Crônica da demolição - Lançamento |

Crônica da demolição - Lançamento

Lançamento do documentário "Crônica da demolição" em salas de cinema e disponibilização para cineclubes, escolas e faculdades.


Lançamento nos cinemas + Link para instituições: R$ 13.000

Com esta meta, garantimos que o filme chegará às salas de cinema. Escolas e cineclubes terão acesso ao filme online, junto com breve material de texto.

Cineclubes: R$ 20.000

Na segunda meta, enviamos DVDs do filme para cineclubes de todo o país.

Escolas: R$ 37.000

Na terceira meta, enviamos DVDs e material pedagógico impresso para 700 escolas municipais, estaduais e federais da cidade do Rio de Janeiro.

"Crônica da demolição" é um documentário de 90 minutos que trata da história das transformações urbanas do centro do Rio de Janeiro a partir do caso do Palácio Monroe. Inaugurado em 1906, como um dos grandes símbolos da República e da modernização urbanística da Capital Federal, o Palácio Monroe acabou sendo demolido em 1976, por ordem do governo militar. Entretanto, jamais foram plenamente esclarecidas as motivações que levaram a essa destruição. Durante quatro décadas, a população tentou compreender por que demolir um símbolo tão importante para deixar no local apenas uma praça vazia - e posteriomente um estacionamento subterrâneo.

 

8qLhxHL.jpg

Documentário. No Centro do Rio de Janeiro, uma praça vazia com um chafariz seco e um estacionamento subterrâneo. Há quarenta anos ali ficava o Palácio Monroe, antiga sede do Senado Federal. Uma história de sabres e leões, militares e arquitetos, passado e futuro.

38BYGvP.jpg

 

FoijtT1.jpg

Dirigido por Eduardo Ades, o documentário foi selecionado para a Première Brasil do Festival do Rio e para a Mostra de São Paulo, e recebeu cinco prêmios, incluindo o de Melhor Documentário no Brasília Int'l Film Festival.

Depois de ter sido exibido em 15 festivais, chegou a hora de um número maior de pessoas poder assistir ao filme e poder compreender quais são as forças que movem a transformação das nossas cidades. E não só o Rio de Janeiro! Em festivais e eventos, o filme já passou por seis países diferentes - prova de que o documentário e o caso do Palácio Monroe dizem muito sobre a vida de diversas cidades.

A sua participação é fundamental para que a gente consiga, de forma independente, fazer um lançamento que atinja salas de cinema em, pelo menos, 20 cidades em todo o Brasil. Além disso, o filme também será lançado em um circuito alternativo, em cineclubes, e disponibilizado para escolas e faculdades.

Tem ainda uma novidade: sua contribuição pode se reverter, por mobilização coletiva, em uma sessão com debate em uma instituição de sua escolha (leia mais abaixo, em "Recompensa coletiva").

E se atingirmos as metas seguintes, o filme também será enviado em DVD para cineclubes de todo o país e 700 escolas da cidade do Rio de Janeiro.

j8EhTEX.gif

 

j3Yjw1A.jpg

Já contamos com uma pequena verba para realizar o lançamento do filme, mas ela não cobre inteiramente nossos custos. Mesmo fazendo isso da maneira mais enxuta e eficiente possível (seguindo o modelo bem sucedido de distribuição independente que adotamos com "Yorimatã", de Rafael Saar), ainda precisamos de um complemento que vai garantir que o filme esteja nas telas.

A sua colaboração vai garantir a execução das seguintes despesas:

XGNDNqu.gif

k5EX1T6.jpg

Além das recompensas individuais listadas a seguir, todo colaborador também poderá ajudar a ativar uma recompensa coletiva (veja abaixo, após as recompensas individuais).

