CINE GIRO |

CINE GIRO

4 encontros de cinema, música, bate-papo e ocupação de espaços públicos, cada um em uma região diferente da cidade do Rio de Janeiro.

Projeto por: João Vítor de Faria Suprani
R$ 2.920,00
arrecadado
meta R$ 15.000,00

55 benfeitores
apoiaram essa campanha

Não foi dessa vez :/

A meta de arrecadação não foi atingida e todas as colaborações foram estornadas. Obrigado pelo apoio ainda assim!

POR

João Vítor de Faria Suprani

João Vítor de Faria Suprani

Produtor Cultural da Rebuliço - Cultura Coletiva. www.rebulico.com

R$ 15
Agradecimentos + Adesivo
Seja o primeiro a apoiar!
Seu nome projetado no início de cada sessão + 1 adesivo do CINE GIRO
R$ 30
MeuCopo Eco
3 benfeitores apoiando
Seu nome projetado no início de cada sessão + 1 adesivo do CINE GIRO + 1 MeuCopo Eco do CINE GIRO

147 disponíveis.
R$ 50
1 CD do coletivo MIRA + Poster
3 benfeitores apoiando
Seu nome projetado no início de cada sessão + 1 adesivo do CINE GIRO + 1 MeuCopo Eco do CINE GIRO + 1 CD do Coletivo MIRA + 1 Poster do CINE GIRO

47 disponíveis.
R$ 80
Balde de Pipoca + 2 Cervejas
Seja o primeiro a apoiar!
Seu nome projetado no início de cada sessão + 1 adesivo do CINE GIRO + 1 MeuCopo Eco do CINE GIRO + 1 CD do Coletivo MIRA + 1 Poster do CINE GIRO + 1 Balde de Pipoca do CINE GIRO com direito a Refil nas 4 edições + 2 Cervejas

50 disponíveis.
R$ 120
2 CD's + 2 Ingressos do Festival do Rio
2 benfeitores apoiando
Seu nome projetado no início de cada sessão + 1 adesivo do CINE GIRO + 1 MeuCopo Eco do CINE GIRO + 2 CD's do Coletivo MIRA + 1 Poster do CINE GIRO + 1 Balde de Pipoca do CINE GIRO com direito a Refil nas 4 edições + 2 Ingressos para algum filme em cartaz no Festival do Rio 2015

38 disponíveis.
R$ 250
Curso no Tempo Glauber
Seja o primeiro a apoiar!
Seu nome projetado no início de cada sessão + 1 adesivo do CINE GIRO + 1 MeuCopo Eco do CINE GIRO + 1 CD do Coletivo MIRA + 1 Poster do CINE GIRO + 1 Balde de Pipoca do CINE GIRO com direito a Refil nas 4 edições + 1 vaga no curso "Um Giro na Petisco: da Criação à Finalização", da Cinema Petisco, no Tempo Glauber, em janeiro de 2016

25 disponíveis.
R$ 500
Oficina do Bloco Quero Exibir Meu Longa
Seja o primeiro a apoiar!
Seu nome projetado no início de cada sessão + 1 adesivo do CINE GIRO + 1 MeuCopo Eco do CINE GIRO + 1 CD do Coletivo MIRA + 1 Poster do CINE GIRO + 1 Balde de Pipoca do CINE GIRO com direito a Refil nas 4 edições + 1 Mês de oficina de percursão do Bloco Quero Exibir Meu Longa no início de 2016, em data a definir

10 disponíveis.
R$ 750
Passaporte Festival do Rio
Seja o primeiro a apoiar!
Seu nome projetado no início de cada sessão + 1 adesivo do CINE GIRO + 1 MeuCopo Eco do CINE GIRO + 1 CD do Coletivo MIRA + 1 Poster do CINE GIRO + 1 Balde de Pipoca do CINE GIRO com direito a Refil nas 4 edições + 1 Passaporte de 20 ingressos para o Festival do Rio 2015

