Elza |

Elza

Aplicativo de Segurança e Proteção Contra a Violência à Mulher

Projeto por: Amanda Frazão
R$ 1.575,00
arrecadado
meta R$ 6.500,00

16 benfeitores
apoiaram essa campanha

Não foi dessa vez :/

A meta de arrecadação não foi atingida e todas as colaborações foram estornadas. Obrigado pelo apoio ainda assim!

POR

Amanda Frazão

Amanda Frazão
R$ 10
E-mail
Seja o primeiro a apoiar!
Para todas as pessoas que contribuírem, irá receber um agradecimento especial, via e-mail.
R$ 25
E-mail e agradecimento em nosso site
Seja o primeiro a apoiar!
Receberá, além de um e-mail de agradecimento, uma homenagem em nosso site.
R$ 50
E-mail, agradecimento no site e adesivo
1 benfeitor apoiando
Receberá, além de um e-mail de agradecimento e de uma homenagem em nosso site, um adesivo personalizado da ELZA.
R$ 75
AmigX ELZA
Seja o primeiro a apoiar!
Receberá, além de um e-mail de agradecimento e de uma homenagem em nosso site e dentro do APP, um adesivo personalizado da ELZA.
R$ 100
Heroínas e Heróis da ELZA
1 benfeitor apoiando
Receberá, além de um e-mail de agradecimento e de uma homenagem em nosso site e dentro do APP, um adesivo é uma camisa personalizada da ELZA.
R$ 200
Top + ELZA
2 benfeitores apoiando
Além de ter acesso a todas as recompensas anteriores, terá seu nome incluso dentro do nosso Hall de principais Benfeitores.

A ELZA

Baseado em índices do IBGE, a cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil, um valor alarmante e cruel de 130 mulheres sendo estupradas todos os dias no país, sendo uma média de 3.900 mães, irmãs, primas e sobrinhas sendo abusadas por mês e nos humilhamos com a vergonhosa marca de 46.800 MULHERES VIOLENTADAS POR ANO.

 

Como é de fácil percepção, abusos sofridos são estatísticas e sofrimento às mulheres e suas famílias. Evitar o aumento dessas estatísticas é a responsabilidade e o objetivo de nosso App, a ELZA.

 

A grande maioria dos aplicativos existentes criam ferramentas para enviar pedidos de socorro, porém, essa comunicação e proteção se tornam ineficazes, pois muitas vezes os contatos informados estão muito longe da vítima.

 

Neste intuito, dentro de outros avanços na tecnologia de aplicativos para segurança das mulheres, propomos uma rede geograficamente viável e ativa para socorrer a vitima num curto espaço de tempo, tornando o APP e a salvaguarda da mulher eficientemente capaz.

 

O foco do ELZA está em consolidar serviços e informações que ajude a mulher a evitar sofrer qualquer tipo de abuso, seja físico, verbal ou, ainda, moral. A plataforma busca com suas funcionalidades, integrar uma rede de amigos e serviços públicos, onde que a vítima possa, “antes de sofrer abordagem”, conseguir sair ou ser socorrida de possível ameaça.

 

O principio de apoio deve ser realizado antes que o abuso ocorra, evitando que os índices aumentem e que mais uma mulher sofra agressões. Nosso entendimento é que, um mundo mais seguro, transforma mulheres mais protegidas e invioláveis, tendo seu devido respeito e direto de ir e vir assegurados com mais efetividade.

 

Amanda Frazão ainda não publicou nenhuma notícia.

A ELZA

Baseado em índices do IBGE, a cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil, um valor alarmante e cruel de 130 mulheres sendo estupradas todos os dias no país, sendo uma média de 3.900 mães, irmãs, primas e sobrinhas sendo abusadas por mês e nos humilhamos com a vergonhosa marca de 46.800 MULHERES VIOLENTADAS POR ANO.

 

Como é de fácil percepção, abusos sofridos são estatísticas e sofrimento às mulheres e suas famílias. Evitar o aumento dessas estatísticas é a responsabilidade e o objetivo de nosso App, a ELZA.

 

A grande maioria dos aplicativos existentes criam ferramentas para enviar pedidos de socorro, porém, essa comunicação e proteção se tornam ineficazes, pois muitas vezes os contatos informados estão muito longe da vítima.

 

Neste intuito, dentro de outros avanços na tecnologia de aplicativos para segurança das mulheres, propomos uma rede geograficamente viável e ativa para socorrer a vitima num curto espaço de tempo, tornando o APP e a salvaguarda da mulher eficientemente capaz.

 

O foco do ELZA está em consolidar serviços e informações que ajude a mulher a evitar sofrer qualquer tipo de abuso, seja físico, verbal ou, ainda, moral. A plataforma busca com suas funcionalidades, integrar uma rede de amigos e serviços públicos, onde que a vítima possa, “antes de sofrer abordagem”, conseguir sair ou ser socorrida de possível ameaça.

 

O principio de apoio deve ser realizado antes que o abuso ocorra, evitando que os índices aumentem e que mais uma mulher sofra agressões. Nosso entendimento é que, um mundo mais seguro, transforma mulheres mais protegidas e invioláveis, tendo seu devido respeito e direto de ir e vir assegurados com mais efetividade.

 

Amanda Frazão ainda não publicou nenhuma notícia.