[RJ] DiCelly Tour resiste |

[RJ] DiCelly Tour resiste

Colabore para manutenção da DICELLY TOUR viabilizando renda mínima para colaboradores e recursos para despesas de custeio, durante a crise da Pandemia.

Projeto por: Edimara Celi Freitas
R$ 30.110,00
arrecadado
meta R$ 29.590,00

18 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Edimara Celi Freitas

Edimara Celi Freitas
R$ 20
Tour Favelado
3 benfeitores apoiando
Agradecimento nas Redes Sociais – feeds e stories + oficina de história das remoções urbanas.

197 disponíveis.
R$ 50
Tour Quilombola
3 benfeitores apoiando
Agradecimento nas Redes Sociais – feeds e stories. Oficina de histórias dos Quilombos Cariocas.

47 disponíveis.
R$ 100
Tour Africano
4 benfeitores apoiando
Agradecimento nas Redes Sociais – feeds e stories.

15 disponíveis.
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

Edimara Celi é Diretora da DiCelly Tour, criada na favela de Vila Kennedy na periferia de Bangu, cresce envolvida com políticas comunitárias e articulações com o terceiro setor, viabilizando ações de desenvolvimento dos moradores desses territórios. Historiadora e também atuante liderança estadual da Organização Política Frente Favela Brasil que tem como objetivo se tornar um partido político que seja representante dos moradores de favelas e periferias, garantindo o protagonismo da mulher negra em suas próprias narrativas, e se tornar não apenas um representante das populações favelizadas, mas sim um canal para que ela tenha voz e fale por si mesma na disputa por espaços de poder.

A proposta apresentada tem objetivo de garantir recursos financeiros mínimos necessárias para manutenção do empreendimento Dicelly Tour, durante 04 meses, viabilizando recursos financeiros para despesas de custeio e renda base para 03 colaboradores. Como contrapartida serão instalados 50 “lavatórios comunitários” em diferentes regiões da favela, onde distribuiremos também 500 kits de higiene para moradores.

DiCelly Tour é uma agência de turismo, localizada no bairro de Bangu e tem como operação principal o projeto que viabiliza passagens aéreas para as classes C, D, E.

Clientes de baixa renda não precisam comprovar renda e podem estar com restrições no CPF, pois não há consulta de crédito. Em operação desde o ano de 2016, segue emprenhada na realização de sonhos de viagens da população menos favorecida.

Esta iniciativa beneficiará diretamente moradores da Vila Kennedy ,favela na Zona Oeste onde fui criada, com quase 16 mil moradores e 5 mil residências, com renda per capta de R$ 296,55. Segundo pesquisas 11 milhões de pessoas que vivem em milhares de favelas espalhadas no Brasil, não têm Saneamento Básico, com estrutura mínima para se quer lavar as mãos.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

 

COLABORAÇÕES EXTERNAS

R$1.000,00

colaborador

A campanha [RJ] DiCelly Tour resiste captou os valores acima através de ações de arrecadação independentes, ou seja, fora da plataforma Benfeitoria. Ficou com dúvidas? Clique aqui

Edimara Celi Freitas ainda não publicou nenhuma notícia.

Edimara Celi é Diretora da DiCelly Tour, criada na favela de Vila Kennedy na periferia de Bangu, cresce envolvida com políticas comunitárias e articulações com o terceiro setor, viabilizando ações de desenvolvimento dos moradores desses territórios. Historiadora e também atuante liderança estadual da Organização Política Frente Favela Brasil que tem como objetivo se tornar um partido político que seja representante dos moradores de favelas e periferias, garantindo o protagonismo da mulher negra em suas próprias narrativas, e se tornar não apenas um representante das populações favelizadas, mas sim um canal para que ela tenha voz e fale por si mesma na disputa por espaços de poder.

A proposta apresentada tem objetivo de garantir recursos financeiros mínimos necessárias para manutenção do empreendimento Dicelly Tour, durante 04 meses, viabilizando recursos financeiros para despesas de custeio e renda base para 03 colaboradores. Como contrapartida serão instalados 50 “lavatórios comunitários” em diferentes regiões da favela, onde distribuiremos também 500 kits de higiene para moradores.

DiCelly Tour é uma agência de turismo, localizada no bairro de Bangu e tem como operação principal o projeto que viabiliza passagens aéreas para as classes C, D, E.

Clientes de baixa renda não precisam comprovar renda e podem estar com restrições no CPF, pois não há consulta de crédito. Em operação desde o ano de 2016, segue emprenhada na realização de sonhos de viagens da população menos favorecida.

Esta iniciativa beneficiará diretamente moradores da Vila Kennedy ,favela na Zona Oeste onde fui criada, com quase 16 mil moradores e 5 mil residências, com renda per capta de R$ 296,55. Segundo pesquisas 11 milhões de pessoas que vivem em milhares de favelas espalhadas no Brasil, não têm Saneamento Básico, com estrutura mínima para se quer lavar as mãos.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

 

Edimara Celi Freitas ainda não publicou nenhuma notícia.