5 disponíveis.
R$ 1.000
Pocket Show
Seja o primeiro a apoiar!
Seu nome projetado no início de cada sessão + 10 adesivos do CINE GIRO + 5 MeuCopo Eco do CINE GIRO + 1 CD do Coletivo MIRA + 10 Posters do CINE GIRO + 2 Baldes de Pipoca do CINE GIRO com direito a Refil nas 4 edições + Pocket Show exclusivo de algum artista do Coletivo MIRA

5 disponíveis.
R$ 2.000
Show Completo do Coletivo MIRA
Seja o primeiro a apoiar!
Seu nome projetado no início de cada sessão + 20 adesivos do CINE GIRO + 10 MeuCopo Eco do CINE GIRO + 2 CDs do Coletivo MIRA + 20 Posters do CINE GIRO + 10 Baldes de Pipoca do CINE GIRO + Show completo e exclusivo do Coletivo MIRA

2 disponíveis.
R$ 5.000
Seja nosso Patrocinador
Seja o primeiro a apoiar!
Seu nome projetado no início de cada sessão + 50 adesivos do CINE GIRO + 15 MeuCopo Eco do CINE GIRO + 5 CDs do Coletivo MIRA + 30 Posters do CINE GIRO + 10 Baldes de Pipoca do CINE GIRO + Sua empresa (ou seu nome) como patrocinadora + 1 Edição Completa do CINE GIRO na sua empresa ou no local que você preferir

2 disponíveis.

A ideia veio de uma pichação anônima numa casa abandonada. Se os cinemas de rua sumiram de alguns bairros, por que não criar uma versão itinerante que percorra as quatro regiões da cidade? Já imaginou quantas histórias, lugares e personagens seria possível conhecer e reconhecer numa série de sessões de cinema na rua?

4 finais de tarde de cinema, música e pipoca grátis para quem encara os espaços públicos da cidade como pontos de encontro, diversão e trocas.

Para nós, qualquer área urbana é um espaço cultural à espera de programação. Querendo ampliar a experiência dos antigos cinemas de rua, decidimos levá-lo, de verdade, para o meio delas e, assim, resgatar a vocação dos espaços públicos como áreas de convívio.

Em cada edição, serão exibidos 2 filmes, um curta e um longa-metragem, e 2 shows, sendo um pocket de 30min no início do evento e um completo de 1h no encerramento, com pipoca grátis durante as sessões

A Edição Piloto do CINE GIRO, em junho, reuniu centenas de pessoas na Praça Xavier de Brito, Tijuca, para assistir ao filme argentino "Medianeras" e aos shows do cantor carioca Arthus Fochi e da banda paulista Francisco El Hombre. O combo de atrações, pelo que mostra o vídeo, agradou. Dá um play e saca como foi:

O projeto era um sonho antigo nosso e na ocasião bancamos do nosso próprio bolso, mas a verdade que até hoje estamos pagando os custos do evento.

No auge dos cinemas de rua, frequentá-los não significava apenas assistir a filmes e ir pra casa, mas também encontrar pessoas e compartilhar momentos. Buscando resgatar esta lógica de confraternização, entendemos que a música intensificaria a experiência de ocupação urbana que estamos propondo, além de ampliar o audiovisual pra uma experiência completa de som, vídeo e sentidos.

O cinema é uma das expressões de arte que mais emociona e une pessoas ao redor do mundo. A música também. Sabendo disso, juntamos os dois para ampliar e intensificar a experiência de confraternização e apropriação urbana que CINE GIRO propõe. Então, já sabe: em todas as edições, após cada sessão, um show apresenta um novo artista da nossa música.

