Clipe Amigo da Onça & Beija Flor |

Clipe Amigo da Onça & Beija Flor

Realização do Clipe Amigo da Onça & Beija Flor. Queremos transmitir o espírito do Carnaval de Rua através do cinema de ficção!

Projeto por: Rafael Andreoni
R$ 32.020,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

98 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Rafael Andreoni

Rafael Andreoni

R$ 15
Rugido da Onça
16 benfeitores apoiando
Agradecimento por Áudio de Whatsapp e nos Créditos do Clipe (Cuidado com a risada do Tarcísio)
R$ 40
Kit Onçático
28 benfeitores apoiando
Agradecimento + KIt Onçático (EcoCopo + Abridor de Garrafa + Adesivo)
R$ 70
Trilha Selvagem
6 benfeitores apoiando
Agradecimento + Kit Onçático (EcoCopo + Abridor de Garrafa + Adesivo) + CD
R$ 100
Amigxs do Peito!
42 benfeitores apoiando
Agradecimento + Kit Onçático (EcoCopo + Abridor de Garrafa + Adesivo) + Camiseta
R$ 300
Dia de Oncete (2 Pessoas)
3 benfeitores apoiando
Agradecimento + Kit Onçático (EcoCopo + Abridor de Garrafa + Adesivo) + Dia de Oncete para 2 Pessoas (Maquiagem + Look e Movimentos Onçático)

17 disponíveis.
R$ 500
Solte suas Feras!
4 benfeitores apoiando
Agradecimento + Kit Onçático (EcoCopo + Abridor de Garrafa + Adesivo) + 3 Meses de Oficina Amigos da Onça (Música, Dança e Perna de Pau)

15 disponíveis.
R$ 2.500
Amiguinhos da Onça
1 benfeitor apoiando
Agradecimento + Kit Onçático (EcoCopo + Abridor de Garrafa + Adesivo) + Amiguinhos da Onça e Pim Pom Pim na sua festa infantil

2 disponíveis.
R$ 15.000
Estouuuro Mesopotâmico!!!
1 benfeitor apoiando
Show Completo do Coletivo Amigos da Onça Obs: Custos de logística e infra-estrutura pagos pelo colaborador

4 disponíveis.

 

Somos a vontade de ocupar os espaços públicos com arte e irreverência.
Somos um movimento. 
Somos espontaneidade.

Somos as ruas do centro da cidade do Rio de Janeiro.
Somos os milhares de foliões.  

Somos a onça e todos os seus amigos. 

Somos sopros e percussão, dança e pernas de pau.
Somos um coletivo com vontade de criar, de explorar, de reinventar.

Somos uma banda escalafobética.

Somos um bloco de rua.       
Somos filhos do carnaval.

Somos os Amigos da Onça!

O Coletivo Amigos da Onça e a Produtora Cadenza Filmes se lançam em mais uma aventura de produção de conteúdo audiovisual independente.

Esta é a campanha de financiamento coletivo para finalizar as filmagens e distribuir nas redes o Clipe Amigo da Onça & Beija Flor

Queremos transmitir o espírito do Carnaval de Rua do Rio, afirmando sua essência e seus atores, através do cinema de ficção.

Nosso objetivo é potencializar a força cultural dos artistas cariocas e disseminar a experiência carnavalesca para o Brasil e o Mundo.

Viajando pelas terras da Escalafobézia Antiga, Tarcísio Cisão e Gabriel Gabriel (cantores e compositores do Amigos da Onça) se transportam por aventuras alucinantes vividas com cenários e personagens fantásticos:

A partir de uma estética lúdica e de um flerte com o surrealismo, as aventuras narradas pelo clipe representam um mergulho intenso dentro dos universos criados pelo Carnaval e seus foliões, com o tempero mesopotâmico da mitologia dos Amigos da Onça.

A alma do nosso projeto é coletiva, vive na alegria e na musicalidade do Carnaval.

