Projeto Floema de Música Ambiental |

Projeto Floema de Música Ambiental

A música como ferramenta pedagógica de conscientização e sensibilização ambiental.

Projeto por: Diego Rizzo Vieira
R$ 5.858,00
arrecadado
meta R$ 5.000,00

58 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Diego Rizzo Vieira

Diego Rizzo Vieira
R$ 15
Simpatizei, mas a situação "tá feia"
5 benfeitores apoiando
Tranquilo amigue, o cenário está complicado mesmo. Seu apoio é muito importante para o projeto e, sendo assim, faço questão de agradecer a você nas redes
R$ 30
"Tá osso", mas esse projeto é lindo!
13 benfeitores apoiando
Uau! Valew! Vou te enviar o álbum digital com todos os arquivos em “mp3” das músicas gravadas e agradecer-lhe abertamente nas redes;
R$ 50 + FRETE
Saúde é o que interessa, mas esse mês..
3 benfeitores apoiando
Maravilha! Além de te agradecer muito nas redes eu vou te preparar dois sabonetes naturais artesanais com muito carinho e te enviar o álbum digital com todas as músicas em “mp3”;

47 disponíveis.
R$ 75
Cultura é comigo mesmo!
4 benfeitores apoiando
Que bênção! Então você merece ler em primeira-mão a versão digital do Livro “Floema – Cultura da Permanência”, além de receber o arquivo digital das músicas + agradecimento nas redes;
R$ 80 + FRETE
Material bom eu gosto é de pegar na mão!
3 benfeitores apoiando
É lindo e animador que ainda existam pessoas como você neste mundo! Você vai receber em casa a versão impressa do Livro exclusivo “Floema – Cultura da Permanência” + a segunda edição impressa da revista Súbito + arquivos digitais de todas as músicas gravadas e o arquivo digital do livro Floema além de agradecimento nominal nas redes e no próprio livro do projeto!
R$ 100 + FRETE
Meu lema é aprender e multiplicar!
13 benfeitores apoiando
Paladino(a) do verde, uni-vos! Juntxs somos mais fortes! = Pra você eu ofereço uma oficina exclusiva, online, sobre “Técnicas e métodos de compostagem” + uma edição impressa do “Guia Hortas Pedagógicas” + e-book “Semeando Aprendizagens” além dos os arquivos digitais das músicas gravadas e do Livro “Floema – Cultura da Permanência”, incluindo agradecimento nas redes e no próprio livro do projeto

01 disponível.
R$ 125 + FRETE
Arte e cultura é vida!
1 benfeitor apoiando
Graças à vida! Abençoadx, você vai receber por esta boa fé 2 Impressões Botânicas exclusivas para enfeitar sua casa, ou costurar num vestuário ou, ainda, presentear amigues e familiares com bom gosto. Também vai receber a versão digital do livro do Projeto Floema "Cultura da Permanência" + 2 Sabonetes Naturais + as músicas gravadas em “mp3” além de, é claro, gratidão imensa expressa nas redes e no livro impresso do projeto Floema!
R$ 150 + FRETE
Boto fé no projeto e quero ver voar!
Seja o primeiro a apoiar!
Como diria minha vó: “Benza Deus”! Assim eu emociono! Pra você eu vou enviar uma Ecobag 100% algodão estampada com Impressão Botânica exclusiva (feita em casa com plantas da mata) + a versão impressa do livro Floema e da segunda edição da revista Súbito + os arquivos digitais das músicas gravadas e do livro Floema, além de muita gratidão declarada nas redes e no livro do projeto!
R$ 200 + FRETE
Esse é teu sonho, mas a luta é nossa!
2 benfeitores apoiando
Aí sim, companheirx de luta e fé! Te agradeço profundamente pela confiança e apoio e vou lhe retribuir com a Ecobag 100% algodão estampada com Impressão Botânica cheia de coisa! Nela irão junto mais 2 Impressões Botânicas para você usar ou dar de presente + 2 sabonetes naturais artesanais + a versão impressa do livro Floema e da revista Súbito, além dos arquivos digitais das músicas gravadas e do livro do projeto além dos merecidos agradecimentos nas redes e no livro do projeto!

