Ajude o papagaio-de-peito-roxo! |

Ajude o papagaio-de-peito-roxo!

Desde 2010, o Instituto Espaço Silvestre realiza a reabilitação, soltura e monitoramento de papagaios-de-peito-roxo vítimas do tráfico de animais silvestre

Projeto por: Instituto Espaço Silvestre
R$ 11.040,00
arrecadado
meta R$ 5.500,00

113 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Instituto Espaço Silvestre

Instituto Espaço Silvestre

R$ 10
Ovo
25 benfeitores apoiando
Você receberá o boletim informativo mensal do Instituto Espaço Silvestre e um agradecimento virtual através das nossas redes sociais.
R$ 35
Pena
11 benfeitores apoiando
Você receberá o boletim informativo mensal do Instituto Espaço Silvestre, um agradecimento através das nossas redes sociais e um adesivo do papagaio-de-peito-roxo!
R$ 50
Caixa-ninho
33 benfeitores apoiando
Você receberá uma foto ampliada em tamanho 15 x 21 do papagaio-de-peito-roxo tirada por nossa fotógrafa e diretora técnica Vanessa Kanaan, um adesivo do projeto, agradecimento através das nossas redes sociais, além de receber o boletim informativo informativo mensal do Instituto Espaço Silvestre.
R$ 100
Oco
17 benfeitores apoiando
Você receberá uma caderneta exclusiva do papagaio-de-peito-roxo, um adesivo do papagaio-de-peito-roxo, agradecimento através das nossas redes sociais, além de receber o boletim informativo informativo mensal do Instituto Espaço Silvestre.

indisponível.
R$ 170
Pinhão
9 benfeitores apoiando
Você receberá uma pelúcia e um adesivo do papagaio-de-peito-roxo, agradecimento através das nossas redes sociais, além de receber o boletim informativo informativo mensal do Instituto Espaço Silvestre.

17 disponíveis.
R$ 500
Papagaio-de-peito-roxo
3 benfeitores apoiando
Você poderá dar o nome de um dos papagaios-de-peito-roxo soltos no Parque Nacional das Araucárias, ganhará sua foto ampliada em tamanho 15 x 21, um adesivo do projeto, agradecimento através das nossas redes sociais, além de receber o boletim informativo informativo mensal do Instituto Espaço Silvestre.

indisponível.
R$ 600
Floresta de Araucárias
2 benfeitores apoiando
Você receberá o direito de participar do projeto por uma semana acompanhando o trabalho da nossa equipe de campo no monitoramento dos papagaios soltos, com alojamento incluso, agradecimento através das nossas redes sociais, além de receber o boletim informativo informativo mensal do Instituto Espaço Silvestre. *agendamento da participação de acordo com a disponibilidade da equipe de campo. Transporte até Ponte Serrada não incluso.

indisponível.
R$ 1.000
Floresta de Araucárias
1 benfeitor apoiando
Sua marca será divulgada em nosso website e redes sociais como apoiadora do projeto. Você poderá dar o nome de um dos papagaios-de-peito-roxo soltos no Parque Nacional das Araucárias, ganhará sua foto ampliada em tamanho 15 x 21, um adesivo do projeto, agradecimento através das nossas redes sociais além de receber o boletim informativo informativo mensal do Instituto Espaço Silvestre.

indisponível.

Precisamos da sua ajuda para repor equipamentos furtados que são necessários para o monitoramento dos papagaios soltos!

Conheça o nosso projeto:

No passado, era comum avistar grupos de papagaios-de-peito-roxo sobrevoando as matas da região que hoje abriga o Parque Nacional das Araucárias, SC. Porém, as ações humanas, como desmatamento e captura ilegal de animais da natureza, reduziram drasticamente o número dessas aves, que levou à extinção da espécie no local. Com o intuito de mudar esta realidade, foi iniciado em 2010 o projeto de reintrodução do papagaio-de-peito-roxo no parque, oferecendo suporte necessário para a formação de uma população viável à longo prazo. 

Foto: Casal de papagaios-de-peito-roxo soltos no Parque Nacional das Araucárias.

 

Os papagaios são encaminhados ao Instituto Espaço Silvestre por órgãos ambientais e passam por um rigoroso processo de reabilitação, que inclui exames clínicos e laboratoriais, análise genética, além de treinamentos comportamentais. Quando estão prontos para viverem na natureza, eles são transportados para o Parque Nacional das Araucárias e colocados em um viveiro. Após um período de ambientação, a soltura é realizada de maneira branda até que voltem definitivamente à floresta. 

