MULHERES EMPREENDEDORAS |

MULHERES EMPREENDEDORAS

Este projeto tem como objetivo capacitar, monitorar e apoiar o empreendimento de 25 mulheres moradoras de comunidades de periferia no Rio de Janeiro.

Projeto por: Banco da Providência
R$ 164.100,00
arrecadado
meta R$ 100.000,00

133 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Banco da Providência

Banco da Providência

R$ 10
Muito obrigada!!!
11 benfeitores apoiando
Faremos um agradecimento nas nossas redes sociais!
R$ 30
Muito obrigada!!!
19 benfeitores apoiando
Você receberá um vídeo de uma das participantes com um agradecimento especial pela sua contribuição.
R$ 50
Muito obrigada!!!
38 benfeitores apoiando
Vídeo de agradecimento + Copo Eco!!
R$ 100
Muito obrigada!!!
8 benfeitores apoiando
Vídeo de agradecimento + Bloquinho Personalizado!!
R$ 150
Muito obrigada!!!
20 benfeitores apoiando
Vídeo de agradecimento + Camiseta personalizada!!
R$ 250
Muito obrigada!!!
6 benfeitores apoiando
Vídeo de agradecimento + Copo Eco + Bloquinho Personalizado + Camiseta Personalizada!!
R$ 500
Muito obrigada!!!
6 benfeitores apoiando
Vídeo de agradecimento + Copo Eco + Bloquinho Personalizado + Camiseta Personalizada + Produtos feitos pelas empreendedoras (Mini árvore de natal e biscoitos amanteigados)!!
R$ 1.000
Muito obrigada!!!
4 benfeitores apoiando
Vídeo de agradecimento + Copo Eco + Bloquinho Personalizado + Camiseta Personalizada + Produtos feitos pelas empreendedoras (Mini árvore de natal e biscoitos amanteigados) + Carta redigida a mão por uma das beneficiárias!!
R$ 5.000
Muito obrigada!!!
1 benfeitor apoiando
Vídeo de agradecimento + Copo Eco + Bloquinho Personalizado + Camiseta Personalizada + Produtos feitos pelas empreendedoras (Mini árvore de natal e biscoitos amanteigados) + Carta redigida a mão por uma das beneficiárias + Visita guiada aos projetos do Banco da Providência!!

Financiar mais de 25 mulheres empreendedoras no Programa de Inclusão Social do Banco da Providência.

O projeto tem como objetivo capacitar estas mulheres para geração de renda através do empreendedorismo.

As mulheres serão selecionadas pela parceria técnica da SMASDH/Prefeitura, de acordo com o cadastro do Programa Bolsa Família.

A trajetória metodológica do projeto ocorrerá em 9 meses e se desenvolverá nas Agências do Banco da Providência com a Metodogia das 3 Fases:

- Fase 1 Agência de Família: Fase do Desenvolvimento Humano

Serão disponibilizadas vagas no curso de Formação para o Mundo do Trabalho, que está baseado em 4 núcleos de temas: 
1) Habilidades socioemocionais para o desenvolvimento pessoal: Identidade, autoestima, disciplina, comprometimento, cooperação, organização, persistência e perseverança em percorrer o próprio caminho, e trabalho em equipe;
2) Comunidade, Pertencimento e Participação;
3) Oportunidades para Transformar Situações de Vida;
4) Ação: Elaboração de Planos de atitudes.

Após aprovadas na Fase 1, as participantes serão encaminhados para a Fase 2. 

 

- Fase 2 Agência de Capacitação: Fase de Capacitação Profissional das beneficiárias

Serão oferecidas vagas nos cursos de educação profissionalizante, divididas de acordo com a demanda.

Os cursos de capacitação são em 7 áreas: Turismo, Construção Civil, Mecânica de Refrigeração, Confecção, Beleza, Gastronomia e Informática.

A formação técnica está baseada em 3 núcleos de temas:
1) Habilidades específicas em oficinas para o trabalho;
2) Habilidades sociais e humanas e formação do perfil de empregabilidade;
3) Habilidades de gestão.

 

- Fase 3 Agência de Empreendedorismo: Fase de Geração de Trabalho e Renda (Habilidades do empreendedorismo)

Também haverá o financiamento de vagas no curso de empreendedorismo. E serão financiados kits de ferramentas para as participantes selecionadas de acordo com os planos de negócios da Agência de Empreendedorismo. Além do apoio financeiro, ocorrerá mentoria mensal para acompanhamento da execução do plano de negócios. 

Depois de percorrido o trajeto as mulheres estão capacitadas para atingir resultados superando a linha da pobreza (R$89,00).

 


É uma campanha anual com o objetivo de estimular doações pela sociedade civil.

É um dia para as pessoas refletirem, entenderem a importância da sua participação e se mobilizarem a agir.

Criado como contraponto ao incentivo do consumo elevado pela Black Friday, iniciado nos Estados Unidos, com o nome de Giving Tuesday.

No Brasil, o movimento chegou em 2013 e ganhou o nome de Dia de Doar.

Este ano o Banco da Providência fará a campanha do Dia de Doar para apoiar 25 mulheres empreendedoras.

Serão apenas 24 horas! Não fique fora desta campanha!!

 


Esta é uma campanha diferente! Conseguimos um parceiro para fazer o matchfunding do financiamento coletivo.

A cada um real investido por você neste projeto, o Instituto Phi investirá mais um real.

Até a 1ª meta de R$100.000,00 é tudo ou nada. Caso contrário, o seu investimento retornará para você.

Mas o matchfunding valerá até a 4ª meta para atingirmos o valor de R$160.000,00 e beneficiarmos 40 mulheres empreendedoras.

