JORNAL COLETIVO GAROTAS DA MARÉ |

JORNAL COLETIVO GAROTAS DA MARÉ

Um jornal de mulheres Marrenses desempregadas que fala da Favela pro mundo e do mundo pra favela. Tudo nosso é feito por um celular e cabeças pensantes. Ajud


Projeto por: Simone Lauar
R$ 100,00
arrecadado por mês
meta R$ 550,00

4
assinantes

18%
arrecadado

Faça parte desse projeto!
Vire um assinante mensal.



ASSINATURAS
R$ 10 por mês
1 assinantes mensais
R$ 30 por mês
3 assinantes mensais
R$ 50 por mês
Seja o primeiro assinante
R$ 80 por mês
Seja o primeiro assinante
R$ 100 por mês
Seja o primeiro assinante
POR

Simone Lauar

Simone Lauar

Olá,  Somos o Garotas da Maré. NMTSXqT.jpg

 

 

 

Um jornal Coletivo que além de informar as pessoas de assuntos sérios, apresentamos em nossos textos uma simplicidade e prazer a leitura que poucas mídias conseguem.

 

 

Fazemos tudo através de um celular e duas cabeças pensantes. Precisamos de um computador e mais materiais pra continuar com nossas ações que englobam:

 

*Informações sobre saúde mental em postos e clínicas

*Cesta básica 

*Rodas de conversas virtuais sobre ( feminismo, política, bem estar, vida na favela, LGBTQIA+, saúde mental...) dentre outras coisas.

*Palestras sobre cultura na favela.

 

E mais ideias que temos na cabeça, mas não podemos colocar em prática, por falta de uma renda.

 

Nosso Jornal já fez coisas grandiosas, mas queremos fazer muito maiscom a ajuda dos nossos leitores e outros que estão por vir.

Estamos no Twitter e no Instagram

43mo9WO.jpg

 

Instagram

Twitter
 

Faça parte dessa família, e deixe a gente mostrar pro mundo que jornalismo comunitário também tem o seu valor.









Pessoas que estão ajudando essa campanha a acontecer.

Simone Lauar ainda não publicou nenhuma notícia.

Olá,  Somos o Garotas da Maré. NMTSXqT.jpg

 

 

 

Um jornal Coletivo que além de informar as pessoas de assuntos sérios, apresentamos em nossos textos uma simplicidade e prazer a leitura que poucas mídias conseguem.

 

 

Fazemos tudo através de um celular e duas cabeças pensantes. Precisamos de um computador e mais materiais pra continuar com nossas ações que englobam:

 

*Informações sobre saúde mental em postos e clínicas

*Cesta básica 

*Rodas de conversas virtuais sobre ( feminismo, política, bem estar, vida na favela, LGBTQIA+, saúde mental...) dentre outras coisas.

*Palestras sobre cultura na favela.

 

E mais ideias que temos na cabeça, mas não podemos colocar em prática, por falta de uma renda.

 

Nosso Jornal já fez coisas grandiosas, mas queremos fazer muito maiscom a ajuda dos nossos leitores e outros que estão por vir.

Estamos no Twitter e no Instagram

43mo9WO.jpg

 

Instagram

Twitter
 

Faça parte dessa família, e deixe a gente mostrar pro mundo que jornalismo comunitário também tem o seu valor.









Pessoas que estão ajudando essa campanha a acontecer.

Simone Lauar ainda não publicou nenhuma notícia.