres negras e empresas de tecnologia, um dos meios de minimizar esses danos é criando ações afirmativas, para que mulheres negras alcancem essas oportunidades. Nosso objetivo é cada vez mais expandir a iniciativa para outros estados e atingir o máximo de meninas.

Antes mesmo da COVID-19, mulheres negras da UX para Minas Pretas de diferentes lugares de São Paulo e outros estados, em sua maioria de origem periférica, vêm tentando ascender na sociedade e galgar oportunidades através de capacitações. Elas buscam a transição de carreira para o mercado de tecnologia. A chegada da COVID-19 fez com que muitas meninas da nossa comunidade perdessem a motivação, empresas reduzissem as contratações de UXs Jr., outras demitissem e baixassem salários, além da diminuição d as parcerias com a UXMP. O impacto disso é que atualmente temos poucos produtos e serviços democráticos, criados por equipes mais diversas e para o máximo de pessoas possíveis, ou seja, eles não são criados a partir de outros olhares.

Desde de 2018 atingimos diversas mulheres das periferias: Jardim São Luís - Zona Sul (SP), Jd Santa Tereza (SP), Embú das Artes (SP), Jd Novo Flamboyant (Campinas/SP), Guarapiranga - Zona Sul (SP), Jaraguá - Zona Oeste (SP), Gênesis (SP), Campinas/SP, Vila Inglesa - Zona Sul (SP, Vila Monte Belo - Itaquaquecetuba/SP), Jardim Boa Vista - Zona Oeste, entre outras. Apesar do incentivo de algumas empresas, através do espaço para realização de eventos e direcionamento de vagas, nossos desafios ainda são maiores e envolvem tratativas além da capacitação técnica, como auxílio emocional e de custo para que muitas delas cheguem até nós presencialmente ou possam realizar cursos de forma remota.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

COLABORAÇÕES EXTERNAS

R$1.000,00

colaborador

A campanha [SP] Minas pretas na tecnologia e UX captou os valores acima através de ações de arrecadação independentes, ou seja, fora da plataforma Benfeitoria. Ficou com dúvidas? Clique aqui

Demos início à execução do projeto a partir dos valores recebidos da Tide Setubal e da Benfeitoria por meio de nossos apoiadores.

Em: 27/06/2020 21:35

Nós da UXMP, agradecemos a todos que nos apoiaram em nosso financiamento coletivo.

E já demos início à execução do projeto a partir dos valores recebidos da Tide Setubal e da Benfeitoria por meio de nossos apoiadores.


Inicialmente, contratamos as plataformas digitais:
Etus - para a gestão de redes sociais, dois domínios de site.

Além disso, antecipamos 7 parcelas do nosso MEI, medida importante para a formalização.

Como próximos passos, prevemos a construção do nosso site e a elaboração do calendário de cursos e eventos que serão realizados nos próximos meses.

Além disso, entramos em contato com os apoiadores da campanha que auxiliaram com mais de 1.000,00. Em primeiro lugar, conversaremos com os benfeitores para conhecê-los e mapearmos a melhor forma de entregar a nossa contrapartida. Feito isso, realizaremos o evento, que consiste em um bate-papo sobre equidade e diversidade no mercado de trabalho envolvendo as equipes das organizações apoiadoras. Nossa ideia é promover um ambiente de trabalho mais saudável para todas as pessoas.
 

Obrigada


Segundo a pesquisa Panorama UX 2020 feita pela Zoly, 15% das pessoas são pardas e 5% são negras na área de user experience (experiência do usuário). Isso mostra como apesar de sermos mais 50% da população brasileira, poucas pessoas negras conseguem uma boa capacitação, vagas e frequentam espaços que promovem eventos da área. A UX para Minas Pretas tem a proposta de promover a equidade em UX, sobretudo abrindo portas para que mulheres negras estejam dentro de grandes empresas, sejam capacitadas e sejam talentos antes não vistos pelos contratantes.

