Tupinambás e Pataxós sem COVID 19 |

Tupinambás e Pataxós sem COVID 19

Insumos em saúde para território indígena

Projeto por: Maryana Dias Novaes
R$ 6.240,00
arrecadado
meta R$ 94.160,00

58 benfeitores
apoiaram essa campanha

Conseguimos \o/

Obrigado a todos os Benfeitores por mais um projeto bem sucedido. Agora, acompanhe as novidades e comentários do projeto.

POR

Maryana Dias Novaes

Maryana Dias Novaes

Precisamos da arma mais importante que há: sua solidariedade!

A pandemia da COVID-19 causa pânico em todo o mundo. Nas aldeias indígenas não é diferente. Na verdade, é. Pois ela pode ser até 150% mais mortal nesses povos, comparando com as cidades. Um vírus que não pertence às suas terras, mas invade seus lares.

Com o intuito de garantir os cuidados básicos somamos esforços com equipes médicas e multiprofissionais de polos indígenas e com lideranças locais para oferecer atendimento médico remoto e teleorientação aos indígenas de forma gratuita.

Para isso montamos uma equipe médica e um fluxo de atendimento via telefone e internet para ajudar na contenção da transmissão e da mortalidade no território indígena do nordeste onde vivem várias etnias, como Tupinambás de Olivença.

Um esforço colaborativo onde cada envolvido doa seu tempo sem cobrar nada. E para que os trabalhos continuem tendo êxito e salvando vidas, os profissionais do projeto precisam de equipamentos de proteção individual (EPI’s), como máscaras N95, máscaras cirúrgicas, luvas e aventais, além da distribuição de materiais de higiene aos indígenas e compra de material para confecção de máscaras de pano por costureiras em diferentes comunidades indígenas e por costureiras em Salvador, que serão distribuídas nos territórios indígenas onde não há mão de obra capacitada suficiente e equipamentos para corte e costura. A iniciativa de confecção de máscara é organizada pela Associação Nacional de Ação Indigenista (ANAÍ) e coletivo Delas para Todxs, o Programa de Pesquisas sobre Povos Índigenas do Nordeste Brasileiro (PINEB), o Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste (MUPOIBA), a Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (APOINME) e a Rede Kunhã Asé de Mulheres na CIência. 

Acreditamos no poder da solidariedade como arma nessa batalha. 

Colabore conosco na luta contra a COVID-19 entre os povos indígenas.

Fotos: Miguel Pinheiro e Ricardo Stuckert

Agradecimento especial para Leonardo Leone, Yohanã Ioshua, Tino Chiarantini, Aurizer Jr, Gustavo Scarpa e Elson Teixeira.

.

We need the most important weapon that we can get: Your Solidarity!

The COVID-19 pandemic causes panic worldwide. 

You might think that it could be no different in indigenous villages but in fact it can be up to 150% more deadly on them compared against urban regions. It is a virus that does not belong to your land, but invades your homes.

In order to guarantee basic care for them, we gathered with medical and multiprofessional teams from indigenous centers and with local leaders to offer remote medical care and tele-orientation to the indigenous people totally free of charge. In order to do this, we set up a medical team and a service flow via telephone and internet to help contain transmission and mortality in the Northeast indigenous territory, where several ethnic groups live, such as Tupinambás de Olivença.

It is a collaborative effort where each one involved donates their time free of charge. For that work to continue success and save lives, professionals involved in this project need personal protective equipment (PPE's), such as N95 masks, surgical masks, gloves and aprons., This is in addition to the distribution of hygiene materials to the indigenous people and the purchase of material for making cloth masks by seamstresses in different indigenous communities and by seamstresses in Salvador., These masks will be distributed in indigenous territories where there is not enough trained labor and equipment for cutting and sewing. The mask making initiative is organized by the National Association of Indigenous Action (ANAÍ) and the collective Delas para Todxs, the Research Program on Brazil´s Northeast Indigenous People (PINEB), the United Movement of Indigenous People and Organizations of the Northeast (MUPOIBA) , the Articulation of Indigenous People and Organizations in the Northeast, Minas Gerais and Espírito Santo (APOINME) and the Kunhã Asé Network of Women in Science.

We believe in the power of solidarity as a weapon in this battle.

Join us in this fight against COVID-19 among indigenous people.