8 disponíveis.
R$ 250 + FRETE
Tô contigo na luta e no pagode!
Seja o primeiro a apoiar!
Amada(o)!! Sua luz e fé me inspiram e acendem! Com esse apoio além de uma Ecobag exclusiva cheia de arte e cultura (tudo igual da recompensa anterior) eu ainda coloco a sua foto (ou logomarca) aparecendo no vídeo de lançamento de uma das músicas gravadas.

10 disponíveis.
R$ 500 + FRETE
Seu sucesso é meu sucesso!
3 benfeitores apoiando
Camarada!! Assim eu me emociono! Sua coragem me fortalece! Esta recompensa é especial para parcerias com agentes públicos e privados. Pra você, além de colocar sua logomarca nas mídias e comunicações do projeto como apoiador por 2 anos, posso prestar depoimentos para sua rede e participo com você de 1 evento/palestra online em 2021; coloco teu logo no vídeo de lançamento de uma das músicas gravadas; te envio uma Ecobag 100% algodão estampada com Impressão Botânica recheada com 2 sabonetes naturais e a versão impressa do livro Floema, além dos arquivos digitais das músicas e do livro e gratidão deliberada nas redes e no próprio livro do projeto.

7 disponíveis.

(Deslize para ver as outras metas)

 

Olá! Seja bem vindo e bem vinda. Aqui você encontrará todas as informações sobre o projeto Floema de Música Ambiental.

 

Quem?

Meu nome é Diego Rizzo, nascido e crescido na cidade de São Paulo. Sou músico autodidata, gestor ambiental e permacultor de formação, otimista por vocação e, por consequência, educador e pai. Venho atuando há mais de 15 anos como músico e educador,  há 10 anos como jardineiro, há 7 anos como técnico em Gestão Ambiental e há cerca de 4 anos como Permacultor. As culturas populares (africana, americana, latina e sobretudo a brasileira) principalmente a música, sempre estiveram presentes na minha vida e me formaram como ser humano. 

Como tudo começou?

Tudo começou no final de 2017, quando compus um samba falando de compostagem (Ciclar é Preciso) para animar um pretenso bloco ambiental de carnaval que sairia nas avenidas no carnaval de 2018. Só que o bloco não aconteceu. Fiquei com esta composição guardada um tempo até que surgiu a ideia da Diversidade Ancestral. Aí não deu mais para segurar essa força musical, e comecei a utilizar estas composições em cursos e oficinas de permacultura e agroecologia, para testar mesmo. E assim começou o "Projeto Floema Musical".

Floema Musical é uma metáfora. Xilema e floema, na biologia, são fluxos de alimentação das plantas, onde o xilema sobe (das raízes às partes aéreas) carregando a seiva bruta, e o floema desce (das folhas para o resto da planta) distribuindo a seiva elaborada.

Assim, Floema Musical é uma metáfora onde a expressão artística é como um floema humano, que elabora esta seiva à partir da água e dos minerais vindos das raízes com as influências criativas da lua, do sol e da mente, e então distribui para o sistema esse fluído que nutre corpo e alma.

De lá pra cá...

Nestes 2 anos de experiências com músicas autorais como ferramentas pedagógicas complementares, venho recebendo muitos retornos positivos, tanto de participantes quanto de companheiros e companheiras de trabalho, sendo o projeto já testado e aprovado por crianças, jovens e adultos de diferentes contextos. Algumas imagens deste processo estão compondo os dois vídeos da campanha com as músicas "Diversidade Ancestral" e "Festa PANC", logo abaixo.

Agora que esse projeto tem rosto e propósito bem definidos, é chegada a hora de pedir ajuda para dar corpo e forma a ele, e possibilitar que cresça, e que mais e mais pessoas sejam sensibilizadas, conscientizadas e se mostrem sensíveis à natureza, à ecologia e à cultura.

Que música? Que educação?

A perspectiva de educação do projeto Floema vai no sentido da Pedagogia da Terra, ou Ecopedagogia, que se trata de uma educação para a Cidadania Planetária, no sentido de uma cidadania ativa, onde indivíduos organizados atuam localmente pensando globalmente. Para saber mais sobre este tema, procure por Francisco Gutiérrez na internet, que é o criador do termo.