Entendemos que a cidade precisa se comunicar em fluxo contínuo. Além de levar lazer e cultura para todo o Rio, principalmente para onde as opções são escassas e pouco variadas, o CINE GIRO quer que o Rio todo, da Zona Norte à Zona Sul, do Centro à Zona Oeste, volte a ter suas áreas públicas utilizadas pela população. Ao visitar locais pouco conhecidos ou frequentados, esperamos estimular a circulação pelos bairros e a (re)descoberta dos seus espaços.

Apesar de ainda não termos os locais fechados, não só por questões de estrutura, mas também por questões de autorização junto aos órgãos competentes, a intenção é que aconteçam nos seguintes locais:

Parafraseando a expressão popular da nossa cidade: vem todo mundo! A gente acredita que uma das principais questões da ocupação de rua seja o convívio indiscriminado e mistura. A ideia do cinema de rua é misturar idades, perfis, gostos e preferências num lugar só pra gente aprender com a diferença e com a pluralidade de pessoas, propósitos e relações.

Clique aqui ou no gráfico para visualizar o orçamento mais detalhado. As artes dos brindes ainda estão sendo desenvolvidas.

Somos daqueles que acham que shows, debates, filmes e gastronomia juntos, numa experiência audiovisual completa, podem custar o quanto cada um achar que vale. É claro que, para a gente, a conta chega do mesmo jeito. Como queremos dar continuidade ao projeto, resolvemos abrir nosso orçamento, custos e investimentos para mostrar que aquilo que é de graça também tem gasto para quem produz.

Financiamento Coletivo

Baseado no mais singelo e antigo princípio da vaquinha, o financiamento coletivo é uma forma de unir forças distintas em defesa de um propósito comum. Decidimos buscar o financiamento do nosso projeto através da Benfeitoria porque não existe lógica de captação mais próxima do Cine Giro que a de juntar muita gente em nome de um fator comum e necessário pra cidade onde vivemos. Em nossa campanha, temos diferentes planos e formas de ajudar o projeto em categorias que vão de 15 a 500 reais na colaboração. Nossa ideia é multiplicar as boas intenções e fazer com que todo tipo de gente possa doar ao projeto. Assim como a própria rua, o Cine Giro é plural e diverso e cade tipo de colaboração varia com o perfil e envolvimento distinto de todas as pessoas interessadas pelo projeto.

Dinâmica do Tudo ou Nada

É importante lembrar que na Benfeitoria o sistema é tudo ou nada. Toda a quantia arrecadada é devolvida aos colaboradores caso os 15 mil reais do projeto não são atingidos. O dinheiro arrecadado só é disponibilizado ao projeto SE a meta dos 15 mil reais for atingida! Não da pra chegar perto nem 'dobrar' a nossa meta, é atingir ou atingir!

Este é um projeto realizado por 4 coletivos de artistas, produtores e entusiastas da cultura e das ocupações urbanas.



A ideia veio de uma pichação anônima numa casa abandonada. Se os cinemas de rua sumiram de alguns bairros, por que não criar uma versão itinerante que percorra as quatro regiões da cidade? Já imaginou quantas histórias, lugares e personagens seria possível conhecer e reconhecer numa série de sessões de cinema na rua?

4 finais de tarde de cinema, música e pipoca grátis para quem encara os espaços públicos da cidade como pontos de encontro, diversão e trocas.

Para nós, qualquer área urbana é um espaço cultural à espera de programação. Querendo ampliar a experiência dos antigos cinemas de rua, decidimos levá-lo, de verdade, para o meio delas e, assim, resgatar a vocação dos espaços públicos como áreas de convívio.

Em cada edição, serão exibidos 2 filmes, um curta e um longa-metragem, e 2 shows, sendo um pocket de 30min no início do evento e um completo de 1h no encerramento, com pipoca grátis durante as sessões

A Edição Piloto do CINE GIRO, em junho, reuniu centenas de pessoas na Praça Xavier de Brito, Tijuca, para assistir ao filme argentino "Medianeras" e aos shows do cantor carioca Arthus Fochi e da banda paulista Francisco El Hombre. O combo de atrações, pelo que mostra o vídeo, agradou. Dá um play e saca como foi:

O projeto era um sonho antigo nosso e na ocasião bancamos do nosso próprio bolso, mas a verdade que até hoje estamos pagando os custos do evento.

