ENTREGA AMIGA - a responsividade social da ciclo logística |

ENTREGA AMIGA - a responsividade social da ciclo logística

Somente com a sua contribuição a Bicicletaria Cultural será capaz de abrigar ciclo entregadores e ofertar apoio fundamental durante a pandemia.


Projeto por: patricia valverde pereira
R$ 560,00
arrecadado por mês
meta R$ 4.000,00

11
assinantes

14%
arrecadado

Faça parte desse projeto!
Vire um assinante mensal.



ASSINATURAS
R$ 20 por mês
6 assinantes mensais
R$ 40 por mês
1 assinantes mensais
R$ 60 por mês
Seja o primeiro assinante
R$ 100 por mês
4 assinantes mensais
POR

patricia valverde pereira

patricia valverde pereira

Fernando Rosenbaum e Patricia Valverde representam a Bicicletaria Cultural. Temos uma gestão orientada pelos sonhos compartilhados. Nossa atuação costura arte cultura e bicicleta para co-habitar e transbordar para a cidade, facilitando a vida de quem se desloca pedalando

Abrigamos ciclo entregadores, usuários de transporte econômico e menos poluente, com necessidades diárias para cumprirem as entregas/delivery. 

Os trabalhadores que tem a bicicleta como ferramenta de trabalho, precisam de pontos de apoio para lavar as mãos, tomar água ou carregar baterias e, até por vezes morarem longe dos trajetos, ficam 12horas nas ruas*, ficando ainda mais vulneráveis, mesmo sendo considerados serviços essenciais, durante período pandêmico.

Ao priorizar condições dignas de trabalho e pela manutenção da saúde de todos, inclusive de quem precisa se resguardar para cuidar de si ou de alguém, buscamos apoio ao projeto ENTREGA AMIGA para que ao atingir as METAS, sejam assegurados, aos ciclo entregadores que preencherem cadastro, estrutura de apoio e serviços durante o período pandêmico.

 

Inicialmente, são necessários R$4000,00 para estruturação do espaço e manutenção de serviços. A meta inicial assegura estacionamento para bicicletas, ferramentas compartilhadas para consertos simples, vestiario e ducha, oferta de itens de EPIs (como mascara, luvas e abastecimento de alcool gel) e acesso a cozinha, tomadas de energia e wi-fi.

Este projeto assegura a manutenção e serviços mensais por todo o período pandêmico, previsto até o FINAL de 2020.    

Na medida que a arrecadação cumpra a meta inicial de R$4000,00, lançamos ampliação do expediente e fomento a autonomia e valorizacao do trabalho a fim de aproveitar a revisao social e organizacional a qual estamos vivendo.

A ENTREGA AMIGA propõe com toda a comunidade e parceirxs, um meio de agirmos com co-responsabilidades sociais e com práticas que podem ser escalonadas em âmbito público e privado para o desenvolvimento logístico e sustentável nos grandes centros urbanos do Brasil. 

Aceitamos contribuições via depósito bancário:

Banco Inter [007] 

Nome:  Patricia Valverde Pereira 03070715966

CNPJ 18152411/0001-68

Agencia 0001-9

C/C 1503477-1 

Derivada do movimento nos idos 2000, que fundou as raízes cicloativistas na capital, Fernando Rosenbaum e Patrícia Valverde empreendem uma verdadeira colméia cujos polinizadores urbanos, sao æs ciclistas

Desde 2011, a Bicicletaria Cultural surge como uma resposta para a atualização dos grandes centros urbanos e pelas necessidades de atender ciclistas no centro de Curitiba. É ponto de apoio, de cultura e de informações abriga e guarda a bicicleta como veículo de transporte e de acesso ao trabalho, aos estudos e atividades na cidade e; sede da Cicloiguaçu - ass. dos ciclistas do Alto Iguaçu.   

Ao pedalar, estabelecemos uma conexão aproximada das condicoes geograficas e culturais da cidade, compreendendo uma paisagem urbana mais cidadã e plural, que somada a programação artística que este espaço também promove, torna-se reduto de artistas, técnicos e formadores de opinião. 

Apoie essa campanha!

Pessoas que estão ajudando essa campanha a acontecer.

patricia valverde pereira ainda não publicou nenhuma notícia.

Abrigamos ciclo entregadores, usuários de transporte econômico e menos poluente, com necessidades diárias para cumprirem as entregas/delivery. 

Os trabalhadores que tem a bicicleta como ferramenta de trabalho, precisam de pontos de apoio para lavar as mãos, tomar água ou carregar baterias e, até por vezes morarem longe dos trajetos, ficam 12horas nas ruas*, ficando ainda mais vulneráveis, mesmo sendo considerados serviços essenciais, durante período pandêmico.

Ao priorizar condições dignas de trabalho e pela manutenção da saúde de todos, inclusive de quem precisa se resguardar para cuidar de si ou de alguém, buscamos apoio ao projeto ENTREGA AMIGA para que ao atingir as METAS, sejam assegurados, aos ciclo entregadores que preencherem cadastro, estrutura de apoio e serviços durante o período pandêmico.

 

Inicialmente, são necessários R$4000,00 para estruturação do espaço e manutenção de serviços. A meta inicial assegura estacionamento para bicicletas, ferramentas compartilhadas para consertos simples, vestiario e ducha, oferta de itens de EPIs (como mascara, luvas e abastecimento de alcool gel) e acesso a cozinha, tomadas de energia e wi-fi.

Este projeto assegura a manutenção e serviços mensais por todo o período pandêmico, previsto até o FINAL de 2020.    

Na medida que a arrecadação cumpra a meta inicial de R$4000,00, lançamos ampliação do expediente e fomento a autonomia e valorizacao do trabalho a fim de aproveitar a revisao social e organizacional a qual estamos vivendo.

A ENTREGA AMIGA propõe com toda a comunidade e parceirxs, um meio de agirmos com co-responsabilidades sociais e com práticas que podem ser escalonadas em âmbito público e privado para o desenvolvimento logístico e sustentável nos grandes centros urbanos do Brasil. 

Aceitamos contribuições via depósito bancário:

Banco Inter [007] 

Nome:  Patricia Valverde Pereira 03070715966

CNPJ 18152411/0001-68

Agencia 0001-9

C/C 1503477-1 

Derivada do movimento nos idos 2000, que fundou as raízes cicloativistas na capital, Fernando Rosenbaum e Patrícia Valverde empreendem uma verdadeira colméia cujos polinizadores urbanos, sao æs ciclistas

Desde 2011, a Bicicletaria Cultural surge como uma resposta para a atualização dos grandes centros urbanos e pelas necessidades de atender ciclistas no centro de Curitiba. É ponto de apoio, de cultura e de informações abriga e guarda a bicicleta como veículo de transporte e de acesso ao trabalho, aos estudos e atividades na cidade e; sede da Cicloiguaçu - ass. dos ciclistas do Alto Iguaçu.   

Ao pedalar, estabelecemos uma conexão aproximada das condicoes geograficas e culturais da cidade, compreendendo uma paisagem urbana mais cidadã e plural, que somada a programação artística que este espaço também promove, torna-se reduto de artistas, técnicos e formadores de opinião. 

Apoie essa campanha!

Pessoas que estão ajudando essa campanha a acontecer.

patricia valverde pereira ainda não publicou nenhuma notícia.