Esse projeto tem 2 formatos de apresentação. Um é como Ferramenta Pedagógica dentro de cursos, vivências e oficinas. O outro formato é como peça musical mesmo, podendo ser apresentado em shows e eventos, bem como servir de trilha sonora em vídeos. 

Com as 6 músicas que quero gravar com esta campanha, serão 8 músicas iniciais do projeto:

“Agricultura é arte” fala sobre a relação entre as plantas e o Sol > Ouça um tira gosto;

“Revolução Verde” esclarece sobre este tema controverso e confuso pra muita gente > Ouça um tira gosto;

“Ciclar é preciso” fala sobre compostagem e gestão de resíduos > Ouça um tira gosto;

“Sagrado Caldeirão” fala sobre água;

“Baile Edáfico” fala sobre a compostagem com minhocas;

“Bioma Serrado” fala dos 7 biomas brasileiros > Ouça um tira gosto;

“Terra Mãe Filha Mulher” está como faixa bônus da campanha (precisa ultrapassar a meta 2 para ser gravada). É um canto de reverência e homenagem à força feminina que é matriz, que sustenta e dá suporte a tudo, e que na profundidade do cuidar traz a força veemente de um caráter ético e moral > Ouça um tira gosto;

"Diversidade Ancestral" vocês podem ouvir Clickando Aqui e "Festa PANC" clickando aqui.

A sonoridade das músicas passa por ritmos como samba, ciranda, forró, coco, maracatu, entre outros ritmos da cultura popular brasileira e mundial (como reggae e blues).

As músicas do projeto Floema Musical ficarão disponíveis nas principais plataformas de streaming de música digital como Spotfy, Deezer entre outras, e poderão ser utilizadas por educadores e educadoras que quiserem trabalhar estes conteúdos com suas turmas.

Como funciona esta campanha?

Esta campanha vai até dia 13 de maio e contém 3 metas que funcionam assim:  

A Meta 1 é tudo ou nada. Chegando a ela eu consigo gravar 3 músicas do projeto. Mas, se faltarem que sejam R$10 para esta primeira meta, eu não recebo nada e o valor de cada apoiador, otimista e sonhador é devolvido integralmente ao final do prazo. Qualquer valor arrecadado acima da meta 1 eu recebo e faço o que puder com ele.

Atingindo a meta 2, eu já consigo produzir e gravar as 6 músicas (pagando músicos e musicistas, produtor e arranjador, gravação, produzir e entregar as recompensas e pagar as taxas da plataforma).

A meta 3 é o sonho maior, que seria incrivelmente maravilhoso vir a ser realidade e que consiste em produzir um vídeo-clip exclusivo, com finalidade educativa para o público infanto-juvenil, da música "Sagrado Caldeirão". Com roteiro de Juliana D'urso Hebling e arte de Marcos Nagata, desenrola-se uma trama da sereia Yara com um menino que começa a entender o ciclo da água e os impactos das ações humanas (poluindo ou preservando).

E estas recompensas? Como é isso?

Logo após o resultado positivo da campanha, eu pego a arrecadação abençoada e começo a produzir as recompensas. Então a entrega de cada recompensa tem prazos diferentes, conforme o caso. As recompensas oferecidas nas diferentes faixas de contribuição são as seguintes:

> Os arquivos digitais das músicas gravadas são arquivos "wave" (melhor que "mp3") e deverão ser entregues entre julho e agosto de 2021;

> Sabonetes artesanais

Eu e a Juliana vamos produzir sabonetes naturais juntando todos os nossos conhecimentos, pesquisas e dicas de amigas experts na matéria. Com essência ainda a definir, serão confeccionados com óleos essenciais legítimos e puros, dentro das técnicas “coldpress” e “hotpress” (sendo a única diferença entre elas o tempo de cura - a qualidade, propriedades, segurança e durabilidade são as mesmas). Previsão de entrega à partir de junho de 2021, conforme o kit da recompensa;

> Livro "Floema - Cultura da Permanência"