A chegada da COVID-19 fez com que muitas meninas da nossa comunidade perdessem a motivação, empresas reduzissem as contratações de UXs Jr., outras demitissem e baixassem salários, além da diminuição d as parcerias com a UXMP. O impacto disso é que atualmente temos poucos produtos e serviços democráticos, criados por equipes mais diversas e para o máximo de pessoas possíveis, ou seja, eles não são criados a partir de outros olhares.

Por isso, pedimos sua ajuda para arcar e construir o melhor cenário durante a pandemia e posteriormente, principalmente focando no auxílio para mulheres periféricas. Com o valor arrecadado, você ajudará na: realização de eventos online, contratação de ferramentas digitais, bolsas de estudo, materiais para estudo, ajuda de custo para equipe, compra de equipamentos para eventos presenciais, pagamento e manutenção jurídica financeira da iniciativa, entre outros custos.

A UX para Minas Pretas é uma iniciativa de São Paulo por e para mulheres negras com foco em UX. Promovemos a equidade de mulheres negras no mercado de tecnologia com foco em UX, por meio de ações de formação, empoderamento, compartilhamento de conhecimento e articulação em rede.

Existe uma lacuna entre as mulheres negras e empresas de tecnologia, um dos meios de minimizar esses danos é criando ações afirmativas, para que mulheres negras alcancem essas oportunidades. Nosso objetivo é cada vez mais expandir a iniciativa para outros estados e atingir o máximo de meninas.

Antes mesmo da COVID-19, mulheres negras da UX para Minas Pretas de diferentes lugares de São Paulo e outros estados, em sua maioria de origem periférica, vêm tentando ascender na sociedade e galgar oportunidades através de capacitações. Elas buscam a transição de carreira para o mercado de tecnologia. A chegada da COVID-19 fez com que muitas meninas da nossa comunidade perdessem a motivação, empresas reduzissem as contratações de UXs Jr., outras demitissem e baixassem salários, além da diminuição d as parcerias com a UXMP. O impacto disso é que atualmente temos poucos produtos e serviços democráticos, criados por equipes mais diversas e para o máximo de pessoas possíveis, ou seja, eles não são criados a partir de outros olhares.

Desde de 2018 atingimos diversas mulheres das periferias: Jardim São Luís - Zona Sul (SP), Jd Santa Tereza (SP), Embú das Artes (SP), Jd Novo Flamboyant (Campinas/SP), Guarapiranga - Zona Sul (SP), Jaraguá - Zona Oeste (SP), Gênesis (SP), Campinas/SP, Vila Inglesa - Zona Sul (SP, Vila Monte Belo - Itaquaquecetuba/SP), Jardim Boa Vista - Zona Oeste, entre outras. Apesar do incentivo de algumas empresas, através do espaço para realização de eventos e direcionamento de vagas, nossos desafios ainda são maiores e envolvem tratativas além da capacitação técnica, como auxílio emocional e de custo para que muitas delas cheguem até nós presencialmente ou possam realizar cursos de forma remota.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Demos início à execução do projeto a partir dos valores recebidos da Tide Setubal e da Benfeitoria por meio de nossos apoiadores.

Em: 27/06/2020 21:35

Nós da UXMP, agradecemos a todos que nos apoiaram em nosso financiamento coletivo.

E já demos início à execução do projeto a partir dos valores recebidos da Tide Setubal e da Benfeitoria por meio de nossos apoiadores.


Inicialmente, contratamos as plataformas digitais:
Etus - para a gestão de redes sociais, dois domínios de site.

Além disso, antecipamos 7 parcelas do nosso MEI, medida importante para a formalização.

Como próximos passos, prevemos a construção do nosso site e a elaboração do calendário de cursos e eventos que serão realizados nos próximos meses.

Além disso, entramos em contato com os apoiadores da campanha que auxiliaram com mais de 1.000,00. Em primeiro lugar, conversaremos com os benfeitores para conhecê-los e mapearmos a melhor forma de entregar a nossa contrapartida. Feito isso, realizaremos o evento, que consiste em um bate-papo sobre equidade e diversidade no mercado de trabalho envolvendo as equipes das organizações apoiadoras. Nossa ideia é promover um ambiente de trabalho mais saudável para todas as pessoas.
 

Obrigada