ClímaX! Brasil |

ClímaX! Brasil

Clímax é uma peça escrita pelo autor Alejandro Melero, que chega ao Brasil após turnê na Espanha, Argentina e Peru, vista por mais de 130mil expectadores.

Projeto por: Roberta Harea
R$ 15.020,00
arrecadado
meta R$ 15.000,00

42 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Roberta Harea

Roberta Harea

R$ 15
Uma mão amiga
9 benfeitores apoiando
Chaveiro da peça + Vídeo agradecimento do elenco.
R$ 30
Por toda a eternidade
9 benfeitores apoiando
Caneca exclusiva + Vídeo agradecimento do elenco.
R$ 50
Como uma Deusa
3 benfeitores apoiando
Sacola da peça + Vídeo agradecimento do elenco
R$ 80
Happy End
7 benfeitores apoiando
Camiseta exclusiva da peça + Agradecimento no material de divulgação (programa e telão)
R$ 120
CLÍMAX
14 benfeitores apoiando
Par de ingressos cortesia para a peça + Agradecimento no material de divulgação (programa e telão)

61 disponíveis.

Alejandro Melero (Autor) ‘‘ ’’ Clímax! é uma comédia que reúne vários contos, todos com um ponto comum que é melhor não revelar. Os quatro atores interpretam vários personagens e mudam de registros com rapidez. Razões para assistir? Reserve um tempo para dar boas risadas e depois levar para casa ideias a questionar. O Clímax! é a parte mais importante de uma história que é geralmente encontrado no meio dela, mas também pode ocorrer no final. Nesta peça, encontraremos diversos ‘‘climax’’ através de uma mistura de gêneros e vicissitudes que representam seus atraentes protagonistas. Apeça escrita porAlejandro Melero, estreou em 2013 em Madri, e consiste em pequenas histórias de amor e ódio entre homens e mulheres de qualquer orientação sexual, misturando temas como a inveja, a solidão ou amor não correspondido, que compõem um todo conectado como num quebra-cabeça. O espetáculo está em sua 7ª temporada na Espanha e já foi vista por mais de 130 mil expectadores. A peça já teve montagens em outros países como Argentina e Peru.

O nosso objetivo como atores é arrecadar fundos para concretizar a turnê da peça teatral Clímax aqui na cidade de São Paulo, tornando o Brasil o 4º país a montar este espetáculo que é sucesso na Espanha com mais de 130 mil expectadores. Nessa primeira temporada a peça fica em cartaz no Teatro Jaraguá de 02 de novembro à 09 de dezembro, às sextas- feiras às 21h30, sábados às 21h e domingos às 19h. Confira abaixo tudo sobre nosso projeto:

o PROJETO

Sinopse:

“ClímaX!” é uma comédia onde diferentes histórias se encaixam como se fosse um quebra cabeça, deixando ao público decidir onde colocar cada peça. Quatro atores interpretam vários personagens em seis diferentes contos, resultando numa soma de diversos ''clímax'', entregando aos espectadores diferentes emoções: amor não correspondido, solidão, medo, luxúria, desespero, angúsa, mas claro, com muito bom humorque envolve todo o espetáculo.

Ficha Técnica:

Autor: Alejandro Melero

Direção: Rafael Salmona

Elenco: Bianca Almeida, Ferruccio Cornacchia, Carol Góes e Bruno Ferian

Cenografia: Gustavo Libanori

Figurino: Priscila Soares

Técnico de som e luz: Rodrigo Lopes

Tradução: VitorColdibelli

Fotografia: Italo Iago

Realização: Mercúrio Produções

Duração: 80 minutos

Classificação Etária: 14 anos

a PEÇA

O Clímax! é a parte mais importante de uma história que é geralmente encontrado no meio dela, mas também pode ocorrer no final. Nesta peça, encontraremos diversos ‘‘climax’’ através de uma mistura de gêneros e vicissitudes que representam seus atraentes protagonistas.

Apeça escrita por Alejandro Melero, estreou em 2013 em Madri, e consiste em pequenas histórias de amor e ódio entre homens e mulheres de qualquer orientação sexual, misturando temas como a inveja, a solidão ou amor não correspondido, que compõem um todo conectado como num quebra-cabeça.

