NeoSamba: Otimização do tratamento do câncer de mama |

NeoSamba: Otimização do tratamento do câncer de mama

Junte-se a nós no financiamento de análises e processamento para o estudo NeoSamba. Contribua com a pesquisa que vai revolucionar o tratamento do câncer de mama

Projeto por: Projeto Cura
R$ 38.595,00
arrecadado
meta R$ 100.000,00

88 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Projeto Cura

Projeto Cura
R$ 25
Apoie com R$ 25,00
3 benfeitores apoiando
R$ 50
Apoie com R$ 50,00
10 benfeitores apoiando
R$ 100
Apoie com R$ 100,00
14 benfeitores apoiando
R$ 250
Apoie com R$ 250,00
6 benfeitores apoiando
R$ 500
Apoie com R$ 500,00
4 benfeitores apoiando
R$ 1.000
Apoie com R$ 1.000,00
3 benfeitores apoiando
R$ 2.000
Apoie com R$ 2.000,00
1 benfeitor apoiando
R$ 5.000
Apoie com R$ 5.000,00
Seja o primeiro a apoiar!
R$ 10.000
Apoie com R$ 10.000,00
Seja o primeiro a apoiar!

Sabemos que não há cura para doenças sem pesquisa científica.


A pandemia causada pelo COVID-19 evidenciou a importância da ciência no combate a doenças. É a pesquisa científica que está por trás de cada história de sucesso que nos inspira na busca da cura do câncer.

 

"O câncer é uma doença que mata tanto quanto uma pandemia. Segundo dados de 2019, o câncer matou mais de 230 mil pessoas no Brasil*: uma média de 630 pessoas por dia. Existem hoje mais de 600 mil casos novos diagnosticados por ano no país, debilitando pacientes, causando sofrimento e destruindo famílias. 

 

*Fonte: https://www.inca.gov.br/numeros-de-cancer"

 

ej5YgAo.png


O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células anormais da mama, que forma um tumor com potencial de invadir outros órgãos. 

 

Alguns tipos de câncer de mama têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem lentamente. A maioria dos casos, quando tratados adequadamente e em tempo oportuno, apresentam bom prognóstico.

 

O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.

 

*Fonte: https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-mama"


Todos os anos, mais de 60 mil mulheres brasileiras são diagnosticadas com câncer de mama

 

Sabemos que no Brasil (assim como em outros países em desenvolvimento) existe uma maior proporção de pacientes com tumores localmente avançados.
 

Em países desenvolvidos, a maioria dos tumores são diagnosticados em estágios iniciais. Enquanto em países como o nosso, cerca de 30 a 40% das pacientes têm tumores volumosos nas mamas ou que atingem os linfonodos axilares.

 

Cerca de 10 a15 mil mulheres brasileiras por ano são diagnosticadas com tumores localmente avançados. Esta condição é muito mais comum em pacientes que dependem do SUS em relação a pacientes com acesso a planos de saúde.

 

O tratamento com quimioterapia neoadjuvante (pré-operatória) é o tratamento padrão para este cenário e permite aumento da chance de cura, além de, muitas vezes, permitir cirurgias menos extensas e por consequência menores sequelas de limitação funcional de membros superiores e também aumento da qualidade de vida a curto e longo prazo.

 

Também sabemos que esta condição e este contexto atingem mais frequentemente mulheres mais jovens em relação aos dados epidemiológicos de países desenvolvidos.

 

tEfISNG.png

 

O estudo NeoSamba é um ensaio clínico randomizado, que está na fase 3, que estuda uma nova sequência de tratamento com quimioterapia neoadjuvante (antes da cirurgia da mama) e contemplará o tratamento de quase 500 mulheres em três anos.

 

Durante a edição de 2018 da ASCO, congresso da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, o médico Dr José Bines, investigador principal do estudo, esteve presente para falar sobre a conclusão da fase II do NeoSamba. Conduzido pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), a pesquisa investigou 118 pacientes com a proposta de avaliar se a mudança na ordem dos medicamentos da classe das antraciclinas e taxano (alguns dos medicamentos mais comuns utilizados para a quimioterapia) faria diferença na sobrevida das mulheres. Ficou sugerido que tratá-las primeiro com taxano e depois com antraciclinas, e não o contrário, como era o padrão anterior, poderia trazer mais ganhos significativos de sobrevida livre de recidiva e, principalmente, de sobrevida global. Os resultados do estudo foram publicados em 2020 na revista médica The Oncologist.