Este material exclusivo é muito especial para educadores e educadoras, permacultores e permacultoras, artistas, músicos e musicistas e curiosos em geral. Terá arte de capa por Gisele Fagundes, artista sensível que utiliza pigmentações extraídas de plantas; contém as letras e referências melódicas (cifras) de cada música, indicando os ritmos e breve história de suas origens, e vai mais além. Com a colaboração especial de Giba Santana, artista popular, músico, educador e pesquisador, trazemos a contextualização sociopolítica das culturas populares enquanto culturas de permanência e afirmação da vida, ampliando a abordagem da Permacultura. A versão digital será entregue antes e logo em seguida a impressa, a partir de junho e julho de 2021 respectivamente;

> A Revista Súbito é uma revista independente que eu e um time especial de ativistas culturais produzimos por 3 anos, através de editais de cultura, como uma plataforma de troca, comunicação, reflexão e crítica. O tema desta edição é "Lar", lançada em 2015, sendo uma peça artística de comunicação que bons leitores vão adorar saborear. Será entregue junto com a versão impressa do livro Floema, a partir de julho de 2021;

> Oficina online de Compostagens será um espaço de aprendizado e aprofundamento sobre diversas técnicas de compostagem incluindo legislações que a favorecem, conceitos básicos e um momento para tirar dúvidas mais específicas. Também serão disponibilizados materiais de pesquisa e referência. Está programada para acontecer em junho;

> O "Guia Hortas Pedagógicas: Mais um espaço para a aprendizagem" é um material produzido como referência e orientação para Hortas Escolares, elaborado coletivamente pelos técnicos e técnicas do Projeto Hortas Pedagógicas que, em 2018 implantou 200 hortas em escolas municipais da cidade de São Paulo, executado pela Associação Paulista de Gestores Ambientais. O e-book "Semeando Aprendizagens", fruto do mesmo projeto e pessoas, traz referências de atividades pedagógicas práticas para diversas faixas etárias da infância e da juventude. Serão entregues junto entre junho e julho de 2021;

> Impressão Botânica é uma técnica artesanal milenar de tingimento de tecidos com plantas e recursos vegetais. O visual é rústico e cada peça é única. Trabalharei com esta técnica em pedaços retangulares de tecidos crus que podem ser costurados em outro suporte ou vestuário, bem como ser utilizado como enfeite.  Estes tecidos podem ser lavados normalmente, sendo importante ressaltar que por se tratar de processo artesanal está sujeito a pequenas alterações de cor e perda de nitidez conforme lavagens e ação do tempo (especialmente insolação).

> As Ecobags são 100% algodão e terão estes tecidos com impressão botânica costurados numa das faces.

Diego Rizzo Vieira ainda não publicou nenhuma notícia.

(Deslize para ver as outras metas)

 

Olá! Seja bem vindo e bem vinda. Aqui você encontrará todas as informações sobre o projeto Floema de Música Ambiental.

 

Quem?

Meu nome é Diego Rizzo, nascido e crescido na cidade de São Paulo. Sou músico autodidata, gestor ambiental e permacultor de formação, otimista por vocação e, por consequência, educador e pai. Venho atuando há mais de 15 anos como músico e educador,  há 10 anos como jardineiro, há 7 anos como técnico em Gestão Ambiental e há cerca de 4 anos como Permacultor. As culturas populares (africana, americana, latina e sobretudo a brasileira) principalmente a música, sempre estiveram presentes na minha vida e me formaram como ser humano. 

Como tudo começou?

Tudo começou no final de 2017, quando compus um samba falando de compostagem (Ciclar é Preciso) para animar um pretenso bloco ambiental de carnaval que sairia nas avenidas no carnaval de 2018. Só que o bloco não aconteceu. Fiquei com esta composição guardada um tempo até que surgiu a ideia da Diversidade Ancestral. Aí não deu mais para segurar essa força musical, e comecei a utilizar estas composições em cursos e oficinas de permacultura e agroecologia, para testar mesmo. E assim começou o "Projeto Floema Musical".

Floema Musical é uma metáfora. Xilema e floema, na biologia, são fluxos de alimentação das plantas, onde o xilema sobe (das raízes às partes aéreas) carregando a seiva bruta, e o floema desce (das folhas para o resto da planta) distribuindo a seiva elaborada.

