Canta e Lê |

Canta e Lê

Aprender a falar e ler cantando! Vídeos com recursos que facilitam que as crianças acompanhem canções infantis no seu ritmo, aprendendo a ler e falar com elas.

Projeto por: Patricia Saldanha Marinho de Almeida
R$ 9.110,00
arrecadado
meta R$ 20.000,00

102
benfeitores

46%
arrecadado

11
dias restantes

É tudo ou nada! Precisamos bater a meta até 01/05/2018 - 23:59

POR

Patricia Saldanha Marinho de Almeida

Patricia Saldanha Marinho de Almeida

Patricia Almeida é jornalista, mestranda em Estudos da Deficiência, cofundadora e conselheira do Movimento Down. Foi assessora da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência. É fundadora e coordenadora da agência de notícias Inclusive e da Gadim, que promove a inclusão na mídia.

R$ 10
1 benfeitor apoiando
R$ 10
Eu acredito!
13 benfeitores apoiando
Você acredita que o projeto tem potencial! Por isso, vai receber umaAgradecimento + e-mail com todas as informações sobre o andamento do projeto.
R$ 30
Boto fé!
13 benfeitores apoiando
Você aposta nesta iniciativa! Agradecimento nas redes sociais + e-mail sobre o andamento do projeto + participação na escolha das canções
R$ 50
Vai dar certo!
24 benfeitores apoiando
Você torce pela iniciativa! Agradecimento nas redes sociais + e-mail sobre o andamento do projeto + participação na escolha das canções + agradecimento em vídeo
R$ 100
Tamos juntos!
38 benfeitores apoiando
Você é parceiro da iniciativa! Agradecimento nas redes sociais + e-mail sobre o andamento do projeto + participação na escolha das canções + agradecimento em vídeo + tenha acesso aos vídeos antes do lançamento.
R$ 500
O céu é o limite!
5 benfeitores apoiando
Você quer tanto ver a iniciativa concretizada que vai fazer uma contribuição generosa! Agradecimento nas redes sociais + e-mail sobre o andamento do projeto + participação na escolha das canções + agradecimento em vídeo + tenha acesso aos vídeos antes do lançamento. e tenha nossa eterna gratidão!

195 disponíveis.

Usando todos os sentidos fica mais fácil aprender!

As crianças adoram música, e podem aprender e se desenvolver muito com ela.

Mas às vezes as canções infantis são rápidas demais para acompanhar e as crianças acabam frustradas ou se desinteressam.  

Já imaginou se pudesse ajustar o ritmo das músicas infantis ao desenvolvimento da sua filha ou do seu filho?

Foi observando as diferentes habilidades e dificuldades das crianças que foi criado o “Canta e Lê”.

Tem criança que é mais visual, outras que aprendem melhor ouvindo ou lendo. Algumas já lêem e ainda não falam. Outras falam e ainda não sabem ler.

Veja o vídeo piloto "Pirulito que bate bate": 

Projeto

O projeto "Canta e Lê" vai produzir vídeos, material didático e um aplicativo com canções infantis populares em um ritmo mais lento, que possibilite o acompanhamento e a leitura, além de várias ferramentas multisensoriais que facilitam a alfabetização, o desenvolvimento da fala e o avanço global da criança.

Algumas destas ferramentas multisensoriais são: janela com uma boca falando a palavra; janela com uma boca mostrando através de Multigestos para apraxia como falar a palavra; legenda com sílabas coloridas de acordo com a família de cada consoante para identificação visual; legenda com palavras inteiras; legenda com letras maiúsculas; legenda com letras minúsculas; legenda com letra manuscrita; janela de Libras; audiodescrição; fundo simples, sem interferências; edição literal do vídeo; entre outras, que, quando for lançado o aplicativo, poderão ser escolhidas de acordo com as necessidades de cada criança.

Todo o material pode ser usado não apenas por crianças com deficiência, mas também por crianças menores, facilitando a fala e a aprendizagem.

​Para a primeira etapa do projeto, queremos custear uma série de 5 vídeos de músicas infantis tradicionais, com recursos multissensoriais e acessíveis. Os vídeos serão oferecidos gratuitamente no site e no Youtube.

