Como Roubaram Minha Infância |

Como Roubaram Minha Infância

O documentário aborda como a heteronormatividade imposta pela sociedade pode afetar a infância e adolescência de LGBTQs.

Projeto por: Pedro Blanc Gentil
R$ 9.825,00
arrecadado
meta R$ 5.000,00

157 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Pedro Blanc Gentil

Pedro Blanc Gentil

R$ 15
AJUDA A QUALQUER CUSTO!
47 benfeitores apoiando
Obrigadx! Você não recebe recompensa, mas ajuda o projeto a ganhar vida!
R$ 35
Caricatura Digital
8 benfeitores apoiando
Muito obrigadx! Você receberá uma caricatura digital de seu rosto feita por um dos membros da equipe, assim você poderá sempre lembrar que também fez parte desse projeto.

2 disponíveis.
R$ 55
SEU NOME NOS CRÉDITOS!
29 benfeitores apoiando
Valeu! Seu nome aparecerá nos agradecimentos do longa-metragem.
R$ 75
CARICATURA + NOME NOS CRÉDITOS!
17 benfeitores apoiando
Obrigadx! Você receberá uma caricatura digital de seu rosto e seu nome estará no agradecimentos do filme. (:
R$ 190
ENSAIO FOTOGRÁFICO + MAKE + CRÉDITOS!
2 benfeitores apoiando
*DEVE MORAR NO RIO DE JANEIRO* Super obrigadx! Além do seu nome estar nos agradecimentos do filme, você fará um ensaio fotográfico com um de nossos fotógrafos e poderá se maquiar com o maquiador profissional da equipe.

01 disponível.
R$ 230
VOCÊ COMO CINEASTA!!!!!
4 benfeitores apoiando
*APENAS PARA QUEM TEM DISPONIBILIDADE DE ESTAR NO RIO DE JANEIRO DURANTE AS GRAVAÇÕES* Eba!!! Você fará parte da equipe por um dia. Vai ter o direito de participar de um dia de gravação e terá seu nome nos agradecimentos do filme.
R$ 450
VOCÊ OU SUA MARCA COMO APOIADOR CULTURAL
4 benfeitores apoiando
Nossa, muito obrigadx! Essa doação ajudou tanto que você (ou sua marca) vão aparecer como APOIADOR CULTURAL nos créditos finais.

Não encontrou o que queria?

Apoie com qualquer valor

 

"Como Roubaram Minha Infância" é um documentário que aborda como a sociedade heteronormativa pode afetar a infância e adolescência de jovens LGBTQs.

Através de entrevistas, o filme expõe as consequências de uma doutrina opressora: problemas com a autoestima, distúrbios de personalidade e dificuldade de se relacionar. O filme visa trazer uma luz às diversas histórias que envolvem a infância queer. Os pontos positivos, negativos, e como isso influenciou na formação pessoal de nossos entrevistados.

 

O que pode ser visto no trailer é uma junção de entrevistas que foram feitas na versão inicial do projeto, gravadas como teste.

Essas entrevistas não serão utilizadas no material final pois queremos gravar algo mais profissional e com uma maior diversidade de pessoas da comunidade LGBTQ+.

 

O documentário longa-metragem será realizado por uma equipe majoritariamente LGBTQ que se encontra completamente aplicada em trazer essas histórias para a tela grande. 

 

Contudo, não podemos fazer isso sozinhos, e para isso, contamos com a sua ajuda! 

 

 

META 1 - O MÍNIMO PARA PRODUZIR O FILME. (5 MIL)

Esta meta é TUDO OU NADA!

 

Fazer cinema é caro. Então por isso usaremos esse valor para:


- O registro do projeto na Biblioteca Nacional.
- Transporte e alimentação dos entrevistados.
- Aluguel de equipamentos básicos como luz, câmera, lente e microfone.
- Locação de estúdio.
- A taxa de uso do Benfeitoria.

 

 

O documentário é pensado e criado para representar e dar força para crianças e adolescentes que estão passando por adversidade que a maior parte de jovens LGBTs enfrentam nessa fase da vida, mostrando que eles não estão sozinhos. Além de tentar desconstruir o preconceito de uma sociedade homofóbica e transfóbica. A importância na realização desse projeto está no fato de que ele abre espaço para um olhar mais atento sobre o assunto e incentiva discussões sobre o problema social existente, trazendo não só a questão à tona em seus diferentes níveis mas também estimulando a busca por uma solução.