O espetáculo está em sua 7ª temporada na Espanha e já foi vista por mais de 130 mil expectadores. A peça já teve montagens em outros países como Argentina e Peru.

a DIREÇÃO 

Rafael Salmona é formado em publicidade e propaganda e em artes dramácas pelo Nu Espaço, no Rio de Janeiro, onde fez residência por 3 anos.Com vasta experiência em produção cultural, em Brasília fundou a companhia de Teatro Dois tempos, onde permaneceu a frente durante quatro anos (de 2009 a 2013). Nesse período montou, atuou e produziu os espetáculos "Bang Bang você morreu" do autor norte americano William Mastrosimone, e as produções autorais "Então é natal", "Amatores em cena", "Amatores a comédia" com direção de Abaetê Queiroz e "Toda brincadeira tem hora para acabar" direção de Áurea Liz, onde assina o texto. O projeto foi premiado como melhor projeto anbullying do país pelo Senado Federal em 2012. Fundou em Brasília em 2014 a produtora Desvio Produções culturais e chegou a produzir mais de 15 produções entre elas as produções nacionais dos espetáculos "Canastrões" com Gracindo Jr, e "Homens, santos e desertores" com Ricardo Blat. No mesmo período dirigiu o espetáculo "Carinho" adaptação da obra do autor catalão Sergi Belbel. Logo em seguida escreveu e dirigiu o espetáculo "Proibido Amar".Recebeu o convite em 2015 para dirigir o espetáculo "Música para cortar os pulsos", texto premiado do autor paulista Rafael Gomes. Com direção de Abaetê Queiroz estreou espetáculo "Depois desse dia feliz" texto de Alexandre Ribondi, a peça marcou a volta do autor e diretor Ribondi aos palcos brasilienses. Em São Paulo reestreou a peça "Proibido Amar", e lançou o livro do espetáculo pela editora Giostri, com novo elenco e ganhou o prêmio CENYM 2016 em 3 categorias - Melhor Texto original, Melhor qualidade arsca e melhor cartaz e fotografia de publicidade. Em cerimônia realizada em novembro ganhou o prêmio em todas as categorias indicadas. Dirigiu em 2017 em São Paulo os espetáculos ‘‘Ocupação Nós’’, ‘‘Virilhas’’ e o mais recente ‘‘Arrais Amador’’ no inicio de 2018.

a TURNÊ

02/NOV até 09/DEZ Sexta - Sábado - Domingo no TEATRO JARAGUÁ  

Um dos mais novos teatros de São Paulo, o Teatro Jaraguá está integrado ao complexo do Novotel Jaraguá, oferecendo ao público uma nova opção teatral em São Paulo, além de toda segurança e as facilidades próprias de sua situação privilegiada. Também estão disponíveis pacotes culturais com os quais você poderá, além de assisr a um espetáculo de qualidade hospedar-se em um dos mais modernos hotéis da cidade, a preços promocionais. A platéia dispõe de 265 lugares em formato italiano e um foyer confortável e funcional.

Alejandro Melero (Autor) ‘‘ ’’ Clímax! é uma comédia que reúne vários contos, todos com um ponto comum que é melhor não revelar. Os quatro atores interpretam vários personagens e mudam de registros com rapidez. Razões para assistir? Reserve um tempo para dar boas risadas e depois levar para casa ideias a questionar. O Clímax! é a parte mais importante de uma história que é geralmente encontrado no meio dela, mas também pode ocorrer no final. Nesta peça, encontraremos diversos ‘‘climax’’ através de uma mistura de gêneros e vicissitudes que representam seus atraentes protagonistas. Apeça escrita porAlejandro Melero, estreou em 2013 em Madri, e consiste em pequenas histórias de amor e ódio entre homens e mulheres de qualquer orientação sexual, misturando temas como a inveja, a solidão ou amor não correspondido, que compõem um todo conectado como num quebra-cabeça. O espetáculo está em sua 7ª temporada na Espanha e já foi vista por mais de 130 mil expectadores. A peça já teve montagens em outros países como Argentina e Peru.

O nosso objetivo como atores é arrecadar fundos para concretizar a turnê da peça teatral Clímax aqui na cidade de São Paulo, tornando o Brasil o 4º país a montar este espetáculo que é sucesso na Espanha com mais de 130 mil expectadores. Nessa primeira temporada a peça fica em cartaz no Teatro Jaraguá de 02 de novembro à 09 de dezembro, às sextas- feiras às 21h30, sábados às 21h e domingos às 19h. Confira abaixo tudo sobre nosso projeto:

o PROJETO

Sinopse:

“ClímaX!” é uma comédia onde diferentes histórias se encaixam como se fosse um quebra cabeça, deixando ao público decidir onde colocar cada peça. Quatro atores interpretam vários personagens em seis diferentes contos, resultando numa soma de diversos ''clímax'', entregando aos espectadores diferentes emoções: amor não correspondido, solidão, medo, luxúria, desespero, angúsa, mas claro, com muito bom humorque envolve todo o espetáculo.