 

Os papagaios soltos, e seus filhotes nascidos na natureza, são monitorados diariamente pela equipe do Instituto Espaço Silvestre através de observações, escuta de vocalizações, armadilhas fotográficas e rádio-telemetria. A comunidade também participa através da ciência cidadã  Os dados provenientes do monitoramento mostram que papagaios-de-peito-roxo, vítimas do tráfico de animais silvestres, podem ser reabilitados, soltos e reproduzem com sucesso em liberdade, além de ajudar na dispersão de sementes.

 

Foto: Papagaio-de-peito-roxo mantido ilegalmente entregue ao Instituto Espaço Silvestre por órgãos ambientais.

 

Furto

Durante o processo de ambientação para a soltura desse ano o recinto foi invadido e os materiais de monitoramento foram furtados! No total, duas armadilhas fotográficas (foto abaixo) pilhas, cartões de memória, caixa de proteção, cadeados e correntes, que haviam sido doados gentilmente, foram levado. Sem esses equipamentos não é possível estudar os predadores da área de soltura, e nem fazer o monitoramento do viveiro de ambientação, das caixas-ninho e plataformas de alimentação instaladas na floresta para facilitar a adaptação dos papagaios à natureza. O ato de vandalismo foi noticiados por vários canais, leia mais: http://conexaoplaneta.com.br/blog/soltura-de-papagaios-de-peito-roxo-no-parque-nacional-das-araucarias-e-ameacada-por-vandalismo/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja alguns dos brindes que você pode ganhar ajudando ao projeto:

 

 

 

 

 

 

Faça sua doação e nos ajude no monitoramento dos papagaios-de-peito-roxo em vida livre!

Foto: Papagaio-de-peito-roxo descobrindo a liberdade no Parque Nacional das Araucárias, SC.

Precisamos da sua ajuda para repor equipamentos furtados que são necessários para o monitoramento dos papagaios soltos!

Conheça o nosso projeto:

No passado, era comum avistar grupos de papagaios-de-peito-roxo sobrevoando as matas da região que hoje abriga o Parque Nacional das Araucárias, SC. Porém, as ações humanas, como desmatamento e captura ilegal de animais da natureza, reduziram drasticamente o número dessas aves, que levou à extinção da espécie no local. Com o intuito de mudar esta realidade, foi iniciado em 2010 o projeto de reintrodução do papagaio-de-peito-roxo no parque, oferecendo suporte necessário para a formação de uma população viável à longo prazo. 

Foto: Casal de papagaios-de-peito-roxo soltos no Parque Nacional das Araucárias.

 

Os papagaios são encaminhados ao Instituto Espaço Silvestre por órgãos ambientais e passam por um rigoroso processo de reabilitação, que inclui exames clínicos e laboratoriais, análise genética, além de treinamentos comportamentais. Quando estão prontos para viverem na natureza, eles são transportados para o Parque Nacional das Araucárias e colocados em um viveiro. Após um período de ambientação, a soltura é realizada de maneira branda até que voltem definitivamente à floresta. 

 

Os papagaios soltos, e seus filhotes nascidos na natureza, são monitorados diariamente pela equipe do Instituto Espaço Silvestre através de observações, escuta de vocalizações, armadilhas fotográficas e rádio-telemetria. A comunidade também participa através da ciência cidadã  Os dados provenientes do monitoramento mostram que papagaios-de-peito-roxo, vítimas do tráfico de animais silvestres, podem ser reabilitados, soltos e reproduzem com sucesso em liberdade, além de ajudar na dispersão de sementes.

 

Foto: Papagaio-de-peito-roxo mantido ilegalmente entregue ao Instituto Espaço Silvestre por órgãos ambientais.

 

Furto

Durante o processo de ambientação para a soltura desse ano o recinto foi invadido e os materiais de monitoramento foram furtados! No total, duas armadilhas fotográficas (foto abaixo) pilhas, cartões de memória, caixa de proteção, cadeados e correntes, que haviam sido doados gentilmente, foram levado. Sem esses equipamentos não é possível estudar os predadores da área de soltura, e nem fazer o monitoramento do viveiro de ambientação, das caixas-ninho e plataformas de alimentação instaladas na floresta para facilitar a adaptação dos papagaios à natureza. O ato de vandalismo foi noticiados por vários canais, leia mais: http://conexaoplaneta.com.br/blog/soltura-de-papagaios-de-peito-roxo-no-parque-nacional-das-araucarias-e-ameacada-por-vandalismo/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja alguns dos brindes que você pode ganhar ajudando ao projeto:

 

 

 

 

 

 

Faça sua doação e nos ajude no monitoramento dos papagaios-de-peito-roxo em vida livre!

Foto: Papagaio-de-peito-roxo descobrindo a liberdade no Parque Nacional das Araucárias, SC.

Instituto Espaço Silvestre ainda não publicou nenhuma notícia.