 

O estudo caminha para a fase 3, quando se amplia o número de pessoas investigadas por um período maior de tempo. Entretanto, faltam recursos para o início desse processo, que o oncologista Dr. José Bines define como “estudo científico confirmatório”. A aposta de especialistas da área está na pesquisa clínica, devido a possível ampliação do acesso a novas terapias, melhora na qualidade de vida e no aumento na chance de cura das pacientes. 

 

Um extraordinário benefício, se os resultados forem comprovados na fase 3, será sua aplicação imediata, pois as medicações já estão disponíveis na rede pública brasileira, sem qualquer aumento de custo adicional. O resultado esperado também terá impacto global imediato, especificamente significativo para mulheres jovens e mulheres diagnosticadas com câncer de mama em países em desenvolvimento. Isso significa que potencialmente mais mulheres podem ser curadas do câncer de mama com este avanço.

 

“Trata-se de uma pesquisa 100% brasileira e 100% realizada em instituições de referência que atendem pacientes do SUS. Não há nenhuma relação com a indústria farmacêutica. Todas as etapas de desenho e condução do estudo são realizadas pelos próprios investigadores, e agora com o Instituto Projeto Cura, que tem nos ajudado a angariar fundos para a finalização da fase III”, esclarece o Dr José Bines. 

 

A fase 3 da pesquisa NeoSamba acontece em 6 estados Brasileiros e em 9 Centros de Pesquisas, sendo que em cada centro há uma estrutura multiprofissional coordenada pelo investigador principal, que é a pessoa responsável pelo seu estudo.

 

• INCA - Rio de Janeiro/RJ; 

• Hospital do Amor - Barretos/SP;

• CAISM/UNICAMP – Campinas /SP

• HINJA - Volta Redonda/RJ;

• Hospital de Clínicas - Porto Alegre/RS;

• CEPON - Florianópolis/SC;

• Núcleo de Pesquisa São Camilo - São Paulo/SP;

• Hospital Araújo Jorge - Goiânia/GO;

• ICTE - Curitiba/PR.

 

A campanha de financiamento coletivo NeoSamba Fase 3 é uma iniciativa do Instituto Projeto Cura, em parceria com o LACOG (Latin American Cooperative Oncology Group), GBECAM (Grupo Brasileiro Estudos Câncer Mama) e contará com médicos da área de oncologia e mastologia como madrinhas e padrinhos, com a nobre missão de divulgar e prospectar doadores.

 

A atriz Patricia Pillar junta-se ao time como embaixadora da campanha, atuando de forma voluntária como porta-voz da causa nos materiais de divulgação.

 

O Instituto Projeto Cura é uma instituição sem fins lucrativos, com sede no Brasil e única na América Latina, que tem como um dos objetivos financiar pesquisas que combatem o câncer.

 

Clique AQUI para conhecer mais.

 

Sua colaboração foi muito importante!

Em: 06/12/2021 12:48

Obrigado pela sua contribuição, através da plataforma Benfeitoria, em prol ao Estudo NeoSamba - Fase 3.

Você é uma das pessoas que colaborou com o financiamento coletivo, e estamos aqui para agradecer imensamente e dizer que a sua doação vai ajudar a salvar vidas de mulheres, com o andamento do estudo da nova sequência de tratamento do câncer de mama tipo HER2-negativo.


É um grande desafio conseguir recursos para pesquisas científicas, mas nos mantemos confiantes com atitudes como a sua, e seguimos na nossa missão de apoio às pesquisas oncológicas.


Continue nos acompanhando através das Redes Sociais @projetocura


Ratificamos a nossa gratidão!


Um abraço

Instituto Projeto Cura


NeoSamba Otimização do tratamento do câncer de mama

Em: 19/10/2021 11:25

Olá!

É com imensa gratidão que entramos em contato, informando que a Campanha ?NeoSamba: Otimização do tratamento do câncer de mama? está avançando e você tem uma importantíssima participação neste projeto.

O financiamento coletivo é um trabalho de várias mãos e depende muito da divulgação individual.

Por isso, caso já tenha feito a sua doação para a Campanha NeoSamba - Fase 3, estamos aqui para pedir a sua ajuda, divulgando e usando a sua rede de contatos e amigos, porque ?Juntos podemos ser mais fortes que o Câncer?.


