Gente Não é Lixo |

Gente Não é Lixo

Gente Não é Lixo reúne 109 fotografias de Milton Guran e texto de Ana Sallas.

Projeto por: Ana Luisa Fayet Sallas
R$ 14.425,00
arrecadado
meta R$ 25.000,00

141
benfeitores

57%
arrecadado

3
dias restantes

PARCELE SEU PAGAMENTO EM ATÉ 6 VEZES

É tudo ou nada! Precisamos bater a meta até 28/09/2020 - 23:59

POR

Ana Luisa Fayet Sallas

Ana Luisa Fayet Sallas
R$ 25
Agradecimento
18 benfeitores apoiando
Nome do apoiador como agradecimento no fotolivro.
R$ 50
Agradecimento + Foto impressa 10x15
15 benfeitores apoiando
Nome do apoiador como agradecimento no fotolivro. Selecionamos 6 fotos que integram o fotolivro e o apoiador poderá escolher uma delas para impressão em fine art no tamanho 10x15 cm. Foto assinada pelo fotógrafo. Obs: Solicitamos que nos enviem o número da foto escolhida para o e-mail: gentenaoelixo@gmail.com.
R$ 80
Agradecimento + Livro
65 benfeitores apoiando
Nome do apoiador como agradecimento no fotolivro. Exemplar do fotolivro.
R$ 120
Agradecimento + Foto impressa 20x30
15 benfeitores apoiando
Nome do apoiador como agradecimento no fotolivro. Selecionamos 5 fotos que integram o fotolivro e o apoiador poderá escolher uma delas para impressão em fine art no tamanho 20x30 cm. Foto assinada pelo fotógrafo. Obs: Solicitamos que nos enviem o número da foto escolhida para o e-mail: gentenaoelixo@gmail.com.
R$ 200
Agradecimento + Foto Impressa + Livro
28 benfeitores apoiando
Nome do apoiador como agradecimento no fotolivro. Selecionamos 6 fotos que integram o fotolivro e o apoiador poderá escolher uma delas para impressão em fine art no tamanho 20x30 cm. Foto assinada pelo fotógrafo. Exemplar do fotolivro. Obs: Solicitamos que nos enviem o número da foto escolhida para o e-mail: gentenaoelixo@gmail.com.

Não encontrou o que queria?

Apoie com qualquer valor

A publicação do fotolivro intitulado Gente não é lixo, com 109 fotografias a cores e em preto-e-branco tem o propósito de compartilhar e de dar materialidade a uma experiência precursora da utilização da fotografia como instrumento de pesquisa nas ciências sociais. 

 Trata-se de edição bilíngue - português/inglês de 500 exemplares.

Seu conteúdo é produto de uma pesquisa pioneira no campo da Antropologia Visual – foi o primeiro projeto nessa área apoiado pelo CNPq – levada a efeito pela antropóloga Ana Luisa Fayet Sallas e pelo fotógrafo Milton Guran entre catadores e moradores do Aterro Sanitário Brasília, localizado em um aterro sanitário (lixão) entre entre Brasíla e a cidade e Taguatinga, durante os anos 1982-84. 

As fotografias do livro foram apresentadas pela primeira vez em uma projeção audiovisual patrocinada pela União dos Fotógrafos de Brasília, em 1984. É a partir das imagens desse audiovisual que estamos fazendo esse livro, já que os negativos e diapositivos originais foram perdidos no incêndio da AGIL Fotojornalismo, em 1985.

AS SEIS FOTOGRAFIAS ABAIXO INTEGRAM AS RECOMPENSAS E SERÃO IMPRESSAS EM FINE ART E ASSINADAS PELO FOTÓGRAFO MILTON GURAN. 

POR FAVOR, ESCOLHA A SUA FOTO-RECOMPENSA E INFORME O SEU NOME E O NÚMERO DA FOTO ESCOLHIDA PARA O EMAIL: gentenaoelixo@gmail.com.

 

  1

 

 2

 

 3

 

 4

 

 5

 

 6

Ana Luisa Fayet Sallas ainda não publicou nenhuma notícia.

A publicação do fotolivro intitulado Gente não é lixo, com 109 fotografias a cores e em preto-e-branco tem o propósito de compartilhar e de dar materialidade a uma experiência precursora da utilização da fotografia como instrumento de pesquisa nas ciências sociais. 

 Trata-se de edição bilíngue - português/inglês de 500 exemplares.

Seu conteúdo é produto de uma pesquisa pioneira no campo da Antropologia Visual – foi o primeiro projeto nessa área apoiado pelo CNPq – levada a efeito pela antropóloga Ana Luisa Fayet Sallas e pelo fotógrafo Milton Guran entre catadores e moradores do Aterro Sanitário Brasília, localizado em um aterro sanitário (lixão) entre entre Brasíla e a cidade e Taguatinga, durante os anos 1982-84. 

As fotografias do livro foram apresentadas pela primeira vez em uma projeção audiovisual patrocinada pela União dos Fotógrafos de Brasília, em 1984. É a partir das imagens desse audiovisual que estamos fazendo esse livro, já que os negativos e diapositivos originais foram perdidos no incêndio da AGIL Fotojornalismo, em 1985.

AS SEIS FOTOGRAFIAS ABAIXO INTEGRAM AS RECOMPENSAS E SERÃO IMPRESSAS EM FINE ART E ASSINADAS PELO FOTÓGRAFO MILTON GURAN. 

POR FAVOR, ESCOLHA A SUA FOTO-RECOMPENSA E INFORME O SEU NOME E O NÚMERO DA FOTO ESCOLHIDA PARA O EMAIL: gentenaoelixo@gmail.com.

 

  1

 

 2

 

 3

 

 4

 

 5

 

 6

Ana Luisa Fayet Sallas ainda não publicou nenhuma notícia.