Cia Atravessa a Porta #arteesaúdemental |

Cia Atravessa a Porta #arteesaúdemental

Arte, cultura e saúde mental no Paranoá-DF. Teatro e cinema. Objetivo: adquirir gravador e microfone unidirecional para melhorar a qualidade dos nossos vídeo

Projeto por: Amanda de Oliveira
R$ 7.460,00
arrecadado
meta R$ 7.600,00

70
benfeitores

98%
arrecadado

12
dias restantes

A primeira meta foi batida! O projeto será realizado, mas a arrecadação continua até 03/11/2019 - 23:59

POR

Amanda de Oliveira

Amanda de Oliveira

R$ 10
AGRADECID@S
2 benfeitores apoiando
Agradecimento na página do Instagram e créditos do próximo filme.
R$ 20
GRATIDÃO MAGNÉTICA
5 benfeitores apoiando
Agradecimento nos créditos do próximo filme, adesivo e íma.
R$ 25
GRATIDÃO COM POSTAL
3 benfeitores apoiando
Agradecimento nos créditos do próximo filme, adesivo e cartão postal.
R$ 30
GRATIDÃO COM PIPOCA
13 benfeitores apoiando
Agradecimento nos créditos do próximo filme e balde de pipoca personalizado.
R$ 50
GRATIDÃO COM CAFÉ
30 benfeitores apoiando
Agradecimento nos créditos do próximo filme e caneca personalizada.

36 disponíveis.
R$ 80
GRATIDÃO PRA QUEM VESTE A CAMISA
9 benfeitores apoiando
Agradecimento nos créditos do próximo filme e bela camiseta com frases da Cia.

6 disponíveis.
R$ 100
GRATIDÃO COM CAMISA E PIPOCA
11 benfeitores apoiando
Agradecimento, balde de pipoca e bela camiseta com frases da Cia.

4 disponíveis.
R$ 130
AGRADECID@S PACOTE COMPLETO
4 benfeitores apoiando
Agradecimento, camiseta, balde de pipoca, ímã, postal e adesivo.

11 disponíveis.
R$ 200
AGRADECID@S COM CONHECIMENTO
4 benfeitores apoiando
Palestra ou roda de conversa sobre psicanálise, saúde mental, arte e cultura.

01 disponível.
R$ 250
AGRADECID@S E BRINCANTES
Seja o primeiro a apoiar!
Oficina de jogos teatrais. Apenas na região do Distrito Federal. Sem limitação de idade.

4 disponíveis.
R$ 500
AGRADECID@S VENDO FILMES
1 benfeitor apoiando
Mostra de filmes e debate com integrantes da Cia Atravessa a Porta.

01 disponível.
R$ 1.000
AGRADECID@S COM FILMES E JOGOS
1 benfeitor apoiando
Duas oficinas de jogos teatrais + mostra de filmes e debate.com integrantes da Cia Atravessa a Porta.

01 disponível.

Não encontrou o que queria?

Apoie com qualquer valor


 

QUEM SOMOS E OBJETIVO DA CAMPANHA

 

Todos podem ser artistas. A arte é livre. A arte é a linha que rompe o são do louco. A arte é um cavaleiro que anda com o seu cavalo em cima das nuvens.

Nós somos a Cia Atravessa a Porta de teatro e cinema. Somos um projeto de arte, saúde mental e cultura antimanicomial com sede no Centro de Atenção Psicossocial II Arthur Bispo do Rosário (Caps II), no Paranoá, Distrito Federal. Existimos desde 2012 e do nosso grupo participam frequentadores do Caps, familiares, artistas, psicólogos e outros profissionais de saúde mental e ciências humanas e universitários. Queremos que o mundo escute melhor as nossas vozes! Por isso, lançamos esta campanha de financiamento coletivo, com o objetivo de adquirir um equipamento de captação de áudio, com gravador e microfone unidirecional, para melhorar a qualidade dos nossos filmes.

Nosso projeto já produziu 5 filmes. O áudio é o ponto que mais precisamos melhorar em nossa produção e vemos importância nisso, pois a qualidade técnica contribui para que o nosso trabalho possa ocupar um lugar de dignidade na cultura. Queremos inscrever nossos filmes em festivais e sabemos que para isso precisamos melhorar o áudio. Acreditamos no encontro de culturas e na diversidade cultural e pensamos que os frequentadores dos serviços de saúde mental têm muito o que dizer para contribuir com uma cultura mais livre, que possa conviver com a loucura de forma criativa. Sentimos que isso é bom para todos, não somente para as pessoas que fazem tratamentos de saúde mental.