 

R$ 25,00

rlcbDTD.png

 

R$ 50,00

xKQmcUE.png

 

R$ 60,00

viLmpKa.png

 

R$ 100,00

CJGSlVF.png

* imagem do chaveiro do leão meramente ilustrativa

 

R$ 110,00

oytu3gs.png

 

R$ 150,00

Ebt200v.png

 

R$ 200,00

6j5w8v4.png

* Cartaz de cinema (64 x 94 cm) / Conjunto de 10 postais 10 x 15 cm)

 

R$ 350,00

fSnSDMA.png

(Apoio Makers Manufatura)

 

R$ 500,00

qLEyV4Z.png

(Apoio Makers Manufatura)

 

i5KXeN3.jpg

O objetivo desse financiamento coletivo é garantir que o filme seja visto. Que tal então realizar sessões mobilizadas entre os próprios apoiadores, com debate com o diretor? Pode ser na sua escola, faculdade, cineclube, igreja, clube... Basta que seja aberto à comunidade e que não tenha cobrança de ingresso!

Funciona da seguinte forma:

Passo 1: Cada 1 real com que você apoia o projeto equivale a 1 ponto.

Passo 2: Ao efetivar sua colaboração, deixe um comentário na página, indicando o nome de uma instituição no Grande Rio. (Não precisa indicar o número de pontos, nós podemos verificar isso.)

Passo 3: Quando uma instituição receber 1.500 pontos, nós entraremos em contato com a instituição (e todos os que colaboraram) para marcar a melhor data para a nossa sessão.

Se uma mesma instituição obtiver muitos votos dispersos, que completam o total de 1500 pontos apenas no conjunto, nós realizaremos a sessão na unidade mais pontuada. Por exemplo: se ECO-UFRJ, FAU-UFRJ, IFCS-UFRJ totalizarem 1800 pontos, mas nenhuma delas recebeu mais do que 1500, nós iremos à mais votada.

Importante: você NÃO abre mão das suas recompensas ao indicar seus pontos para uma instituição. Mobilize seus amigos e colegas!

 

07qZsfu.jpg

Ao atingir a primeira meta (R$ 13.000,00), garantimos o lançamento do filme nos cinemas e a disponibilização do mesmo, pela internet, para cineclubes, escolas e faculdades. Acompanhado de alguns breves textos que possam colaborar para debates nestas sessões.

Ao atingir a segunda meta (R$ 20.000,00), enviaremos o DVD do filme para cineclubes de todo o país.

Ao atingir a terceira meta (R$ 37.000,00), enviaremos também o DVD do filme para 700 escolas municipais, estaduais e federais na cidade do Rio de Janeiro, acompanhado de material pedagógico para orientação de professores de Geografia, História e Língua Portuguesa para o uso do filme em sala aula (especialmente para o 9º ano do Ensino Fundamental e 1º ano do Ensino Médio).

 

y8oXbY1.jpg

A história do Palácio Monroe (Rio de Janeiro, 1906-1976) sintetiza e revela importantes questões sobre o Brasil do século XX: não só no que refere à arquitetura e ao urbanismo, como principalmente às noções de modernidade e patrimônio. O Palácio foi um marco da Avenida Central, situado em um dos pontos mais nobres da avenida que se tornou símbolo da modernização do Rio no início do século XX: a Praça Mahatma Gandhi, na ligação da Cinelândia com a Avenida Beira-Mar. Ao longo da sua existência, o Palácio abrigou diversas instituições, sendo a mais notória o Senado Federal, que lá ficou sediado entre 1925 e 1960 (excetuando-se parte da Era Vargas, quando o Congresso foi fechado). Com a transferência da capital federal para Brasília, o Palácio Monroe começa a se fragilizar no cenário de uma cidade em transformação intensa, entre os anos 1960 e 1970. Sua demolição, em 1976, nunca foi totalmente esclarecida.

