A população do Bom Retiro precisa de você! |

A população do Bom Retiro precisa de você!

Junte-se a uma rede de solidariedade para ajudar nossos vizinhos do Bom Retiro, Luz e Campos Elíseos a atravessar este momento crítico da pandemia de Covid-19

Projeto por: Casa do Povo
R$ 9.819,00
arrecadado
meta R$ 100.000,00

75 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Casa do Povo

Casa do Povo

Localizado na região central de São Paulo, o Bom Retiro tem uma história muito rica, diversa – e também muito complexa, assim como os bairros da Luz e dos Campos Elíseos, nos arredores. A região abriga diversas instituições culturais, como o Museu da Língua Portuguesa, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, a Casa do Povo, o Teatro de Contêiner Mungunzá, o Museu da Energia e o Sesc Bom Retiro, ao mesmo tempo em que abriga milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade social morando em cortiços, pensões, ocupações, favelas e na rua.


Com a pandemia e a crise econômica intensificada no país, cresceu ainda mais a situação de vulnerabilidade social na região. A doença não é o único problema. Com as restrições ao comércio e à atividade cultural, milhares de pessoas perderam sua fonte de renda ou ajuda e estão também passando fome e frio. Esteve entre os bairros paulistanos com maior proporção de mortes por coronavírus de toda a cidade.


Por isso, espaços culturais, comércios, movimentos e instituições sociais da região se uniram na Rede Cuide do Bom Retiro, para ajudar a vizinhança nesse momento crítico da pandemia. As necessidades são muitas e urgentes! Precisamos do apoio dos nossos frequentadores, amigos e parceiros para ajudar a população mais carente do Bom Retiro a ultrapassar esse período. Que este momento trágico seja uma ocasião para criar e fortalecer redes de cuidado mútuo para além desta crise!

 

 


Quem doar qualquer valor a partir de R$ 20,00 receberá um convite individual para visitar o Museu da Língua Portuguesa, válido a partir de dois meses após a reinauguração, por um prazo total de seis meses para utilização. 
 


A situação muda rapidamente conforme a pandemia evolui. Por isso, o dinamismo da campanha é fundamental para dar conta dos problemas mais prementes da população do Bom Retiro e arredores.
As iniciativas envolvidas se falam toda semana para atualizar a lista das necessidades mais urgentes e decidir, em conjunto com quem vive e atua no território, quem mais precisa de doações naquele exato momento. Assim o grupo consegue acompanhar o desdobramento da crise para definir quanto vai ser liberado e para que finalidade.

Todas as despesas serão incluídas na prestação de contas desta campanha.
 


A Rede Cuide do Bom Retiro é composta por (até agora!):

Ação Retorno
Casa do Povo
Cia Mungunzá de Teatro / Teatro de Contêiner Mungunzá
Cooperativa Empreendedoras sem Fronteiras
É de Lei
Fraternidade O Caminho
Fundação de Energia e Saneamento
Instituto Criar
Mulheres da Luz
Museu da Língua Portuguesa
Ocupação Mauá
OSESP
Projeto Vida
Sesc Bom Retiro
Tem Sentimento
 


Todas as instituições parceiras estão engajadas na arrecadação. Formalmente, é a Casa do Povo que fará a gestão dos recursos. Você ou sua empresa pode também fazer uma doação direta por meio de transferência bancária para:

 

Casa do Povo [Instituto Cultural Israelita Brasileiro]
CNPJ 62 778 576/0001-31
Itaú (341)
Agência 0064
Conta corrente 03309-5

CHAVE PIX: incentivo@casadopovo.org.br

Se fizer depósito direto, pedimos que envie seu comprovante para info@casadopovo.org.br ou por whatsapp no +55 11 99816-4778, para garantir acompanhamento e controle interno.
 


A Rede Cuide do Bom Retiro foi formada quando a pandemia estourou, em 2020. Também por meio de financiamento coletivo, conseguimos levantar R$ 88.519,24, sendo 60% pela plataforma e 40% em apoios diretos, com mais de 300 apoiadores. Com esse recurso, compramos cestas básicas para 300 famílias, distribuímos marmitas, produzimos e distribuímos sabão e máscaras – remunerando pessoas que estavam desempregadas, para que tivessem alguma fonte de renda – e muito mais.
 

