[PE] Favelas Camarás unidas |

[PE] Favelas Camarás unidas

Ajude o projeto ‘’Favelas Camarás unidas contra o Coronavírus ’’ a continuar com as doações de cestas básicas e kits de higiene em algumas favelas

Projeto por: Biatriz Santos
R$ 30.050,00
arrecadado
meta R$ 30.000,00

3 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.


POR

Biatriz Santos

Biatriz Santos
R$ 20
Apoiar essa campanha com R$ 20
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 50
Apoiar essa campanha com R$ 50
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 80
Apoiar essa campanha com R$ 80
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 100
Apoiar essa campanha com R$ 100
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 200
Apoiar essa campanha com R$ 200
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 300
Apoiar essa campanha com R$ 300
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 500
Apoiar essa campanha com R$ 500
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 1.000
Apoiar essa campanha com R$ 1000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!
R$ 3.000
Apoiar essa campanha com R$ 3000
Seja o primeiro a apoiar!
Obrigada pela sua colaboração!

Diante da pandemia que tem assolando o mundo, idealizamos o Projeto Favelas Camarás Unidas Contra o Coronavírus com objetivo de levar informações adequadas para o combate à pandemia, bem como, de sermos solidários as tantas famílias que nesse momento se encontram impossibilitadas de suprirem a necessidade de alimentos ou mesmo comprarem material de higiene e limpeza para as suas casas. Sabemos que o Brasil é fruto de desigualdade social, e em situações como esta fica ainda mais nítida essa ferida que as camadas mais pobres da sociedade sentem.

Por meio do dinheiro arrecadado na plataforma a iniciativa pretende beneficiar 300 famílias moradoras das favelas da cidade de Camaragibe-PE que em sua grande maioria são compostas por ambulantes, quitandeiros, mães solos, empregadas domesticas informais, e catadores de materiais recicláveis.  A iniciativa através de doações recebidas já beneficiou 120 famílias. Vale apena frisar que a nossa equipe tem tomado todos os cuidados necessários para e seguido às orientações da OMS como forma de nos proteger e proteger as pessoas impactadas com a nossa iniciativa.

A iniciativa do projeto ‘‘favelas camarás unidas contra o coronavírus” foi idealizada pela ativista do movimento negro, Biatriz Santos, a qual também coordena o projeto em parceria com os coletivos Cara Preta, Ocupe a Praça Camará, e a Associação Mulheres Guerreiras de Camaragibe, que assim como ela já  desenvolvem um trabalho especifico com as periferias da cidade. A ideia da junção se deu diante do contexto da pandemia mundial, a construção coletiva pode transformar contextos.  O projeto já beneficiou cerca de 120 famílias com cestas básicas e kits de higiene, e pretende seguir beneficiando a partir das doações várias outras.

O favelas Camarás em sua primeira ação impactou  duas favelas localizadas no bairro do timbi céu azul na cidade de Camaragibe -PE , sendo elas:  a favela do Maconhão e da Embolatanga. O projeto pretende continuar impactando outras comunidades do mesmo bairro, a saber, a comunidade do Santa Tereza, bondade de Deus, e outras próximas a circunferência,  que assim como as já auxiliadas tem sofrido com o descaso do poder público e vivenciado  falta de água, iluminação, saneamento e dificuldades  em relação a alimentação, diante do fato da grande maioria dos moradores das favelas do Timbi serem compostas por pessoas autônoma.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Biatriz Santos ainda não publicou nenhuma notícia.

Diante da pandemia que tem assolando o mundo, idealizamos o Projeto Favelas Camarás Unidas Contra o Coronavírus com objetivo de levar informações adequadas para o combate à pandemia, bem como, de sermos solidários as tantas famílias que nesse momento se encontram impossibilitadas de suprirem a necessidade de alimentos ou mesmo comprarem material de higiene e limpeza para as suas casas. Sabemos que o Brasil é fruto de desigualdade social, e em situações como esta fica ainda mais nítida essa ferida que as camadas mais pobres da sociedade sentem.

Por meio do dinheiro arrecadado na plataforma a iniciativa pretende beneficiar 300 famílias moradoras das favelas da cidade de Camaragibe-PE que em sua grande maioria são compostas por ambulantes, quitandeiros, mães solos, empregadas domesticas informais, e catadores de materiais recicláveis.  A iniciativa através de doações recebidas já beneficiou 120 famílias. Vale apena frisar que a nossa equipe tem tomado todos os cuidados necessários para e seguido às orientações da OMS como forma de nos proteger e proteger as pessoas impactadas com a nossa iniciativa.

A iniciativa do projeto ‘‘favelas camarás unidas contra o coronavírus” foi idealizada pela ativista do movimento negro, Biatriz Santos, a qual também coordena o projeto em parceria com os coletivos Cara Preta, Ocupe a Praça Camará, e a Associação Mulheres Guerreiras de Camaragibe, que assim como ela já  desenvolvem um trabalho especifico com as periferias da cidade. A ideia da junção se deu diante do contexto da pandemia mundial, a construção coletiva pode transformar contextos.  O projeto já beneficiou cerca de 120 famílias com cestas básicas e kits de higiene, e pretende seguir beneficiando a partir das doações várias outras.

O favelas Camarás em sua primeira ação impactou  duas favelas localizadas no bairro do timbi céu azul na cidade de Camaragibe -PE , sendo elas:  a favela do Maconhão e da Embolatanga. O projeto pretende continuar impactando outras comunidades do mesmo bairro, a saber, a comunidade do Santa Tereza, bondade de Deus, e outras próximas a circunferência,  que assim como as já auxiliadas tem sofrido com o descaso do poder público e vivenciado  falta de água, iluminação, saneamento e dificuldades  em relação a alimentação, diante do fato da grande maioria dos moradores das favelas do Timbi serem compostas por pessoas autônoma.

Match-funding é como uma vaquinha turbinada: uma nova modalidade de fomento, que mistura o financiamento coletivo (ou crowd-funding) com aporte de parceiros, que multiplicam a arrecadação. Para cada R$ 1 arrecadado pelos projetos selecionados por intermédio da plataforma da Benfeitoria, o Fundo Colaborativo Enfrente contribui com mais R$ 2, até que o valor de R$30.000 seja alcançado.

O Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setubal e demais parceiros (vide aba “Parceiros” em benfeitoria.com/enfrente) poderá aportar o total de mais R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) para triplicar a arrecadação de campanhas de financiamento coletivo de iniciativas que enfrentem os efeitos do Coronavírus nas periferias urbanas brasileiras. Por se tratar de um Fundo Colaborativo e aberto a novos parceiros, o montante destinado a triplicação dos projetos pode ainda aumentar, possibilitando um número maior de iniciativas contempladas.

Biatriz Santos ainda não publicou nenhuma notícia.