Venha conhecer a nossa página no Instagram: @atravessaaporta

 

NOSSOS TRABALHOS E ARTISTAS

 

Além de cinema, trabalhamos também com teatro e performance. Já fizemos 5 filmes, 4 performances e 1 peça de teatro, com apresentações e mostras de filmes em diversos setores do Distrito Federal: Paranoá, Setor Comercial Sul, UnB, UniCeub, escola de Ensino Médio do Itapoã e Museu Nacional. Trabalhamos com processos coletivos de criação. Nosso trabalho é um apoio no tratamento de saúde mental de 22 frequentadores do Caps II do Paranoá, um serviço de saúde mental do SUS que funciona no paradigma do tratamento antimanicomial, comunitário e aberto (manicômios nunca mais!). Nossas oficinas já foram também cenário de pesquisa de um trabalho de mestrado e outro de doutorado, que foram apresentados em diversos congressos científicos.  Também contribuímos para a criação de uma sociedade que abra espaço para a loucura e a desrazão na convivência social, pois acreditamos que de perto ninguém é normal e isso faz parte da riqueza de ser humano.


Presépio de adulto (2012) [Teatro]

Trabalho inaugural da Cia Atravessa a Porta, presépio de adulto é uma pequena peça de teatro que fala sobre o Natal, o nascimento, o cuidado, a esperança e o contato com o outro.

 

Assim seja (2013) [Curta-metragem]

A lenda de uma cigana capaz de realizar desejos chegou a um grupo de amigas, inspirando uma longa conversa. Cuidado com o que desejas, pois pode se tornar realidade.

 

A Cor (2014) [Curta-metragem]

As pessoas de sapato amarelo passaram a ser vistas como algo a ser evitado pelos cidadãos de uma vila. O que será que estavam evitando?

 

Por onde andamos (2016) [Curta-metragem]

Seres fantásticos povoam o Paranoá, em busca da sua própria utopia. Um experimento entre a ficção e o documentário, o que somos e o que imaginamos ser. Maravilha, idealização ou engano? Afinal, o que é o Paraíso pra você?

 

Aligator 3 conto (2017) [Curta-metragem]

Um jacaré foi visto no Paranoá. Quem será este ser? Por onde ele anda, será perigoso? Entre o medo, a ternura, a raiva e o cuidado, percebe-se que qualquer ser pode se tornar um espelho de nós mesmos.

 

Bonde do Tonhão (2018) [Performance]

Tonhão nunca havia saído de casa. Inspirado pelo carnaval, resolveu fugir da internação, sair e se multiplicar. Bloco de carnaval antimanicomial.

Foto: @mídianinja

 

Caps desalojado (2018) [Performance]

Loucura é viver a vida achando que não é louco. Performance apresentada na Semana da luta antimanicomial 2018, com nova versão modificada para o congresso da Associação Brasileira de Saúde Mental (2018).

 

Bonde do Tonhão (2019) [Performance]

Tonhão gostou do carnaval e resolveu voltar no ano seguinte, com seu exército de clones.

 

Antônio sim, por que não? (2017-2019) [Longa-metragem]

- Produção em fase de edição - Seu Antônio é procurado pela morte, mas a convence de continuar pelo planeta Terra, o que ela aceita, com a condição de que possa entender melhor suas vidas passadas. A morte é sempre o fim ou pode ser também um novo começo?

 

Que saúde mental você quer? (2019) [Performance]

Apresentação criada para o ato realizado no dia 15/05/2019, organizado pelo @movimentoprosaudementaldf, pela Luta Antimanicomial e em apoio à permanência do Caps Ad III Candango no Setor Comercial Sul.

 

QUER APOIAR MAIS?

Gostou do nosso projeto? Sabia que além do equipamento de captação de áudio, temos muitos planos? Precisamos de espaços para fazer mostra dos nossos vídeos, apoio técnico na área de cinema, teatro, moda e fotografia. Pretendemos também nos tornar uma fonte de renda para os participantes da oficina. Quer contribuir para toda essa benfeitoria acontecer? Envie um email para atravessaaporta@gmail.com

 

CONTATO

Tem alguma dúvida sobre as recompensas ou quer saber mais sobre o projeto?

Envie um email para: atravessaaporta@gmail.com ou uma mensagem por whatsapp para nossa coordenadora: (61)982925153 (Amanda de Oliveira Mota)

 


 

QUEM SOMOS E OBJETIVO DA CAMPANHA

 

Todos podem ser artistas. A arte é livre. A arte é a linha que rompe o são do louco. A arte é um cavaleiro que anda com o seu cavalo em cima das nuvens.

Nós somos a Cia Atravessa a Porta de teatro e cinema. Somos um projeto de arte, saúde mental e cultura antimanicomial com sede no Centro de Atenção Psicossocial II Arthur Bispo do Rosário (Caps II), no Paranoá, Distrito Federal. Existimos desde 2012 e do nosso grupo participam frequentadores do Caps, familiares, artistas, psicólogos e outros profissionais de saúde mental e ciências humanas e universitários. Queremos que o mundo escute melhor as nossas vozes! Por isso, lançamos esta campanha de financiamento coletivo, com o objetivo de adquirir um equipamento de captação de áudio, com gravador e microfone unidirecional, para melhorar a qualidade dos nossos filmes.

