Financie um jornalismo mais diverso |

Financie um jornalismo mais diverso

Fortalecemos a construção de um jornalismo mais diverso, periférico, inclusivo e representativo.


Projeto por: Associação da Escola de Jornalismo
R$ 1.350,00
arrecadado por mês
meta R$ 5.000,00

34
assinantes

27%
arrecadado

Faça parte desse projeto!
Vire um assinante mensal.



ASSINATURAS
R$ 10 por mês
9 assinantes mensais
R$ 20 por mês
11 assinantes mensais
R$ 40 por mês
5 assinantes mensais
R$ 60 por mês
1 assinantes mensais
R$ 100 por mês
6 assinantes mensais
POR

Associação da Escola de Jornalismo

Associação da Escola de Jornalismo

Somos um laboratório de jornalismo, sem fins lucrativos, que tem como objetivo democratizar e descentralizar a mídia. Fundada em 2012, com sede em São Paulo, formamos mais de 500 jovens moradores de periferias presencialmente e mais de 5 mil online em jornalismo. Apoiamos iniciativas de jornalismo e comunicação em diferentes territórios com formações, redes e recursos. Criamos e organizamos metodologias e ferramentas para que o campo jornalístico seja mais representativo e sustentável. E, por fim, experimentamos novas linguagens e formatos para que jornalismo possa estar cada vez mais a serviço das pessoas.

 Clique aqui e confira nossas produções mundo afora.

 

Em 2020, diferente dos últimos 10 anos de atuação da Énois, nós não abrimos turmas na Escola de Jornalismo. Na verdade, fundimos a Escola com a Agência e convidamos oito jovens ex-alunos e ex-alunas para um processo formativo contínuo e para compor nossos eixos de trabalho, entendendo que para um jornalismo mais diverso não basta apenas produzir conteúdo de qualidade e que promova a diversidade: é necessário que os jovens se apropriem também das estruturas do jornalismo.

 

Estamos organizadas em quatro eixos: 

Gestão: cuida do financeiro (pagamentos e prestação de contas), comunicação institucional (todas as publicações que você acompanha nas nossas redes sociais), captação de recursos (a grana que entra, inclusive essa aqui) e das pessoas da nossa equipe

Jornalismo Local: promove formações e encontros para discutir jornalismos nos territórios, seus processos e formas de fazer - incentivando a construção de um jornalismo mais plural, democrático, ancestral e acessível. Um dos projetos é o Redação Aberta, no qual jornalistas e cidadãos se reúnem para discutir questões, compartilhar recursos e conhecimento e aprender a relatar e investigar histórias em seus territórios. 

Estrutura Jornalística: trabalha para construir e fortalecer um campo jornalístico mais diverso e representativo, olhando para estrutura das organizações jornalísticas. Criaram o Programa Diversidade nas Redações e compartilham muitas práticas na Caixa de Ferramentas. 

Produção e Distribuição estuda e experimenta diversas maneiras das pessoas se informarem, com base nos princípios da diversidade, representatividade e inclusão. A equipe foi responsável pela pesquisa que embasou o Reload e pela produção do Prato Firmeza 4 

 

 

Numa imprensa, como a brasileira, em que uma colunista branca acha que pode dizer à comunidade preta como lutar contra o racismo e onde 90% dos formadores de opinião são brancos e 70% são homens, os espaços para repensar a prática e o fazer jornalístico são essenciais. Financiando a construção de espaços como esse, você colabora na construção de uma sociedade mais bem informada, democrática e menos desigual. É atuando com uma equipe composta na sua maioria por mulheres, por pretos e pretas, vindos de diferentes periferias de São Paulo e da Região Metropolitana e com diferentes visões de mundo, que a gente começa a diversificar o conteúdo que se produz e que se consome para que a informação seja para todes. É provocando, questionando e transformando o jeito de fazer as coisas que podemos tornar o jornalismo menos racista, menos sexista e menos capacitista.

