Como Roubaram Minha Infância |

Como Roubaram Minha Infância

O documentário aborda como a heteronormatividade imposta pela sociedade pode afetar a infância e adolescência de LGBTQs.

Projeto por: Pedro Blanc Gentil
R$ 9.825,00
arrecadado
meta R$ 5.000,00

157 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Pedro Blanc Gentil

Pedro Blanc Gentil

R$ 15
AJUDA A QUALQUER CUSTO!
47 benfeitores apoiando
Obrigadx! Você não recebe recompensa, mas ajuda o projeto a ganhar vida!
R$ 35
Caricatura Digital
8 benfeitores apoiando
Muito obrigadx! Você receberá uma caricatura digital de seu rosto feita por um dos membros da equipe, assim você poderá sempre lembrar que também fez parte desse projeto.

indisponível.
R$ 55
SEU NOME NOS CRÉDITOS!
29 benfeitores apoiando
Valeu! Seu nome aparecerá nos agradecimentos do longa-metragem.
R$ 75
CARICATURA + NOME NOS CRÉDITOS!
17 benfeitores apoiando
Obrigadx! Você receberá uma caricatura digital de seu rosto e seu nome estará no agradecimentos do filme. (:
R$ 190
ENSAIO FOTOGRÁFICO + MAKE + CRÉDITOS!
2 benfeitores apoiando
*DEVE MORAR NO RIO DE JANEIRO* Super obrigadx! Além do seu nome estar nos agradecimentos do filme, você fará um ensaio fotográfico com um de nossos fotógrafos e poderá se maquiar com o maquiador profissional da equipe.

01 disponível.
R$ 230
VOCÊ COMO CINEASTA!!!!!
4 benfeitores apoiando
*APENAS PARA QUEM TEM DISPONIBILIDADE DE ESTAR NO RIO DE JANEIRO DURANTE AS GRAVAÇÕES* Eba!!! Você fará parte da equipe por um dia. Vai ter o direito de participar de um dia de gravação e terá seu nome nos agradecimentos do filme.
R$ 450
VOCÊ OU SUA MARCA COMO APOIADOR CULTURAL
4 benfeitores apoiando
Nossa, muito obrigadx! Essa doação ajudou tanto que você (ou sua marca) vão aparecer como APOIADOR CULTURAL nos créditos finais.

 

"Como Roubaram Minha Infância" é um documentário que aborda como a sociedade heteronormativa pode afetar a infância e adolescência de jovens LGBTQs.

Através de entrevistas, o filme expõe as consequências de uma doutrina opressora: problemas com a autoestima, distúrbios de personalidade e dificuldade de se relacionar. O filme visa trazer uma luz às diversas histórias que envolvem a infância queer. Os pontos positivos, negativos, e como isso influenciou na formação pessoal de nossos entrevistados.

 

O que pode ser visto no trailer é uma junção de entrevistas que foram feitas na versão inicial do projeto, gravadas como teste.

Essas entrevistas não serão utilizadas no material final pois queremos gravar algo mais profissional e com uma maior diversidade de pessoas da comunidade LGBTQ+.

 

O documentário longa-metragem será realizado por uma equipe majoritariamente LGBTQ que se encontra completamente aplicada em trazer essas histórias para a tela grande. 

 

Contudo, não podemos fazer isso sozinhos, e para isso, contamos com a sua ajuda! 

 

 

META 1 - O MÍNIMO PARA PRODUZIR O FILME. (5 MIL)

Esta meta é TUDO OU NADA!

 

Fazer cinema é caro. Então por isso usaremos esse valor para:


- O registro do projeto na Biblioteca Nacional.
- Transporte e alimentação dos entrevistados.
- Aluguel de equipamentos básicos como luz, câmera, lente e microfone.
- Locação de estúdio.
- A taxa de uso do Benfeitoria.

 

 

O documentário é pensado e criado para representar e dar força para crianças e adolescentes que estão passando por adversidade que a maior parte de jovens LGBTs enfrentam nessa fase da vida, mostrando que eles não estão sozinhos. Além de tentar desconstruir o preconceito de uma sociedade homofóbica e transfóbica. A importância na realização desse projeto está no fato de que ele abre espaço para um olhar mais atento sobre o assunto e incentiva discussões sobre o problema social existente, trazendo não só a questão à tona em seus diferentes níveis mas também estimulando a busca por uma solução.

