Fundo Amazônia Queer |

Fundo Amazônia Queer

Campanha para arrecadar doações para iniciativas de apoio a comunidade LGBTQIA+ na Amazônia

Projeto por: Amazonia Queer
R$ 5.571,00
arrecadado
meta R$ 55.000,00

23 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Amazonia Queer

Amazonia Queer

A pandemia agrava a situação de LGBTQIA+s em todo o país e intensifica problemas já enfrentados por gays, lésbicas, bissexuais, transexuais, travestis, intersexuais e por outras pessoas com distintas orientações sexuais e identidades de gênero. A pesquisa Diagnóstico LGBT+ na pandemia, realizada pelo coletivo #VoteLGBT em parceria com a Box1824, mostra um impacto significativo da pandemia na saúde mental e financeira da comunidade. 


Doenças como depressão e ansiedade manifestam-se mais agressivamente entre a população LGBTQIA+, decorrente do convívio frequente com diversas formas de opressão. As medidas de isolamento social significam, muitas vezes, afastar-se da sua rede de apoio e pode até aumentar a convivência com um ambiente marcado pelo preconceito. Para muitos da comunidade LGBTQIA+, a casa e o seio da família nem sempre significam segurança.

 Soma-se a isso, os desafios da região Norte no enfrentamento à pandemia. Dificuldades logísticas e carência de infraestrutura são alguns dos motivos que contribuem para a rápida proliferação do vírus na região e geram ainda mais ansiedade e depressão entre a população.


Neste contexto, o Fundo Amazônia Queer tem o objetivo de arrecadar doações para a comunidade LGBTQIA+ na Amazônia durante a pandemia.


Dentre as iniciativas apoiadas, estão a Coletiva TRANS (Santarém-PA), Casa Miga (Manaus-MA), ONG Olivia (Belém-PA), Associação de Travestis e Transexuais do Acre (Rio Branco-AC), Associação Orquídeas LGBTI+ (Manaus-MA), Coletivo Sapato Preto Amazônida (Belém-PA), Coletivo Amazônico LesBiTrans (Altamira-PA) e Rede de Negros e Negras LGBT (núcleos Tocantins e Mato Grosso). 

 

***Conhece/participa de Iniciativas e quer fazer parte do fundo? Entre em contato com amazoniaqueer@gmail.com



[ENGLISH]


The pandemic worsens the situation of LGBTQIA+s across Brazil and intensifies problems already faced by gay, lesbian, bisexual, transgender, transvestite, intersex and other people with distinct sexual orientations and gender expressions. The survey LGBT+ Diagnosis in the pandemic, conducted by the #VoteLGBT in partnership with Box1824, shows a significant impact of the pandemic on the mental and financial health of the community. 


Illnesses such as depression and anxiety manifest more aggressively among the LGBTQIA+ population, stemming from living frequently with various forms of oppression. Social isolation measures often mean moving away from their support network and can even increase living with an environment marked by prejudice. For many in the LGBTQIA+ community, home does not always mean safety.


Add to this, the challenges of the Northern region of Brazil in facing the pandemic. Logistical difficulties and lack of infrastructure are some of the reasons that contribute to the fast proliferation of the virus in the region and generate even more anxiety and depression among the population.


In this context, the Queer Amazon Fund aims to raise donations for the LGBTQIA+ community in the Amazon during the pandemic.


Among the supported initiatives are Coletiva TRANS (Santarém-PA), Casa Miga (Manaus-MA), NGO Olivia (Belém-PA), Associação de Travestis e Transexuais do Acre (Rio Branco-AC), Associação Orquídeas LGBTI+ (Manaus-MA), Coletivo Sapato Preto Amazônida (Belém-PA), Coletivo Amazônico LesBiTrans (Altamira-PA) and Rede de Negros e Negras LGBT (Tocantins and Mato Grosso cores). 

 

***Do you know/participate in initiatives and want to be part of the fund? Contact amazoniaqueer@gmail.com

 



Amazonia Queer ainda não publicou nenhuma notícia.

A pandemia agrava a situação de LGBTQIA+s em todo o país e intensifica problemas já enfrentados por gays, lésbicas, bissexuais, transexuais, travestis, intersexuais e por outras pessoas com distintas orientações sexuais e identidades de gênero. A pesquisa Diagnóstico LGBT+ na pandemia, realizada pelo coletivo #VoteLGBT em parceria com a Box1824, mostra um impacto significativo da pandemia na saúde mental e financeira da comunidade. 


Doenças como depressão e ansiedade manifestam-se mais agressivamente entre a população LGBTQIA+, decorrente do convívio frequente com diversas formas de opressão. As medidas de isolamento social significam, muitas vezes, afastar-se da sua rede de apoio e pode até aumentar a convivência com um ambiente marcado pelo preconceito. Para muitos da comunidade LGBTQIA+, a casa e o seio da família nem sempre significam segurança.

 Soma-se a isso, os desafios da região Norte no enfrentamento à pandemia. Dificuldades logísticas e carência de infraestrutura são alguns dos motivos que contribuem para a rápida proliferação do vírus na região e geram ainda mais ansiedade e depressão entre a população.


Neste contexto, o Fundo Amazônia Queer tem o objetivo de arrecadar doações para a comunidade LGBTQIA+ na Amazônia durante a pandemia.


Dentre as iniciativas apoiadas, estão a Coletiva TRANS (Santarém-PA), Casa Miga (Manaus-MA), ONG Olivia (Belém-PA), Associação de Travestis e Transexuais do Acre (Rio Branco-AC), Associação Orquídeas LGBTI+ (Manaus-MA), Coletivo Sapato Preto Amazônida (Belém-PA), Coletivo Amazônico LesBiTrans (Altamira-PA) e Rede de Negros e Negras LGBT (núcleos Tocantins e Mato Grosso). 

 

***Conhece/participa de Iniciativas e quer fazer parte do fundo? Entre em contato com amazoniaqueer@gmail.com



[ENGLISH]


The pandemic worsens the situation of LGBTQIA+s across Brazil and intensifies problems already faced by gay, lesbian, bisexual, transgender, transvestite, intersex and other people with distinct sexual orientations and gender expressions. The survey LGBT+ Diagnosis in the pandemic, conducted by the #VoteLGBT in partnership with Box1824, shows a significant impact of the pandemic on the mental and financial health of the community. 


Illnesses such as depression and anxiety manifest more aggressively among the LGBTQIA+ population, stemming from living frequently with various forms of oppression. Social isolation measures often mean moving away from their support network and can even increase living with an environment marked by prejudice. For many in the LGBTQIA+ community, home does not always mean safety.


Add to this, the challenges of the Northern region of Brazil in facing the pandemic. Logistical difficulties and lack of infrastructure are some of the reasons that contribute to the fast proliferation of the virus in the region and generate even more anxiety and depression among the population.


In this context, the Queer Amazon Fund aims to raise donations for the LGBTQIA+ community in the Amazon during the pandemic.


Among the supported initiatives are Coletiva TRANS (Santarém-PA), Casa Miga (Manaus-MA), NGO Olivia (Belém-PA), Associação de Travestis e Transexuais do Acre (Rio Branco-AC), Associação Orquídeas LGBTI+ (Manaus-MA), Coletivo Sapato Preto Amazônida (Belém-PA), Coletivo Amazônico LesBiTrans (Altamira-PA) and Rede de Negros e Negras LGBT (Tocantins and Mato Grosso cores). 

 

***Do you know/participate in initiatives and want to be part of the fund? Contact amazoniaqueer@gmail.com

 



Amazonia Queer ainda não publicou nenhuma notícia.