[SP] Conexões contra o Covid |

[SP] Conexões contra o Covid

Mais isolamento, menos solidão. Ajude as comunidades do Fundão do Ipiranga a se manter em casa durante a pandemia.

Projeto por: Maria Nilda de Carvalho Mota
R$ 7.860,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

26
benfeitores

26%
arrecadado

20
dias restantes

PARCELE SEU PAGAMENTO EM ATÉ 6 VEZES

Ajude-nos a bater nossa meta até 17/06/2020 - 23:59


POR

Maria Nilda de Carvalho Mota

Maria Nilda de Carvalho Mota
R$ 20
É nóis!
2 benfeitores apoiando
R$ 30
E-book
4 benfeitores apoiando
Receba com exclusividade o "Diário do fim do mundo - poemas para sobreviver ao caos", Série de poemas de minha autoria com temas relacionados ao isolamento, à pandemia e, principalmente à esperança de um mundo melhor após a crise atual.
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
3 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
2 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

Não encontrou o que queria?

Outro valor

Nossa proposta é garantir acesso à internet para populações que vivem em habitações precárias, à beira do córrego São Francisco, entre os bairros de Parque Bristol e Jardim São Savério (Fundão do Ipiranga.

As 500 famílias a serem contempladas estão em situação de vulnerabilidade econômica, residencial e de saúde. Queremos que a internet instalada em várias casas, com sinal aberto para todos, garanta acesso sem provocar aglomerações, colaborando assim com o aumento do isolamento contra o Covid nas periferias e oferecendo acesso a conteúdos relevantes (de lazer, educação, prevenção, etc.), com dignidade às pessoas em situação de maior vulnerabilidade dentro das periferias.

Queremos oferecer "espaço virtual" a 500 famílias, para que essas pessoas, na falta de espaço físico, existam, naveguem, aprendam, divirtam-se e trabalhem sem precisar sair de casa.

Para isso, seguiremos todas as orientações da Organização Mundial de Saúde e das autoridades locais, no sentido de minimizar os riscos de transmissão do Covid-19 durante a instalação dos pontos de internet:

1. Mapearemos remotamente os melhores locais para instalação da internet até que as redes abertas alcancem (juntas) um raio de 2km.

2. Contataremos moradores que ficarão responsáveis por receber a instalação e zelar pela sua integridade

3. Contataremos empresas locais de provedores de internet, e negociaremos a melhor internet pelo melhor preço.

4. Faremos as instalações e melhorias na internet de moradores que se disponham a também compartilharem as suas redes.

5. Mensalmente pagaremos mensalidades, sempre mediante o compartilhamento de senhas de acesso;

6. Contrataremos artistas locais para criação e disponibilização de conteúdos relevantes para o público-alvo.

fundadora do selo editorial Me Parió Revolução, Integrante da Posse Poder e Revolução e ex-professora de informática educativa. Represento um grupo de pessoas engajadas (há pelo menos 20 anos) na melhoria das condições de vida na região do Fundão do Ipiranga. Trabalhamos com questões de acesso à cultura, educação, informação e combate ao racismo e outras formas de opressão.

A região do Fundão do Ipiranga compreende os bairros de Parque Bristol, Jardim São Savério e adjacências. É um lugar localizado em região de IDH elevado (Sacomã), mas que contém bolsões de miséria com diversos pontos de habitação precária. Esses aglomerados em geral são constituídos de pequenas residências com uma média de 4 pessoas sem acesso à internet de qualidade e sem espaço interno para convivência ou abrigo em tempos de necessário isolamento.

Diante disso, a pandemia de Coronavírus tem ampliado substancialmente a vulnerabilidade dessa população, pois sem espaço físico capaz de acolher todos os membros de uma mesma família dentro de casa, as pessoas têm mantido o hábito de permanecerem nas ruas e calçadas.

Acreditamos que o acesso ao lazer, à educação e à cultura proporcionados pelo acesso à internet dentro dos lares pode contribuir com a adesão ao isolamento necessário para contenção do avanço dos contágios da doença.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.