Você pode usar o link: https://benfeitoria.com/estudoneosamba


Caso você não tenha conseguido efetivar a sua doação através do Benfeitoria, deixamos as outras formas que pode chegar até nós:


PIX Instituto Projeto Cura: CNPJ 33.188.607/0001-04

Depósito Instituto Projeto Cura: Razão Social - Associação Instituto Projeto Cura - Banco Santander 033 / Agência 0995 / Conta Corrente 13.001.079-8


Caso queira fazer uma doação de outra forma ou como empresa (PJ), entre em contato conosco através do e-mail: campanhas@projetocura.org


Mudar essa história depende de você!

Muito obrigado.

Instituto Projeto Cura

Campanha NeoSamba: Otimização do tratamento do câncer de mama




Sabemos que não há cura para doenças sem pesquisa científica.


A pandemia causada pelo COVID-19 evidenciou a importância da ciência no combate a doenças. É a pesquisa científica que está por trás de cada história de sucesso que nos inspira na busca da cura do câncer.

 

"O câncer é uma doença que mata tanto quanto uma pandemia. Segundo dados de 2019, o câncer matou mais de 230 mil pessoas no Brasil*: uma média de 630 pessoas por dia. Existem hoje mais de 600 mil casos novos diagnosticados por ano no país, debilitando pacientes, causando sofrimento e destruindo famílias. 

 

*Fonte: https://www.inca.gov.br/numeros-de-cancer"

 

ej5YgAo.png


O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células anormais da mama, que forma um tumor com potencial de invadir outros órgãos. 

 

Alguns tipos de câncer de mama têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem lentamente. A maioria dos casos, quando tratados adequadamente e em tempo oportuno, apresentam bom prognóstico.

 

O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.

 

*Fonte: https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-mama"


Todos os anos, mais de 60 mil mulheres brasileiras são diagnosticadas com câncer de mama

 

Sabemos que no Brasil (assim como em outros países em desenvolvimento) existe uma maior proporção de pacientes com tumores localmente avançados.
 

Em países desenvolvidos, a maioria dos tumores são diagnosticados em estágios iniciais. Enquanto em países como o nosso, cerca de 30 a 40% das pacientes têm tumores volumosos nas mamas ou que atingem os linfonodos axilares.

 

Cerca de 10 a15 mil mulheres brasileiras por ano são diagnosticadas com tumores localmente avançados. Esta condição é muito mais comum em pacientes que dependem do SUS em relação a pacientes com acesso a planos de saúde.

 

O tratamento com quimioterapia neoadjuvante (pré-operatória) é o tratamento padrão para este cenário e permite aumento da chance de cura, além de, muitas vezes, permitir cirurgias menos extensas e por consequência menores sequelas de limitação funcional de membros superiores e também aumento da qualidade de vida a curto e longo prazo.

 

Também sabemos que esta condição e este contexto atingem mais frequentemente mulheres mais jovens em relação aos dados epidemiológicos de países desenvolvidos.

 

tEfISNG.png

 

O estudo NeoSamba é um ensaio clínico randomizado, que está na fase 3, que estuda uma nova sequência de tratamento com quimioterapia neoadjuvante (antes da cirurgia da mama) e contemplará o tratamento de quase 500 mulheres em três anos.

 

Durante a edição de 2018 da ASCO, congresso da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, o médico Dr José Bines, investigador principal do estudo, esteve presente para falar sobre a conclusão da fase II do NeoSamba. Conduzido pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), a pesquisa investigou 118 pacientes com a proposta de avaliar se a mudança na ordem dos medicamentos da classe das antraciclinas e taxano (alguns dos medicamentos mais comuns utilizados para a quimioterapia) faria diferença na sobrevida das mulheres. Ficou sugerido que tratá-las primeiro com taxano e depois com antraciclinas, e não o contrário, como era o padrão anterior, poderia trazer mais ganhos significativos de sobrevida livre de recidiva e, principalmente, de sobrevida global. Os resultados do estudo foram publicados em 2020 na revista médica The Oncologist.

 

O estudo caminha para a fase 3, quando se amplia o número de pessoas investigadas por um período maior de tempo. Entretanto, faltam recursos para o início desse processo, que o oncologista Dr. José Bines define como “estudo científico confirmatório”. A aposta de especialistas da área está na pesquisa clínica, devido a possível ampliação do acesso a novas terapias, melhora na qualidade de vida e no aumento na chance de cura das pacientes. 