Assim, Floema Musical é uma metáfora onde a expressão artística é como um floema humano, que elabora esta seiva à partir da água e dos minerais vindos das raízes com as influências criativas da lua, do sol e da mente, e então distribui para o sistema esse fluído que nutre corpo e alma.

De lá pra cá...

Nestes 2 anos de experiências com músicas autorais como ferramentas pedagógicas complementares, venho recebendo muitos retornos positivos, tanto de participantes quanto de companheiros e companheiras de trabalho, sendo o projeto já testado e aprovado por crianças, jovens e adultos de diferentes contextos. Algumas imagens deste processo estão compondo os dois vídeos da campanha com as músicas "Diversidade Ancestral" e "Festa PANC", logo abaixo.

Agora que esse projeto tem rosto e propósito bem definidos, é chegada a hora de pedir ajuda para dar corpo e forma a ele, e possibilitar que cresça, e que mais e mais pessoas sejam sensibilizadas, conscientizadas e se mostrem sensíveis à natureza, à ecologia e à cultura.

Que música? Que educação?

A perspectiva de educação do projeto Floema vai no sentido da Pedagogia da Terra, ou Ecopedagogia, que se trata de uma educação para a Cidadania Planetária, no sentido de uma cidadania ativa, onde indivíduos organizados atuam localmente pensando globalmente. Para saber mais sobre este tema, procure por Francisco Gutiérrez na internet, que é o criador do termo.

Esse projeto tem 2 formatos de apresentação. Um é como Ferramenta Pedagógica dentro de cursos, vivências e oficinas. O outro formato é como peça musical mesmo, podendo ser apresentado em shows e eventos, bem como servir de trilha sonora em vídeos. 

Com as 6 músicas que quero gravar com esta campanha, serão 8 músicas iniciais do projeto:

“Agricultura é arte” fala sobre a relação entre as plantas e o Sol > Ouça um tira gosto;

“Revolução Verde” esclarece sobre este tema controverso e confuso pra muita gente > Ouça um tira gosto;

“Ciclar é preciso” fala sobre compostagem e gestão de resíduos > Ouça um tira gosto;

“Sagrado Caldeirão” fala sobre água;

“Baile Edáfico” fala sobre a compostagem com minhocas;

“Bioma Serrado” fala dos 7 biomas brasileiros > Ouça um tira gosto;

“Terra Mãe Filha Mulher” está como faixa bônus da campanha (precisa ultrapassar a meta 2 para ser gravada). É um canto de reverência e homenagem à força feminina que é matriz, que sustenta e dá suporte a tudo, e que na profundidade do cuidar traz a força veemente de um caráter ético e moral > Ouça um tira gosto;

"Diversidade Ancestral" vocês podem ouvir Clickando Aqui e "Festa PANC" clickando aqui.

A sonoridade das músicas passa por ritmos como samba, ciranda, forró, coco, maracatu, entre outros ritmos da cultura popular brasileira e mundial (como reggae e blues).

As músicas do projeto Floema Musical ficarão disponíveis nas principais plataformas de streaming de música digital como Spotfy, Deezer entre outras, e poderão ser utilizadas por educadores e educadoras que quiserem trabalhar estes conteúdos com suas turmas.

Como funciona esta campanha?

Esta campanha vai até dia 13 de maio e contém 3 metas que funcionam assim:  

A Meta 1 é tudo ou nada. Chegando a ela eu consigo gravar 3 músicas do projeto. Mas, se faltarem que sejam R$10 para esta primeira meta, eu não recebo nada e o valor de cada apoiador, otimista e sonhador é devolvido integralmente ao final do prazo. Qualquer valor arrecadado acima da meta 1 eu recebo e faço o que puder com ele.

Atingindo a meta 2, eu já consigo produzir e gravar as 6 músicas (pagando músicos e musicistas, produtor e arranjador, gravação, produzir e entregar as recompensas e pagar as taxas da plataforma).

