[SP] Costurando proteção |

[SP] Costurando proteção

Colabore para confeccionarmos e distribuirmos máscaras de proteção para comunidades carentes e trabalhadores vulneráveis.

Projeto por: Wagner Felix
R$ 23.622,00
arrecadado
meta R$ 29.700,00

13 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Wagner Felix

Wagner Felix
R$ 20
Colabore com R$ 20!
1 benfeitor apoiando
Agradecemos o seu apoio!
R$ 50
Colabore com R$ 50!
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecemos o seu apoio!
R$ 80
Colabore com R$ 80!
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecemos o seu apoio!
R$ 100
Colabore com R$ 100!
1 benfeitor apoiando
Agradecemos o seu apoio!
R$ 200
Colabore com R$ 200!
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecemos o seu apoio!
R$ 300
Colabore com R$ 300!
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecemos o seu apoio!
R$ 500
Colabore com R$ 500!
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecemos o seu apoio!
R$ 1.000
Colabore com R$ 1000!
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecemos o seu apoio!
R$ 3.000
Colabore com R$ 3000!
Seja o primeiro a apoiar!
Agradecemos o seu apoio!

Garantimos com este valor:

1. Confecção de máscaras de algodão reutilizável.

2. Contratação de moradores do bairro Morro Doce em situação de vulnerabilidade socioeconômica para ajudar na produção.

3. Divulgação da iniciativa: produção de vídeos, divulgação em redes sociais e pontes com instituições do bairro para contribuir com a divulgação.

4. Distribuição das máscaras confeccionadas para comunidades carentes (Favela 16) e trabalhadores vulneráveis do bairro do Morro Doce (AMA Parque Anhanguera).

5. Condições seguras de trabalho a todos os envolvidos como, por exemplo, utilização adequada de EPI (Equipamento de Proteção Individual), distribuição por motoboys da região e higienização dos produtos doados.

Somos dois microempreendedores acompanhados pela Associação Aventura de Construir, que desde 2011 atua em prol do desenvolvimento territorial inclusivo. Através da Associação ampliamos nossa teia de conhecimentos, aprendemos a trabalhar com metas e prazos definidos e nos fortalecemos para escrever essa campanha!

Trabalhamos com a confecção e venda de roupas no bairro do Morro Doce, periferia de São Paulo. Cada um em seu estilo, mas sempre priorizando a qualidade dos produtos e do atendimento.

Em um momento como este de pandemia, no qual as pessoas precisam ficar em casa, muitos perderam o trabalho e a renda familiar reduziu-se drasticamente. Sentimos este impacto diretamente em nossos empreendimentos e vidas, mas acreditamos que também podemos ajudar nossa própria comunidade compartilhando o que sabemos fazer de melhor!

Por isso juntamos e criamos forças para promover esta campanha. Esta iniciativa prevê, ao mesmo tempo, renda e emprego para moradores do bairro em situação de vulnerabilidade socioeconômica, além de fortalecer a economia local e garantir a continuidade de nossas atividades.

Trabalhamos e vivemos no Morro Doce, bairro do distrito de Anhanguera, periferia da cidade de São Paulo. Desde que nos tornamos empreendedores vivemos desafios diários como, por exemplo, a desvalorização e o descrédito em relação a qualidade dos produtos e serviços oferecidos por estarmos na periferia.  Muitos moradores da região optam em comprar produtos e contratar serviços em regiões centrais ao invés de consumir em nossa própria comunidade.

Mas não abaixamos a cabeça, entendemos que esta questão não se resolve do dia pra noite.... Envolve muito diálogo e, por isso, nosso trabalho nunca foi nem será mecânico, nós lidamos com pessoas e cada vez mais acreditamos na humanização das relações.

A realidade do bairro foi totalmente impactada pela pandemia do novo Coronavírus, muitas pessoas perderam seus empregos e isso reduziu drasticamente rendas familiares, duplamente prejudicadas por não terem acesso a atendimento médico adequado. Tudo isso faz aumentar a ansiedade e as dificuldades se acirram.  Aqueles que ainda estão empregados, seguem em condições precárias de trabalho.