 

Lembre-se: hoje o impacto da sua colaboração é duplicado!

A cada R$1,00 doado, o Instituto Phi doará mais R$1,00. 

Não espere para contribuir!

Vamos juntos!!!!

 


Algumas das nossas recompensas:


O Banco da Providência é uma organização social sem fins lucrativos que há 60 anos contribui na redução da desigualdade social e colabora para a defesa dos direitos de jovens, adultos e famílias que vivem em situação de pobreza extrema na cidade do Rio de Janeiro, através dos projetos de capacitação profissional e geração de renda.

Em 2018, 443 famílias entraram no Programa, 1.649 pessoas foram impactadas, 532 pessoas foram capacitadas e 71% das famílias superaram o indicador renda de pobreza extrema.

Em 2019, 590 famílias foram capacitadas para gerar renda de forma sustentável.

COLABORAÇÕES EXTERNAS

R$50.000,00

1 colaborador

R$2.900,00

4 colaboradores

R$12.050,00

5 colaboradores

A campanha MULHERES EMPREENDEDORAS captou os valores acima através de ações de arrecadação independentes, ou seja, fora da plataforma Benfeitoria. Ficou com dúvidas? Clique aqui

Banco da Providência ainda não publicou nenhuma notícia.

Financiar mais de 25 mulheres empreendedoras no Programa de Inclusão Social do Banco da Providência.

O projeto tem como objetivo capacitar estas mulheres para geração de renda através do empreendedorismo.

As mulheres serão selecionadas pela parceria técnica da SMASDH/Prefeitura, de acordo com o cadastro do Programa Bolsa Família.

A trajetória metodológica do projeto ocorrerá em 9 meses e se desenvolverá nas Agências do Banco da Providência com a Metodogia das 3 Fases:

- Fase 1 Agência de Família: Fase do Desenvolvimento Humano

Serão disponibilizadas vagas no curso de Formação para o Mundo do Trabalho, que está baseado em 4 núcleos de temas: 
1) Habilidades socioemocionais para o desenvolvimento pessoal: Identidade, autoestima, disciplina, comprometimento, cooperação, organização, persistência e perseverança em percorrer o próprio caminho, e trabalho em equipe;
2) Comunidade, Pertencimento e Participação;
3) Oportunidades para Transformar Situações de Vida;
4) Ação: Elaboração de Planos de atitudes.

Após aprovadas na Fase 1, as participantes serão encaminhados para a Fase 2. 

 

- Fase 2 Agência de Capacitação: Fase de Capacitação Profissional das beneficiárias

Serão oferecidas vagas nos cursos de educação profissionalizante, divididas de acordo com a demanda.

Os cursos de capacitação são em 7 áreas: Turismo, Construção Civil, Mecânica de Refrigeração, Confecção, Beleza, Gastronomia e Informática.

A formação técnica está baseada em 3 núcleos de temas:
1) Habilidades específicas em oficinas para o trabalho;
2) Habilidades sociais e humanas e formação do perfil de empregabilidade;
3) Habilidades de gestão.

 

- Fase 3 Agência de Empreendedorismo: Fase de Geração de Trabalho e Renda (Habilidades do empreendedorismo)

Também haverá o financiamento de vagas no curso de empreendedorismo. E serão financiados kits de ferramentas para as participantes selecionadas de acordo com os planos de negócios da Agência de Empreendedorismo. Além do apoio financeiro, ocorrerá mentoria mensal para acompanhamento da execução do plano de negócios. 

Depois de percorrido o trajeto as mulheres estão capacitadas para atingir resultados superando a linha da pobreza (R$89,00).

 


É uma campanha anual com o objetivo de estimular doações pela sociedade civil.

É um dia para as pessoas refletirem, entenderem a importância da sua participação e se mobilizarem a agir.

Criado como contraponto ao incentivo do consumo elevado pela Black Friday, iniciado nos Estados Unidos, com o nome de Giving Tuesday.

No Brasil, o movimento chegou em 2013 e ganhou o nome de Dia de Doar.

Este ano o Banco da Providência fará a campanha do Dia de Doar para apoiar 25 mulheres empreendedoras.

Serão apenas 24 horas! Não fique fora desta campanha!!

 


Esta é uma campanha diferente! Conseguimos um parceiro para fazer o matchfunding do financiamento coletivo.

A cada um real investido por você neste projeto, o Instituto Phi investirá mais um real.

Até a 1ª meta de R$100.000,00 é tudo ou nada. Caso contrário, o seu investimento retornará para você.

Mas o matchfunding valerá até a 4ª meta para atingirmos o valor de R$160.000,00 e beneficiarmos 40 mulheres empreendedoras.

 

Lembre-se: hoje o impacto da sua colaboração é duplicado!

A cada R$1,00 doado, o Instituto Phi doará mais R$1,00. 

Não espere para contribuir!

Vamos juntos!!!!

 


Algumas das nossas recompensas:


O Banco da Providência é uma organização social sem fins lucrativos que há 60 anos contribui na redução da desigualdade social e colabora para a defesa dos direitos de jovens, adultos e famílias que vivem em situação de pobreza extrema na cidade do Rio de Janeiro, através dos projetos de capacitação profissional e geração de renda.

Em 2018, 443 famílias entraram no Programa, 1.649 pessoas foram impactadas, 532 pessoas foram capacitadas e 71% das famílias superaram o indicador renda de pobreza extrema.

Em 2019, 590 famílias foram capacitadas para gerar renda de forma sustentável.

Banco da Providência ainda não publicou nenhuma notícia.