Casa Transitória Fabiano |

Casa Transitória Fabiano

A única Casa Transitória no RJ que tem como proposta acolher qualquer pessoa que se encontre em situação de rua e/ou vulnerabilidade social.


Projeto por: Casa Social de Cáritas
R$ 1.040,00
arrecadado por mês
meta R$ 8.000,00

18
assinantes

13%
arrecadado

Faça parte desse projeto!
Vire um assinante mensal.



ASSINATURAS
R$ 20 por mês
7 assinantes mensais
R$ 40 por mês
4 assinantes mensais
R$ 60 por mês
4 assinantes mensais
R$ 100 por mês
1 assinantes mensais
POR

Casa Social de Cáritas

Casa Social de Cáritas

 

                                                             

A Casa Transitória tem como proposta acolher qualquer pessoa que se encontre em situação de rua, proporcionando-lhe o suprimento de suas necessidades básicas diárias, tais como alimentação e higiene, além de atendimento social, psicológico e de terapia ocupacional. Promover também atividades socioeducativas e culturais e ainda oferecer cursos de qualificação profissional, um espaço de integração social para o seu público.Ser referência nacional pela excelência no atendimento.

 

Objetivos Específicos

  • Oferecer ambiente favorável com instalações físicas seguras e acolhimento;
  • Desenvolver condições para a independência e o autocuidado;
  • Preparar os usuários para o alcance do auto sustentação;
  • Promover o restabelecimento de vínculos comunitários, familiares e/ou sociais;
  • Articular a rede de serviços e demais políticas públicas setoriais;
  • Promover a qualificação e requalificação profissional com vistas à inclusão produtiva;
  • Estimular o surgimento e o desenvolvimento de aptidões, capacidades e oportunidades para que os indivíduos façam escolhas com autonomia;
  • Proporcionar o acesso a programações culturais de lazer e ocupacionais internas e externas, relacionando-as a interesses, vivência, desejos e possibilidades do usuário;
  • Proteger os usuários, preservando suas condições de autonomia e independência.

                                                    

 

PROJETO COZINHA SUSTENTÁVEL, por meio de Oficinas de Aproveitamento Integral de Alimentos, na busca pela conscientização sobre a questão da fome. Sabemos que os alimentos são desperdiçados de várias formas: pela produção em excesso, ao caírem dos caminhões durante o transporte, ficando em estoque… Entretanto, boa parte do desperdício ocorre exatamente onde o alimento deveria ser aproveitado: na cozinha. O descarte de cascas, sementes e raízes que poderiam ser usadas em diversas receitas é um exemplo de como jogamos na lixeira o que deveria estar no prato. Este projeto tem como objetivo minimizar os efeitos da fome e combater o desperdício de alimentos, permitindo que um maior número de pessoas tenha acesso a alimentos básicos e de qualidade – e em quantidade suficiente – para uma alimentação saudável e equilibrada. A distribuição dessa comida diária possibilitará a complementação alimentar a todas as pessoas assistidas. Com essas ações e conhecimentos mobilizaremos os participantes da Casa e ofereceremos á população dessas comunidades, principais alunos das Oficinas, mudança de padrão cultural, incentivando a ação certa para o fim da cultura do desperdício e para a promoção da cidadania consciente.

 

                                               

                                                                                                  

O Projeto Cozinha Sustentável será de responsabilidade de uma Nutricionista, um monitor e estagiários da área. Parcerias com hortifruti, supermercados e Feiras Livres, além do Projeto “SESC Comunidade” possibilitarão o colhimento e a doação de legumes e frutas, para os almoços diários, que serão preparados pelos alunos das Oficinas também.

Parceiras com Universidades possibilitará atuação de estagiários em diversas áreas, tais como Serviço Social, Nutrição, Enfermagem, Psicologia e demais necessárias para o bom atendimento aos assistidos da Casa.

Cursos de Qualificação e Capacitação Profissional também serão oferecidos, em parceria com o SESC Comunidade, projeto voltado especificamente para o público de vulnerabilidade socioeconômico, a partir da construção do diagnóstico socioeconômico da região e outras instituições.

