Fábrica de Rimas: Hip Hop na quebrada! |

Fábrica de Rimas: Hip Hop na quebrada!

Conseguir verba para a realização de eventos do Coletivo Fábrica de Rimas que atua na periferia de Salvador impactando a vida de jovens através do Hip-Hop

Projeto por: Isabela Graton
R$ 30,00
arrecadado
meta R$ 2.900,00

1 benfeitor
apoiou essa campanha

Não foi dessa vez :/

A meta de arrecadação não foi atingida e todas as colaborações foram estornadas. Obrigado pelo apoio ainda assim!

POR

Isabela Graton

Isabela Graton

R$ 10
Agradecimentos nas redes sociais
Seja o primeiro a apoiar!
Com apenas 10 reais você ganha um maravilhoso post de agradecimento em todas as redes sociais da fábrica de rimas!!
R$ 20
Agradecimentos nas redes + revista
Seja o primeiro a apoiar!
Além dos agradecimentos você ganha uma cópia da revista online Papo de Rua, idealizada por Manuela Santos e Vanessa oliveira, que traz matérias sobre a atuação do coletivo Fábrica de Rimas e sobre a importância do ativismo social!
R$ 30
Print do artista
1 benfeitor apoiando
Com uma ajuda de 30 reais você vai ganhar um belo desenho produzido por artistas parceiros do Fábrica de Rimas como os grafiteiros Sagaz e Pipino de Salvador e Amélia Rodrigues do Interior da Bahia!!
R$ 60
Camiseta
Seja o primeiro a apoiar!
Já pensou em ter as estampas produzidas por artistas do Hip-Hop em uma camiseta? Através de uma doação de 60 reais você pode ganhar uma das camisetas iradas do coletivo Fábrica de Rimas produzida artesanalmente em parceria com artistas como os grafiteiros Sagaz e Pipino e Amélia Rodrigues!
R$ 90
Shoulder Bag
Seja o primeiro a apoiar!
Com uma ajuda de 90 reais você ganha uma shoulder bag muito prática e bonita que também conta com desenhos dos artistas parceiros do coletivo, para levar a arte do hip-hop para todo lugar!!
R$ 200
Kit fábrica de Rimas
Seja o primeiro a apoiar!
Com 150 reais você leva todos esses itens juntos no kit fábrica de rimas que conta com um print, uma camiseta e uma bolsa, tudo produzido artesanalmente por artistas que fazem parte da cultura do Hip-Hop baiano!

Fala manos e minas, tudo beleza? Somos o Coletivo Cultural Fábrica de Rimas, com apenas cinco anos de existência já fizem diferença na vida, formação e trajetória de jovens e crianças de comunidades periféricas da capital baiana. Desde 2013, atuamos no Loteamento Vila Mar, um dos bairros que margeiam a Estrada Velha do Aeroporto, periferia de Salvador.

O nosso principal objetivo é descentralizar as ações e mobilizações artísticas da cidade, com o papel de fomentar, educar, incentivar, auxiliar no empoderamento da juventude negra, subsidiados pelas ferramentas e elementos da cultura Hip-Hop, tais como: graffiti, breaking dance, poesias, música, dando oportunidade artistas que não possuem notoriedade na cena local. Isso abre precedentes para bate-papos, entretenimento e muito aprendizado. Tudo isso, voltado para o âmbito social.

Enquanto alguns projetos culturais da capital baiana acontecem por meio de financiamento e/ou incentivos culturais dos governos estaduais e municipais, tantos outros resistem e ousam a promover eventos que desenvolvem cultura de diferentes artes sem qualquer apoio financeiro. Essa é a realidade do Coletivo Cultural Fábrica de Rimas. As intervenções deveriam acontecer uma vez a cada mês, acontecem uma vez por ano e não conta com apoio ou incentivo financeiro. Por isso, para realizá-las os idealizadores Welber Santiago e Josemar Oliveira e alguns jovens moradores tiram do próprio bolso, no entanto, o desejo de fazer mais e melhor persiste!

 

META DO FINANCIAMENTO​

Mais uma vez esse ano estamos enfrentando dificuldades financeiras para a realização das intervenções principalmente para conseguir dinheiro para o aluguel dos equipamentos de som e luz necessários para o Sarau Fábrica de Rimas. Pensando nisso, resolvemos realizar essa campanha de financiamento coletivo com o objetivo de comprar equipamentos para que não tenhamos que enfrentar a mesma dificuldade nos próximos anos. Também inserimos valores que servirão para cobrir os gastos de transporte dos artistas do sarau e de alimentação dos colaboradores. Tudo para garantir uma forma de realizar o evento nos próximos anos sem depender apenas de colaborações voluntárias.

Encontramos essa alternativa para pedir a sua colaboração, por acreditar num fator importantíssimo para nós que se chama colaboratividade! Assim, sua ajuda será recompensada com maravilhosos itens como blusas com estampa do coletivo, shoulder bag, artes… Participe!!

É você quem vai fazer esta ação acontecer!

 

Isabela Graton ainda não publicou nenhuma notícia.


Fala manos e minas, tudo beleza? Somos o Coletivo Cultural Fábrica de Rimas, com apenas cinco anos de existência já fizem diferença na vida, formação e trajetória de jovens e crianças de comunidades periféricas da capital baiana. Desde 2013, atuamos no Loteamento Vila Mar, um dos bairros que margeiam a Estrada Velha do Aeroporto, periferia de Salvador.

O nosso principal objetivo é descentralizar as ações e mobilizações artísticas da cidade, com o papel de fomentar, educar, incentivar, auxiliar no empoderamento da juventude negra, subsidiados pelas ferramentas e elementos da cultura Hip-Hop, tais como: graffiti, breaking dance, poesias, música, dando oportunidade artistas que não possuem notoriedade na cena local. Isso abre precedentes para bate-papos, entretenimento e muito aprendizado. Tudo isso, voltado para o âmbito social.

Enquanto alguns projetos culturais da capital baiana acontecem por meio de financiamento e/ou incentivos culturais dos governos estaduais e municipais, tantos outros resistem e ousam a promover eventos que desenvolvem cultura de diferentes artes sem qualquer apoio financeiro. Essa é a realidade do Coletivo Cultural Fábrica de Rimas. As intervenções deveriam acontecer uma vez a cada mês, acontecem uma vez por ano e não conta com apoio ou incentivo financeiro. Por isso, para realizá-las os idealizadores Welber Santiago e Josemar Oliveira e alguns jovens moradores tiram do próprio bolso, no entanto, o desejo de fazer mais e melhor persiste!

 

META DO FINANCIAMENTO​

Mais uma vez esse ano estamos enfrentando dificuldades financeiras para a realização das intervenções principalmente para conseguir dinheiro para o aluguel dos equipamentos de som e luz necessários para o Sarau Fábrica de Rimas. Pensando nisso, resolvemos realizar essa campanha de financiamento coletivo com o objetivo de comprar equipamentos para que não tenhamos que enfrentar a mesma dificuldade nos próximos anos. Também inserimos valores que servirão para cobrir os gastos de transporte dos artistas do sarau e de alimentação dos colaboradores. Tudo para garantir uma forma de realizar o evento nos próximos anos sem depender apenas de colaborações voluntárias.

Encontramos essa alternativa para pedir a sua colaboração, por acreditar num fator importantíssimo para nós que se chama colaboratividade! Assim, sua ajuda será recompensada com maravilhosos itens como blusas com estampa do coletivo, shoulder bag, artes… Participe!!

É você quem vai fazer esta ação acontecer!

 

Isabela Graton ainda não publicou nenhuma notícia.