No auge dos cinemas de rua, frequentá-los não significava apenas assistir a filmes e ir pra casa, mas também encontrar pessoas e compartilhar momentos. Buscando resgatar esta lógica de confraternização, entendemos que a música intensificaria a experiência de ocupação urbana que estamos propondo, além de ampliar o audiovisual pra uma experiência completa de som, vídeo e sentidos.

O cinema é uma das expressões de arte que mais emociona e une pessoas ao redor do mundo. A música também. Sabendo disso, juntamos os dois para ampliar e intensificar a experiência de confraternização e apropriação urbana que CINE GIRO propõe. Então, já sabe: em todas as edições, após cada sessão, um show apresenta um novo artista da nossa música.

Entendemos que a cidade precisa se comunicar em fluxo contínuo. Além de levar lazer e cultura para todo o Rio, principalmente para onde as opções são escassas e pouco variadas, o CINE GIRO quer que o Rio todo, da Zona Norte à Zona Sul, do Centro à Zona Oeste, volte a ter suas áreas públicas utilizadas pela população. Ao visitar locais pouco conhecidos ou frequentados, esperamos estimular a circulação pelos bairros e a (re)descoberta dos seus espaços.

Apesar de ainda não termos os locais fechados, não só por questões de estrutura, mas também por questões de autorização junto aos órgãos competentes, a intenção é que aconteçam nos seguintes locais:

Parafraseando a expressão popular da nossa cidade: vem todo mundo! A gente acredita que uma das principais questões da ocupação de rua seja o convívio indiscriminado e mistura. A ideia do cinema de rua é misturar idades, perfis, gostos e preferências num lugar só pra gente aprender com a diferença e com a pluralidade de pessoas, propósitos e relações.

Clique aqui ou no gráfico para visualizar o orçamento mais detalhado. As artes dos brindes ainda estão sendo desenvolvidas.

Somos daqueles que acham que shows, debates, filmes e gastronomia juntos, numa experiência audiovisual completa, podem custar o quanto cada um achar que vale. É claro que, para a gente, a conta chega do mesmo jeito. Como queremos dar continuidade ao projeto, resolvemos abrir nosso orçamento, custos e investimentos para mostrar que aquilo que é de graça também tem gasto para quem produz.

Financiamento Coletivo

Baseado no mais singelo e antigo princípio da vaquinha, o financiamento coletivo é uma forma de unir forças distintas em defesa de um propósito comum. Decidimos buscar o financiamento do nosso projeto através da Benfeitoria porque não existe lógica de captação mais próxima do Cine Giro que a de juntar muita gente em nome de um fator comum e necessário pra cidade onde vivemos. Em nossa campanha, temos diferentes planos e formas de ajudar o projeto em categorias que vão de 15 a 500 reais na colaboração. Nossa ideia é multiplicar as boas intenções e fazer com que todo tipo de gente possa doar ao projeto. Assim como a própria rua, o Cine Giro é plural e diverso e cade tipo de colaboração varia com o perfil e envolvimento distinto de todas as pessoas interessadas pelo projeto.

Dinâmica do Tudo ou Nada

É importante lembrar que na Benfeitoria o sistema é tudo ou nada. Toda a quantia arrecadada é devolvida aos colaboradores caso os 15 mil reais do projeto não são atingidos. O dinheiro arrecadado só é disponibilizado ao projeto SE a meta dos 15 mil reais for atingida! Não da pra chegar perto nem 'dobrar' a nossa meta, é atingir ou atingir!

Este é um projeto realizado por 4 coletivos de artistas, produtores e entusiastas da cultura e das ocupações urbanas.



João Vítor de Faria Suprani ainda não publicou nenhuma notícia.