Banco de Alimentos de Santos |

Banco de Alimentos de Santos

Combate ao desperdício de alimentos em Santos, coletando onde sobra e entregando onde falta.

Projeto por: Banco de Alimentos Associação Civil
R$ 9.630,00
arrecadado
meta R$ 8.000,00

100 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Banco de Alimentos Associação Civil

Banco de Alimentos Associação Civil

R$ 10
Apoiando com R$ 10,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecimento via postagem no Facebook;
R$ 10
Contribuindo com qualquer valor
103 benfeitores apoiando
Você não recebe recompensa, mas ajuda o projeto a ganhar vida!
R$ 20
Apoiando com R$ 20,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecimento via postagem no Facebook + envio de pdf com 5 receitas bem legais de Aproveitamento Integral dos Alimentos;
R$ 30
Apoiando com R$ 30,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecimento via postagem no Facebook + nome no site (quando estiver pronto!) + envio de pdf com 10 receitas bem legais de Aproveitamento Integral dos Alimentos;
R$ 50
Apoiando com R$ 50,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecimento via postagem no Facebook + nome no site (quando estiver pronto!) + nome no vídeo de agradecimento + envio de pdf com 10 receitas bem legais de Aproveitamento Integral dos Alimentos;
R$ 100
Apoiando com R$ 100,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecimento via postagem no Facebook + nome no site (quando estiver pronto!) + nome no vídeo de agradecimento + envio de pdf com 15 receitas bem legais de Aproveitamento Integral dos Alimentos+ 5% de desconto nos cursos de culinária oferecidos pelo "Maísa Campos Ateliê de Cozinha";
R$ 200
Apoiando com R$ 200,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecimento via postagem no Facebook + nome no site (quando estiver pronto!) + nome no vídeo de agradecimento + envio de pdf com 15 receitas bem legais de Aproveitamento Integral dos Alimentos + 8% de desconto nos cursos de culinária e nos produtos e encomendas do "Maísa Campos Ateliê de Cozinha" + livro "Gourmet & Sustentável: Cozinhando com as partes não convencionais dos alimentos"
R$ 500
Apoiando com R$ 500,00 ou mais
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecimento via postagem no Facebook + nome no site (quando estiver pronto!) + nome no vídeo de agradecimento + envio de pdf com 15 receitas bem legais de Aproveitamento Integral dos Alimentos + 10% de desconto nos cursos de culinária oferecidos pelo "Maísa Campos Ateliê de Cozinha" + livro "Gourmet & Sustentável: Cozinhando com as partes não convencionais dos alimentos";

Cerca de 1/3 dos alimentos produzidos no planeta vai direto para o lixo. Ao mesmo tempo, mais de 840 milhões de pessoas passam fome, sendo 14 milhões delas só no Brasil.

Por ano, são 26,3 milhões de toneladas de alimentos desperdiçados no país - desde a colheita até dentro das casas dos consumidores - o que causa um prejuízo de cerca de 12 bilhões de reais para a economia brasileira. Deste volume total, mais da metade é de frutas, hortaliças e grãos.

Só em feiras no estado de São Paulo, mais de 1.000 toneladas de alimentos vão para o lixo todos os dias.

Incomodados com essa realidade, escolhemos a cidade de Santos para iniciar um trabalho com o objetivo de mudarmos esse cenário.

O trabalho é coletar alimento onde sobra e entregar onde falta. Este conceito é denominado “colheita urbana”.

Os alimentos são coletados no final das Feiras, de barraca em barraca, transportados para a Kombi e levados para a Alemôa, uma comunidade de baixa renda da cidade, onde líderes comunitários voluntários fazem a distribuição destes alimentos. Nosso foco são as Feiras-livres e utilizaremos uma forma eficiente de coleta. Assim, diminuímos o volume de lixo orgânico gerado, além de fornecer alimentos saudáveis e promover oficinas com temáticas variadas nas comunidades atendidas, contribuindo também para o desenvolvimento local destas áreas.

Por trás de tudo isso está a conscientização da população sobre a questão do desperdício e o estímulo ao aproveitamento integral dos alimentos. Pretendemos mostrar aos consumidores e comerciantes de que forma podem contribuir para minimizar este problema, por meio da promoção de ações pontuais e organização de eventos.

Nos unimos a um grupo que, de maneira informal, já faz esse trabalho em uma Feira-livre de Santos. Desde que somamos forças em agosto de 2013, já realizamos 14* pilotos e coletamos uma média de 330* kgs por feira, um total de 4,6* toneladas, atendendo por volta de 120 famílias da comunidade da Alemôa.

