Caravana Semiárido Contra a Fome |

Caravana Semiárido Contra a Fome

Organizações, redes e movimentos sociais do Semiárido vão cruzar o país para denunciar a volta da fome e pedir a continuidade das políticas públicas

Projeto por: Caravana Semiárido Contra a Fome
R$ 107.115,00
arrecadado
meta R$ 23.000,00

387 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Caravana Semiárido Contra a Fome

Caravana Semiárido Contra a Fome

R$ 25
Gratidão
50 benfeitores apoiando
Agradecimento virtual + 1 postal digital com ilustração pintada em tela sobre convivência com o Semiárido
R$ 50
Convivência com o Semiárido
76 benfeitores apoiando
Agradecimento virtual + kit com 5 postais impressos com ilustrações pintadas em tela sobre convivência com o Semiárido
R$ 100
Guardiãs da vida
85 benfeitores apoiando
Agradecimento virtual + pôster digital com fotografia do Semiárido por João Roberto Ripper
R$ 200
Mulheres de luta
40 benfeitores apoiando
Agradecimento virtual + Kit de postais + 1 pôster impresso com fotografia do Semiárido por João Roberto Ripper Retirada das recompensas no Recife-PE. Para outros estados, o frete fica por conta do/a doador/a.

158 disponíveis.
R$ 500
Belezas do Sertão
34 benfeitores apoiando
Todas as recompensas anteriores + livro de fotografias do Semiárido Retirada das recompensas no Recife-PE. Para outros estados, o frete fica por conta do/a doador/a.

28 disponíveis.
R$ 1.000
Fartura
9 benfeitores apoiando
Agradecimento virtual + Kit de postais + 1 pôster + produtos da agricultura familiar Retirada da recompensa nas capitais do Nordeste e de Minas Gerais. Para outros estados, o frete fica por conta do/a doador\a.

indisponível.
R$ 2.000
Bem-Viver
7 benfeitores apoiando
Agradecimento virtual + Kit de postais + 1 pôster + produtos da agricultura familiar + um processo de imersão no Semiárido* As despesas de deslocamento serão custeadas pelo/a doador/a.

2 disponíveis.
R$ 5.000
Semiárido Vivo
2 benfeitores apoiando
Agradecimento virtual + Kit de postais+1 pôster + produtos da agricultura familiar + Carta para Lula Retirada da recompensa nas capitais do Nordeste e de Minas Gerais. Para outros estados, o frete fica por conta do/a doador\a.

3 disponíveis.

Você sabia que em 2014 o Brasil deixou a lista dos países incluídos no Mapa da Fome da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura)? Uma conquista histórica que está ameaçada em virtude do atual cenário de redução de investimentos em políticas públicas sociais.

A volta da fome afeta, sobretudo, a população mais pobre do Semiárido que sempre teve os maiores índices de fome da história do Brasil - por ser a maior área rural do país e pela ausência da ação do Estado por muitos anos.

Quem convive com o problema da fome sabe o quanto ela é perversa. Uma criança desnutrida tem problemas no aprendizado e muitas vezes precisa abandonar os estudos para trabalhar e ajudar na renda da família. Além disso, a fome acarreta problemas de saúde, aumentando a probabilidade de doenças e morte prematura.

Diante desse cenário, organizações, redes e movimentos sociais do campo popular e democrático do Semiárido vão cruzar o país para chamar a atenção da sociedade e dos agentes públicos do Estado sobre os riscos da volta da fome e ao mesmo anunciar os avanços e conquistas que milhares de famílias tiveram a partir do acesso à água, ao crédito, a assistência técnica nos últimos anos. É a Caravana Semiárido Contra a Fome!

A meta de arrecadação é R$ 150 mil para despesas com logística, hospedagem e alimentação para todos os participantes. Para se ter uma ideia, esse valor é equivalente aos custos de 90 pessoas, entre agricultores e agricultoras, lideranças, técnicos e jornalistas durante os 14 dias da caravana, em média.
 

Serão mais de 4.300 quilômetros do sertão de Pernambuco até a capital federal. A caravana começa no dia 27 de julho, em Caetés (PE), e terá paradas estratégicas em: Feira de Santana (BA), Guararema (SP), Curitiba (PR) até o destino final Brasília (DF), no dia 07 de agosto, onde a caravana pretende denunciar ao Supremo Tribunal Federal (STF) a situação de fome que atinge o país. 

Em cada cidade haverá ações organizadas pelos movimentos e entidades locais como debates em universidades, feiras, atos de rua, reunindo centenas de pessoas.
 

Para que o Semiárido continue sendo um lugar digno de se viver e as pessoas não tenham que migrar da sua terra para os grandes centros urbanos;

Para ampliar o debate sobre o problema da fome com outras regiões do país;

Para dar visibilidade a um tema fundamental na agenda do país considerando inclusive as eleições presidenciais;

Para que as políticas públicas sociais que transformaram o Semiárido – de um lugar de não vida para uma região de fartura e de gente capaz – sejam prioridade para o Estado Brasileiro. 

A Caravana sozinha não vai conseguir mudar essa situação, mas ela pode ser o primeiro passo para uma mudança maior. Para isso, precisamos da sua contribuição. Participe! 
 

Meta 1 – Aquecendo os motores R$ 23.000,00
É tudo ou Nada! Com essa meta garantimos os primeiros 978 km do percurso da Caravana, saindo de Caetés (PE) até Vitória da Conquista (BA), e damos continuidade as próximas metas da campanha. 

Meta 2 – Na metade do caminho! R$ 57.856,00
Conseguimos percorrer mais 1.482 km e passar por dois estados: Minas Gerais e São Paulo. Falta pouco para nosso destino final.