Junto com a gente, produzindo e idealizando essa epopeia carnavalesca, os parceiros da Cadenza Filmes e mais um montão de amigas e amigos que doaram seu tempo, suas ideias, suas imagens, seus personagens! Tudo no amor <3 A gente merece!!!

Queremos construir o projeto junto com todos os que participam da construção coletiva do nosso Carnaval de Rua.

O Projeto é das Pessoas que amam o Amigos da Onça.

Por isso vamos financiá-lo coletivamente, compartilhando com vocês nossas recompensas da Mesopotâmia Selvagem!

 

Estamos em uma missão digna da Escalafobézia Antiga!

Todos do Coletivo Amigos da Onça, da Cadenza Filmes e mais de 30 amigos trabalharam muito e de grátis para construir esse projeto conosco.

Com esses R$ 30 mil cobrimos os custos da campanha e finalizamos nosso clipe para lança-lo em pleno Carnaval.

RAAAAWW!
 

Em nossa batalha mesopotâmica pela realização do clipe na babilônia selvagem do Rio de Janeiro, tivemos até a câmera mágica de nosso querido diretor de fotografia Micael Hocherman roubada, além de uma lente muito querida e amada.

A câmera que já fotografou mais de 5 carnavais cariocas é nosso xodó!

Se batermos a segunda meta, podemos trazer de volta a magia da antiga câmera de Mica para o carnaval carioca do jeito mais onçático possível, através da força daqueles que amam o Carnaval <3

E para abençoar este momento, vamos organizar uma exposição escalafobética com muito som e alegria!      


Como falamos, a tribo onçática trabalhou muuuuucho nesse projeto. Tudo no amor total, sem nenhunzinho capilé pra remunerar tanto trabalho.

Todos concordaram que queríamos fazer um projeto lendário, e cada um doou sua força para realizá-lo.

Se completarmos essa meta, vamos poder pagar nossos amigos e a nós mesmos!!! Mesmo que seja pouco para tanta gente, já é muito!

A onça quer realizar projetos com vocês!

Teremos uma oficina de realização de projetos artísticos nas ruas e nas redes com nossos queridos parceiros da Cadenza e do Coletivo Amigos da Onça.

Isso é só o começo ;)
 

WOW! Depois dessa vamos ter que fazer uma peregrinação eutrópica e miquilínica para agradecer muito aos Deuses e Deusas da Escalafobézia Antiga.

Com este R$ 100.000 vamos investir para distribuir nacionalmente o clipe, por todas as redes do Brasil. Uma estratégia de distribuição digital com nossos parceiros das Agências Rastro Comunicação e Loud Performace.

Segura que nós vamos rumo a 1 milhão de visualizações galera <3

E pra abençoar tudo isso, faremos um cortejo LINDO pra festejar esta explosão de amor mesopotâmica.

Nas redes e na rua

Iremos fazer uma campanha online e offline de distribuição do clipe, através das mídias sociais, produzindo eventos e diversas ações estratégicas nas ruas e nas redes para ganhar o Brasil e o mundo em uma ativação malemolente e estonteante.

 




 

Tudo começou numa despretensiosa viagem para terras estapafúrdias onde fomos recebidos por um grande amigo, um amigão. A partir de então, uma onda animalesca e selvagem tomou conta de nós e, aos poucos, de toda a cidade do Rio.

Da brincadeira descontraída, surgem os Amigos da Onça, que antes de um banda ou um bloco, é uma grande reunião de amigos e amigas, foliões e foliãs, que procuravam dar outra cara para o Carnaval de Rua.

Em oito anos de estrada, a Banda apresentou espetáculos memoráveis nas maiores casas de show do Rio de Janeiro, como o Circo Voador, Bola Preta e Estudantina, além de apresentações em São Paulo e Minas Gerais, e ter participado de festivais de renome como o Féte de la Musique (RJ) e o Coala Festival (SP).