Além disso, já estamos atuando em outra Feira-livre na cidade e nos articulando para a expansão para outras comunidades para que nosso impacto seja ainda maior. Pretendemos, também, coletar em pelo menos uma feira por dia (são 25 no total) e, posteriormente, coletarmos em supermercados, horti-frutis e sacolões.

Já temos como parceira a cozinheira Maísa Campos (http://www.maisacampos.com.br/), que está colaborando voluntariamente com nosso projeto!

Se a meta for atingida, ou até ultrapassada (!), teremos mais ferramentas e infraestrutura para expandir nossa atuação.  Com os R$ 8 mil, investiremos na manutenção da Kombi + caixas para transporte dos alimentos + carrinho para transporte das caixas + caixa térmica + combustível + lavadora de alta pressão + EPIs + formalização da Associação.

Curta também nossa página no Facebook e nos acompanhe: www.facebook.com/bancodealimentossantos

Em breve, nosso website estará no ar!

Contamos com sua colaboração, contribuindo e divulgando nosso projeto!

* dados atualizados desde a gravação do vídeo.

** agradecemos de coração a ótima edição do vídeo feita pela Kimie Koike!!

 

Cerca de 1/3 dos alimentos produzidos no planeta vai direto para o lixo. Ao mesmo tempo, mais de 840 milhões de pessoas passam fome, sendo 14 milhões delas só no Brasil.

Por ano, são 26,3 milhões de toneladas de alimentos desperdiçados no país - desde a colheita até dentro das casas dos consumidores - o que causa um prejuízo de cerca de 12 bilhões de reais para a economia brasileira. Deste volume total, mais da metade é de frutas, hortaliças e grãos.

Só em feiras no estado de São Paulo, mais de 1.000 toneladas de alimentos vão para o lixo todos os dias.

Incomodados com essa realidade, escolhemos a cidade de Santos para iniciar um trabalho com o objetivo de mudarmos esse cenário.

O trabalho é coletar alimento onde sobra e entregar onde falta. Este conceito é denominado “colheita urbana”.

Os alimentos são coletados no final das Feiras, de barraca em barraca, transportados para a Kombi e levados para a Alemôa, uma comunidade de baixa renda da cidade, onde líderes comunitários voluntários fazem a distribuição destes alimentos. Nosso foco são as Feiras-livres e utilizaremos uma forma eficiente de coleta. Assim, diminuímos o volume de lixo orgânico gerado, além de fornecer alimentos saudáveis e promover oficinas com temáticas variadas nas comunidades atendidas, contribuindo também para o desenvolvimento local destas áreas.

Por trás de tudo isso está a conscientização da população sobre a questão do desperdício e o estímulo ao aproveitamento integral dos alimentos. Pretendemos mostrar aos consumidores e comerciantes de que forma podem contribuir para minimizar este problema, por meio da promoção de ações pontuais e organização de eventos.

Nos unimos a um grupo que, de maneira informal, já faz esse trabalho em uma Feira-livre de Santos. Desde que somamos forças em agosto de 2013, já realizamos 14* pilotos e coletamos uma média de 330* kgs por feira, um total de 4,6* toneladas, atendendo por volta de 120 famílias da comunidade da Alemôa.

Além disso, já estamos atuando em outra Feira-livre na cidade e nos articulando para a expansão para outras comunidades para que nosso impacto seja ainda maior. Pretendemos, também, coletar em pelo menos uma feira por dia (são 25 no total) e, posteriormente, coletarmos em supermercados, horti-frutis e sacolões.

Já temos como parceira a cozinheira Maísa Campos (http://www.maisacampos.com.br/), que está colaborando voluntariamente com nosso projeto!

Se a meta for atingida, ou até ultrapassada (!), teremos mais ferramentas e infraestrutura para expandir nossa atuação.  Com os R$ 8 mil, investiremos na manutenção da Kombi + caixas para transporte dos alimentos + carrinho para transporte das caixas + caixa térmica + combustível + lavadora de alta pressão + EPIs + formalização da Associação.

Curta também nossa página no Facebook e nos acompanhe: www.facebook.com/bancodealimentossantos

Em breve, nosso website estará no ar!

Contamos com sua colaboração, contribuindo e divulgando nosso projeto!

* dados atualizados desde a gravação do vídeo.

** agradecemos de coração a ótima edição do vídeo feita pela Kimie Koike!!

 

Banco de Alimentos Associação Civil ainda não publicou nenhuma notícia.