[DF] Comece pela marmita |

[DF] Comece pela marmita

Alimente pessoas em extrema pobreza na periferia de Brasília e contribua com a renda de profissionais que foram impactados pela pandemia.

Projeto por: Sarah Fonseca de Vascocellos
R$ 34.247,00
arrecadado
meta R$ 29.690,00

20 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Sarah Fonseca de Vascocellos

Sarah Fonseca de Vascocellos
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
4 benfeitores apoiando
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
1 benfeitor apoiando
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
2 benfeitores apoiando
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
1 benfeitor apoiando
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!

A partir do valor arrecadado, ajudaremos profissionais que foram impactados financeiramente pela pandemia, contribuindo para sua geração de renda, pois serão os fornecedores responsáveis pela produção das marmitas.

Essas mesmas marmitas serão doadas à pessoas em extrema pobreza, que possuem carências alimentares, pois muitas delas não possuem estrutura ideal (água, gás, energia, saneamento básico..) para preparar suas refeições. Contamos com o apoio de uma nutricionista voluntária, que elaborou um cardápio nutritivo com alimentos acessíveis para produção das marmitas.

Com o intuito de auxiliar na prevenção de doenças, buscamos orientar sobre boas práticas de higiene e cuidados, todos os envolvidos neste ecossistema.

Somos um grupo de amigos apaixonados por pessoas e negócios e sentimos que não poderíamos ficar de braços cruzados neste momento de pandemia, situação que agravou muitas necessidades básicas, como a alimentação.

“Se não puder fazer tudo, faça tudo que puder”, por isso, a partir dos nossos conhecimentos, decidimos criar um ecossistema de auxílio à pessoas em vulnerabilidade social, apoiando assim na geração de renda de profissionais autônomos e pessoas em extrema pobreza que não sabem quando será sua próxima refeição.

Nossa equipe à frente do projeto é formada por um economista, uma designer e duas administradoras, todos com atuação em negócios e desenvolvimento de pessoas. Além disso, contamos com o apoio da CUFA/DF, com informações da comunidade e com uma nutricionista que auxilia tecnicamente na produção das refeições.

Há menos de trinta minutos do centro do poder político e administrativo do Brasil, encontramos uma região que sustenta o título de "maior depósito de lixo da América Latina". Perto dos olhos daqueles que detém o poder, existem muitas famílias, dentre os 45 mil habitantes que moram na cidade que carecem das necessidades mais básicas para o seu sustento.

A Cidade Estrutural reúne pessoas trabalhadoras, que dentre outras ocupações, dependem da reciclagem do lixo. Elas são batalhadoras, merecedoras de uma vida digna, e, por isso, escolhemos esse local para o nosso pontapé inicial. Nosso objetivo é proporcionar uma refeição para pessoas que estão em situação vulnerável devido ao período de pandemia pelo COVID-19.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Sarah Fonseca de Vascocellos ainda não publicou nenhuma notícia.

A partir do valor arrecadado, ajudaremos profissionais que foram impactados financeiramente pela pandemia, contribuindo para sua geração de renda, pois serão os fornecedores responsáveis pela produção das marmitas.

Essas mesmas marmitas serão doadas à pessoas em extrema pobreza, que possuem carências alimentares, pois muitas delas não possuem estrutura ideal (água, gás, energia, saneamento básico..) para preparar suas refeições. Contamos com o apoio de uma nutricionista voluntária, que elaborou um cardápio nutritivo com alimentos acessíveis para produção das marmitas.

Com o intuito de auxiliar na prevenção de doenças, buscamos orientar sobre boas práticas de higiene e cuidados, todos os envolvidos neste ecossistema.

Somos um grupo de amigos apaixonados por pessoas e negócios e sentimos que não poderíamos ficar de braços cruzados neste momento de pandemia, situação que agravou muitas necessidades básicas, como a alimentação.

“Se não puder fazer tudo, faça tudo que puder”, por isso, a partir dos nossos conhecimentos, decidimos criar um ecossistema de auxílio à pessoas em vulnerabilidade social, apoiando assim na geração de renda de profissionais autônomos e pessoas em extrema pobreza que não sabem quando será sua próxima refeição.

Nossa equipe à frente do projeto é formada por um economista, uma designer e duas administradoras, todos com atuação em negócios e desenvolvimento de pessoas. Além disso, contamos com o apoio da CUFA/DF, com informações da comunidade e com uma nutricionista que auxilia tecnicamente na produção das refeições.

Há menos de trinta minutos do centro do poder político e administrativo do Brasil, encontramos uma região que sustenta o título de "maior depósito de lixo da América Latina". Perto dos olhos daqueles que detém o poder, existem muitas famílias, dentre os 45 mil habitantes que moram na cidade que carecem das necessidades mais básicas para o seu sustento.

A Cidade Estrutural reúne pessoas trabalhadoras, que dentre outras ocupações, dependem da reciclagem do lixo. Elas são batalhadoras, merecedoras de uma vida digna, e, por isso, escolhemos esse local para o nosso pontapé inicial. Nosso objetivo é proporcionar uma refeição para pessoas que estão em situação vulnerável devido ao período de pandemia pelo COVID-19.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Sarah Fonseca de Vascocellos ainda não publicou nenhuma notícia.