Meta 3 – Acelera que a gente chega R$ 100.050
Com essa meta você ajuda a caravana a percorrer mais 1.794 km saindo de São Paulo até Curitiba (PR) onde ficaremos alguns dias para esticar as pernas e recarregar as baterias. Depois seguimos viagem até nosso destino final: Brasília (DF). 

Meta 4 – De volta pra casa R$ 150.000 
Depois de 10 dias cruzando o país é hora de voltar para casa. Com essa meta você contribui para o percurso de volta da caravana saindo de Brasília-DF até Recife, capital pernambucana. 
 

 
Kit dos postais   

Produtos da agricultura familiar (foto ilustrativa)    Imersão no Semiárido (foto ilustrativa) 
Fotografia Dona Rivalda por João Roberto Ripper (Poster 1)  Fotografia Dona Gerlane por João Roberto Ripper (Poster 2)


O objetivo da campanha é arrecadar R$ 150 mil para custear despesas com alimentação, hospedagem e deslocamento, além de outros custos, conforme especificado abaixo:

 




 


 

Facebook: @CaravanaSemiaridoContraFome

Instagram: @caravanasemiaridocontrafome

Twitter: @CaravanaSAB

Você sabia que em 2014 o Brasil deixou a lista dos países incluídos no Mapa da Fome da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura)? Uma conquista histórica que está ameaçada em virtude do atual cenário de redução de investimentos em políticas públicas sociais.

A volta da fome afeta, sobretudo, a população mais pobre do Semiárido que sempre teve os maiores índices de fome da história do Brasil - por ser a maior área rural do país e pela ausência da ação do Estado por muitos anos.

Quem convive com o problema da fome sabe o quanto ela é perversa. Uma criança desnutrida tem problemas no aprendizado e muitas vezes precisa abandonar os estudos para trabalhar e ajudar na renda da família. Além disso, a fome acarreta problemas de saúde, aumentando a probabilidade de doenças e morte prematura.

Diante desse cenário, organizações, redes e movimentos sociais do campo popular e democrático do Semiárido vão cruzar o país para chamar a atenção da sociedade e dos agentes públicos do Estado sobre os riscos da volta da fome e ao mesmo anunciar os avanços e conquistas que milhares de famílias tiveram a partir do acesso à água, ao crédito, a assistência técnica nos últimos anos. É a Caravana Semiárido Contra a Fome!

A meta de arrecadação é R$ 150 mil para despesas com logística, hospedagem e alimentação para todos os participantes. Para se ter uma ideia, esse valor é equivalente aos custos de 90 pessoas, entre agricultores e agricultoras, lideranças, técnicos e jornalistas durante os 14 dias da caravana, em média.
 

Serão mais de 4.300 quilômetros do sertão de Pernambuco até a capital federal. A caravana começa no dia 27 de julho, em Caetés (PE), e terá paradas estratégicas em: Feira de Santana (BA), Guararema (SP), Curitiba (PR) até o destino final Brasília (DF), no dia 07 de agosto, onde a caravana pretende denunciar ao Supremo Tribunal Federal (STF) a situação de fome que atinge o país. 

Em cada cidade haverá ações organizadas pelos movimentos e entidades locais como debates em universidades, feiras, atos de rua, reunindo centenas de pessoas.
 

Para que o Semiárido continue sendo um lugar digno de se viver e as pessoas não tenham que migrar da sua terra para os grandes centros urbanos;

Para ampliar o debate sobre o problema da fome com outras regiões do país;

Para dar visibilidade a um tema fundamental na agenda do país considerando inclusive as eleições presidenciais;

Para que as políticas públicas sociais que transformaram o Semiárido – de um lugar de não vida para uma região de fartura e de gente capaz – sejam prioridade para o Estado Brasileiro. 

A Caravana sozinha não vai conseguir mudar essa situação, mas ela pode ser o primeiro passo para uma mudança maior. Para isso, precisamos da sua contribuição. Participe! 
 

Meta 1 – Aquecendo os motores R$ 23.000,00
É tudo ou Nada! Com essa meta garantimos os primeiros 978 km do percurso da Caravana, saindo de Caetés (PE) até Vitória da Conquista (BA), e damos continuidade as próximas metas da campanha. 

Meta 2 – Na metade do caminho! R$ 57.856,00
Conseguimos percorrer mais 1.482 km e passar por dois estados: Minas Gerais e São Paulo. Falta pouco para nosso destino final.

Meta 3 – Acelera que a gente chega R$ 100.050
Com essa meta você ajuda a caravana a percorrer mais 1.794 km saindo de São Paulo até Curitiba (PR) onde ficaremos alguns dias para esticar as pernas e recarregar as baterias. Depois seguimos viagem até nosso destino final: Brasília (DF). 

Meta 4 – De volta pra casa R$ 150.000 
Depois de 10 dias cruzando o país é hora de voltar para casa. Com essa meta você contribui para o percurso de volta da caravana saindo de Brasília-DF até Recife, capital pernambucana. 
 

 
Kit dos postais   

Produtos da agricultura familiar (foto ilustrativa)    Imersão no Semiárido (foto ilustrativa) 
Fotografia Dona Rivalda por João Roberto Ripper (Poster 1)  Fotografia Dona Gerlane por João Roberto Ripper (Poster 2)


O objetivo da campanha é arrecadar R$ 150 mil para custear despesas com alimentação, hospedagem e deslocamento, além de outros custos, conforme especificado abaixo:

 




 


 

Facebook: @CaravanaSemiaridoContraFome

Instagram: @caravanasemiaridocontrafome

Twitter: @CaravanaSAB

Caravana Semiárido Contra a Fome ainda não publicou nenhuma notícia.