[RJ] Raízes e você contra o Covid no CPX |

[RJ] Raízes e você contra o Covid no CPX

Vem com a gente no combate ao covid-19 no Complexo do Alemão. Colabore para distribuímos cestas básicas, máscaras, álcool gel e informativos.

Projeto por: Instituto Raízes em Movimento
R$ 30.510,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

66 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Instituto Raízes em Movimento

Instituto Raízes em Movimento
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
3 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
4 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
7 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
2 benfeitores apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
1 benfeitor apoiando
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

O Instituto Raízes em Movimento pretende impactar diretamente, no mínimo, 2000 pessoas, de diferentes modos. A ideia é distribuirmos 100 cestas básicas, 1000 máscaras (inclui-se aqui funcionários da saúde), 50 litros de álcool gel, confeccionar 2000 exemplares do jornal fala favela com matérias específicas sobre o covid-19, chamando atenção para a crise sanitária, seus efeitos e como devemos nos resguardar nesse momento. O público indireto pode multiplicar por pelo menos três vezes esse número. 

A iniciativa trabalha em mais de uma frente: em ações de conscientização direcionadas para sua população - com faixas, cartazes e carros de som -; distribuição de materiais de higiene e limpeza; e o estímulo à economia local, através da construção de parcerias com comerciantes para facilitar o acesso das famílias mais vulneráveis à alimentos com empreendedores locais e não com a distribuição direta de cestas básicas, geralmente montada com itens comprados em grandes redes.

É importante ressaltar que esse trabalho será desenvolvido de acordo com as medidas de segurança e orientações dos órgãos de saúde, no combate ao Coronavírus, inclusive contamos com a parceria da Fiocruz.

O Instituto Raízes em Movimento é uma ONG do Complexo do Alemão que, há 18 anos, atua na defesa dos direitos de seus moradores com ações de produção cultural, comunicação, mobilização social e participação popular. É por esse compromisso com o bem estar da comunidade e histórico de atuação, que o Raízes propõe esse projeto. A trajetória do Raízes em Movimento é marcada pelo engajamento com outros coletivos, como a luta pela implementação do Conselho de Saúde do Complexo do Alemão (CONSA), a criação do Comitê de Desenvolvimento Local da Serra da Misericórdia (CDLSM), ou iniciativas próprias em ações culturais e de protagonismo local.  

Hoje, temos certeza de que nosso investimento se consolidou. Vamos completar, em setembro deste ano, dezenove anos de história. Nosso trabalho está articulado em duas áreas estratégicas: a primeira voltada para a Produção de Conhecimentos Compartilhados; a segunda para Comunicação e Produção Cultural. Ambas formam os programas: Centro de Estudos, Pesquisa, Documentação e Memória do Complexo do Alemão (CEPDOCA) e CIRCULANDO - Diálogo e Comunicação na Favela. 

Acesse https://www.cepedoca.org.br/

Link das redes sociais:

https://www.facebook.com/raizesemmovimento/

https://www.instagram.com/raizesemmovimento/?hl=pt-br

Complexo do Alemão. Sede do Raízes em Movimento e campo de atuação é o bairro com menor IDH do Rio de Janeiro. Com 70 mil habitantes - dados oficiais -, distribuídos por 13 favelas e diversas comunidades, o bairro sofre com a precariedade de serviços públicos e de direitos há décadas, configurando um quadro em que difusão do COVID-19 torna-se ainda mais devastadora. 

Nesse sentido, a crise sanitária desencadeada pelo novo Coranavírus, ganha dimensões humanitárias ao atingir os espaços mais pobres das cidades, como as favelas. Por um lado, as condições precárias de vidas nesses lugares potencializam os efeitos sociais, econômicos e de saúde provocados pela expansão da COVID-19; por outro, a subnotificação também é mais forte, o que dificulta a percepção do risco pelas suas moradoras e moradores. 

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Instituto Raízes em Movimento ainda não publicou nenhuma notícia.

O Instituto Raízes em Movimento pretende impactar diretamente, no mínimo, 2000 pessoas, de diferentes modos. A ideia é distribuirmos 100 cestas básicas, 1000 máscaras (inclui-se aqui funcionários da saúde), 50 litros de álcool gel, confeccionar 2000 exemplares do jornal fala favela com matérias específicas sobre o covid-19, chamando atenção para a crise sanitária, seus efeitos e como devemos nos resguardar nesse momento. O público indireto pode multiplicar por pelo menos três vezes esse número. 

A iniciativa trabalha em mais de uma frente: em ações de conscientização direcionadas para sua população - com faixas, cartazes e carros de som -; distribuição de materiais de higiene e limpeza; e o estímulo à economia local, através da construção de parcerias com comerciantes para facilitar o acesso das famílias mais vulneráveis à alimentos com empreendedores locais e não com a distribuição direta de cestas básicas, geralmente montada com itens comprados em grandes redes.

É importante ressaltar que esse trabalho será desenvolvido de acordo com as medidas de segurança e orientações dos órgãos de saúde, no combate ao Coronavírus, inclusive contamos com a parceria da Fiocruz.

O Instituto Raízes em Movimento é uma ONG do Complexo do Alemão que, há 18 anos, atua na defesa dos direitos de seus moradores com ações de produção cultural, comunicação, mobilização social e participação popular. É por esse compromisso com o bem estar da comunidade e histórico de atuação, que o Raízes propõe esse projeto. A trajetória do Raízes em Movimento é marcada pelo engajamento com outros coletivos, como a luta pela implementação do Conselho de Saúde do Complexo do Alemão (CONSA), a criação do Comitê de Desenvolvimento Local da Serra da Misericórdia (CDLSM), ou iniciativas próprias em ações culturais e de protagonismo local.  

Hoje, temos certeza de que nosso investimento se consolidou. Vamos completar, em setembro deste ano, dezenove anos de história. Nosso trabalho está articulado em duas áreas estratégicas: a primeira voltada para a Produção de Conhecimentos Compartilhados; a segunda para Comunicação e Produção Cultural. Ambas formam os programas: Centro de Estudos, Pesquisa, Documentação e Memória do Complexo do Alemão (CEPDOCA) e CIRCULANDO - Diálogo e Comunicação na Favela. 

Acesse https://www.cepedoca.org.br/

Link das redes sociais:

https://www.facebook.com/raizesemmovimento/

https://www.instagram.com/raizesemmovimento/?hl=pt-br

Complexo do Alemão. Sede do Raízes em Movimento e campo de atuação é o bairro com menor IDH do Rio de Janeiro. Com 70 mil habitantes - dados oficiais -, distribuídos por 13 favelas e diversas comunidades, o bairro sofre com a precariedade de serviços públicos e de direitos há décadas, configurando um quadro em que difusão do COVID-19 torna-se ainda mais devastadora. 

Nesse sentido, a crise sanitária desencadeada pelo novo Coranavírus, ganha dimensões humanitárias ao atingir os espaços mais pobres das cidades, como as favelas. Por um lado, as condições precárias de vidas nesses lugares potencializam os efeitos sociais, econômicos e de saúde provocados pela expansão da COVID-19; por outro, a subnotificação também é mais forte, o que dificulta a percepção do risco pelas suas moradoras e moradores. 

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Instituto Raízes em Movimento ainda não publicou nenhuma notícia.