Photos: Miguel Pinheiro and Ricardo Stuckert

Special thanks to Leonardo Leone, Yohanã Ioshua, Tino Chiarantini, Aurizer Jr, Gustavo Scarpa and Elson Teixeira.

 

Maryana Dias Novaes ainda não publicou nenhuma notícia.

Precisamos da arma mais importante que há: sua solidariedade!

A pandemia da COVID-19 causa pânico em todo o mundo. Nas aldeias indígenas não é diferente. Na verdade, é. Pois ela pode ser até 150% mais mortal nesses povos, comparando com as cidades. Um vírus que não pertence às suas terras, mas invade seus lares.

Com o intuito de garantir os cuidados básicos somamos esforços com equipes médicas e multiprofissionais de polos indígenas e com lideranças locais para oferecer atendimento médico remoto e teleorientação aos indígenas de forma gratuita.

Para isso montamos uma equipe médica e um fluxo de atendimento via telefone e internet para ajudar na contenção da transmissão e da mortalidade no território indígena do nordeste onde vivem várias etnias, como Tupinambás de Olivença.

Um esforço colaborativo onde cada envolvido doa seu tempo sem cobrar nada. E para que os trabalhos continuem tendo êxito e salvando vidas, os profissionais do projeto precisam de equipamentos de proteção individual (EPI’s), como máscaras N95, máscaras cirúrgicas, luvas e aventais, além da distribuição de materiais de higiene aos indígenas e compra de material para confecção de máscaras de pano por costureiras em diferentes comunidades indígenas e por costureiras em Salvador, que serão distribuídas nos territórios indígenas onde não há mão de obra capacitada suficiente e equipamentos para corte e costura. A iniciativa de confecção de máscara é organizada pela Associação Nacional de Ação Indigenista (ANAÍ) e coletivo Delas para Todxs, o Programa de Pesquisas sobre Povos Índigenas do Nordeste Brasileiro (PINEB), o Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste (MUPOIBA), a Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (APOINME) e a Rede Kunhã Asé de Mulheres na CIência. 

Acreditamos no poder da solidariedade como arma nessa batalha. 

Colabore conosco na luta contra a COVID-19 entre os povos indígenas.

Fotos: Miguel Pinheiro e Ricardo Stuckert

Agradecimento especial para Leonardo Leone, Yohanã Ioshua, Tino Chiarantini, Aurizer Jr, Gustavo Scarpa e Elson Teixeira.

.

We need the most important weapon that we can get: Your Solidarity!

The COVID-19 pandemic causes panic worldwide. 

You might think that it could be no different in indigenous villages but in fact it can be up to 150% more deadly on them compared against urban regions. It is a virus that does not belong to your land, but invades your homes.

In order to guarantee basic care for them, we gathered with medical and multiprofessional teams from indigenous centers and with local leaders to offer remote medical care and tele-orientation to the indigenous people totally free of charge. In order to do this, we set up a medical team and a service flow via telephone and internet to help contain transmission and mortality in the Northeast indigenous territory, where several ethnic groups live, such as Tupinambás de Olivença.

It is a collaborative effort where each one involved donates their time free of charge. For that work to continue success and save lives, professionals involved in this project need personal protective equipment (PPE's), such as N95 masks, surgical masks, gloves and aprons., This is in addition to the distribution of hygiene materials to the indigenous people and the purchase of material for making cloth masks by seamstresses in different indigenous communities and by seamstresses in Salvador., These masks will be distributed in indigenous territories where there is not enough trained labor and equipment for cutting and sewing. The mask making initiative is organized by the National Association of Indigenous Action (ANAÍ) and the collective Delas para Todxs, the Research Program on Brazil´s Northeast Indigenous People (PINEB), the United Movement of Indigenous People and Organizations of the Northeast (MUPOIBA) , the Articulation of Indigenous People and Organizations in the Northeast, Minas Gerais and Espírito Santo (APOINME) and the Kunhã Asé Network of Women in Science.

We believe in the power of solidarity as a weapon in this battle.

Join us in this fight against COVID-19 among indigenous people.

Photos: Miguel Pinheiro and Ricardo Stuckert

Special thanks to Leonardo Leone, Yohanã Ioshua, Tino Chiarantini, Aurizer Jr, Gustavo Scarpa and Elson Teixeira.

 

Maryana Dias Novaes ainda não publicou nenhuma notícia.