 

Um extraordinário benefício, se os resultados forem comprovados na fase 3, será sua aplicação imediata, pois as medicações já estão disponíveis na rede pública brasileira, sem qualquer aumento de custo adicional. O resultado esperado também terá impacto global imediato, especificamente significativo para mulheres jovens e mulheres diagnosticadas com câncer de mama em países em desenvolvimento. Isso significa que potencialmente mais mulheres podem ser curadas do câncer de mama com este avanço.

 

“Trata-se de uma pesquisa 100% brasileira e 100% realizada em instituições de referência que atendem pacientes do SUS. Não há nenhuma relação com a indústria farmacêutica. Todas as etapas de desenho e condução do estudo são realizadas pelos próprios investigadores, e agora com o Instituto Projeto Cura, que tem nos ajudado a angariar fundos para a finalização da fase III”, esclarece o Dr José Bines. 

 

A fase 3 da pesquisa NeoSamba acontece em 6 estados Brasileiros e em 9 Centros de Pesquisas, sendo que em cada centro há uma estrutura multiprofissional coordenada pelo investigador principal, que é a pessoa responsável pelo seu estudo.

 

• INCA - Rio de Janeiro/RJ; 

• Hospital do Amor - Barretos/SP;

• CAISM/UNICAMP – Campinas /SP

• HINJA - Volta Redonda/RJ;

• Hospital de Clínicas - Porto Alegre/RS;

• CEPON - Florianópolis/SC;

• Núcleo de Pesquisa São Camilo - São Paulo/SP;

• Hospital Araújo Jorge - Goiânia/GO;

• ICTE - Curitiba/PR.

 

A campanha de financiamento coletivo NeoSamba Fase 3 é uma iniciativa do Instituto Projeto Cura, em parceria com o LACOG (Latin American Cooperative Oncology Group), GBECAM (Grupo Brasileiro Estudos Câncer Mama) e contará com médicos da área de oncologia e mastologia como madrinhas e padrinhos, com a nobre missão de divulgar e prospectar doadores.

 

A atriz Patricia Pillar junta-se ao time como embaixadora da campanha, atuando de forma voluntária como porta-voz da causa nos materiais de divulgação.

 

O Instituto Projeto Cura é uma instituição sem fins lucrativos, com sede no Brasil e única na América Latina, que tem como um dos objetivos financiar pesquisas que combatem o câncer.

 

Clique AQUI para conhecer mais.

 

Sua colaboração foi muito importante!

Em: 06/12/2021 12:48

Obrigado pela sua contribuição, através da plataforma Benfeitoria, em prol ao Estudo NeoSamba - Fase 3.

Você é uma das pessoas que colaborou com o financiamento coletivo, e estamos aqui para agradecer imensamente e dizer que a sua doação vai ajudar a salvar vidas de mulheres, com o andamento do estudo da nova sequência de tratamento do câncer de mama tipo HER2-negativo.


É um grande desafio conseguir recursos para pesquisas científicas, mas nos mantemos confiantes com atitudes como a sua, e seguimos na nossa missão de apoio às pesquisas oncológicas.


Continue nos acompanhando através das Redes Sociais @projetocura


Ratificamos a nossa gratidão!


Um abraço

Instituto Projeto Cura


NeoSamba Otimização do tratamento do câncer de mama

Em: 19/10/2021 11:25

Olá!

É com imensa gratidão que entramos em contato, informando que a Campanha ?NeoSamba: Otimização do tratamento do câncer de mama? está avançando e você tem uma importantíssima participação neste projeto.

O financiamento coletivo é um trabalho de várias mãos e depende muito da divulgação individual.

Por isso, caso já tenha feito a sua doação para a Campanha NeoSamba - Fase 3, estamos aqui para pedir a sua ajuda, divulgando e usando a sua rede de contatos e amigos, porque ?Juntos podemos ser mais fortes que o Câncer?.


Você pode usar o link: https://benfeitoria.com/estudoneosamba


Caso você não tenha conseguido efetivar a sua doação através do Benfeitoria, deixamos as outras formas que pode chegar até nós:


PIX Instituto Projeto Cura: CNPJ 33.188.607/0001-04

Depósito Instituto Projeto Cura: Razão Social - Associação Instituto Projeto Cura - Banco Santander 033 / Agência 0995 / Conta Corrente 13.001.079-8


Caso queira fazer uma doação de outra forma ou como empresa (PJ), entre em contato conosco através do e-mail: campanhas@projetocura.org


Mudar essa história depende de você!

Muito obrigado.

Instituto Projeto Cura

Campanha NeoSamba: Otimização do tratamento do câncer de mama