Veja aqui o relatório completo da primeira campanha. 
Saiba mais sobre as iniciativas no território.

 

 

Casa do Povo ainda não publicou nenhuma notícia.

Localizado na região central de São Paulo, o Bom Retiro tem uma história muito rica, diversa – e também muito complexa, assim como os bairros da Luz e dos Campos Elíseos, nos arredores. A região abriga diversas instituições culturais, como o Museu da Língua Portuguesa, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, a Casa do Povo, o Teatro de Contêiner Mungunzá, o Museu da Energia e o Sesc Bom Retiro, ao mesmo tempo em que abriga milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade social morando em cortiços, pensões, ocupações, favelas e na rua.


Com a pandemia e a crise econômica intensificada no país, cresceu ainda mais a situação de vulnerabilidade social na região. A doença não é o único problema. Com as restrições ao comércio e à atividade cultural, milhares de pessoas perderam sua fonte de renda ou ajuda e estão também passando fome e frio. Esteve entre os bairros paulistanos com maior proporção de mortes por coronavírus de toda a cidade.


Por isso, espaços culturais, comércios, movimentos e instituições sociais da região se uniram na Rede Cuide do Bom Retiro, para ajudar a vizinhança nesse momento crítico da pandemia. As necessidades são muitas e urgentes! Precisamos do apoio dos nossos frequentadores, amigos e parceiros para ajudar a população mais carente do Bom Retiro a ultrapassar esse período. Que este momento trágico seja uma ocasião para criar e fortalecer redes de cuidado mútuo para além desta crise!

 

 


Quem doar qualquer valor a partir de R$ 20,00 receberá um convite individual para visitar o Museu da Língua Portuguesa, válido a partir de dois meses após a reinauguração, por um prazo total de seis meses para utilização. 
 


A situação muda rapidamente conforme a pandemia evolui. Por isso, o dinamismo da campanha é fundamental para dar conta dos problemas mais prementes da população do Bom Retiro e arredores.
As iniciativas envolvidas se falam toda semana para atualizar a lista das necessidades mais urgentes e decidir, em conjunto com quem vive e atua no território, quem mais precisa de doações naquele exato momento. Assim o grupo consegue acompanhar o desdobramento da crise para definir quanto vai ser liberado e para que finalidade.

Todas as despesas serão incluídas na prestação de contas desta campanha.
 


A Rede Cuide do Bom Retiro é composta por (até agora!):

Ação Retorno
Casa do Povo
Cia Mungunzá de Teatro / Teatro de Contêiner Mungunzá
Cooperativa Empreendedoras sem Fronteiras
É de Lei
Fraternidade O Caminho
Fundação de Energia e Saneamento
Instituto Criar
Mulheres da Luz
Museu da Língua Portuguesa
Ocupação Mauá
OSESP
Projeto Vida
Sesc Bom Retiro
Tem Sentimento
 


Todas as instituições parceiras estão engajadas na arrecadação. Formalmente, é a Casa do Povo que fará a gestão dos recursos. Você ou sua empresa pode também fazer uma doação direta por meio de transferência bancária para:

 

Casa do Povo [Instituto Cultural Israelita Brasileiro]
CNPJ 62 778 576/0001-31
Itaú (341)
Agência 0064
Conta corrente 03309-5

CHAVE PIX: incentivo@casadopovo.org.br

Se fizer depósito direto, pedimos que envie seu comprovante para info@casadopovo.org.br ou por whatsapp no +55 11 99816-4778, para garantir acompanhamento e controle interno.
 


A Rede Cuide do Bom Retiro foi formada quando a pandemia estourou, em 2020. Também por meio de financiamento coletivo, conseguimos levantar R$ 88.519,24, sendo 60% pela plataforma e 40% em apoios diretos, com mais de 300 apoiadores. Com esse recurso, compramos cestas básicas para 300 famílias, distribuímos marmitas, produzimos e distribuímos sabão e máscaras – remunerando pessoas que estavam desempregadas, para que tivessem alguma fonte de renda – e muito mais.
 

Veja aqui o relatório completo da primeira campanha. 
Saiba mais sobre as iniciativas no território.

 

 

Casa do Povo ainda não publicou nenhuma notícia.