Nosso projeto já produziu 5 filmes. O áudio é o ponto que mais precisamos melhorar em nossa produção e vemos importância nisso, pois a qualidade técnica contribui para que o nosso trabalho possa ocupar um lugar de dignidade na cultura. Queremos inscrever nossos filmes em festivais e sabemos que para isso precisamos melhorar o áudio. Acreditamos no encontro de culturas e na diversidade cultural e pensamos que os frequentadores dos serviços de saúde mental têm muito o que dizer para contribuir com uma cultura mais livre, que possa conviver com a loucura de forma criativa. Sentimos que isso é bom para todos, não somente para as pessoas que fazem tratamentos de saúde mental.

Venha conhecer a nossa página no Instagram: @atravessaaporta

 

NOSSOS TRABALHOS E ARTISTAS

 

Além de cinema, trabalhamos também com teatro e performance. Já fizemos 5 filmes, 4 performances e 1 peça de teatro, com apresentações e mostras de filmes em diversos setores do Distrito Federal: Paranoá, Setor Comercial Sul, UnB, UniCeub, escola de Ensino Médio do Itapoã e Museu Nacional. Trabalhamos com processos coletivos de criação. Nosso trabalho é um apoio no tratamento de saúde mental de 22 frequentadores do Caps II do Paranoá, um serviço de saúde mental do SUS que funciona no paradigma do tratamento antimanicomial, comunitário e aberto (manicômios nunca mais!). Nossas oficinas já foram também cenário de pesquisa de um trabalho de mestrado e outro de doutorado, que foram apresentados em diversos congressos científicos.  Também contribuímos para a criação de uma sociedade que abra espaço para a loucura e a desrazão na convivência social, pois acreditamos que de perto ninguém é normal e isso faz parte da riqueza de ser humano.


Presépio de adulto (2012) [Teatro]

Trabalho inaugural da Cia Atravessa a Porta, presépio de adulto é uma pequena peça de teatro que fala sobre o Natal, o nascimento, o cuidado, a esperança e o contato com o outro.

 

Assim seja (2013) [Curta-metragem]

A lenda de uma cigana capaz de realizar desejos chegou a um grupo de amigas, inspirando uma longa conversa. Cuidado com o que desejas, pois pode se tornar realidade.

 

A Cor (2014) [Curta-metragem]

As pessoas de sapato amarelo passaram a ser vistas como algo a ser evitado pelos cidadãos de uma vila. O que será que estavam evitando?

 

Por onde andamos (2016) [Curta-metragem]

Seres fantásticos povoam o Paranoá, em busca da sua própria utopia. Um experimento entre a ficção e o documentário, o que somos e o que imaginamos ser. Maravilha, idealização ou engano? Afinal, o que é o Paraíso pra você?

 

Aligator 3 conto (2017) [Curta-metragem]

Um jacaré foi visto no Paranoá. Quem será este ser? Por onde ele anda, será perigoso? Entre o medo, a ternura, a raiva e o cuidado, percebe-se que qualquer ser pode se tornar um espelho de nós mesmos.

 

Bonde do Tonhão (2018) [Performance]

Tonhão nunca havia saído de casa. Inspirado pelo carnaval, resolveu fugir da internação, sair e se multiplicar. Bloco de carnaval antimanicomial.

Foto: @mídianinja

 

Caps desalojado (2018) [Performance]

Loucura é viver a vida achando que não é louco. Performance apresentada na Semana da luta antimanicomial 2018, com nova versão modificada para o congresso da Associação Brasileira de Saúde Mental (2018).

 

Bonde do Tonhão (2019) [Performance]

Tonhão gostou do carnaval e resolveu voltar no ano seguinte, com seu exército de clones.

 

Antônio sim, por que não? (2017-2019) [Longa-metragem]

- Produção em fase de edição - Seu Antônio é procurado pela morte, mas a convence de continuar pelo planeta Terra, o que ela aceita, com a condição de que possa entender melhor suas vidas passadas. A morte é sempre o fim ou pode ser também um novo começo?

 

Que saúde mental você quer? (2019) [Performance]

Apresentação criada para o ato realizado no dia 15/05/2019, organizado pelo @movimentoprosaudementaldf, pela Luta Antimanicomial e em apoio à permanência do Caps Ad III Candango no Setor Comercial Sul.

 

QUER APOIAR MAIS?

Gostou do nosso projeto? Sabia que além do equipamento de captação de áudio, temos muitos planos? Precisamos de espaços para fazer mostra dos nossos vídeos, apoio técnico na área de cinema, teatro, moda e fotografia. Pretendemos também nos tornar uma fonte de renda para os participantes da oficina. Quer contribuir para toda essa benfeitoria acontecer? Envie um email para atravessaaporta@gmail.com

 

CONTATO

Tem alguma dúvida sobre as recompensas ou quer saber mais sobre o projeto?

Envie um email para: atravessaaporta@gmail.com ou uma mensagem por whatsapp para nossa coordenadora: (61)982925153 (Amanda de Oliveira Mota)

 

Amanda de Oliveira ainda não publicou nenhuma notícia.