A meta 3 é o sonho maior, que seria incrivelmente maravilhoso vir a ser realidade e que consiste em produzir um vídeo-clip exclusivo, com finalidade educativa para o público infanto-juvenil, da música "Sagrado Caldeirão". Com roteiro de Juliana D'urso Hebling e arte de Marcos Nagata, desenrola-se uma trama da sereia Yara com um menino que começa a entender o ciclo da água e os impactos das ações humanas (poluindo ou preservando).

E estas recompensas? Como é isso?

Logo após o resultado positivo da campanha, eu pego a arrecadação abençoada e começo a produzir as recompensas. Então a entrega de cada recompensa tem prazos diferentes, conforme o caso. As recompensas oferecidas nas diferentes faixas de contribuição são as seguintes:

> Os arquivos digitais das músicas gravadas são arquivos "wave" (melhor que "mp3") e deverão ser entregues entre julho e agosto de 2021;

> Sabonetes artesanais

Eu e a Juliana vamos produzir sabonetes naturais juntando todos os nossos conhecimentos, pesquisas e dicas de amigas experts na matéria. Com essência ainda a definir, serão confeccionados com óleos essenciais legítimos e puros, dentro das técnicas “coldpress” e “hotpress” (sendo a única diferença entre elas o tempo de cura - a qualidade, propriedades, segurança e durabilidade são as mesmas). Previsão de entrega à partir de junho de 2021, conforme o kit da recompensa;

> Livro "Floema - Cultura da Permanência"

Este material exclusivo é muito especial para educadores e educadoras, permacultores e permacultoras, artistas, músicos e musicistas e curiosos em geral. Terá arte de capa por Gisele Fagundes, artista sensível que utiliza pigmentações extraídas de plantas; contém as letras e referências melódicas (cifras) de cada música, indicando os ritmos e breve história de suas origens, e vai mais além. Com a colaboração especial de Giba Santana, artista popular, músico, educador e pesquisador, trazemos a contextualização sociopolítica das culturas populares enquanto culturas de permanência e afirmação da vida, ampliando a abordagem da Permacultura. A versão digital será entregue antes e logo em seguida a impressa, a partir de junho e julho de 2021 respectivamente;

> A Revista Súbito é uma revista independente que eu e um time especial de ativistas culturais produzimos por 3 anos, através de editais de cultura, como uma plataforma de troca, comunicação, reflexão e crítica. O tema desta edição é "Lar", lançada em 2015, sendo uma peça artística de comunicação que bons leitores vão adorar saborear. Será entregue junto com a versão impressa do livro Floema, a partir de julho de 2021;

> Oficina online de Compostagens será um espaço de aprendizado e aprofundamento sobre diversas técnicas de compostagem incluindo legislações que a favorecem, conceitos básicos e um momento para tirar dúvidas mais específicas. Também serão disponibilizados materiais de pesquisa e referência. Está programada para acontecer em junho;

> O "Guia Hortas Pedagógicas: Mais um espaço para a aprendizagem" é um material produzido como referência e orientação para Hortas Escolares, elaborado coletivamente pelos técnicos e técnicas do Projeto Hortas Pedagógicas que, em 2018 implantou 200 hortas em escolas municipais da cidade de São Paulo, executado pela Associação Paulista de Gestores Ambientais. O e-book "Semeando Aprendizagens", fruto do mesmo projeto e pessoas, traz referências de atividades pedagógicas práticas para diversas faixas etárias da infância e da juventude. Serão entregues junto entre junho e julho de 2021;

> Impressão Botânica é uma técnica artesanal milenar de tingimento de tecidos com plantas e recursos vegetais. O visual é rústico e cada peça é única. Trabalharei com esta técnica em pedaços retangulares de tecidos crus que podem ser costurados em outro suporte ou vestuário, bem como ser utilizado como enfeite.  Estes tecidos podem ser lavados normalmente, sendo importante ressaltar que por se tratar de processo artesanal está sujeito a pequenas alterações de cor e perda de nitidez conforme lavagens e ação do tempo (especialmente insolação).

> As Ecobags são 100% algodão e terão estes tecidos com impressão botânica costurados numa das faces.

Diego Rizzo Vieira ainda não publicou nenhuma notícia.