Daiene vai pro Canadá |

Daiene vai pro Canadá

Ela ganhou em um prêmio a única bolsa para estudar inglês no Canadá! Vem contribuir com a realização desse sonho. Só falta a passagem!!


É tudo ou nada! Vamos Juntos!! : R$ 7.716

Esse valor paga: passagem de Ida e Volta + Taxa de Adm da Financeira + Produção das Recompensas + Transporte diário até o curso + Seguro saúde Internacional (é obrigatório)

Duas semanas é bom, mas UM MES é incrível!: R$ 9.017

Se a gente chegou até aqui, eu to extremamente feliz!! Mas esse valor possibilita completar o mês no Canadá com a hospedagem grantida

Vai ter Favelado no mundo todo!: R$ 17.000

É só o que a gente sente, que explica o que a gente faz! vocês são incriveis! graças a essa mobilização vou estudar ingles durante 1 MES, em Vancouver, no Canadá! Agora é só arrumar as malas! me acompanhe pelas redes, eu vou compartilhar tudo! OBRIGADA!

Mas que campanha é essa?

A campanha "Daiene vai pro Canadá" , surgiu depois que a Daiene venceu, em sua faculdade, um concurso que fornece bolsas de estudos no exterior. Foram mais de 1200 inscritos para 3 bolsas: Duas na Austrália e somente uma para o Canadá. O prêmio Augusto Motta acontece todos pelo Núcleo de relações Internacionais (NRI) do Centro Universitário Augusto Motta - UNISUAM.

 

mxkWfsr.jpg

 

O concurso oferece bolsa de estudos com duração de duas semanas na escola WanWest College, com hospedagem em casa de família e uma refeição. Vencer isso foi incrível, agora, para esse sonho se tornar real, Daiene precisa arrecadar o valor necessário para comprar as passagens de ida e volta, o seguro saúde (que é obrigatório nas viagens internacionais), alguma refeição e o transporte diário da sua HomeStay para a escola.

Desde 2010, Daiene escreve sobre sua realidade, como moradora de uma das maiores e mais violentas favelas do Rio de Janeiro, o Complexo do Alemão. Estudante de Jornalismo, no 6º período, ela sempre viu o lugar onde nasceu, cresceu e que vive, sendo retratado nos noticiários com muito distanciamento e seletividade por isso decidiu ser jornalista.

 

“ Eu não escolhi ser jornalista para reproduzir um “padrão Fátima Bernardes e Willian Bonner” na bancada do Jornal Nacional. Escolhi ser jornalista porque eu faço parte de uma geração que percebeu a forma com que a mídia narra a favela e, principalmente, os assuntos que interessam ser narrados por essa mídia.”

 

A possibilidade de estudar inglês fornece a Daiene a chance de levar para lugares mais altos o seu olhar sobre a favela e para o Complexo do Alemão, a chance de se ver representado com muito mais propriedade e verdade, com um olhar que vem de dentro, puro e não traduzido.

Há um ano, Daiene escreve para o The Guardian no projeto “View from the Favelas”, os textos escritos em português, mudavam muito de contexto quando traduzidos para o inglês apesar de todo o esforço da tradução.

zL2DMeH.png


Então, bora ecoar essa voz no mundo todo? =)

O esquema é o seguinte, o financiamento foi dividido em 2 Metas:

 

Meta 1: É tudo ou nada!

Esse valor paga passagem de Ida e Volta, o transporte da HomeStay até o local das aulas de inglês, o seguro saúde internacional, além da taxa de administração do site e as recompensas.

GB6NjZ9.png

Meta 2: É o mês todo no Canadá, sem passar fome =)

Se a gente chegou até aqui, eu já tô muito feliz! A proposta agora é completar o mês em Vancouver, no Canadá. Com alimentação, hospedagem garantida e mais DUAS SEMANAS de aula na WanWest College. É pra voltar falando pelos (em inglês) cotovelos!!