Na segunda etapa serão elaborados materiais pedagógicos para apoiar a alfabetização, o desenvolvimento da fala e a aprendizagem de modo geral. Os materiais pedagógicos poderão ser baixados do site e estarão disponíveis no aplicativo.​

Todo material será disponibilizado gratuitamente.

A terceira etapa do projeto compreenderá um aplicativo reunindo todos estes recursos.

Mas o Canta e Lê não pretende ficar só por aí. O projeto tem potencial para ajudar também jovens e adultos que tem dificuldade de falar e ler. Nesse caso, o material seria adequado a adultos, com músicas populares, numa rotação mais baixa para que a pessoa possa ler e cantar.

O Canta e Lê é um projeto do Movimento Down, com design de Carol Rivello. Inicialmente proposto para crianças com deficiência, ele tem potencial para atingir todo público infantil. 

Porque esse projeto é importante?​

- Muitas pessoas com deficiência intelectual e dentro do espectro autista têm interesse em música e aprendem melhor por meio de estímulos visuais.

- Os vídeos e aplicativos de canções infantis disponíveis no mercado são rápidos demais para que elas consigam acompanhá-las.

- A união música/alfabetização tem sido demonstrada positiva em estudos científicos.

- A consciência fonológica é essencial no desenvolvimento da alfabetização.

- Questões como ritmo, rima e diferenças sutis em fonemas, que são tão óbvias em música, fazem desta uma ferramenta poderosa do programa.  

- Os vídeos e o aplicativo podem ser usados não apenas por crianças com deficiência, mas também por crianças menores, facilitando a fala e a aprendizagem.

As fonoaudiólogas Cithia Azevedo e Letícia Silva, recomendam o Canta e Lê para desenvolver a fala e ajudar na alfabetização. Veja o que elas falam:

https://www.facebook.com/MovimentoDown/videos/1609721729123995/

Custos:

1 - Boca:

Captação, direito de uso de imagem, iluminação, e possível locação de aparelhos (microfone, luz, câmera, etc) para as filmagens, edição e voz.
Custo: R$ 5.500

2 - Design:

Criação do storyboard e design das telas.
Custo: R$ 3.500

3 - Ilustração:

Desenvolvimento de ilustrações e/ou seleção, compra e adaptação de ilustrações de banco de imagens.
Custo: R$ 2.000

4 - Música

Trilha original composta, entretanto simples, envolvendo um ou dois instrumentos. Criação ou compra de sons incidentais.
Custo: R$ 3.000

5 - Animação

Animações simples das ilustrações para a criação do clipe. Algo que deixe o vídeo mais divertido e dinâmico, mas não deixe muito agitado e tire o foco das palavras e da boca.
Custo: R$ 6.000

contato@movimentodown.org.br

Mais informações:

Site
https://patriciasmalmeida.wixsite.com/cantaele 

Facebook
https://www.facebook.com/videoscantaele/

Instagram 
https://www.instagram.com/cantaele/

 

 

Patricia Saldanha Marinho de Almeida ainda não publicou nenhuma notícia.

Usando todos os sentidos fica mais fácil aprender!

As crianças adoram música, e podem aprender e se desenvolver muito com ela.

Mas às vezes as canções infantis são rápidas demais para acompanhar e as crianças acabam frustradas ou se desinteressam.  

Já imaginou se pudesse ajustar o ritmo das músicas infantis ao desenvolvimento da sua filha ou do seu filho?

Foi observando as diferentes habilidades e dificuldades das crianças que foi criado o “Canta e Lê”.

Tem criança que é mais visual, outras que aprendem melhor ouvindo ou lendo. Algumas já lêem e ainda não falam. Outras falam e ainda não sabem ler.

Veja o vídeo piloto "Pirulito que bate bate": 

Projeto

O projeto "Canta e Lê" vai produzir vídeos, material didático e um aplicativo com canções infantis populares em um ritmo mais lento, que possibilite o acompanhamento e a leitura, além de várias ferramentas multisensoriais que facilitam a alfabetização, o desenvolvimento da fala e o avanço global da criança.