 

Matéria do UOL sobre nossa campanha :)

Em: 27/05/2020 13:05

 

https://quebradatech.blogosfera.uol.com.br/2020/05/27/acesso-a-internet-pode-salvar-a-vida-de-quem-mora-em-barraco-diz-moradora/

As fotos são de Sandrinha Alberti

Moradora cria campanha para arrecadar fundos para democratizar o acesso à internet para 500 famílias afetadas pela falta de entretenimento e informação durante a pandemia de coronavírus na região do Fundão do Ipiranga, zona sul de São Paulo Por Tamires Rodrigues A moradora Maria Nilda, do Fundão do Ipiranga, zona sul de São Paulo, está engajada em criar uma solução para 500 famílias terem acesso à internet de qualidade sem sair de casa em tempos de isolamento social imposto pela pandemia de coronavírus. Para isso, ela criou o projeto "Conexões Contra o Covid", que visa arrecadar fundos para construção de uma infraestrutura de internet livre, comunitária e de qualidade para quem m... - Veja mais em https://quebradatech.blogosfera.uol.com.br/2020/05/27/acesso-a-internet-pode-salvar-a-vida-de-quem-mora-em-barraco-diz-moradora/?cmpid=copiaecola


Agora temos uma página no Facebook!!!

Em: 26/05/2020 10:54

Bom dia queridas e queridos.

Acabei de criar nossa página no Facebook :)

Lá vamos compartilhar novidades sobre a campanha, depoimentos e outras informações legais.

Curte lá, pra ficar por dentro.

<3

https://www.facebook.com/Conex%C3%B5es-Contra-o-Covid-107182464348261/


CHANTAGEM LITERÁRIA!!!

Em: 19/05/2020 09:05

Queridas e queridos caminhantes,

vocês sabem que todo mundo que apoiar esta campanha vai receber um e-book com textos inéditos meus, não sabem?

Pois fiquem sabendo <3 !

O livro chama-se "Diário do fim do mundo" e eu estava pretendendo que fosse um livro de poemas... Mas daí eu pensei que poderia ser um diário mesmo (ou algo mais próximo). Já que eu ainda não me aventurei pelos vazios da prosa, pode ser esta uma boa oportunidade, não?

Prometo que se alguém quiser muito, muito, muito, escrevo um livro de poemas pra cumprir com a palavra da recompensa, mas se vocês não se opuserem... compartilho meu diário con ustedes.

Mas tem uma coisa: Só recebe quem, no mínimo, compartilhar este post... rsrsrsr

É chantagem literária mesmo!

Compartilhar não vai custar nem 30 segundos, mas vai nos ajudar a atingir mais pessoas e aumentarmos a chance de distribuir internet, alegria e multiplicação de sonhos.

Vem comigo?

 

 


Nossa proposta é garantir acesso à internet para populações que vivem em habitações precárias, à beira do córrego São Francisco, entre os bairros de Parque Bristol e Jardim São Savério (Fundão do Ipiranga.

As 500 famílias a serem contempladas estão em situação de vulnerabilidade econômica, residencial e de saúde. Queremos que a internet instalada em várias casas, com sinal aberto para todos, garanta acesso sem provocar aglomerações, colaborando assim com o aumento do isolamento contra o Covid nas periferias e oferecendo acesso a conteúdos relevantes (de lazer, educação, prevenção, etc.), com dignidade às pessoas em situação de maior vulnerabilidade dentro das periferias.

Queremos oferecer "espaço virtual" a 500 famílias, para que essas pessoas, na falta de espaço físico, existam, naveguem, aprendam, divirtam-se e trabalhem sem precisar sair de casa.

Para isso, seguiremos todas as orientações da Organização Mundial de Saúde e das autoridades locais, no sentido de minimizar os riscos de transmissão do Covid-19 durante a instalação dos pontos de internet:

1. Mapearemos remotamente os melhores locais para instalação da internet até que as redes abertas alcancem (juntas) um raio de 2km.