 

aAXPVP9.jpg

EQUIPE

Direção e roteiro
Eduardo Ades

Produzido por
Daniela Santos
Eduardo Ades
João Felipe Freitas

Produção executiva
Daniela Santos

Direção de fotografia e Câmera
José Eduardo Limongi

Direção de produção
Angélica de Oliveira

Cenografia
Dina Salem Levy

Som direto
Antonio Carlos Liliu
Rodrigo Maia

Montagem
Eva Randolph, edt
Eduardo Ades

Pesquisa iconográfica
Remier Lion

Motion graphics
Eduardo Seabra

Edição de som
Thiago Sobral

Mixagem
Jesse Marmo

Com a participação de:

Alex Nicolaeff
Alfredo Britto
Antonio Souza Aguiar
Augusto Ivan Pinheiro
Cesar Maia
Humberto Esmeraldo Barreto
Ítalo Campofiorito
Jonas Sliachticas Filho
Luiz Carlos Franco
Margareth da Silva Pereira
Maria Elisa Carrazzoni
Maria Ligia Fortes
Noel de Almeida
Oigres Macedo
Olinio Coelho

FESTIVAIS
Festival do Rio 2015
Mostra de São Paulo 2015
BIFF - Brasília Int'l Film Festival 2015
CineMemória 2015 (BH)
Cine Jardim 2016 (Belo Jardim, PE)
CineOP 2016 (Ouro Preto, MG)
Pirenópolis.Doc 2016 (GO)
Architect Africa Film Festival 2016 (África do Sul)
VerCine 2016 (Duque de Caxias, RJ)
REcine - Cinema de Arquivo 2016 (RJ)
Istanbul Int. Archt. and Urban Film Festival 2016 (Turquia)
Planeta.Doc 2016 (Florianópolis, SC)
VI Semana do Patrimônio Fluminente (RJ)
ArqFuturo (SP)
ArchCine 2016 (RJ)

PRÊMIOS
Melhor documentário - BIFF
Melhor direção e melhor montagem - Cine Jardim
Melhor Pesquisa e Melhor Edição de Imagem e Som - REcine

Saiba mais sobre o filme no site da produtora:
http://www.imagemtempo.com/projeto/palacio-monroe-cronica-demolicao/

Acompanhe as novidades pela página do filme no Facebook:
https://www.facebook.com/palaciomonroe

 

oaNhQLn.jpg

Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Maceió, Niterói, Palmas, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luis, São Paulo, Vitória, Volta Redonda.

Outras cidades não listadas acima também poderão ter sessões do filme programadas. Para isso, precisaremos da mobilização do público local, a fim de sensibilizar os programadores das salas de outras cidades.

Aguarde, carregando...



12 semanas em cartaz!

Em 02/08/2017 00:57


Graças à participação de tantos colaboradores, "Crônica da demolição" chegou forte ao cinema - e não quis sair mais!

Estreamos em 8 salas e ficamos em cartaz durante 12 semanas!

Fiquem atentos, porque em breve o filme chegará ao VOD.

Acompanhem mais novidades em www.facebook.com/palaciomonroe


R$ 13.170,00
arrecadado
meta R$ 13.000
110 benfeitores
apoiaram essa campanha.




Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

Recompensa indisponível no momento
R$25
Agradecimento
10 benfeitores apoiando

Agradecimento nominal no facebook do filme e site da produtora
+ 25 pontos recompensa coletiva (leia abaixo)


Recompensa indisponível no momento
R$50
Longa + Curta
28 benfeitores apoiando

Agradecimento nominal no facebook do filme e site da produtora
+ 1 ingresso para assistir ao filme "Crônica da demolição" nos cinemas
+ Link para assistir ao curta anterior do diretor Eduardo Ades: "A dama do Estácio"
+ 50 pontos recompensa coletiva (leia abaixo)


Recompensa indisponível no momento
R$60
DVD
26 benfeitores apoiando

Agradecimento nominal no facebook do filme e site da produtora
+ 1 DVD do filme "Crônica da demolição"
+ Link para assistir ao curta anterior do diretor Eduardo Ades: "A dama do Estácio"
+ 60 pontos recompensa coletiva (leia abaixo)