O Brasil ainda é o país com o maior percentual do mundo de assassinato de LGBTs no mundo e o número de vítimas continua subindo.

Em 2017 foi registrado o maior índice de violência homofóbica e transfóbica do país. Mesmo assim, são aproximadamente 18 milhões de habitantes da comunidadeLGBT no território brasileiro (uma estimativa da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais,Travestis e Transexuais), um dos maiores índices do mundo.

 

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-45348686

 

 

 

Como partipar?

Você não é obrigado a escolher uma recompensa. Se quiser pode doar qualquer valor em “Não quero recompensas”.

O pagamento pelo site é seguro, isso é comprovado por milhares de colaboradores que já doaram. Se a meta mínima não for alcançada,

o projeto nao receberá nada e você ganha seu dinheiro de volta.

Sua colaboracao é extremamente necessária e você pode colaborar diversas vezes! 

Toda ajuda conta e é completamente bem vinda!

Tem uma marca? Um coletivo? Um negócio? Uma empresa? Gostaria de ajudar de diferentes maneiras ou com outros valores?

 

Envie um email para: producaodoclgbt@gmail.com

 

"Como Roubaram Minha Infância" é um documentário que aborda como a sociedade heteronormativa pode afetar a infância e adolescência de jovens LGBTQs.

Através de entrevistas, o filme expõe as consequências de uma doutrina opressora: problemas com a autoestima, distúrbios de personalidade e dificuldade de se relacionar. O filme visa trazer uma luz às diversas histórias que envolvem a infância queer. Os pontos positivos, negativos, e como isso influenciou na formação pessoal de nossos entrevistados.

 

O que pode ser visto no trailer é uma junção de entrevistas que foram feitas na versão inicial do projeto, gravadas como teste.

Essas entrevistas não serão utilizadas no material final pois queremos gravar algo mais profissional e com uma maior diversidade de pessoas da comunidade LGBTQ+.

 

O documentário longa-metragem será realizado por uma equipe majoritariamente LGBTQ que se encontra completamente aplicada em trazer essas histórias para a tela grande. 

 

Contudo, não podemos fazer isso sozinhos, e para isso, contamos com a sua ajuda! 

 

 

META 1 - O MÍNIMO PARA PRODUZIR O FILME. (5 MIL)

Esta meta é TUDO OU NADA!

 

Fazer cinema é caro. Então por isso usaremos esse valor para:


- O registro do projeto na Biblioteca Nacional.
- Transporte e alimentação dos entrevistados.
- Aluguel de equipamentos básicos como luz, câmera, lente e microfone.
- Locação de estúdio.
- A taxa de uso do Benfeitoria.

 

 

O documentário é pensado e criado para representar e dar força para crianças e adolescentes que estão passando por adversidade que a maior parte de jovens LGBTs enfrentam nessa fase da vida, mostrando que eles não estão sozinhos. Além de tentar desconstruir o preconceito de uma sociedade homofóbica e transfóbica. A importância na realização desse projeto está no fato de que ele abre espaço para um olhar mais atento sobre o assunto e incentiva discussões sobre o problema social existente, trazendo não só a questão à tona em seus diferentes níveis mas também estimulando a busca por uma solução.

O Brasil ainda é o país com o maior percentual do mundo de assassinato de LGBTs no mundo e o número de vítimas continua subindo.

Em 2017 foi registrado o maior índice de violência homofóbica e transfóbica do país. Mesmo assim, são aproximadamente 18 milhões de habitantes da comunidadeLGBT no território brasileiro (uma estimativa da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais,Travestis e Transexuais), um dos maiores índices do mundo.

 

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-45348686

 

 

 

Como partipar?

Você não é obrigado a escolher uma recompensa. Se quiser pode doar qualquer valor em “Não quero recompensas”.

O pagamento pelo site é seguro, isso é comprovado por milhares de colaboradores que já doaram. Se a meta mínima não for alcançada,

o projeto nao receberá nada e você ganha seu dinheiro de volta.

Sua colaboracao é extremamente necessária e você pode colaborar diversas vezes! 

Toda ajuda conta e é completamente bem vinda!

Tem uma marca? Um coletivo? Um negócio? Uma empresa? Gostaria de ajudar de diferentes maneiras ou com outros valores?

 

Envie um email para: producaodoclgbt@gmail.com

Pedro Blanc Gentil ainda não publicou nenhuma notícia.