Atividades socioeducativas e culturais serão desenvolvidas, como oficinas de teatro, música, rodas de conversas, palestras, etc, tornando-o um espaço de convivência e integração social.

 

             

  

 

                                                                                      

 

 

         

     

 

                                                                                              

SITE DO PROJETO:  www.casatransitoria.com

Pessoas que estão ajudando essa campanha a acontecer.

Casa Social de Cáritas ainda não publicou nenhuma notícia.

 

                                                             

A Casa Transitória tem como proposta acolher qualquer pessoa que se encontre em situação de rua, proporcionando-lhe o suprimento de suas necessidades básicas diárias, tais como alimentação e higiene, além de atendimento social, psicológico e de terapia ocupacional. Promover também atividades socioeducativas e culturais e ainda oferecer cursos de qualificação profissional, um espaço de integração social para o seu público.Ser referência nacional pela excelência no atendimento.

 

Objetivos Específicos

  • Oferecer ambiente favorável com instalações físicas seguras e acolhimento;
  • Desenvolver condições para a independência e o autocuidado;
  • Preparar os usuários para o alcance do auto sustentação;
  • Promover o restabelecimento de vínculos comunitários, familiares e/ou sociais;
  • Articular a rede de serviços e demais políticas públicas setoriais;
  • Promover a qualificação e requalificação profissional com vistas à inclusão produtiva;
  • Estimular o surgimento e o desenvolvimento de aptidões, capacidades e oportunidades para que os indivíduos façam escolhas com autonomia;
  • Proporcionar o acesso a programações culturais de lazer e ocupacionais internas e externas, relacionando-as a interesses, vivência, desejos e possibilidades do usuário;
  • Proteger os usuários, preservando suas condições de autonomia e independência.

                                                    

 

PROJETO COZINHA SUSTENTÁVEL, por meio de Oficinas de Aproveitamento Integral de Alimentos, na busca pela conscientização sobre a questão da fome. Sabemos que os alimentos são desperdiçados de várias formas: pela produção em excesso, ao caírem dos caminhões durante o transporte, ficando em estoque… Entretanto, boa parte do desperdício ocorre exatamente onde o alimento deveria ser aproveitado: na cozinha. O descarte de cascas, sementes e raízes que poderiam ser usadas em diversas receitas é um exemplo de como jogamos na lixeira o que deveria estar no prato. Este projeto tem como objetivo minimizar os efeitos da fome e combater o desperdício de alimentos, permitindo que um maior número de pessoas tenha acesso a alimentos básicos e de qualidade – e em quantidade suficiente – para uma alimentação saudável e equilibrada. A distribuição dessa comida diária possibilitará a complementação alimentar a todas as pessoas assistidas. Com essas ações e conhecimentos mobilizaremos os participantes da Casa e ofereceremos á população dessas comunidades, principais alunos das Oficinas, mudança de padrão cultural, incentivando a ação certa para o fim da cultura do desperdício e para a promoção da cidadania consciente.

 

                                               

                                                                                                  

O Projeto Cozinha Sustentável será de responsabilidade de uma Nutricionista, um monitor e estagiários da área. Parcerias com hortifruti, supermercados e Feiras Livres, além do Projeto “SESC Comunidade” possibilitarão o colhimento e a doação de legumes e frutas, para os almoços diários, que serão preparados pelos alunos das Oficinas também.

Parceiras com Universidades possibilitará atuação de estagiários em diversas áreas, tais como Serviço Social, Nutrição, Enfermagem, Psicologia e demais necessárias para o bom atendimento aos assistidos da Casa.

Cursos de Qualificação e Capacitação Profissional também serão oferecidos, em parceria com o SESC Comunidade, projeto voltado especificamente para o público de vulnerabilidade socioeconômico, a partir da construção do diagnóstico socioeconômico da região e outras instituições.

Atividades socioeducativas e culturais serão desenvolvidas, como oficinas de teatro, música, rodas de conversas, palestras, etc, tornando-o um espaço de convivência e integração social.

 

             

  

 

                                                                                      

 

 

         

     

 

                                                                                              

SITE DO PROJETO:  www.casatransitoria.com

Pessoas que estão ajudando essa campanha a acontecer.

Casa Social de Cáritas ainda não publicou nenhuma notícia.