Recompensa indisponível no momento
R$100
Leão no bolso
14 benfeitores apoiando

Agradecimento nominal no facebook do filme e site da produtora
+ 2 ingressos para assistir ao filme "Crônica da demolição" nos cinemas
+ Link para assistir ao curta anterior do diretor Eduardo Ades: "A dama do Estácio"
+ Chaveiro do leão do Palácio Monroe
+ 100 pontos recompensa coletiva (leia abaixo)


Recompensa indisponível no momento
R$110
DVD + Leão
8 benfeitores apoiando

Agradecimento nominal no facebook do filme e site da produtora
+ 1 DVD do filme "Crônica da demolição"
+ Link para assistir ao curta anterior do diretor Eduardo Ades: "A dama do Estácio"
+ Chaveiro do leão do Palácio Monroe
+ 110 pontos recompensa coletiva (leia abaixo)


Recompensa indisponível no momento
R$150
No cinema e em casa
11 benfeitores apoiando

Agradecimento nominal no facebook do filme e site da produtora
+ 2 ingressos para assistir ao filme "Crônica da demolição" nos cinemas
+ Link para assistir ao curta anterior do diretor Eduardo Ades: "A dama do Estácio"
+ Chaveiro do leão do Palácio Monroe
+ DVD do filme "Crônica da demolição"
+ 150 pontos recompensa coletiva (leia abaixo)


Recompensa indisponível no momento
R$200
Impresso
2 benfeitores apoiando

Agradecimento nominal no facebook do filme e site da produtora
+ 2 ingressos para assistir ao filme "Crônica da demolição" nos cinemas
+ Link para assistir ao curta anterior do diretor Eduardo Ades: "A dama do Estácio"
+ Chaveiro do leão do Palácio Monroe
+ DVD do filme "Crônica da demolição"
+ Cartaz do filme ou Coleção de 10 postais do filme
+ 200 pontos recompensa coletiva (leia abaixo)


Recompensa indisponível no momento
R$350
Moleskine
4 benfeitores apoiando

Agradecimento nominal no facebook do filme e site da produtora
+ 2 ingressos para assistir ao filme "Crônica da demolição" nos cinemas
+ Link para assistir ao curta anterior do diretor Eduardo Ades: "A dama do Estácio"
+ Chaveiro do leão do Palácio Monroe
+ DVD do filme "Crônica da demolição"
+ Cartaz do filme ou Coleção de 10 postais do filme
+ Moleskine do filme
+ 350 pontos recompensa coletiva (leia abaixo)


Recompensa indisponível no momento
R$500
Viva o Rio!
6 benfeitores apoiando

Agradecimento nominal no facebook do filme e site da produtora
+ 2 ingressos para assistir ao filme "Crônica da demolição" nos cinemas
+ Link para assistir ao curta anterior do diretor Eduardo Ades: "A dama do Estácio"
+ Chaveiro do leão do Palácio Monroe
+ DVD do filme "Crônica da demolição"
+ Cartaz do filme ou Coleção de 10 postais do filme
+ Moleskine do filme
+ Display do Rio em acrílico
+ 500 pontos recompensa coletiva (leia abaixo)

É uma forma de viabilizar projetos de impacto positivo. Essa não é uma compra. É um ato de confiança.

A Benfeitoria não pode assegurar a execução do projeto nem a entrega das recompensas. Essa é uma responsabilidade direta dos realizadores. Estamos empenhados em fazer uma nova economia acontecer. Vamos juntos?

Saiba mais sobre as responsabilidades

  • Associação Cultural Tela Brasilis
  • Categoria: Cidades, Cultura e Arte, Política

Associação Cultural Tela Brasilis

Anônimo(a)
FLAVIO SERGIO JORGE DE FREITAS
Anônimo(a)
Dominique Thomaz
Solito Almeida
Diana Amorim
Ana Bomerich de Melo
Rodrigo de Sá Fortes Leitão Frasson
Marcus Vinicius Campos Medina
THIAGO ARAUJO DO PINHO
Anônimo(a)