Acima de tudo, o Coletivo Amigos da Onça é famoso por seus cortejos mesopotâmicos pelas ruas cariocas. Tudo é tão lindo que foi necessário criar nosso próprio bloco de Carnaval.

Desde 2012, o Bloco desfila pelas ruas do centro da cidade do Rio de Janeiro carregando em seu cortejo por volta de 5 mil pessoas. 

Em 2016, lançou “Gargalhada”, seu primeiro EP com a compilação dos sucessos construídos nos sete anos de carreira. Ao longo do ano, o Amigos da Onça oferece oficinas de confecção de figurino/alegoria, dança, música (sopros e percussão) e perna-de-pau, com aulas ministradas pelos próprios integrantes do grupo. Também produzem eventos como o Amiguinhos da Onça, Amigos da Onça Fest, Revolta da Purpurina e Baile de Carnaval do Amigos da Onça.

No carnaval de 2017, em seu sexto ano de apresentação, o bloco levou aproximadamente 40 mil foliões às ruas do centro do Rio de Janeiro.

RAWWW!

 

Somos a vontade de ocupar os espaços públicos com arte e irreverência.
Somos um movimento. 
Somos espontaneidade.

Somos as ruas do centro da cidade do Rio de Janeiro.
Somos os milhares de foliões.  

Somos a onça e todos os seus amigos. 

Somos sopros e percussão, dança e pernas de pau.
Somos um coletivo com vontade de criar, de explorar, de reinventar.

Somos uma banda escalafobética.

Somos um bloco de rua.       
Somos filhos do carnaval.

Somos os Amigos da Onça!

O Coletivo Amigos da Onça e a Produtora Cadenza Filmes se lançam em mais uma aventura de produção de conteúdo audiovisual independente.

Esta é a campanha de financiamento coletivo para finalizar as filmagens e distribuir nas redes o Clipe Amigo da Onça & Beija Flor

Queremos transmitir o espírito do Carnaval de Rua do Rio, afirmando sua essência e seus atores, através do cinema de ficção.

Nosso objetivo é potencializar a força cultural dos artistas cariocas e disseminar a experiência carnavalesca para o Brasil e o Mundo.

Viajando pelas terras da Escalafobézia Antiga, Tarcísio Cisão e Gabriel Gabriel (cantores e compositores do Amigos da Onça) se transportam por aventuras alucinantes vividas com cenários e personagens fantásticos:

A partir de uma estética lúdica e de um flerte com o surrealismo, as aventuras narradas pelo clipe representam um mergulho intenso dentro dos universos criados pelo Carnaval e seus foliões, com o tempero mesopotâmico da mitologia dos Amigos da Onça.

A alma do nosso projeto é coletiva, vive na alegria e na musicalidade do Carnaval.

Junto com a gente, produzindo e idealizando essa epopeia carnavalesca, os parceiros da Cadenza Filmes e mais um montão de amigas e amigos que doaram seu tempo, suas ideias, suas imagens, seus personagens! Tudo no amor <3 A gente merece!!!

Queremos construir o projeto junto com todos os que participam da construção coletiva do nosso Carnaval de Rua.

O Projeto é das Pessoas que amam o Amigos da Onça.

Por isso vamos financiá-lo coletivamente, compartilhando com vocês nossas recompensas da Mesopotâmia Selvagem!

 

Estamos em uma missão digna da Escalafobézia Antiga!

Todos do Coletivo Amigos da Onça, da Cadenza Filmes e mais de 30 amigos trabalharam muito e de grátis para construir esse projeto conosco.

Com esses R$ 30 mil cobrimos os custos da campanha e finalizamos nosso clipe para lança-lo em pleno Carnaval.

RAAAAWW!
 

Em nossa batalha mesopotâmica pela realização do clipe na babilônia selvagem do Rio de Janeiro, tivemos até a câmera mágica de nosso querido diretor de fotografia Micael Hocherman roubada, além de uma lente muito querida e amada.