Ficha Técnica:

Autor: Alejandro Melero

Direção: Rafael Salmona

Elenco: Bianca Almeida, Ferruccio Cornacchia, Carol Góes e Bruno Ferian

Cenografia: Gustavo Libanori

Figurino: Priscila Soares

Técnico de som e luz: Rodrigo Lopes

Tradução: VitorColdibelli

Fotografia: Italo Iago

Realização: Mercúrio Produções

Duração: 80 minutos

Classificação Etária: 14 anos

a PEÇA

O Clímax! é a parte mais importante de uma história que é geralmente encontrado no meio dela, mas também pode ocorrer no final. Nesta peça, encontraremos diversos ‘‘climax’’ através de uma mistura de gêneros e vicissitudes que representam seus atraentes protagonistas.

Apeça escrita por Alejandro Melero, estreou em 2013 em Madri, e consiste em pequenas histórias de amor e ódio entre homens e mulheres de qualquer orientação sexual, misturando temas como a inveja, a solidão ou amor não correspondido, que compõem um todo conectado como num quebra-cabeça.

O espetáculo está em sua 7ª temporada na Espanha e já foi vista por mais de 130 mil expectadores. A peça já teve montagens em outros países como Argentina e Peru.

a DIREÇÃO 

Rafael Salmona é formado em publicidade e propaganda e em artes dramácas pelo Nu Espaço, no Rio de Janeiro, onde fez residência por 3 anos.Com vasta experiência em produção cultural, em Brasília fundou a companhia de Teatro Dois tempos, onde permaneceu a frente durante quatro anos (de 2009 a 2013). Nesse período montou, atuou e produziu os espetáculos "Bang Bang você morreu" do autor norte americano William Mastrosimone, e as produções autorais "Então é natal", "Amatores em cena", "Amatores a comédia" com direção de Abaetê Queiroz e "Toda brincadeira tem hora para acabar" direção de Áurea Liz, onde assina o texto. O projeto foi premiado como melhor projeto anbullying do país pelo Senado Federal em 2012. Fundou em Brasília em 2014 a produtora Desvio Produções culturais e chegou a produzir mais de 15 produções entre elas as produções nacionais dos espetáculos "Canastrões" com Gracindo Jr, e "Homens, santos e desertores" com Ricardo Blat. No mesmo período dirigiu o espetáculo "Carinho" adaptação da obra do autor catalão Sergi Belbel. Logo em seguida escreveu e dirigiu o espetáculo "Proibido Amar".Recebeu o convite em 2015 para dirigir o espetáculo "Música para cortar os pulsos", texto premiado do autor paulista Rafael Gomes. Com direção de Abaetê Queiroz estreou espetáculo "Depois desse dia feliz" texto de Alexandre Ribondi, a peça marcou a volta do autor e diretor Ribondi aos palcos brasilienses. Em São Paulo reestreou a peça "Proibido Amar", e lançou o livro do espetáculo pela editora Giostri, com novo elenco e ganhou o prêmio CENYM 2016 em 3 categorias - Melhor Texto original, Melhor qualidade arsca e melhor cartaz e fotografia de publicidade. Em cerimônia realizada em novembro ganhou o prêmio em todas as categorias indicadas. Dirigiu em 2017 em São Paulo os espetáculos ‘‘Ocupação Nós’’, ‘‘Virilhas’’ e o mais recente ‘‘Arrais Amador’’ no inicio de 2018.

a TURNÊ

02/NOV até 09/DEZ Sexta - Sábado - Domingo no TEATRO JARAGUÁ  

Um dos mais novos teatros de São Paulo, o Teatro Jaraguá está integrado ao complexo do Novotel Jaraguá, oferecendo ao público uma nova opção teatral em São Paulo, além de toda segurança e as facilidades próprias de sua situação privilegiada. Também estão disponíveis pacotes culturais com os quais você poderá, além de assisr a um espetáculo de qualidade hospedar-se em um dos mais modernos hotéis da cidade, a preços promocionais. A platéia dispõe de 265 lugares em formato italiano e um foyer confortável e funcional.

Roberta Harea ainda não publicou nenhuma notícia.