KUARAY HAXA - Arte Indígena |

KUARAY HAXA - Arte Indígena

Promover e divulgar as técnicas e a cultura da Aldeia Kuaray Haxa através de seu artesanato, suprindo demandas econômicas e de sustentabilidade

Projeto por: Associação Indígena Mbya Kuaray Haxa
R$ 810,00
arrecadado
meta R$ 8.500,00

12 benfeitores
apoiaram essa campanha

Não foi dessa vez :/

A meta de arrecadação não foi atingida e todas as colaborações foram estornadas. Obrigado pelo apoio ainda assim!

POR

Associação Indígena Mbya Kuaray Haxa

Associação Indígena Mbya Kuaray Haxa

R$ 10
Agradecimentos
Seja o primeiro a apoiar!
Seu nome constará como apoiador no e-book, no catálogo e nas nossas redes sociais. Você receberá também um e-mail especial de agradecimento por fazer parte desse projeto.
R$ 25
Histórias
Seja o primeiro a apoiar!
Além de sua participação em nossos agradecimentos, você receberá cinco fotos digitais da aldeia, cada uma com uma história descritiva carregada de significados. *Previsão de entrega: outubro/2017
R$ 45
Compartilhamentos
Seja o primeiro a apoiar!
Nessa recompensa você ganha um cartão presente no valor de $30,00 para gastar com o artesanato produzido a partir desse projeto. Você recebe também cinco histórias ilustradas digitais e aparecerá nos agradecimento em nossas publicações. *Previsão de entrega: novembro/2017

20 disponíveis.
R$ 50
Saberes
Seja o primeiro a apoiar!
Nessa recompensa você ganha um livro digital interativo com vídeos, fotos, textos e áudios sobre diversos aspectos da cultura guarani, como receitas, expressões artísticas, o artesanato, a demarcação de terra, a religiosidade, etc. Você também aparecerá em nossos agradecimentos. *Previsão de entrega: dezembro/2017
R$ 65
Trocas
Seja o primeiro a apoiar!
Colaborando com essa recompensa, você ganha um cartão presente no valor de R$40,00 para gastar com o artesanato produzido através desse projeto. Ganha também cinco histórias ilustradas digitais da aldeia e agradecimento em nossas publicações. *Previsão de entrega: novembro/2017

25 disponíveis.
R$ 80
Afetos
Seja o primeiro a apoiar!
Além de sua participação nos nossos agradecimentos, você ganha uma ecobag com uma arte feita pelos artistas da aldeia e um cartão presente de R$30,00 para gastar com o artesanato feito a partir deste projeto. Ainda, cinco histórias ilustradas digitais da aldeia. (Entrega da ecobag poderá ser feita na cidade de Curitiba, para outras localidades não está incluso frete) *Previsão de entrega: novembro/2017

20 disponíveis.
R$ 100
Particularidades
Seja o primeiro a apoiar!
Aqui, você ganha o e-book interativo, a ecobag e o agradecimento nas nossas publicações. Ganha também um cartão presente de R$30,00 para gastar com o artesanato produzido a partir deste projeto (Entrega da ecobag poderá ser feita na cidade de Curitiba, para outras localidades não está incluso frete) *Previsão de entrega: dezembro/2017

30 disponíveis.
R$ 600
Vivências
Seja o primeiro a apoiar!
Essa recompensa pode ser divida com um amigo. Vocês escolherão um tema de interesse para participar de uma conversa/palestra com mais dois colaboradores na aldeia Kuaray Haxa em uma visita com duração de seis horas (das 10:00h às 16:00h) em um final de semana a partir de outubro de 2017. Nessa recompensa todos também ganham: - o e-book - a alimentação - transporte saindo de Curitiba. Vocês também aparecerão nos agradecimentos de nossas publicações. *Se houver interesse, novas oportunidades de vivências serão disponibilizadas como recompensas.

8 disponíveis.

Na aldeia Kuaray Haxa em Guaraqueçaba, um dos recentes assentamentos Mbya Guarani no litoral do Paraná, vivem hoje cerca de seis famílias, que em conjunto com a comunidade de Cerco Grande fundaram recentemente a Associação Indígena Mbya Kuaray Haxa, sociedade civil sem fins lucrativos cujos principais objetivos visam difundir os princípios da sustentabilidade através da adoção de métodos, técnicas e políticas de desenvolvimento ambiental, econômico e social, bem como, a preservação e proteção do patrimônio natural, cultural, étnico e a preservação da biodiversidade.