O Brasil ainda é o país com o maior percentual do mundo de assassinato de LGBTs no mundo e o número de vítimas continua subindo.

Em 2017 foi registrado o maior índice de violência homofóbica e transfóbica do país. Mesmo assim, são aproximadamente 18 milhões de habitantes da comunidadeLGBT no território brasileiro (uma estimativa da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais,Travestis e Transexuais), um dos maiores índices do mundo.

 

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-45348686

 

 

 

Como partipar?

Você não é obrigado a escolher uma recompensa. Se quiser pode doar qualquer valor em “Não quero recompensas”.

O pagamento pelo site é seguro, isso é comprovado por milhares de colaboradores que já doaram. Se a meta mínima não for alcançada,

o projeto nao receberá nada e você ganha seu dinheiro de volta.

Sua colaboracao é extremamente necessária e você pode colaborar diversas vezes! 

Toda ajuda conta e é completamente bem vinda!

Tem uma marca? Um coletivo? Um negócio? Uma empresa? Gostaria de ajudar de diferentes maneiras ou com outros valores?

 

Envie um email para: producaodoclgbt@gmail.com

 

"Como Roubaram Minha Infância" é um documentário que aborda como a sociedade heteronormativa pode afetar a infância e adolescência de jovens LGBTQs.

Através de entrevistas, o filme expõe as consequências de uma doutrina opressora: problemas com a autoestima, distúrbios de personalidade e dificuldade de se relacionar. O filme visa trazer uma luz às diversas histórias que envolvem a infância queer. Os pontos positivos, negativos, e como isso influenciou na formação pessoal de nossos entrevistados.

 

O que pode ser visto no trailer é uma junção de entrevistas que foram feitas na versão inicial do projeto, gravadas como teste.

Essas entrevistas não serão utilizadas no material final pois queremos gravar algo mais profissional e com uma maior diversidade de pessoas da comunidade LGBTQ+.

 

O documentário longa-metragem será realizado por uma equipe majoritariamente LGBTQ que se encontra completamente aplicada em trazer essas histórias para a tela grande. 

 

Contudo, não podemos fazer isso sozinhos, e para isso, contamos com a sua ajuda! 

 

 

META 1 - O MÍNIMO PARA PRODUZIR O FILME. (5 MIL)

Esta meta é TUDO OU NADA!

 

Fazer cinema é caro. Então por isso usaremos esse valor para:


- O registro do projeto na Biblioteca Nacional.
- Transporte e alimentação dos entrevistados.
- Aluguel de equipamentos básicos como luz, câmera, lente e microfone.
- Locação de estúdio.
- A taxa de uso do Benfeitoria.

 

 

O documentário é pensado e criado para representar e dar força para crianças e adolescentes que estão passando por adversidade que a maior parte de jovens LGBTs enfrentam nessa fase da vida, mostrando que eles não estão sozinhos. Além de tentar desconstruir o preconceito de uma sociedade homofóbica e transfóbica. A importância na realização desse projeto está no fato de que ele abre espaço para um olhar mais atento sobre o assunto e incentiva discussões sobre o problema social existente, trazendo não só a questão à tona em seus diferentes níveis mas também estimulando a busca por uma solução.

O Brasil ainda é o país com o maior percentual do mundo de assassinato de LGBTs no mundo e o número de vítimas continua subindo.

Em 2017 foi registrado o maior índice de violência homofóbica e transfóbica do país. Mesmo assim, são aproximadamente 18 milhões de habitantes da comunidadeLGBT no território brasileiro (uma estimativa da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais,Travestis e Transexuais), um dos maiores índices do mundo.

 

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-45348686

 

 

 

Como partipar?

Você não é obrigado a escolher uma recompensa. Se quiser pode doar qualquer valor em “Não quero recompensas”.

O pagamento pelo site é seguro, isso é comprovado por milhares de colaboradores que já doaram. Se a meta mínima não for alcançada,

o projeto nao receberá nada e você ganha seu dinheiro de volta.

Sua colaboracao é extremamente necessária e você pode colaborar diversas vezes! 

Toda ajuda conta e é completamente bem vinda!

Tem uma marca? Um coletivo? Um negócio? Uma empresa? Gostaria de ajudar de diferentes maneiras ou com outros valores?

 

Envie um email para: producaodoclgbt@gmail.com

Pedro Blanc Gentil ainda não publicou nenhuma notícia.