 

taSbDvb.png

 

Agora é só arrumar as malas e embarcar junto comigo nessa viagem:

VEM TODO MUNDO!

 

HLE70zs.jpg

 

 

Aguarde, carregando...



Daiene Mendes ainda não publicou nenhuma notícia.

R$ 17.700,00
arrecadado
meta R$ 7.716
140 benfeitores
apoiaram essa campanha.




Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

Recompensa indisponível no momento
R$20
Eu to contigo!
26 benfeitores apoiando

É muito bom ter você nessa história. Obrigada por aceitar esse desafio!
Contribuindo com 20 Reais, você ganha um agradecimento virtual.
Pode ser um post no facebook ou um e-mail bem bonito demonstrando toda minha gratidão.

O que eu tenho de mais valioso nessa vida, são as palavras.


Recompensa indisponível no momento
R$50
Voa Dai!
29 benfeitores apoiando

Com esse valor você ganha:
- Adesivos #DaieneVaiProCanadá
- Adesivos com a frase "Só o que a gente sente, explica o que a gente faz"
Além de:
- Email ou post no Facebook

* O frete não está incluso


Recompensa indisponível no momento
R$100
Não é a Luiza que vai pro Canadá!
32 benfeitores apoiando

A Luiza já foi, é a vez da Daiene =)

Contribuindo com 100 reais, você garante uma coletânea de textos produzidos por mim, além de adesivos e um agradecimento virtual personalizado =)


Recompensa indisponível no momento
R$200
Favelado também fala inglês
8 benfeitores apoiando

Obrigada por acreditar nesse sonho! Aqui você ganha todas as recompensas anteriores + uma caneta com a inscrição #DaieneVaiProCanadá. Tudo isso pra você nunca esquecer a energia, alegria e satisfação de poder contribuir pra realização de um sonho


Recompensa indisponível no momento
R$500
Vai ter Favelado no mundo todo!
3 benfeitores apoiando

Essa aqui é pra nunca esquecer! contribuindo com 500 reais você ganha um kit com Caneta personalizada + um pôster lindo e simpático avisando pra todo mundo que a #DaieneVaiProCanadá

*Frete não incluso


Recompensa indisponível no momento
R$1000
É só o que a gente sente, que explica...
4 benfeitores apoiando

Você entendeu bem o clima da campanha, algo te tocou e você está agindo, simplesmente pelo fato de que é só o que a gente sente, que explica o que a gente faz. Aqui, além de todas as recompensas anteriores, você ganha um lindo pôster com a frase chave dessa campanha que vai ser produzido pela página @PensamentoFeminista. Isso não é tudo, além da minha eterna gratidão e muita dedicação para aproveitar esse intercâmbio ao máximo, eu fico disponível para fazer uma roda de conversa sobre como é produzir comunicação pra dentro e fora das favelas, no caso, no Alemão ou a realização de uma oficina de texto.

É uma forma de viabilizar projetos de impacto positivo. Essa não é uma compra. É um ato de confiança.

A Benfeitoria não pode assegurar a execução do projeto nem a entrega das recompensas. Essa é uma responsabilidade direta dos realizadores. Estamos empenhados em fazer uma nova economia acontecer. Vamos juntos?

Saiba mais sobre as responsabilidades

  • Daiene Mendes
  • Categoria: Cultura e Arte, Educação, Inclusão Social

Daiene Mendes

Daiene Mendes, 27 anos, Moradora da Nova Brasília no Complexo do Alemão e estudante de comunicação social com habilitação em jornalismo.

Rafael Centeno de Rezende
Karina Ramil
Samuel Florensio Rodrigues Otaviano
Mayara Donaria
Maria Cristina P. Miguez
Cibele Francisca
Miranda Ana
Marcelo Tacuchian
Anônimo(a)
Ana Lidia Cardoso
Ana Pereira
Ana Clara Telles