 

 

A Arte Mbya Guarani se mantem viva no tempo e carrega consigo traços indeléveis que se cruzam entre passado e futuro. Os utensílios, os adornos, os instrumentos musicais, fazem parte do modo de ser Mbya, o Ñande reko. Cada objeto tem seu tempo de manufatura, valendo-se de técnicas milenares passadas de geração a geração, resistindo às dificuldades e adversidades do transito entre tradição e modernidade, necessário para manutenção destas práticas e do modo de ser Mbya na atualidade.

Além de promover a manutenção de usos e costumes, a arte mbya também desdobra-se em fonte de renda, que atrelado ao uso sustentável dos recursos naturais e a disseminação de práticas culturais dentro e para além das aldeias, é uma das ferramentas para segurança alimentar e bem estar social das comunidades indígenas na atualidade, que cotidianamente lutam por seus direitos, buscando dialogar da melhor maneira com o mundo não indígena que os engloba, via de regra norteado pelo capital e pelo consumo.

 

 

A campanha é uma realização da Associação Indígena Mbya Kuaray Haxa em parceria com o projeto de extensão Cotinga - Cultura, Tecnologia e Etnodesenvolvimento da Universidade Federal do Paraná. Essa relação entre academia e saberes tradicionais, ora muito proveitosa, ora motivo de problematizações, pode ser, antes de tudo, muito afetuosa. Se relacionar com raciocínios diferentes aos seus pede confiança quando se propõe construções efetivas e duradouras. São essas relações que norteiam este projeto, promovendo com a campanha e seus resultados (mais do que apenas ações pontuais para um suporte financeiro na produção do artesanato) oportunidades de difundir saberes e particularidades da cultura Mbya Guarani, de conversas necessárias sobre a questão indígena e de potencialização de entendimentos sobre modos de fazer tradicionais dentro de sistemas contemporâneos de mercado.

Compreender a arte indígena e suas técnicas para além da confecção do produto artesanal é o que faz dela o fator motivador das ações. Duas grandes dificuldades que impossibilitam uma produção sustentável do artesanato é o acesso à matéria-prima (tanto a natural quanto a artificial) e a desvalorização dessa arte, fazendo com que os produtos sejam comercializados a valores que não condizem com seu processo de confecção.

Acreditamos em ações colaborativas para a promoção do processo de criação desse artesanato dentro do seu contexto cultural como meio de valorizá-lo. Dessa maneira entendemos a campanha de financiamento coletivo como a ferramenta ideal. Promovendo primeiros encontros com a cultura, as técnicas e as dificuldades, com as histórias, as vivências e os saberes. Construindo essas relações em todas as etapas da campanha, desde a mais simples recompensa.

Vamos promover:

  1. Compra de matéria-prima: possibilitando a criação de novos produtos, como colares, brincos e pulseiras, cuja confecção atualmente é restrita;
  2. Produção de um catálogo: material de divulgação comercial contando com as fotos dos produtos, as informações de sua confecção e textos sobre a cultura mbya guarani relacionados ao artesanato, distribuído digitalmente para comerciantes, lojistas e outros interessados;
  3. Elaboração de um e-book: livro digital interativo com vídeos, fotos, textos e áudios sobre diversos aspectos da vida da aldeia, passando tanto pelas expressões artísticas e a cultura guarani (música, receitas, artesanato) quanto questões políticas como a demarcação de terra;
  4. Encontros com a comunidade: vivências na aldeia, proporcionando conversas sobre temas de interesse.

 

 

É tudo ou nada!

Funciona assim: você escolhe uma das recompensas ao lado, todas pensadas com muito carinho, prezando pela aproximação do colaborador com a aldeia. Se não conseguirmos o valor dentro do prazo estabelecido, você recebe seu dinheiro de volta. Agora, se nossa primeira meta for atingida, nós realizamos o projeto e você recebe a recompensa!

Colabore!

 

 

 

Entre em contato e conheça mais sobre a aldeia Kuaray Haxa:

arte.kuarayhaxa@gmail.com

Youtube: KUARAY HAXA arte indígena

Instagram: @arte.kuarayhaxa

https://www.facebook.com/KuarayHaxaArte

Na aldeia Kuaray Haxa em Guaraqueçaba, um dos recentes assentamentos Mbya Guarani no litoral do Paraná, vivem hoje cerca de seis famílias, que em conjunto com a comunidade de Cerco Grande fundaram recentemente a Associação Indígena Mbya Kuaray Haxa, sociedade civil sem fins lucrativos cujos principais objetivos visam difundir os princípios da sustentabilidade através da adoção de métodos, técnicas e políticas de desenvolvimento ambiental, econômico e social, bem como, a preservação e proteção do patrimônio natural, cultural, étnico e a preservação da biodiversidade.

