[SP] Aquece o Centro |

[SP] Aquece o Centro

A sua colaboração viabilizará a entrega de 1500 cobertores, 300 kits de moletom e meias e 2500 águas para pessoas em situação de rua no centro de SP

Projeto por: Natália Carolina Naves Afoloti
R$ 11.190,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

26
benfeitores

37%
arrecadado

11
dias restantes

PARCELE SEU PAGAMENTO EM ATÉ 6 VEZES

Ajude-nos a bater nossa meta até 14/06/2020 - 23:59


POR

Natália Carolina Naves Afoloti

Natália Carolina Naves Afoloti
R$ 250
5 pessoas aquecidas
2 benfeitores apoiando
mini bolo de cenoura com chocolate

8 disponíveis.
R$ 500
10 pessoas aquecidas
Seja o primeiro a apoiar!
biscoitinhos amanteigados

10 disponíveis.
R$ 1.000
20 pessoas aquecidas
Seja o primeiro a apoiar!
mini bolo de maçã, canela e castanha do Pará

10 disponíveis.
R$ 2.000
40 pessoas aquecidas
Seja o primeiro a apoiar!
cookies de cacau com castanhas

10 disponíveis.
R$ 5.000
100 pessoas aquecidas
Seja o primeiro a apoiar!
caixa com gostosuras

5 disponíveis.

Não encontrou o que queria?

Outro valor

Temos andado pelo centro há 8 semanas distribuindo alimentos, água, kits de higiene, cobertores, barracas, máscaras de tecido, roupas, cestas básicas, ração de cachorro, entre outros itens para atender demandas de parte da população em situação de rua que se agravou com a pandemia.

Com esse recurso, pretendemos comprar uma quantidade grande de cobertores e moletons, pois o frio se aproxima e a exposição de quem está na rua é ainda maior. Além disso, distribuiremos água mineral, item sempre solicitado quando fazemos a ação.

O centro de SP tem vários bairros com contexto periférico e uma população que aumenta a cada dia. Nosso itinerário será: Sé, Patriarca, Glicério, Campos Elíseos, Santa Cecília, Luz e Bom Retiro e a entrega será feita com apoio de um caminhão e um grupo de 10 pessoas seguindo as orientações de segurança dos órgãos de saúde: máscaras, luvas e distanciamento de pelo menos 1 metro na fila.

Sou Natália Afoloti, cozinheira. Desde sempre, minha esposa e eu, apoiamos pontualmente pessoas que vivem nas ruas nas imediações de nosso bairro, Bela Vista. Com a explosão da pandemia aumentararam os relatos sobre as necessidades primárias e decidimos, um grupo de amigxs da religião e nós, entregar marmitas e água em maior quantidade.

Enviamos um pedido de apoio à família e amigxs e a ajuda começou a chegar. Aumentamos a produção de comida e começamos a comprar outros itens e a cada entrega, ouvindo o relato das pessoas na rua, seguimos readaptando. Ao longo de 2 meses entregamos quase 1500 cobertores e 3000 refeições e água. Além de todos os outros itens que mencionamos acima.

A pandemia causada pelo Coronavírus só explicitou as condições de desigualdade social e profundo descaso por parte do Estado que já vinham em crescente escala. Percebemos ao longo desses dois meses o aumento de pessoas imigrantes, idosas e famílias no perímetro que temos percorrido.

Há uma necessidade absurda das coisas mais simples e que nós, em nossa condição social, sequer somos capazes de imaginar.

Acreditamos que o maior desafio seja seguir doando o que essas pessoas necessitam, saindo da lógica da caridade cristã. Estratégias de enfrentamento de médio e longo prazo e ações humanitárias devem seguir juntas!

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Natália Carolina Naves Afoloti ainda não publicou nenhuma notícia.

Temos andado pelo centro há 8 semanas distribuindo alimentos, água, kits de higiene, cobertores, barracas, máscaras de tecido, roupas, cestas básicas, ração de cachorro, entre outros itens para atender demandas de parte da população em situação de rua que se agravou com a pandemia.

Com esse recurso, pretendemos comprar uma quantidade grande de cobertores e moletons, pois o frio se aproxima e a exposição de quem está na rua é ainda maior. Além disso, distribuiremos água mineral, item sempre solicitado quando fazemos a ação.

O centro de SP tem vários bairros com contexto periférico e uma população que aumenta a cada dia. Nosso itinerário será: Sé, Patriarca, Glicério, Campos Elíseos, Santa Cecília, Luz e Bom Retiro e a entrega será feita com apoio de um caminhão e um grupo de 10 pessoas seguindo as orientações de segurança dos órgãos de saúde: máscaras, luvas e distanciamento de pelo menos 1 metro na fila.

Sou Natália Afoloti, cozinheira. Desde sempre, minha esposa e eu, apoiamos pontualmente pessoas que vivem nas ruas nas imediações de nosso bairro, Bela Vista. Com a explosão da pandemia aumentararam os relatos sobre as necessidades primárias e decidimos, um grupo de amigxs da religião e nós, entregar marmitas e água em maior quantidade.

Enviamos um pedido de apoio à família e amigxs e a ajuda começou a chegar. Aumentamos a produção de comida e começamos a comprar outros itens e a cada entrega, ouvindo o relato das pessoas na rua, seguimos readaptando. Ao longo de 2 meses entregamos quase 1500 cobertores e 3000 refeições e água. Além de todos os outros itens que mencionamos acima.

A pandemia causada pelo Coronavírus só explicitou as condições de desigualdade social e profundo descaso por parte do Estado que já vinham em crescente escala. Percebemos ao longo desses dois meses o aumento de pessoas imigrantes, idosas e famílias no perímetro que temos percorrido.

Há uma necessidade absurda das coisas mais simples e que nós, em nossa condição social, sequer somos capazes de imaginar.

Acreditamos que o maior desafio seja seguir doando o que essas pessoas necessitam, saindo da lógica da caridade cristã. Estratégias de enfrentamento de médio e longo prazo e ações humanitárias devem seguir juntas!

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Natália Carolina Naves Afoloti ainda não publicou nenhuma notícia.