Algumas destas ferramentas multisensoriais são: janela com uma boca falando a palavra; janela com uma boca mostrando através de Multigestos para apraxia como falar a palavra; legenda com sílabas coloridas de acordo com a família de cada consoante para identificação visual; legenda com palavras inteiras; legenda com letras maiúsculas; legenda com letras minúsculas; legenda com letra manuscrita; janela de Libras; audiodescrição; fundo simples, sem interferências; edição literal do vídeo; entre outras, que, quando for lançado o aplicativo, poderão ser escolhidas de acordo com as necessidades de cada criança.

Todo o material pode ser usado não apenas por crianças com deficiência, mas também por crianças menores, facilitando a fala e a aprendizagem.

​Para a primeira etapa do projeto, queremos custear uma série de 5 vídeos de músicas infantis tradicionais, com recursos multissensoriais e acessíveis. Os vídeos serão oferecidos gratuitamente no site e no Youtube.

Na segunda etapa serão elaborados materiais pedagógicos para apoiar a alfabetização, o desenvolvimento da fala e a aprendizagem de modo geral. Os materiais pedagógicos poderão ser baixados do site e estarão disponíveis no aplicativo.​

Todo material será disponibilizado gratuitamente.

A terceira etapa do projeto compreenderá um aplicativo reunindo todos estes recursos.

Mas o Canta e Lê não pretende ficar só por aí. O projeto tem potencial para ajudar também jovens e adultos que tem dificuldade de falar e ler. Nesse caso, o material seria adequado a adultos, com músicas populares, numa rotação mais baixa para que a pessoa possa ler e cantar.

O Canta e Lê é um projeto do Movimento Down, com design de Carol Rivello. Inicialmente proposto para crianças com deficiência, ele tem potencial para atingir todo público infantil. 

Porque esse projeto é importante?​

- Muitas pessoas com deficiência intelectual e dentro do espectro autista têm interesse em música e aprendem melhor por meio de estímulos visuais.

- Os vídeos e aplicativos de canções infantis disponíveis no mercado são rápidos demais para que elas consigam acompanhá-las.

- A união música/alfabetização tem sido demonstrada positiva em estudos científicos.

- A consciência fonológica é essencial no desenvolvimento da alfabetização.

- Questões como ritmo, rima e diferenças sutis em fonemas, que são tão óbvias em música, fazem desta uma ferramenta poderosa do programa.  

- Os vídeos e o aplicativo podem ser usados não apenas por crianças com deficiência, mas também por crianças menores, facilitando a fala e a aprendizagem.

As fonoaudiólogas Cithia Azevedo e Letícia Silva, recomendam o Canta e Lê para desenvolver a fala e ajudar na alfabetização. Veja o que elas falam:

https://www.facebook.com/MovimentoDown/videos/1609721729123995/

Custos:

1 - Boca:

Captação, direito de uso de imagem, iluminação, e possível locação de aparelhos (microfone, luz, câmera, etc) para as filmagens, edição e voz.
Custo: R$ 5.500

2 - Design:

Criação do storyboard e design das telas.
Custo: R$ 3.500

3 - Ilustração:

Desenvolvimento de ilustrações e/ou seleção, compra e adaptação de ilustrações de banco de imagens.
Custo: R$ 2.000

4 - Música

Trilha original composta, entretanto simples, envolvendo um ou dois instrumentos. Criação ou compra de sons incidentais.
Custo: R$ 3.000

5 - Animação

Animações simples das ilustrações para a criação do clipe. Algo que deixe o vídeo mais divertido e dinâmico, mas não deixe muito agitado e tire o foco das palavras e da boca.
Custo: R$ 6.000

contato@movimentodown.org.br

Mais informações:

Site
https://patriciasmalmeida.wixsite.com/cantaele 

Facebook
https://www.facebook.com/videoscantaele/

Instagram 
https://www.instagram.com/cantaele/

 

 

Patricia Saldanha Marinho de Almeida ainda não publicou nenhuma notícia.