2. Contataremos moradores que ficarão responsáveis por receber a instalação e zelar pela sua integridade

3. Contataremos empresas locais de provedores de internet, e negociaremos a melhor internet pelo melhor preço.

4. Faremos as instalações e melhorias na internet de moradores que se disponham a também compartilharem as suas redes.

5. Mensalmente pagaremos mensalidades, sempre mediante o compartilhamento de senhas de acesso;

6. Contrataremos artistas locais para criação e disponibilização de conteúdos relevantes para o público-alvo.

fundadora do selo editorial Me Parió Revolução, Integrante da Posse Poder e Revolução e ex-professora de informática educativa. Represento um grupo de pessoas engajadas (há pelo menos 20 anos) na melhoria das condições de vida na região do Fundão do Ipiranga. Trabalhamos com questões de acesso à cultura, educação, informação e combate ao racismo e outras formas de opressão.

A região do Fundão do Ipiranga compreende os bairros de Parque Bristol, Jardim São Savério e adjacências. É um lugar localizado em região de IDH elevado (Sacomã), mas que contém bolsões de miséria com diversos pontos de habitação precária. Esses aglomerados em geral são constituídos de pequenas residências com uma média de 4 pessoas sem acesso à internet de qualidade e sem espaço interno para convivência ou abrigo em tempos de necessário isolamento.

Diante disso, a pandemia de Coronavírus tem ampliado substancialmente a vulnerabilidade dessa população, pois sem espaço físico capaz de acolher todos os membros de uma mesma família dentro de casa, as pessoas têm mantido o hábito de permanecerem nas ruas e calçadas.

Acreditamos que o acesso ao lazer, à educação e à cultura proporcionados pelo acesso à internet dentro dos lares pode contribuir com a adesão ao isolamento necessário para contenção do avanço dos contágios da doença.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.


 

Matéria do UOL sobre nossa campanha :)

Em: 27/05/2020 13:05

 

https://quebradatech.blogosfera.uol.com.br/2020/05/27/acesso-a-internet-pode-salvar-a-vida-de-quem-mora-em-barraco-diz-moradora/

As fotos são de Sandrinha Alberti

Moradora cria campanha para arrecadar fundos para democratizar o acesso à internet para 500 famílias afetadas pela falta de entretenimento e informação durante a pandemia de coronavírus na região do Fundão do Ipiranga, zona sul de São Paulo Por Tamires Rodrigues A moradora Maria Nilda, do Fundão do Ipiranga, zona sul de São Paulo, está engajada em criar uma solução para 500 famílias terem acesso à internet de qualidade sem sair de casa em tempos de isolamento social imposto pela pandemia de coronavírus. Para isso, ela criou o projeto "Conexões Contra o Covid", que visa arrecadar fundos para construção de uma infraestrutura de internet livre, comunitária e de qualidade para quem m... - Veja mais em https://quebradatech.blogosfera.uol.com.br/2020/05/27/acesso-a-internet-pode-salvar-a-vida-de-quem-mora-em-barraco-diz-moradora/?cmpid=copiaecola


Agora temos uma página no Facebook!!!

Em: 26/05/2020 10:54

Bom dia queridas e queridos.

Acabei de criar nossa página no Facebook :)

Lá vamos compartilhar novidades sobre a campanha, depoimentos e outras informações legais.

Curte lá, pra ficar por dentro.

<3

https://www.facebook.com/Conex%C3%B5es-Contra-o-Covid-107182464348261/


CHANTAGEM LITERÁRIA!!!

Em: 19/05/2020 09:05

Queridas e queridos caminhantes,

vocês sabem que todo mundo que apoiar esta campanha vai receber um e-book com textos inéditos meus, não sabem?

Pois fiquem sabendo <3 !

O livro chama-se "Diário do fim do mundo" e eu estava pretendendo que fosse um livro de poemas... Mas daí eu pensei que poderia ser um diário mesmo (ou algo mais próximo). Já que eu ainda não me aventurei pelos vazios da prosa, pode ser esta uma boa oportunidade, não?

Prometo que se alguém quiser muito, muito, muito, escrevo um livro de poemas pra cumprir com a palavra da recompensa, mas se vocês não se opuserem... compartilho meu diário con ustedes.

Mas tem uma coisa: Só recebe quem, no mínimo, compartilhar este post... rsrsrsr

É chantagem literária mesmo!

Compartilhar não vai custar nem 30 segundos, mas vai nos ajudar a atingir mais pessoas e aumentarmos a chance de distribuir internet, alegria e multiplicação de sonhos.

Vem comigo?