A câmera que já fotografou mais de 5 carnavais cariocas é nosso xodó!

Se batermos a segunda meta, podemos trazer de volta a magia da antiga câmera de Mica para o carnaval carioca do jeito mais onçático possível, através da força daqueles que amam o Carnaval <3

E para abençoar este momento, vamos organizar uma exposição escalafobética com muito som e alegria!      


Como falamos, a tribo onçática trabalhou muuuuucho nesse projeto. Tudo no amor total, sem nenhunzinho capilé pra remunerar tanto trabalho.

Todos concordaram que queríamos fazer um projeto lendário, e cada um doou sua força para realizá-lo.

Se completarmos essa meta, vamos poder pagar nossos amigos e a nós mesmos!!! Mesmo que seja pouco para tanta gente, já é muito!

A onça quer realizar projetos com vocês!

Teremos uma oficina de realização de projetos artísticos nas ruas e nas redes com nossos queridos parceiros da Cadenza e do Coletivo Amigos da Onça.

Isso é só o começo ;)
 

WOW! Depois dessa vamos ter que fazer uma peregrinação eutrópica e miquilínica para agradecer muito aos Deuses e Deusas da Escalafobézia Antiga.

Com este R$ 100.000 vamos investir para distribuir nacionalmente o clipe, por todas as redes do Brasil. Uma estratégia de distribuição digital com nossos parceiros das Agências Rastro Comunicação e Loud Performace.

Segura que nós vamos rumo a 1 milhão de visualizações galera <3

E pra abençoar tudo isso, faremos um cortejo LINDO pra festejar esta explosão de amor mesopotâmica.

Nas redes e na rua

Iremos fazer uma campanha online e offline de distribuição do clipe, através das mídias sociais, produzindo eventos e diversas ações estratégicas nas ruas e nas redes para ganhar o Brasil e o mundo em uma ativação malemolente e estonteante.

 




 

Tudo começou numa despretensiosa viagem para terras estapafúrdias onde fomos recebidos por um grande amigo, um amigão. A partir de então, uma onda animalesca e selvagem tomou conta de nós e, aos poucos, de toda a cidade do Rio.

Da brincadeira descontraída, surgem os Amigos da Onça, que antes de um banda ou um bloco, é uma grande reunião de amigos e amigas, foliões e foliãs, que procuravam dar outra cara para o Carnaval de Rua.

Em oito anos de estrada, a Banda apresentou espetáculos memoráveis nas maiores casas de show do Rio de Janeiro, como o Circo Voador, Bola Preta e Estudantina, além de apresentações em São Paulo e Minas Gerais, e ter participado de festivais de renome como o Féte de la Musique (RJ) e o Coala Festival (SP).

Acima de tudo, o Coletivo Amigos da Onça é famoso por seus cortejos mesopotâmicos pelas ruas cariocas. Tudo é tão lindo que foi necessário criar nosso próprio bloco de Carnaval.

Desde 2012, o Bloco desfila pelas ruas do centro da cidade do Rio de Janeiro carregando em seu cortejo por volta de 5 mil pessoas. 

Em 2016, lançou “Gargalhada”, seu primeiro EP com a compilação dos sucessos construídos nos sete anos de carreira. Ao longo do ano, o Amigos da Onça oferece oficinas de confecção de figurino/alegoria, dança, música (sopros e percussão) e perna-de-pau, com aulas ministradas pelos próprios integrantes do grupo. Também produzem eventos como o Amiguinhos da Onça, Amigos da Onça Fest, Revolta da Purpurina e Baile de Carnaval do Amigos da Onça.

No carnaval de 2017, em seu sexto ano de apresentação, o bloco levou aproximadamente 40 mil foliões às ruas do centro do Rio de Janeiro.

RAWWW!

Rafael Andreoni ainda não publicou nenhuma notícia.