[SP] Aqueça o comércio periférico |

[SP] Aqueça o comércio periférico

Apoio técnico e pesquisas sobre o comportamento dos consumidores e aquecimento da economia periférica que fortalecem empreendedores.

Projeto por: Graziella Bispo Neves Patrício
R$ 15.050,00
arrecadado
meta R$ 15.000,00

9 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Graziella Bispo Neves Patrício

Graziella Bispo Neves Patrício
R$ 20
Carta de Agradecimento
Seja o primeiro a apoiar!
Uma carta com agradecimento pela doação.
R$ 30
Certificado de doador
Seja o primeiro a apoiar!
Um certificado reconhecendo o doador.
R$ 100
Relatório individual
1 benfeitor apoiando
Relatório individual de correlação de perfil pessoal Mapeamento do perfil de personalidade do doador. Tal relatório é de grande valia para melhorar os relacionamentos por meio do autoconhecimento.

Este é um coletivo que visa fortalecer a quebrada, entre as atividades, realizamos levantamentos de pesquisas que auxiliam os comércios no entendimento das demandas locais. É uma forma de aproximar o comércio do potencial cliente e engajar a população periférica pela preferência dos comércios do próprio bairro.

Com a pandemia e a necessidade de fechar os comércios por um período, a demanda de clientes caiu bastante e com isso as vendas de produtos e serviços. Muitos pequenos comerciantes tiveram que fechar as portas ou mudar a estratégia do modelo de negócio. A comunidade foi a primeira a sentir as consequências sócio-econômicas da pandemia.

Então, nosso papel é entender a dinâmica dos consumidores das periferias, é tentar apoiar o pequeno empreendedor nesse recomeço, no entendimento do novo cenário. Além disso, sensibilizamos as pessoas para que consumam ou deem preferência para o comércio local. Já ajudamos empreendedores a fazer uso das plataformas digitais e dar visibilidade ao comércio.

Também sofremos as consequências, mas seguimos na luta dia após dia, sempre tentando engajar mais pessoas em ações periféricas que visam mudar a realidade, sempre buscando transformar frustração em esperança. Vem com a gente e vamos bombar a economia na periferia.

O valor será direcionado para recuperar os impactos financeiro ocasionados pelo lockdown. Muitos comércios fecharam as portas e por muitos meses não foi possível  realizar a atividade para os empreendedores.

O recurso será para colocar em dia contas atrasadas e a poiar a empreendedora que sofreu os impactos econômicos.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$15.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 1.500.000,00 ( um milhão e 500 mil reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo para recuperação de micro e pequenos negócios das periferias afetados pela pandemia. O Fundo Colaborativo segue aberto para novos parceiros que desejam destinar recursos para as periferias urbanas brasileiras.

Graziella Bispo Neves Patrício ainda não publicou nenhuma notícia.

Este é um coletivo que visa fortalecer a quebrada, entre as atividades, realizamos levantamentos de pesquisas que auxiliam os comércios no entendimento das demandas locais. É uma forma de aproximar o comércio do potencial cliente e engajar a população periférica pela preferência dos comércios do próprio bairro.

Com a pandemia e a necessidade de fechar os comércios por um período, a demanda de clientes caiu bastante e com isso as vendas de produtos e serviços. Muitos pequenos comerciantes tiveram que fechar as portas ou mudar a estratégia do modelo de negócio. A comunidade foi a primeira a sentir as consequências sócio-econômicas da pandemia.

Então, nosso papel é entender a dinâmica dos consumidores das periferias, é tentar apoiar o pequeno empreendedor nesse recomeço, no entendimento do novo cenário. Além disso, sensibilizamos as pessoas para que consumam ou deem preferência para o comércio local. Já ajudamos empreendedores a fazer uso das plataformas digitais e dar visibilidade ao comércio.

Também sofremos as consequências, mas seguimos na luta dia após dia, sempre tentando engajar mais pessoas em ações periféricas que visam mudar a realidade, sempre buscando transformar frustração em esperança. Vem com a gente e vamos bombar a economia na periferia.

O valor será direcionado para recuperar os impactos financeiro ocasionados pelo lockdown. Muitos comércios fecharam as portas e por muitos meses não foi possível  realizar a atividade para os empreendedores.

O recurso será para colocar em dia contas atrasadas e a poiar a empreendedora que sofreu os impactos econômicos.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$15.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 1.500.000,00 ( um milhão e 500 mil reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo para recuperação de micro e pequenos negócios das periferias afetados pela pandemia. O Fundo Colaborativo segue aberto para novos parceiros que desejam destinar recursos para as periferias urbanas brasileiras.

Graziella Bispo Neves Patrício ainda não publicou nenhuma notícia.