 

 

A Arte Mbya Guarani se mantem viva no tempo e carrega consigo traços indeléveis que se cruzam entre passado e futuro. Os utensílios, os adornos, os instrumentos musicais, fazem parte do modo de ser Mbya, o Ñande reko. Cada objeto tem seu tempo de manufatura, valendo-se de técnicas milenares passadas de geração a geração, resistindo às dificuldades e adversidades do transito entre tradição e modernidade, necessário para manutenção destas práticas e do modo de ser Mbya na atualidade.

Além de promover a manutenção de usos e costumes, a arte mbya também desdobra-se em fonte de renda, que atrelado ao uso sustentável dos recursos naturais e a disseminação de práticas culturais dentro e para além das aldeias, é uma das ferramentas para segurança alimentar e bem estar social das comunidades indígenas na atualidade, que cotidianamente lutam por seus direitos, buscando dialogar da melhor maneira com o mundo não indígena que os engloba, via de regra norteado pelo capital e pelo consumo.

 

 

A campanha é uma realização da Associação Indígena Mbya Kuaray Haxa em parceria com o projeto de extensão Cotinga - Cultura, Tecnologia e Etnodesenvolvimento da Universidade Federal do Paraná. Essa relação entre academia e saberes tradicionais, ora muito proveitosa, ora motivo de problematizações, pode ser, antes de tudo, muito afetuosa. Se relacionar com raciocínios diferentes aos seus pede confiança quando se propõe construções efetivas e duradouras. São essas relações que norteiam este projeto, promovendo com a campanha e seus resultados (mais do que apenas ações pontuais para um suporte financeiro na produção do artesanato) oportunidades de difundir saberes e particularidades da cultura Mbya Guarani, de conversas necessárias sobre a questão indígena e de potencialização de entendimentos sobre modos de fazer tradicionais dentro de sistemas contemporâneos de mercado.

Compreender a arte indígena e suas técnicas para além da confecção do produto artesanal é o que faz dela o fator motivador das ações. Duas grandes dificuldades que impossibilitam uma produção sustentável do artesanato é o acesso à matéria-prima (tanto a natural quanto a artificial) e a desvalorização dessa arte, fazendo com que os produtos sejam comercializados a valores que não condizem com seu processo de confecção.

Acreditamos em ações colaborativas para a promoção do processo de criação desse artesanato dentro do seu contexto cultural como meio de valorizá-lo. Dessa maneira entendemos a campanha de financiamento coletivo como a ferramenta ideal. Promovendo primeiros encontros com a cultura, as técnicas e as dificuldades, com as histórias, as vivências e os saberes. Construindo essas relações em todas as etapas da campanha, desde a mais simples recompensa.

Vamos promover:

  1. Compra de matéria-prima: possibilitando a criação de novos produtos, como colares, brincos e pulseiras, cuja confecção atualmente é restrita;
  2. Produção de um catálogo: material de divulgação comercial contando com as fotos dos produtos, as informações de sua confecção e textos sobre a cultura mbya guarani relacionados ao artesanato, distribuído digitalmente para comerciantes, lojistas e outros interessados;
  3. Elaboração de um e-book: livro digital interativo com vídeos, fotos, textos e áudios sobre diversos aspectos da vida da aldeia, passando tanto pelas expressões artísticas e a cultura guarani (música, receitas, artesanato) quanto questões políticas como a demarcação de terra;
  4. Encontros com a comunidade: vivências na aldeia, proporcionando conversas sobre temas de interesse.

 

 

É tudo ou nada!

Funciona assim: você escolhe uma das recompensas ao lado, todas pensadas com muito carinho, prezando pela aproximação do colaborador com a aldeia. Se não conseguirmos o valor dentro do prazo estabelecido, você recebe seu dinheiro de volta. Agora, se nossa primeira meta for atingida, nós realizamos o projeto e você recebe a recompensa!

Colabore!

 

 

 

Entre em contato e conheça mais sobre a aldeia Kuaray Haxa:

arte.kuarayhaxa@gmail.com

Youtube: KUARAY HAXA arte indígena

Instagram: @arte.kuarayhaxa

https://www.facebook.com/KuarayHaxaArte

Associação Indígena Mbya Kuaray Haxa ainda não publicou nenhuma notícia.