Vai dizer que você não quer construir isso com a gente?

Para patrocínios e incentivos maiores que os valores mencionados ou por leis de incentivo fiscal, por gentileza, entre em contato com kayam@enoisconteudo.com.br!
Aguardamos sua mensagem


 

Associação da Escola de Jornalismo ainda não publicou nenhuma notícia.

Somos um laboratório de jornalismo, sem fins lucrativos, que tem como objetivo democratizar e descentralizar a mídia. Fundada em 2012, com sede em São Paulo, formamos mais de 500 jovens moradores de periferias presencialmente e mais de 5 mil online em jornalismo. Apoiamos iniciativas de jornalismo e comunicação em diferentes territórios com formações, redes e recursos. Criamos e organizamos metodologias e ferramentas para que o campo jornalístico seja mais representativo e sustentável. E, por fim, experimentamos novas linguagens e formatos para que jornalismo possa estar cada vez mais a serviço das pessoas.

 Clique aqui e confira nossas produções mundo afora.

 

Em 2020, diferente dos últimos 10 anos de atuação da Énois, nós não abrimos turmas na Escola de Jornalismo. Na verdade, fundimos a Escola com a Agência e convidamos oito jovens ex-alunos e ex-alunas para um processo formativo contínuo e para compor nossos eixos de trabalho, entendendo que para um jornalismo mais diverso não basta apenas produzir conteúdo de qualidade e que promova a diversidade: é necessário que os jovens se apropriem também das estruturas do jornalismo.

 

Estamos organizadas em quatro eixos: 

Gestão: cuida do financeiro (pagamentos e prestação de contas), comunicação institucional (todas as publicações que você acompanha nas nossas redes sociais), captação de recursos (a grana que entra, inclusive essa aqui) e das pessoas da nossa equipe

Jornalismo Local: promove formações e encontros para discutir jornalismos nos territórios, seus processos e formas de fazer - incentivando a construção de um jornalismo mais plural, democrático, ancestral e acessível. Um dos projetos é o Redação Aberta, no qual jornalistas e cidadãos se reúnem para discutir questões, compartilhar recursos e conhecimento e aprender a relatar e investigar histórias em seus territórios. 

Estrutura Jornalística: trabalha para construir e fortalecer um campo jornalístico mais diverso e representativo, olhando para estrutura das organizações jornalísticas. Criaram o Programa Diversidade nas Redações e compartilham muitas práticas na Caixa de Ferramentas. 

Produção e Distribuição estuda e experimenta diversas maneiras das pessoas se informarem, com base nos princípios da diversidade, representatividade e inclusão. A equipe foi responsável pela pesquisa que embasou o Reload e pela produção do Prato Firmeza 4 

 

 

Numa imprensa, como a brasileira, em que uma colunista branca acha que pode dizer à comunidade preta como lutar contra o racismo e onde 90% dos formadores de opinião são brancos e 70% são homens, os espaços para repensar a prática e o fazer jornalístico são essenciais. Financiando a construção de espaços como esse, você colabora na construção de uma sociedade mais bem informada, democrática e menos desigual. É atuando com uma equipe composta na sua maioria por mulheres, por pretos e pretas, vindos de diferentes periferias de São Paulo e da Região Metropolitana e com diferentes visões de mundo, que a gente começa a diversificar o conteúdo que se produz e que se consome para que a informação seja para todes. É provocando, questionando e transformando o jeito de fazer as coisas que podemos tornar o jornalismo menos racista, menos sexista e menos capacitista.

Vai dizer que você não quer construir isso com a gente?

Para patrocínios e incentivos maiores que os valores mencionados ou por leis de incentivo fiscal, por gentileza, entre em contato com kayam@enoisconteudo.com.br!
Aguardamos sua mensagem


 

Associação da Escola de Jornalismo ainda não publicou nenhuma notícia.