Diante desta difícil realidade, esta campanha nasceu para trabalhar de forma conjunta a proteção daqueles que não possuem condições. Nos apoie e colabore com a doação de máscaras, geração de emprego e fortalecimento do comércio local.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

COLABORAÇÕES EXTERNAS

R$1.000,00

colaborador

A campanha [SP] Costurando proteção captou os valores acima através de ações de arrecadação independentes, ou seja, fora da plataforma Benfeitoria. Ficou com dúvidas? Clique aqui

Wagner Felix ainda não publicou nenhuma notícia.

Garantimos com este valor:

1. Confecção de máscaras de algodão reutilizável.

2. Contratação de moradores do bairro Morro Doce em situação de vulnerabilidade socioeconômica para ajudar na produção.

3. Divulgação da iniciativa: produção de vídeos, divulgação em redes sociais e pontes com instituições do bairro para contribuir com a divulgação.

4. Distribuição das máscaras confeccionadas para comunidades carentes (Favela 16) e trabalhadores vulneráveis do bairro do Morro Doce (AMA Parque Anhanguera).

5. Condições seguras de trabalho a todos os envolvidos como, por exemplo, utilização adequada de EPI (Equipamento de Proteção Individual), distribuição por motoboys da região e higienização dos produtos doados.

Somos dois microempreendedores acompanhados pela Associação Aventura de Construir, que desde 2011 atua em prol do desenvolvimento territorial inclusivo. Através da Associação ampliamos nossa teia de conhecimentos, aprendemos a trabalhar com metas e prazos definidos e nos fortalecemos para escrever essa campanha!

Trabalhamos com a confecção e venda de roupas no bairro do Morro Doce, periferia de São Paulo. Cada um em seu estilo, mas sempre priorizando a qualidade dos produtos e do atendimento.

Em um momento como este de pandemia, no qual as pessoas precisam ficar em casa, muitos perderam o trabalho e a renda familiar reduziu-se drasticamente. Sentimos este impacto diretamente em nossos empreendimentos e vidas, mas acreditamos que também podemos ajudar nossa própria comunidade compartilhando o que sabemos fazer de melhor!

Por isso juntamos e criamos forças para promover esta campanha. Esta iniciativa prevê, ao mesmo tempo, renda e emprego para moradores do bairro em situação de vulnerabilidade socioeconômica, além de fortalecer a economia local e garantir a continuidade de nossas atividades.

Trabalhamos e vivemos no Morro Doce, bairro do distrito de Anhanguera, periferia da cidade de São Paulo. Desde que nos tornamos empreendedores vivemos desafios diários como, por exemplo, a desvalorização e o descrédito em relação a qualidade dos produtos e serviços oferecidos por estarmos na periferia.  Muitos moradores da região optam em comprar produtos e contratar serviços em regiões centrais ao invés de consumir em nossa própria comunidade.

Mas não abaixamos a cabeça, entendemos que esta questão não se resolve do dia pra noite.... Envolve muito diálogo e, por isso, nosso trabalho nunca foi nem será mecânico, nós lidamos com pessoas e cada vez mais acreditamos na humanização das relações.

A realidade do bairro foi totalmente impactada pela pandemia do novo Coronavírus, muitas pessoas perderam seus empregos e isso reduziu drasticamente rendas familiares, duplamente prejudicadas por não terem acesso a atendimento médico adequado. Tudo isso faz aumentar a ansiedade e as dificuldades se acirram.  Aqueles que ainda estão empregados, seguem em condições precárias de trabalho.

Diante desta difícil realidade, esta campanha nasceu para trabalhar de forma conjunta a proteção daqueles que não possuem condições. Nos apoie e colabore com a doação de máscaras, geração de emprego e fortalecimento do comércio local.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Wagner Felix ainda não publicou nenhuma notícia.